Luzes que perseguem: O que são essas estranhas esferas de luz?

Certa vez meu falecido avô me contou de um episódio insólito que ele viveu quando estava no quartel, esperando ordens para integrar um batalhão que poderia seguir para a Itália na Segunda Guerra. Felizmente ele não foi, mas nessa época aconteceu uma coisa muito esquisita. Ele disse que numa certa noite, enquanto era o oficial de dia, foi chamado pelo sentinela. Uma incrível bola de luz estava fazendo evoluções no patio do quartel. Todos pensaram tratar-se de uma assombração, porque corria o boato de que o quartel era mal assombrado.
Meu avô disse que ninguém ousou se aproximar da bola, que era do tamanho de uma dessas bolas de brinde, dadas nos parques de diversões. A bola emitia um brilho amarelado e parecia estar queimando. Ela voou e depois quicou no chão, sem emitir ruído, e entrou na água da piscina do quartel, SEM APAGAR. Foi aquilo que deu a certeza a ele de que estava diante de algo de outro mundo.

Meu avô que já tinha visto um caixão levitando sobre uma porteira, dado carona a dois fantasmas e sido perseguido por um cachorro do tamanho de um boi que ele achou ser um lobisomem não estava preparado para ver uma bola de fogo que continuava a queimar debaixo d´água e saiu correndo, junto com o sentinela. A história dele que termina bruscamente sem um final, sempre me deixou intrigado. Como pode alguém diante de uma coisa dessas fugir sem esperar para “ver no que vai dar?”
Passei minha infância inteira pensando nestes casos como casos de assombração. Até morrer, meu avô achava mesmo que aquilo fosse um fantasma. Nunca lhe passou pela cabeça que talvez ele tivesse visto uma sonda ufológica, até porque este assunto nunca esteve em seu repertório.

Quando eu cresci um pouco mais, já na adolescência, comecei a ler as revistas antigas da coleção Planeta, (as antigas eram as melhores, assim como as Seleções do Reader´s Digest) e daí passei para os livros de ufologia, revistas e etc. Foi quando comecei a entender que certas coisas como esferas de luz que perseguem podem não ser assombrações.
As bolas de luz ficaram célebres na Segunda Guerra mundial, quando elas perseguiam aviões dos dois lados da Guerra, e receberam o nome de foo fighters. Foram registradas em fotos e filmes em película filmados dos aviões de combate.

%name Luzes que perseguem: O que são essas estranhas esferas de luz?

%name Luzes que perseguem: O que são essas estranhas esferas de luz?

Na época ( e posso dizer, ainda hoje) ninguém sabia com precisão científica o que eram aqueles trecos.

Colombo viu

Muitas pessoas pensam erroneamente que os primeiros casos dessas bolas luminosas que perseguem pessoas, objetos e coisas surgiram na época dos Foo Fighters. Na verdade, um dos primeiros registros dessas coisas aparecem nos diários de bordo por ninguém menos que Cristóvão Colombo, o navegador genovês que descobriu a América.
%name Luzes que perseguem: O que são essas estranhas esferas de luz?

Meu pai viu esse diário de bordo pessoalmente lá na Espanha. Pelo que está nos registros da viagem, Cristovão Colombo e sua tripulação, em sua viagem de descoberta do Novo Mundo, pode ter sido testemunha de dois avistamentos de OVNIs.

Os eventos foram registrados no diário de bordo do navegante, que encontra-se preservado em um museu da Espanha.

%name Luzes que perseguem: O que são essas estranhas esferas de luz?
O diário de bordo de Colombo

Em 15 de setembro de 1492, Colombo escreveu:

Navegou aquele dia e noite pouco mais de 27 léguas rumo ao Ocidente. No início da noite ele viu ele viu um maravilhoso buquê de de fogo caindo no mar, distante deles [dos tripulantes, na embarcação, a caravela Santa Maria] cerca de 4 ou 5 léguas.

Quase um mês depois, na quinta-feira 11 de outubro (1492), momentos antes de Colombo avistar Terra pela primeira vez, novamente, às 10 da noite, estando no Castelo da popa, viu novamente as luzes. Então, chamou Pedro Gutierrez, mordomo do rei para observar o fenômeno.

Surpreso, Colombo registrou no diário:

Foi uma ou duas vezes. Era como a chama de uma vela e subia, subia, o que me pareceu ser uma indicação de terra.

Enquanto para alguns, a “chama de vela” era um fogo no chão, para outros, como o pesquisador Juan José Benitez, essa possibilidade não faz sentido, considerando a distância a que foi observada – há 14,5 léguas ou pouco mais de 80 quilômetros , longe demais para distinguir uma fogueira em terra firme.

Mesmo que o fenômeno das esferas de luz que perseguem seja antigo, como é possível que seja, ele ainda não foi esclarecido. É natural que algo dessa monta seja interpretado pelas pessoas que observam o fenômeno a partir de seu universo pessoal. Para meu avô era um fantasma… Para um índio, certamente seria uma outra coisa. Talvez algumas lendas indígenas brasileiras sejam justamente baseadas nesses fenômenos que para um índio, ainda na idade da pedra, só pode ser explicado pela via sobrenatural.

Um desses fenômenos que se incorporaram ao nosso folclore é o que os ruralistas mineiros denominam de ”mãe de ouro”. Trata-se de uma esfera luminosa normalmente vista em regiões ermas e rurais (tanto as naves quanto as sondas,são vistas principalmente nessas áreas mais afastadas,mas também já foram registrados muitos casos em regiões urbanas.) O objeto pode ter o comportamento de flutuar a poucos metros do solo, mas também pode tomar alturas incríveis. Geralmente são da cor amarelo-dourado, dai a associação com o ouro.

Há também lendas indígenas, como a do Mboi tatá, que significa em tupi  a junção de duas palavras: “coisa de fogo” ou “cobra de fogo”.  Se descartarmos a existência das esferas de luz, poderíamos supor que os índios viam o fenômeno natural do fogo fátuo e interpretavam aquilo como um fenômeno sobrenatural. No entanto, o fogo fátuo não passeia, não persegue e não trafega por entre as árvores. O “fogo fátuo” é gás se inflamando e nada de sobrenatural nisso. Se “mboi” se refere a “cobra”, é possível que os índios estivessem vendo algo trafegando por entre a mata.
No folclore brasileiro, o Boitatá é uma gigantesca cobra-de-fogo que protege os campos contra aqueles que o incendeiam. Vive nas águas e pode se transformar também numa tora em brasa, queimando aqueles que põem fogo nas matas e florestas.

