Perfume de queijo – Minha alergia ao queijo ralado

Perfume de queijo - Minha alergia ao queijo ralado
Acredite ou não, a Associação americana do Queijo ( tem associação americana de tudo que se possa imaginar, né?) resolveu inovar na estratégia de divulgação e por tabela no campo dos perfumes femininos. Eles criaram um perfume de queijo.
Espero sinceramente que não seja um perfume com o cheiro do Cheetos. Aquela merda me dá ânsia de vômito.

Fiquei com este tipo de alergia ao cheiro fedorento de queijo quando ainda era solteiro. Naquele tempo, meus pais viajavam muito. Um dia eles viajaram e me deixaram com alguma grana para comer. A comida lá de casa durou só uns dois dias. Ao invés de comprar mais comida, eu tive a idéia genial de gastar a grana toda comprando joguinho de computador. Mas foi de noite que deu aquela puta fome. Aí eu fui até a geladeira para ver o que havia para comer. Abri a porta e:
Só tinha duas garrafas d´água (vazias) e um pires, lá no fundo daquela imensidão escura, vazia e fria.
Olhando bem, eu percebi que uma banana velha, já preta, estava tentando se esconder de mim atrás do pires.
Não pensei duas vezes. Catei aquela banana preta e esmaguei ela em cima de umas torradas velhas que achei num pote em cima da geladeira.
Eu pensei em comer, mas fiquei olhando para aquela gororoba e percebi que estava faltando alguma coisa para dar uma liga.
Comecei a revirar a cozinha em busca de qualquer merda que servisse para disfarçar a aparência de cérebro de babuíno que tem a banana preta sobre a torrada marrom.
Numa das últimas gavetas do armário da cozinha, em baixo daquela gaveta onde estão os talheres, coadores, raladores e as facas que a gente nunca usa, estava um saquinho de queijo ralado. Queijo ralado Regina. Já usado e habilmente fechado com um higiênico pregador de roupas.
A princípio, eu achei estranho o queijo estar verde. Afinal, somos treinados para saber que coisas verdes são nauseabundas, com excessão do alface e da ervilha.
Mas por outro lado, aquilo era queijo. E o queijo com mofo é vendido bem caro no supermercado.
Então aquele queijo envelhecido 10 anos em uma gaveta de carvalho deveria ser algum tipo de iguaria fina.
Tasquei aquele pó esverdeado sobre a mistureba de banana preta e torrada do tempo do onça e coloquei no microondas para gratinar.
Gratinou.
Quando eu abri o microondas, putaquipariu. O cheiro era tão ruim quanto o chulé de um defunto em decomposição. Mas a fome era negra e então eu fechei os olhos enfiei aquela merda na boca e mastiguei duas vezes. Engoli do jeito que estava.
Quando aquilo bateu no meu estômago, não deu outra. Comi um, vomitei dois.
Nunca mais eu consegui sair incólume do cheiro de queijo ralado de saquinho.

Related Post

8 comentários em “Perfume de queijo – Minha alergia ao queijo ralado”

  1. A PETA(People Eating Tasty Animals), diferente da sua antagonista mais famosa, a ferrenha(pentelha) PETA(People for the Ethycal Treatment of Animals), é mais uma corrente intelectual do q uma organização. A maioria de nossos “membros” acredita que esse papo vegetariano de que quem come carne está comendo uma coisa q estava viva e essa vida foi tirada dela só para alimentar a sede d sangue da sociedade ñ cola. Tb defendemos o uso d animais em pesquisas médicas. Eu ñ defendo o uso d animais somente para o luxo, como para extrair peles e fazer testes d perfumes, mas como ñ somos uma organização propriamente dita há “membros” mais radicais, ou conservadores dependendo do ponto d vista. Vc pode mostrar o seu apoio à nossa causa através da nossa comunidade no orkut http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=17298650 e tb pelos mais variados materiais promocionais q vc pode achar com uma rápida pesquisa no pai-de-todos http://www.google.com/search?q=people+eating+tasty+animals&sourceid=opera&num=0&ie=utf-8&oe=utf-8
    E lembre-se: Ame o verde. Coma carne!

  2. a historia , e muito triste .. ha uns meses eu A.D tive um problema no trabalho .. foi assim eu sou muito estupida , e uma colega minha trouxe um queijo para a reuniao da i , que eu fui muito mas mesmo muito estupida , de forma a que comecei a abrir as janelas , e a gritar .. ai que cheiro a queijo , que cheiro a queijo ..
    e foi entao que uns alunos da munha escola soberam , e começaram a gozar comigo , dizem do ai o queijo , ai o queijo .. e assim continuo , ate que eu tive a ideia de dizer que era alergica , para me desculpar .. os meus colegas ficaram mito mas mesmo muito chatiados , de forma , a que houve uma colega que me chamou a atençao , ate que mais adiante , comecei a fazer queixa a directora de turma , das alunas que gozavam comigo , e agora esperem pelo resto .. ah , e ainda escreveram , o meu nome na casa de banho ..

  3. E isso me faz lembrar dos meus 10 anos, peguei uma salsicha na geladeira e fui logo mordendo. Quando eu resolvi olhar pro pouco que restava da maldita na minha mão, estava cheia de pontinhos brancos. Po, nunca passei tanto mal na minha vida… não sabia se vomitava ou chorava com medo de morrer (sim, porque minha mãe tinha inventado a brilhante história de tudo que tem pontinhos brancos mata, tentando fazer eu parar de querer comer cogumelos desconhecidos aos meus 4 ou 5 anos).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares