O incrível galo que bota ovo

Sharing is caring!

Parece até piada, daquelas que a galera faz auqndo percebe que um suposto machão é na verdade um gay no armário tentando disfarçar. Mas o lance é que o “galo que bota ovo” é de verdade mesmo. Trata-se de um caso real, único no mundo. O galo Gianni era um galo normal até começar a por ovos e chocá-los, como faz uma galinha.

O incrível galo que bota ovo

Os cientistas estão tão intrigados com a mudança de sexo do galo que querem examinar o DNA dele em busca do gene que permitiu tamanha bizarrice. Há uma possibilidade de que a prole do gallo Gianni sejam portadores da mesma mutação genética.

O professor Donato Matassino crê que o fenômeno que impressionou a comunidade científica da Europa poderia ser um gene antigo, adormecido na ampla maioria das aves, mas que de alguma forma está ativo neste animal, o que permitiu que ele funcionasse como um gastrópode, tipo o caracol, que nasce macho, vira fêmea, passa a vida toda como fêmea e volta a ser macho poucos meses antes de morrer.

Este mecanismo é um engenhoso truque evolucionário que permite a uma espécie ampliar suas chances de sobrevivência. Segundo o professor, o gene funciona para quando “se por um acaso todas as fêmeas morrerem, um macho se torna fêmea e a espécie não desaparece”.

fonte

Eu creio que há mais interesse no galo transsexual do que a mera curiosidade científica. Imagine como a alteração deste gene poderia ampliar a oferta de ovos no mundo, com resultados econômicos palpáveis.

Não há menção desta ideia na matéria, mas eu penso que como os dinossauros evoluíram em aves, esta característica poderia ajudar a dar uma nova dimensão na história dos dinossauros.

O galo Gianni acaba de entrar para o seleto grupo de galinhas famosas no Mundo Gump, ao lado da galinha que viveu mais de um ano sem a cabeça, da galinha de quatro pernas, da galinha do pé de pato e do pintinho que tinha dente.

20 comentários em “O incrível galo que bota ovo”

  1. olha só, um galo novo que bote ovo normal é novidade, mas ocorre vez por outra que um galo velho bote ovos, geralmente sao pequenos e muitas veses sem gema. dificil mas acontece de vez em quando.
    agora apelando um pouco para o reino da magia, basta botar esse ovo pra um sapo chocar por um ano e teremos um basilisco. x_x

    Responder
    • Procurei por esta matéria, pq hj, meus alunos de Xerém – D.C. me disseram isto. Como nunca tinha ouvido falar, vim pesquisar. Fui criada praticamente na roça, mas nunca tinha ouvido falar nisto… Meus alunos falaram, e não foi só um ou dois não. Intrigante isto!

      Responder
  2. Lembram de Jurassic Park e o motivo pelo qual os dinossauros de lá começaram a se reproduzir, sendo que todos eram fêmeas? Exatamente o do galo: o cara explicou que algumas rãs não sei de onde mudavam de sexo quando não havia parceiros para acasalar.

    Daí surgiu a célebre frase do filme: “A vida encontra um meio”.

    Responder
  3. O mundo anda nos limites do pânico. Pra mim isso é besteira. Ainda espero algo interessante que a natureza faça. Como um gato por ovo e disso nascer um gatinho vivo.

    Responder
  4. Istó é norma, na roça a gente vê coisas assim acontecer. Eu tb já vi uma vez, uma galinha velha que por disturbios hormonais, cresceu uma pequena crista, ela mudou o carcarejar por uma espécie de canto de galo, e tentava cortejas as comapnheirs. Enfim, uma autêntica Elen.

    Responder
  5. No Jurassic Park a explicação era que usaram trechos de DNA de râs para recompor o código genético deteriorado dos dinos, obtido dos mosquitos fossilizados.
    Mas eu não duvido que um galo de granja acabasse numa situação dessas, não dizem que esses bichos tomam hormônios a rodo pra aumentar a produtividade?
    Me lembra uma das pérolas do Hugo Chavez, que disse que este é o motivo de haver tantos gays por aí hoje. :raisebrow:

    Responder
    • As galinhas tomam hormônio pra ficarem grandes e amadurecerem rápido, aumentando a produtividade. Como os comentários dos leitores sugerem, este efeito do animals aparentemente mudar de sexo ocorre em granjas e fazendas que criam as aves para subsistência, isso indica que certamente nelas (e talvez até em humanos) deve haver trechos desabilitados do codigo genético que controlam a capacidade de alteração de sexo.
      O jurassic Park só era possível porque eles conseguiram colocar “estepes’ de codigo de outros animais nos trechos que faltavam dos dinos. Mas eles também controlavam a população gerando apenas fêmeas, introduzindo hormônios na fase fetal. O que eles não contavam é que ocorreu uma mutação deste tipo e uma fêmea virou macho, gerando uma espécie de repovoamento descontrolado dos animais.

      Responder
  6. nao é unico no mundo, estou em portugal e os meus pais têm 1 galo q ja deu 2 ovos, nao os choca talvez porque lhe sao retirados, mas nao é unico no mundo esse.. enfim! quem quiser contactar mande mail para o pessego at iol ponto pt

    Responder
  7. É novidade para mim que galo bota ovo, minha mãe tem um galo com o nome de Zé e pela segunda vez Zé bota ovo.
    Eu estava até desconfiada do Zé achei que ele era gay, que coisa de outro mundo.

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.