Outro fato inusitado está na gênese da lenda do boitatá, que diz que ele sai da água. Fogo fátuo NUNCA sai da água Sim, fogo fátuo pode sair da água, mas como vimos antes, a esfera que Colombo viu e registrou pareceu-lhe sair no meio do mar. Bem como inúmeros objetos voadores não identificados foram registrados entrado e saindo da água de mares, rios e lagoas no mundo.

Voltando ainda mais no passado, em 1560, o padre José de Anchieta escreveu (grifo meu):

“Há também outros (fantasmas), máxime nas praias, que vivem a maior parte do tempo junto do mar e dos rios, e são chamados baetatá, que quer dizer cousa de fogo, o que é o mesmo como se se dissesse o que é todo de fogo. Não se vê outra cousa senão um facho cintilante correndo para ali; acomete rapidamente os índios e mata-os, como os curupiras; o que seja isto, ainda não se sabe com certeza.” (in: Cartas, Informações, Fragmentos Históricos, etc. do Padre José de Anchieta, Rio de Janeiro, 19332 )

Note que Anchieta informa que a coisa ATACA as pessoas, provavelmente perseguindo-os. Mas se ela MATA o índio, não tem como ser um fogo fátuo de jeito algum, uma vez que a chama do fogo fátuo não persegue e muito menos queima. É um fogo azulado de chama fria de gás de decomposição que se incendeia imediatamente. O fenômeno nunca dura mais que três segundos.

Mas o que poderia matar alguém? Uma descarga elétrica, com certeza. Um raio globular poderia. O problema é que até hoje não se conseguiu provar que raios globulares ocorrem fora de tempestades cabulosas e nunca se provou que um raio globular possa durar mais de poucos segundos.
Considerando esse aspecto de que a coisa mata, meu avô pode ter sido bem esperto de dar no pé.
%name Luzes que perseguem: O que são essas estranhas esferas de luz?

Afinal, se não temos muitos dados científicos que corroborem a existência do fenômeno ou seu comportamento hostil, há pelo menos um caso que eu li em algum lugar (desculpem, minha biblioteca de ufologia é tão monstra que eu não achei onde foi que eu li este caso) – curiosamente ocorrido num quartel- onde a treta acabou em morte.
O caso conta que um sentinela viu descer uma esfera luminosa no meio do patio do quartel. A esfera pousou no solo e ali ficou. Ela era luminosa e parecia exatamente como as descrições das bolas de fogo. O soldado foi até o objeto e tentou acertá-lo com a baioneta, mas a sonda levitou e distanciou-se dele, tornando a pousar um pouco além. Persistente, o soldado tornou atentar atingir o objeto com a baioneta, e quando conseguiu, a coisa deu-lhe um choque tremendo. O soldado caiu diante de seus companheiros de caserna. Se não me falha a memória, ele morreu. Seja como for, acidente ou ataque, o fato é que muitas historias curiosas sobre esferas luminosas existem na vastidão dos casos ufológicos. Claro que não tem a validade científica necessária para comprovar que existem, afinal ninguém conseguiu pegar uma, mas considerando que muitos desses objetos são fotografados e até filmados, acho interessante examinar muitos desses casos com uma curiosidade sadia. Até porque, parece mesmo que este fenômeno não reside só nos distantes interiores. Não são vistos apenas por pessoas sem estudo formal ou índios. Trata-se de um fenômeno que não apenas foi visto por pilotos e especialistas, como foi visto e registrado em radar em operações na órbita da Terra.

Esfera impressiona astronauta

%name Luzes que perseguem: O que são essas estranhas esferas de luz?
Astronautas também viram!

%name Luzes que perseguem: O que são essas estranhas esferas de luz?

No dia 15 de maio de 1963, a capsula Mercury estava carregando o Major Gordon Cooper, que havia decolado em direção ao espaço a partir da base de lançamentos no Cabo Canaveral, para um trabalho de 22 orbitas ao redor da Terra. Em 1963, havia muito poucos satélites terrestres lançados, o que torna o caso ainda mais curioso.
Durante a última órbita, enquanto era rastreado pelo radar da estação de rastreamento de Muchea, na Austrália, Cooper entrou em contato com a base informando algo insólito.
Ele disse que estava vendo um objeto brilhante, com tonalidade esverdeada-azulada, vindo na direção da nave dele e que ela iria passar por cima dele. De fato, seja lá o que Coopper viu, era sólido, pois a coisa muito rápida passou sobre a nave dele, sendo inclusive registrada pelo radar de Muchea, segundo na direção oeste. A observação de Gordon Cooper foi então divulgada pela National Broadcast Company, que cobria o voo, passo-a-passo. A notícia gerou interesse, mas curiosamente, quando Cooper pousou, os repórteres foram claramente impedidos de perguntar sobre o episódio. Posteriormente, justificaram que Cooper tivera uma “alucinação” devido a uma falha no equipamento que liberou pequenas quantidades de dióxido de carbono no traje espacial dele. Obviamente, sabemos que uma alucinação não aparece num radar.
Cooper sempre acreditou piamente no que havia testemunhado na capsula, e dez anos depois teve a sorte de ver novamente, quando pilotava um F-86 Sabrejet sobre a Alemanha Ocidental.
Gordon Cooper sempre teve sorte com o fenômeno e um dos casos mais impressionantes já registrados foi em 57, quando sua equipe de cinegrafistas especializados em registrar aeronaves de testes estavam montando o equipamento para avaliar um sistema de trem de pouso num lago seco (creio que na área 51) quando um disco voador clássico surgiu. Ele foi filmado em detalhes enquanto trafegava, estacionava no ar e descia o trem de pouso. A nave pousou e a equipe de Cooper munida com o melhor equipamento de video disponível na época chegou a ridículos 30 metros da nave. Quando tentaram se aproximar mais, sempre filmando, a nave recolheu as sapatas do solo do lago seco e decolou verticalmente em grande velocidade. Esse encontro produziu talvez o melhor filme ufológico de todos os tempos, que Cooper remeteu às autoridades em Washington, seguindo seu protocolo de serviço. O video foi pra Washington, de onde nunca mais saiu. O próprio astronauta contou isso em diversas entrevistas.

Em junho de 1965 outro astronauta, dessa vez Ed White também viu algo incomum que “não podia explicar”. Ele fotografou o objeto com equipamento de precisão, mas curiosamente, suas fotos nunca foram tornadas públicas pela NASA. Depois, em dezembro daquele mesmo ano, os astronautas da Gemini James Lovell e Frank Borman viram simultaneamente uma coisa estranha, voando com eles.
Posteriormente a NASA justificou dizendo que os astronautas viram um foguete de testes que teve um mal funcionamento. Não demorou, a própria NASA voltou atrás e assumiu que não poderia ser o tal foguete, mas também não ofereceu hipótese para o que os dois pilotos altamente treinados teriam visto. Ficou tudo por isso mesmo.
Como podemos ver, a história da aviação é cheia de episódios mal contados e estranhos, apesar de todo o controle, tecnologia e regularidade das missões espaciais. Se é assim lá no espaço, imagina aqui em baixo!

Carro fantasma

Por exemplo, muitas pessoas conhecem a lenda do “carro fantasma”. O carro fantasma é a típica lenda que parece alicerçada em situações de sondas ufológicas. O carro fantasma costuma aparecer nas estradas do Brasil, vindo em rota de colisão com um veículo normal. O motorista se assusta, pois o que vem na estrada são dois faróis de carro. Não raro, o encontro com o carro fantasma acaba em acidentes. É sempre durante a noite ou madrugada. As luzes vem paralelas, em alta velocidade, como os faróis de um carro, e ao chegar no momento da colisão iminente, elas passam por cima do veículo, desesperando o condutor que já esperava pelo pior. Muitas vezes, fugir para o acostamento não adianta, pois as luzes do farol do carro fantasma fazem o mesmo, como se quisessem colidir. Incontáveis motoristas profissionais já viram essas luzes, mas ninguém arrisca dizer o que é.

Sonda filmada

“Sonda” é a palavra que foi convencionada para chamar objetos voadores não identificados de tamanho pequeno.
Um dos melhores videos de sonda filmada é o caso da sonda de Capão Redondo, filmada no meio da cidade, com uma câmera VHS. O episódio deu origem a uma das mais longas filmagens ufológicas da história, registrado em VHS por quase meia hora, e com diversas testemunhas. No dia 2 de janeiro de 1998, por volta das 21:30 várias pessoas testemunharam a evolução de um aparelho luminoso sobre casas na região de Capão Redondo, na cidade de São Paulo. Dois irmãos tiveram a oportunidade de registrar em vídeo a evolução dos objetos. No video (uma parte dele esta aqui em baixo) o objeto com tamanho aproximado de uma bola de basquete, é visto flutuando e vagando por uma grande área sem emitir som, embora emita a luminosidade estranha e não natural como muitas outras sondas.

O bom do video da sonda de Capão redondo reside no conjunto de circunstancias de seu registro: Filmado na cidade, por muito tempo, com equipamento analógico numa época em que a tecnologia de efeitos especiais digitais era muito rudimentar e não havia os drones no mercado. Esse video foi extensamente periciado e permanece até hoje como um dos mais incríveis registros do fenômeno UFO já feito.

Mas existem outros registros, alguns bastante intrigantes que lembram o caso do “carro fantasma”. Um deles pode ser visto no video abaixo, onde uma esfera de luz trafega como se fosse um veículo numa estrada russa. O video registrado por uma câmera de segurança na proximidade da via ainda registrou quando o objeto retornou pelo mesmo caminho, em alta velocidade e altura estável.

igualmente intrigante é o video abaixo que mostra esferas luminosas que estão perseguindo os trens na Russia. A primeira vez que vi este video achei que era um 3d até meio mal feito, mas então olhando com mais cuidado, percebi que o objeto parece sofrer uma difração na luminosidade quando passa por uma parte suja do vidro da janela. Isso ainda é possível de fraudar, lógico, mas torna a coisa mais complexa de fazer.

Alguns desses objetos só poderiam ser vistos com o uso de câmeras infravermelhas. O comportamento da bola de luz também é estranho, pois ela persegue o trem, mas de tempos em tempos ela para, como se quisesse medir alguma coisa e então retoma a perseguição. A repetição com que a bola faz esse procedimento denota alguma inteligência controlando-a.

Essas esferas luminosas são bastante estranhas, e eu não arriscaria um palpite sobre o que são. O que eu posso dizer é que vi uma coisa parecia com uma dessas no dia em que fui fazer aquelas fotos da praia, semana retrasada. Eu havia voltado para casa quando vi uma bola de luz incomum trafegando horizontalmente a baixa altitude. Ela não era fogos de artificio, nem balão, pois conheço bem essas duas coisas. A esfera luminosa passou atrás de um dos blocos do meu condomínio. Eu saí correndo para tentar ver o que era pelo outro lado, mas não saiu nada do outro lado. Como minha observação durou um segundo ou menos, não deu para registrar maiores detalhes além do fato de ter a sensação de ver algo fora do comum. Não havia som nem nada. Mas a cor era exatamente como a coisa que segue o trem da Russia no video acima.
%name Luzes que perseguem: O que são essas estranhas esferas de luz?
Muitas pessoas tem sugerido que essas esferas possam estar ligadas a objetos voadores não identificados, operando de uma forma similar aos nosso drones terrestres. Sua manobrabilidade e rapidez são dignos de nota. Há um caso que li sobre uma sonda que teria entrado num carro que trafegava numa estrada. O carro estava com uma família inteira e a esfera do tamanho de uma bola de sinuca entrou pelo vidro de trás e deu duas voltas dentro do veículo, onde todos começaram a gritar. A esfera disparou um tipo de flash de máquina fotográfica antes de sair voando pela janela do motorista. Imagina só o pandemônio que foi dentro do carro!

Uma das evidências que parecem corroborar a hipótese de que as esferas de luz estejam relacionadas a ufos maiores são alguns videos que mostram essas coisas saindo de ufos. Um dos videos mais impressionantes que eu conheço nesse sentido é uma filmagem triangulada – isso é, filmada por mais de uma pessoa simultaneamente de pontos de vista diferentes. A coisa foi registrada no México, e é um tipo de ufo parecido com um charuto liberando um um maciço volume de esferas que ficaram dançando no ar (observem o padrão de movimento especialmente incomum nas esferas ao fim do video) .

Qual a razão disso? Ninguém sabe. Mas aqui está um bom assunto para uma discussão interessante.

Comments

comments

66 comentários em “Luzes que perseguem: O que são essas estranhas esferas de luz?”

  1. Tenho paixão pelo MUNDO GUMP.
    Esta da bola de fogo é uma verdade..
    Meu pai achava que são desprendimento
    De gases de algo que a terra solta..

    • Sim, é o fogo fátuo. Embora a ideia do fogo fátuo possa explicar muitos casos estranhos relacionadas a luzes que surgem do nada e se movem, esse fenômeno físico bem conhecido não explica tudo. Quer um exemplo? Num dos casos mais estranhos (não coloquei no post pq ele tava virando livro) de aparecimento dessas bolas, ela surgiu na cabine de um avião em pleno vôo! A bola aparece do nada e voou pelo corredor da aeronave, levitando e brilhando com intensa luminosidade azul, para desespero dos passageiros. Após percorrer cerca de uns 8 metros dentro do avião ela sumiu tão misteriosamente quanto apareceu.

      • Quando eu morava num sítio no interior de SP, eu e minha família costumávamos sentar no quintal à noite para conversar e de tempos em tempos víamos uma bola vermelha (parecia a luz de uma lanterna Vermelha) que vinha lá de longe no pasto e ia se aproximando de nós um dia chegou até a nossa porteira, não chegávamos perto apenas observávamos e depois ela ia se afastando novamente, meu pai diz que desde muito antigamente ela já existia, aparecia constantemente vindo sempre da mesma direção, já teve um homem da minha cidade que a perseguiu, e até atirou nela, e perdeu a voz por meses, quando recuperou a voz disse que ao atirar dela saiu raios, isso não presenciei. Eu a vi algumas vezes e sinceramente é muito estranho. Nao creio que seja fogo fatuo . Ela parou de aparecer por um tempo, então certo dia quando reunimos a família para um terço de São João no sitio ela novamente apareceu todos a vimos, vem pairando no ar por minutos e depois retorna pelo mesmo caminho de onde veio. Hj sou advogada com 25 anos e ainda não tenho a resposta para essa luz.

    • Quando eu morava num sítio no interior de SP, eu e minha família costumávamos sentar no quintal à noite para conversar e de tempos em tempos víamos uma bola vermelha que vinha lá de longe no pasto e ia se aproximando de nós um dia chegou até a nossa porteira, não chegávamos perto apenas observávamos e depois ela ia se afastando novamente, meu pai diz que desde muito antigamente ela já existia, Eu a vi algumas vezes e sinceramente é muito estranho. Nao creio que seja fogo fatuo ou algum tipo de gas Alguém já viu algo assim ou sabe de algum site que explique?

      • Oi Andreia
        Eu e meu marido vimos no começo de dezembro/1998 uma bola vermelha da cor de uma sirene de polícia ou de ambulância…acho que deve ser parecida com a que você descreveu
        Ela flutuava no ar , acompanhou nosso carro, sumia e reaparecia, também fazia ziguezagues , foi como se ela quisesse se mostrar pra gente, nunca vou esquecê-la, afinal não dá pra esquecer algo desse tipo

    • Eu tinha entre cinco e sete anos, morava numa casa nova construida há uns três ou quatro anos por meu pai em Votorantim, SP, bem ao lado do rio Sorocaba, eu ainda dormia numa cama de solteiro ao lado da cama de meus pais, meus pés ficavam voltados para a porta do quarto da sala que por sua vez dava para ver uma janela que dava para a varanda da casa e em fim para a rua. Após essa detalhada descrição feita na distância de mais de quarenta anos, vou relatar o que me aconteceu: estava deitado de bruços e senti algo tocando minhas costas, acordei olhei para trás e próximo um pouco mais de um metro havia uma esfera do tamanho de uma bola de futebol com cores vivas, várias cores, flutuando sobre mim, parecia gasoso. Tal objeto muito sobrenatural parecia ter vida pois quando eu gritei de pavor ele se moveu imediatamente, saiu pela porta do quarto e passou pela janela desaparecendo. Minha mãe há época não soube me dar respostas, disse para eu rezar e eu da minha parte só voltei a dormir de bruços aos vinte e poucos anos. Sou publicitário e fiquei feliz e surpreso ao ver relatos muito parecidos com os meus aqui, e posso garantir que essas luzes tem inteligência e deve existir alguém fazendo julgamentos sobre nós. Alguém tem algum artigo científico mais preciso sobre essas ocorrencias?

  2. Quando era adolescente, minha cama e da minha irma eram lado a lado.

    O quarto nao ficava totalmente escuro por causa das luzes da rua, entao estavamos acostumadas a ver no quarto luzes como farois de carro, etc.

    Uma noite, conversavamos animadas, quando de repente vi uma bola de luz do tamanho de uma bola de basquete no meio do quarto. Durou uns 2 segundos, mas o que surpreendeu, foi que a fonte de luz vinha dela, nao era um reflexo, e embora fosse bem luminosa, ela nao iluminou o quarto.

    Vi aquilo e pensei que tinha sido uma impressao minha, porque foi muito rapido. Achei que estava imaginando. Entao minha irma me interrompe (eu estava falando durante esse tempo) e me pergunta, com medo:
    – Tu viu o que eu vi?

    Trocamos impressoes e tinhamos visto a mesma coisa.

  3. Queria eu ver um fenômeno desses.

    Quando ainda era criança eu vi um Delta de luzes cruzando o céu muito, muito alto durante a noite, mas nunca mais tive nenhuma experiência ufologica!

  4. Fala, Philipe; tudo certo?

    Ainda não li o texto na íntegra (não tive tempo), mas gostaria de perguntar se você sabe sobre o Fogo de Santelmo?
    Acho que, por algumas características, ele se encaixa perfeitamente neste fenômeno – embora eu desconheça mais detalhes sobre ele, vi apenas um documentário há muito tempo – os relatos e comentários são de histórias de “bolas de luz luminosas que seguem” quem as viu, inclusive em alguns casos entrando em contato com a pessoa.

    Outra coisa interessante: vi que você citou o fogo fátuo e comentou que ele não surge da água; então, lembro que quando eu era moleque eu tinha um livro sobre adaptações de contos antigos para crianças e, um deles, era sobre o fogo fátuo; uma criatura conhecida como Tião Fogo Fátuo que surgia do meio de regiões alagadiças; este livro trazia adaptações de contos europeus (e eu nunca mais vi para vender) e, claro, são mitos, ficções. Mas, se ficção e como tal, baseado em, supostamente, alguns eventos que seriam comuns, história contadas de boca a boca, pode alguém ter visto algum fogo fátuo algum dia surgir na água ou é fisicamente impossível?

  5. Pode ser um raio globular ou raio bola, um fenômeno ainda não muito bem explicado.
    Talvez o atrito das rodas do trem nos trilhos possam causar ou atrair alguma coisa eletromagnética como o raio bola, se no caso ele for eletromagnético, especulação minha é claro.

    • Minha filha quando pequena estava brincando dentro do quarto com o primo e de repente saíram os dois apavorados dizendo ter visto uma bola de fogo flutuante diante deles.
      Agora eu me pergunto… Por onde está bola de luz entrou?! Porque a janela do quarto estava trancada. Um mistério.

  6. Incrível pois parece muito com uma história que meu pai e meu tio contam. Eles trabalhavam com leilões e era comum viajar durante a madrugada. Em uma dessas, uma esfera de luz amarela do tamanho de uma bola de futebol entrou pela janela do passageiro e se alojou no lugar que se coloca os pés fazendo com que meu tio colocasse os pés em cima do banco.
    Até hoje eles contam essa história e ficam arrepiados.

  7. Mais um caso não citado no post e que pode estar relacionado a essas bolas de fogo/luz é a Passagem Dyatlov, que vi pela primeira vez aqui no Mundo Gump ( http://www.mundogump.com.br/o-misterioso-incidente-de-dyatlov-aventura-mortal/).
    Todos os membros da expedição foram encontrados mortos em condições estranhas e até hoje inexplicadas.

  8. em 1988 eu, meu irmão e um primo , fomos ao pico das agulhas negras , no estado RJ.

    quando estavamos , nos e varias ourtas pessoas, observando um vale que fica proximo a um hotel , ( desse vale a noite da para ver resende ,itatiaia, penedo…. e outras localidades abaixo ) vimos duas luzes se movimentando uns 30 ou 80 M dificil precisar sem ponto de referencia (é um local extremamente escuro ,por conta da falta de luz artificial. ) mas elas vieram em linha reta na nossa direção ,só que abaixo de onde nós estavamos .imagina vc estar em um morro e elas ,as luzes ,vindo uns metros abaixo da altura de onde estavamos quando do nada cada uma foi pra um lado oposto a outra e sumiu . todos se entre olharam e falartam deve ser farol de carro passando lá em baixo – tem estrada la embaixo sim – fui com meu irmão de dia ao mesmo lugar , a estrada passa a esquerda , as luzes vieram da direita , onde tem um vale de uns 50m e um horizonte de uns 60 , 100KM ate aonde a vista alcança de mata nativa ,sem estradas nem nada .

  9. Philipe , procure coisas sobre a area do parque nacional de itatiaia ,tenho outra historia de la , sobre ovnis , e perseguição , mas ai era sonda com luzes azuis . depois posto o caso . ok .

  10. Quando eu era criança com 12 anos aproximadamente a 20 ano atrás eu estava brincando na rua durante a noite quando me abaixei para pegar uma pedra na rua e olhei para o céu, quando vi 2 luzes uma vermelha e outra mais ou menos parecida com essa do video perseguindo o trem, só que, a diferença é que a vermelha perseguia a mais clara em zigue-zague, fiquei olhando pra essas coisas 2 minutos até elas sumirem, não dá pra dizer a altura em que elas estavam , mas parecia estar entre as estrelas, ou seja, não estava baixo.

    Sem querer delongar mas 5 anos mais tarde meu vizinho saiu correndo na rua dizendo que teria visto uma bola de cor azulada que sobrevoou a rua e sumiu em disparada;

    No ano passado minha mãe viu da janela da casa dela uma bola de luz muito bonita segundo ela que pairava perto da casa dela e que sumiu rapidamente.

    Não sei o que são essas coisas mas que são interessantes isso são.

  11. SONDA DO CAPÃO REDONDO.
    Philipe eu me lembro desta reportagem na época.
    Neste caso em específico, é uma lanterna de balão preso à um pipa. Sei pois eu e meus primos fazíamos isso em nossa infância, as pessoas que não viam nós empinando pipa de noite, ficavam atônitas para querer saber o que era. e sempre que um empinava o pipa, outros iam chamar as pessoas só para ver a reação delas. Vc pode observar que o movimento do objeto sempre é ascendente lateral ou seja (dá linha o pipa sobe e leva a lanterna mais longe!) e quando vc puxa a linha obviamente o objeto desce no sentido lateral.

    Nas demais eu acredito sim ser sondas talves alienigenas.
    abç.

    • Isso foi descartado porque a trajetória passa por cima e por baixo de vários fios elétricos. Uma pipa também tem um comportamento bastante específico, pois depende de vento e quando o vento – que não é constante – se reduz ela tende a inclinar, o que obriga a pessoa que controla a linha a puxá-la, isso produz um comportamento de altos e baixos na trajetória que não aparece em nenhum momento neste video. Além disso, a lanterna de balão não tem um padrão estável de luz, variando bastante, o que é bem diferente – inclusive na temperatura de cor – do que foi registrado na sonda de capão rendondo, que é estável (no VHS que já é péssimo para captar luz) ao longo de todo o video.
      Por último, e não menos importante, o percurso que a sonda faz ao longo de quase meia hora de video compreende uma vasta área a baixa altitude, passando por cima de casas, postes e outras construções, reduzindo dramaticamente a possibilidade de uma linha conectando aquele ponto (da sonda) a qualquer local específico na área. É bom lembrar também, que o caso da sonda foi examinada por especialistas, que após investigar muito o caso encontraram outras testemunhas que chegaram a ver a sonda a uma curta distância. Qualquer pipa produziria um efeito pendular na luz, o que não se viu, e também seria claramente percebido pelas testemunhas que viram de perto.

  12. Colombo e sua tripulação viram uma luz que subia e descia no horizonte, e que podia muito bem ser uma lanterna no topo do mastro de outra embarcação que subia e descia com as ondas.
    Raios globulares e Fogo de Sant’Elmo explicam boa parte dos outros eventos.
    Já o fato de dar carona a “fantasmas” não é exatamente o que eu chamaria de “prova de idoneidade” de um testemunho.
    Muitos afirmam o improvável e transferem aos céticos o ônus de provar o contrário. Como se o fato de não haver prova científica da inexistência de Deus fosse a prova cabal de sua existência.

    • Se a luz podia ser uma lanterna no topo do mastro de outra embarcação? Creio que sim. Isso é uma possibilidade, mas vejo como uma possibilidade muito remota, beirando a nulidade, pois se hoje já é difícil um navio ver outro no meio do oceano, em 1492, dados os poucos países capazes de produzir caravelas e o parco movimento naval nos oceanos, multiplicando isso pela capacidade de iluminação de um lampião de fogo, seria mais improvável que acertar na loteria. Considerando o contexto histórico do período, isso requer um alto grau de credulidade para aceitar essa hipótese como viável.

      Raios globulares explicam o que podem ser parte do fenômeno das bolas, embora não esteja provado até hoje que um raio globular pode durar mais que poucos segundos. Pelo menos que eu saiba. Também não creio que exista qualquer indício que um raio globular siga pessoas ou veículos, desviando-se deles ou atacando-os deliberadamente. (mas tb não vejo logica num hipotético dispositivo extraterreno para fazer isso)
      Fogo de santelmo ocorre em pontas, como mastros, torres e etc, e nada tem relação com as esferas que se movem no ar.

      Com relação às histórias do meu avô, um excelente contador de histórias, diga-se de passagem, como foi também o meu bisavô e é o meu pai e minha mãe, concordo totalmente. Como não está em discussão o que meu avô viu ou pensa que viu, não vejo logica em contestar sua idoneidade, até porque do ponto de vista cético, acreditar em fantasmas e acreditar em Deus dá no mesmo. Não se prova uma coisa ou outra. Mas aí está o problema, já que uma significativa parcela das pessoas do mundo acredita em Deus, e sob esta ótica tudo que qualquer pessoa disser, seja em que âmbito for, mesmo o legal, deverá ser também considerado uma prova de baixa idoneidade das testemunhas, já que extrapolando seu raciocínio se alguém acredita em algo sobrenatural está automaticamente descredenciado para dizer o que quer que seja e nada deve ser levado em conta…
      Assim, se um índio vê algo que ele chama de tupã e o cientista chama de relâmpago, o que o índio viu é menos importante ou real do que o que o cientista viu?
      Fica a pergunta no ar para sua reflexão.

  13. Meu avô sempre conta uma história, que estava escurecendo o dia, ele pegou a enxada e o saco de sementes e estava voltando da roça (tinha que caminhar uns 2km morro abaixo por uma trilha) e uma “vela acesa” o acompanhou durante todo o trajeto, por dentro da mata, ele ficou com medo e não quis olhar diretamente para ela, quando estava chegando perto de casa ela sumiu no meio da mata… como ele é muito religioso, sempre nos disse que era algum santo que o acompanhava hehehe

  14. Aproveitando a deixa da vela acesa, já ocorreu algo parecido comigo. Estava dormindo no sítio em que uma tia morava e no quarto havia um desses guarda-roupas antigos, com uma moldura na parte de cima, subindo acima da tampa superior do móvel. Havia alguns objetos ali em cima e um canto sem nada, de onde brilhava uma luz amarela idêntica à de uma vela. Fiquei curioso do motivo da minha tia colocar uma vela acesa em cima de um móvel de madeira, com coisas plásticas do lado mas acabei dormindo. No outro dia perguntei pra ela sobre a vela e ela disse que não tinha vela nenhuma. Peguei uma escada e fui olhar: só havia um espaço vazio, sem marcas ou qualquer objeto.

    • Cara, tu ja contou esse caso aqui antes? Se não contou devo te dizer que rolou uma coisa ULTRA FUCKING BIZARRA, pois alguém já me contou essa história, EXATAMENTE A mesma. Incluindo a luz, o armário e ter ido dormir para ver no dia seguinte. Exatamente a mesma.

  15. No ano de 2000 ,morava numa casa de aluguel, perto de um ponto de lotações.Os donos de lotação costumavam incrementar com luzes de caminhão suas vãs… Certa noite acordei com uma sede muito forte, fui até a pia e pela escada vi uma luz violeta sendo projetada, na hora me veio a cabeça as vãs. Deitei-me novamente. Acordei mais tarde, com mais sede ainda, e estranhei pois sou resistente a sede…fui até a pia novamente, e reparei que a luz estava bem mais forte. Achei que haviam estacionado na calçada em frente a escada de casa (que era abaixo do nível da rua 3 metros) quando levantei a cabeça olhando pela janela, vi uma esfera azul do tamanho de uma bola de basquete, que flutuava como um balão; ela parecia feita de vidro como daquelas garrafas de vinho caras e tinha uma textura como se fosse feita a jato de areia, e emanava uma luz “enevoada” violeta que a envolvia. Fiquei com um sono e tontura muito forte, e comecei a perder o equilíbrio, minha mente ficou”lenta”, e voltei para o quarto quase rastejando. A única coisa que pensei: -Não pode entrar aqui, é muito grande (dava a impressão que queria passar pelo vão da janela). Deitei-me sentindo pesado. Acordei mais tarde sentindo um peso enorme sobre o corpo e não me movia. Movi os olhos e vi a esfera dentro do quarto. Estava bem menor agora. Tive a nítida impressão que ela percebeu quando acordei, e começou a se aproximar do meu rosto,e a diminuir cada vez mais até ficar do tamanho de uma esfera pequeniníssima…e quando tocou-me a testa senti uma “pluma”. Minha cabeça começou a vibrar muito, e o lado esquerdo ficou “anestesiado”. Senti a boca encher d’água, mas quando consegui toca-la estava seca e áspera, depois disso a pressão sobre o corpo sessou e dormi. No dia seguinte, trabalhei normalmente mas ao ir banheiro eliminei um material transparente como “gel de cabelo” incolor, e com um cheiro fortíssimo de orégano. Dois anos mais tarde uma esfera semelhante foi vista na minha cidade.

  16. Por volta de 1962 minha mãe morava em um sítio aqui em Limeira-SP. Segundo ela, por volta de 1 semana uma luz, que pela descrição dela é idêntica a do caso de Capão Redondo
    passava entre pés de eucalipto à frente do sítio a uma altura de 5 a 7 metros sempre por volta das 19 horas. Na época ela e meus tios e avós sentavam em frente ao sítio e ficavam observando o fenômeno aterrorizados, imaginavam que era a alma de um andarilho que morrera na área alguns anos antes. Muito interessantes essas coisas.

  17. Teve um video de varios objetos esféricos voando proximo do sol, parece que usavam a luminosidade do sol para se camuflar
    É dificil de ver no video por causa do sol, foram varias pessoas que filmaram: https://www.youtube.com/watch?v=tTH5h_yfjWQ

  18. Adorei a matéria. Um conhecido do meu sogro contou algo sobre uma bola de luz que ele viu a +/- 50 anos. Ele morava num lugar afastado, naquela época nem energia elétrica tinha. Quando voltava da cidade disse ter visto uma bola de luz muito brilhante “que ele chamou de diamante” sobre uma rocha, pelo caminho que ele percorria, então tirou um lenço embrulhou a bola de luz e colocou no bolso para mostrar para sua esposa. Chegando em casa desembrulhou o lenço e ele estava vazio, a bola brilhante havia desaparecido.
    Esse senhor era simples e acima de tudo uma pessoa que odiava mentiras, por isso acredito na história dele, pena que já é falecido.

  19. Na Austrália essas luzes são conhecidas como Min Min lights (apesar de eu nunca ter visto nada sobre estas de lá “atacarem” as pessoas.. então na verdade não sei se é exatamente a mesma coisa) e basicamente (pq não sei explicar mesmo, mó negócio físico) são reflexos de alguma luz que está em outra área causados por um fenômeno de temperatura. Essa história dos faróis do carro e um carro que vem na sua direção são o reflexo do próprio farol do “seu” carro, por isso ele muda de direção quando você muda também. Esse fenômeno das luzes está relacionado com aquela história MUITO LEGAL de fata morgana, uma miragem espelhada que aparece nas condições certas devido a esse tal negócio da temperatura. Não sei se vc já fez um post sobre isso (tenho a impressão que não, pq sempre visito o site) mas, se não, podia fazer né =) é super interessante e muito bonito! Dizem que o Holandês Voador é um desses casos!

  20. Galera Agora são 01:27.
    Acabou de acontecer um Fato comigo que me trouxe a esse Site.
    Estava a procura de resposta.
    Pois Bem vou contar o que aconteceu.
    Estava Vindo da casa da minha namorada que mora a 25Km da minha cidade, moro no interior de SP.
    quando peguei a Rodovia Euclides da Cunha, estava sem transito nenhum e eu ouvindo meu som.
    Quando derrepende uma Luz apareceu vindo em minha direção como se fosse bater no carro e Sumiu seguidamente no momento de colisão.
    olhei no retrovisor e nada, desapareceu. Fiquei realmente apavorado no momento cheguei a tirar uma das mãos do volante, no reflexo da ocasião numa tentativa de me proteger.
    Caso recente e pela breve pesquisa que fiz na net apareceu diversas coisas. “carros Fantasma”, “Mãe do ouro”, “Esfera de Luz”, “Raio Globular”.
    O que será Afinal??

    • Este é um grande mistério. Os ufologos se dedicam a investigar o caso, mas sem uma prova concreta, fica muito difícil saber mais. Não perca meu post de hoje à tarde sobre isso!

  21. Hoje presenciei algo do tipo mas invés de ser uma bola era como se fosse uma uma pequena estrada amarela quando vi esse pequena coisa amarela ela sumiu num piscar de olhos , como se fosse uma nave tão rápida foi tipo um vulto eu olhei pra ela e ela sumiu tão rápido que nem acreditei ,quando perguntei a minha vizinha se ela tinha visto ela disse que viu também . Essa coisa amarelada ela esta baixa perto de um poste ao eu presenciar a indivídua coisa amarelada ela sumiu

  22. Em 1995 eu estava servindo o exército, estava de serviço no quartel do 2o BIS em Belém, um dos turnos que eu estava nesse dia era de 2:00 as 4:00 e meu posto de sentinela era no paiol de munições que simplesmente ficava no meio do nada, dentro do quartel mas afastado de tudo, por ser um paiol tem que ser afastado mesmo, porém era mais ou menos assim: Um cercado de tela de arame de mais ou menos 20 por 20 metros com a casa do paiol no meio, só um portão de entrada e saída e eu tinha que ficar circulando lá dentro, ao redor somente mata fechada e um bambuzal sinistro que tinha fama de ser mal assombrado por uma mulher de branco kkkkkk, ela botou muito soldado pra correr, já viu o cagaço que dava de tirar serviço lá na madrugada e sozinho, o foda era quando chovia, pois não podíamos abandonar o posto, nessa noite que eu estava de serviço no paiol eu tive a experiência de ver essa bola de luz, estava uma noite de céu limpo e sem vento e lá pela metade do meu turno numa das voltas que eu dei ao redor da casa eu vi no meio da mata uma bola de luz amarela esverdeada pouco maior que uma bola de basquete vagando devagar no meio das árvores, acho que mais ou menos a uns 6 metros do chão, não era fogo fátuo pq eu já tinha visto um e ele é de um azul bem brilhante e sai em disparada por poucos segundos e essa luz não era assim, ela estava como que passeando entre as arvores, eu presenciei aquilo por mais ou menos 1 minuto até que ela sumiu entre as arvores mesmo, véio isso dá um cagaço da porra e no meu caso eu não podia correr da li por questão de punição, poderia ficar preso por vários dias, enfim, eu vi a luz com certeza e posso confirmar que não é coisa do nosso planeta.

      • Penso que é uma hipótese bastante considerável, se ligarmos as esferas de luz com casos de pequenas esferas sendo ejetadas de ufos, como na famosa filmagem triangulada do Mexico. Talvez sejam dispositivos de mapeamento tridimensional, o que explicaria um comportamento errático e muitas vezes em zigue-zague.

  23. Agora a pouco , estava no quintal e vi essas luzes , era amarela bem forte , apareceu acima da cerca elétrica , foram 6 vezes que apareceu e em cada vez ela moveu rápido e logo em seguida desapareceu , era pequena como uma bola de gude , estou assustado ainda auhauhau , vim pesquisar sobre o que havia sido e me deparo com esse site ; e o mais incrível é que uma 2 semanas atrás – todos os dias vou no quintal na faixa das 8 para fumar e fico olhando para o céu – aí logo acima da constelação de Órion eu vi uma estrela cadente , foi a única que havia visto , era vermelha e foi rápida deixando seu rastro , desde então quando estou lá sempre olho para o céu para ver se terei essa sorte de novo e hoje , aconteceu de aparecer essa bolinha amarela , será que tem relação com a estrela cadente que eu vi ? Espero que nada de ruim aconteça auahuahu

    • Boa pergunta. Eu não sei te responder o que foi que você viu, mas eu acho que dificilmente teria relação com um meteorito, ou “estrela cadente”.

  24. Boa tarde, uma vez vez na Fazenda em que morava vi juntamente com minha irmã Mariana essa tal bola de fogo, eu tinha uns 10 anos, ela girava em vários sentidos ao mesmo tempo, estava suspensa sobre algumas árvores, era muito grande e fazia um barulho estranho, como acelerados de carro, só que com barulho grave. Então ficamos sem conseguir se mover, me sentia congelada por dentro e ao mesmo tempo hipnotizada. Minha irmã sentiu o mesmo, foi uns 30 segundos no máximo, de repente é como se ela tivesse nos liberado, e corremos desesperadas voltando a Igreja na Roça onde estava o povo reunido. Nunca mais esqueci, nem eu, nem minha Irmã. Outras pessoas relataram ser seguidas por uma chama de fogo parecida naquela região. Dizem que podem ser gases que sobem e pegam fogo no ar, más o que vi não era isso, porque girava em tudo que é sentido ao mesmo tempo que permanecia imóvel diante de nosso olhar, agora, acreditar somente pra quem vê, seu eu não tivesse visto jamais acreditaria!

  25. na minha cidade, em cima da serra. está aparecendo quase todas as noites, lindo e assustador segue o video
    https://www.youtube.com/watch?v=f1_T7_aeUhI&t=10s

  26. Bom não sei se o editor dessa materia irá ler meu depoimento, porém vou deixa-lo aqui d qualquer modo.. meio q quando na adolescência passava como doida se falasse algo a ver com ufo ou alien e tals.. enfim…
    Começa assim “eu estava no terceiro andar da minha casa,( q era um terraço,) olhando pra uma das chamadas serras aqui no rj. Eu estava conversando no cel , eram 4:20 +ou-( sei da hr pq logo q desci pro meu quarto lembrei pq foi um dia inesquecível pra mim), e uma linda estrelada e como a luz do bairro estava baixa dava pra ver bastante estrelas no céu, eu olhando pra serra vi uma luz clara subindo da serra nao muito rápido pela distância q eu estava (mas se eu estivesse perto seria uma velocidade razoável). E logo em seguida quando atingiu uma altitude boa, passando um pouquinho da serra ela começou a andar na horizontal em uma velocidade um pouquinho maior até simplesmente sumir..
    Foi um dos dias mais incríveis da minha vida.. a luz era maior q uma uma estrela e eu estava ah mais ou menos 20km dela..
    Foi incrível sim… não pq sempre quis ver.. mas sim pq era uma dúvida..
    Quando eu era pequena e morava em um lugar com pouquíssimas casas.. e o bairro mais movimentado era a 5 km.. passando nessa estrada e indo pra casa no fim da tarde passou um objeto por cima das árvores acima da minha cabeça.. e falei com meu pai na mesma hr q tinha visto.. so q ele me disse q isso não existia eq não queria q eu falasse mais sobre isso.. logo fiquei oprimida por ver uma coisa q não existia.. mas nunca havia esquecido.

  27. olá pessoal, minha história é também interessante, na madrugada do final do ano de 2001 estava levando minha namorada para casa dela na cidade de Porto Alegre RS, e ao passarmos por uma rua algo me chamou bastante minha atenção! vi em cima de uma árvore uma literalmente bola de fogo do tamanho de uns 3,5 por 3,5 metros numa distancia de + ou – 40 metros mostrei para minha namorada que óbvio ficou chocada e quando fui em direção aquela bola de fogo de cor alaranjada ela seguiu em veloz para o lado esquerdo o que será que pode ter sido? alguém já teve essa experiência? só sei dizer que aquela bola de fogo não me deu sorte porque depois de cinco anos juntos eu e aquela garota terminamos:(

    • Cara o lance é tentar registrar isso em video. Aconteceu há pouco tempo com um menino dos Eua que dizia ser seguido por um ufo direto. Ninguem levava ele a serio até que ele filmou a porra. E tinha MESMO um bagulho segundo ele pra todo lado.

  28. Conversando sobre coisas do passado, me lembrei desse acontecido quando tinha entre 8 a 10 anos, hoje tenho 39 anos mais nunca me esqueci!

    Meu pai trabalhava a noite e sempre trazia lanche para mim quando voltava do trabalho, certa noite escutei um barulho na cozinha e achei que meu pai estava chegando, levante para recebe lo, quando me deparei com uma bola de fogo, pouco maior que uma bola de basquete, que ficava voando de um canto ao outro da cozinha, eu fiquei parada olhando ela voar de um canto a outro passando perto de mim, quando derrepente ela para em minha frente, fica flutuando e some com tudo na porta! Voltou para quarto e fui dormir, passado algum tempo meu pai chegou e eu levantei novamente e fui contar para ele o que tinha visto, ele me perguntou mais detalhes e depois me disse que era a mãe do ouro é que um dia eu iria ficar muito rica! Rsrsrs Eu acreditei e sempre a tive como algo bom e hoje lembrando disse fui buscar sobre o assunto e encontrei esse site, achei interessante por varias pessoas citar experiencias parecidas! Se alguém tiver uma informação mais precisa, do significado disso vou gostar de conhecer!

  29. Pessoal hoje tratei de pesquisar o que eu vi essa noite e encontrei esse site,e li e observei que não estou louca,pois tem mais pessoas que já viram o que eu presenciei essa noite ,eu estava dormindo era por volta das três e meia quase quatro da madrugada,acordei com um ruido no quarto quando virei na porta do quarto tinha uma esfera do tamanho de uma bola de basquetebol flutuando de cor avermelhada como se tivesse pegando fogo,com vários gomos salientes saindo uns raios,qdo levantei a cabeça e olhei ela girou e fechou os gomos e saiu pela porta,levantei acordei meu marido e nada sumiu,ate agora estou passada com o que vi,estou muito surpresa com isso,nossa sensação estranha.

  30. Em 2003 estávamos voltando eu, meu pai, minhã mãe e irmão pra casa, era quase 22hr. A gente morava numa cidade do interior de SP, e a casa ficava próxima de uma grande areá descampada. Vimos no horizonte, a mais ou menos 2km no máximo de distancia, duas “bolas de fogo” como eu descreveria, era grande, mesmo dessa distancia elas eram enormes dava pra ver com muita clareza. Estavam em linha reta, pouco elevadas do chão, se atraindo e se repelindo, como se estivessem se chocando, quando elas batiam, me lembro perfeitamente, “pedaços” daquilo pro alto, e se repetia, não ouvimos nenhum barulho, era bem amarelado meio esverdado nas bordas. Ficamos uns três minutos observando aquele estranho acontecimento desacreditado do que víamos, comecei a sentir muito medo e decidimos correr pra casa.
    Hoje não consigo explicar muito além disso, até porque não consigo entender o que foi aquilo.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.