Consegui resolver a sacanagem do Photobucket. Veja como fazer!

Compartilhe

Depois de ficar queimando a mufa para baixar minhas imagens que estão SEQUESTRADAS pelo Photobucket e sua política CANALHA – e burra – de extorsão (leia em detalhes sobre o caso aqui) eu finalmente consegui descobrir uma forma de solucionar a parada. Não envolve hacking nem qualquer conhecimento de programação. Originalmente, o meu plano era o seguinte, eu baixaria as imagens la do Photobuket, e faria upload via FTP para o meu servidor. Depois eu usaria um plugin (extremamente perigoso) chamado Search and replace, que basicamente vai na sua tabela do Sql onde todas as informações do seu blog estão armazenadas e troca o que você mandar pelo que você quiser. Assim, eu precisaria mandar ele buscar o endereço do link do photobuket, e mandar trocar apenas o endereço pelo meu link da pasta de mídias do meu blog. Assim, como as imagens teriam sido baixadas com o mesmo nome, e para as mesmas pastas, tecnicamente deveria funcionar filé, mas eis que o Photobuket sacou que eu (e a torcida do flamengo) teríamos essa sagacidade e foi mais sagaz que nós. Ele bloqueia o download do seu material que está lá no servidor deles e dá uma mensagem babaca de erro fajuta para não tomarem processo por sequestro de informações. Num eventual processo, alegarão qualquer imbecilidade, como a VIVO, oi e demais empresas fazem aqui no Brasil quando colocam coisas no seu plano sem sua autorização e culpam “o sistema”, essa entidade misteriosa que na cabeça dos otários consegue fazer coisas sozinhas e sai do ar quando bem interessa a ela.
Mas o fato então é que com as imagens bloqueadas lá, o processo manual não funciona.
pb broke Consegui resolver a sacanagem do Photobucket. Veja como fazer!

Eis que eu consegui contornar esse migué usando acredite se quiser, um plugin velho que estava empoeirando lá nos cafundós do porão do WordPress. Ele é o:

CACHE IMAGES

Instalar plugins ‹ Mundo Gump — WordPress Consegui resolver a sacanagem do Photobucket. Veja como fazer!

Esse troço foi programado há seis anos atrás, e o que ele faz, faz bonito. Ele vasculha seu banco de dados em busca de imagens em hotlink. Quando ele acha, ele te avisa, “ó tem X imagens lá linkando no site XXXX – Quer baixar? ” Aí você diz: “Sim”.

Clica no botãozinho e um Ajax faz o trabalho duro pra você, ele entra no Photobuket, ele baixa a imagem de la para o seu blog, e ele ressalva seu post com as novas imagens dentro do post no lugar que elas estavam antes! Limpo, rápido, fácil, sem frescuragens.

Ele também tem um modo em que você diz que quer “trazer” somente as imagens de um site específico.

Se você está passando pelo martírio de ter suas imagens roubadas, aliás, sequestradas, essa pode ser uma solução para o problema. Por que eu digo que “pode”? Porque eu não testei esse plugin baseado em Ajax com muitas imagens. Como sou somente meio burro e não um burro completo, eu testo os plugins ANTES de botar aqui num blog com mais de 5000 posts e sei la quantos milhares de imagens. É possível que num blog grande como o meu, essa merda dê timeout em algum momento. Eu não sei como ele vai se comportar, mas num blog de testes deu certo. Certeza que aqui a pagina do treco vai ficar uma semana rodando pra dar conta.

Então se você pretende usar essa dica, uma sugestão sempre válida é fazer o Backup do seu banco de dados ANTES de testar plugins que farão alterações desse tipo, ok?

OUTRA DICA

Agora se o seu problema é também extrínseco ao seu site, como no caso é o de TODO MUNDO, que vai navegar e só vê aquele bizonho gif do reloginho cobrando o resgate do material, uma sugestão é essa excelente extensão, chamada Photobucket hotlink fix. O que ela faz é mais ou menos a mesma coisa que o Remote Image Caching, só que dinamicamente, e no lado do cliente. Então toda vez que o seu navegador bater numa imagem bloqueada no Photobuket, ele vai “consertar” ela pra você sem você nem se dar conta. Isso melhora muito a vida da gente e deixa os babacas do Photobucket se ferrarem sozinhos no melhor estilo “instant karma”.

Se você achou essa dica útil, mande-a para seu amigo blogueiro. E se você tiver alguma outra dica ou ajuda adicional para evitar esse tipo de pulhagem safada na internet, manda aí também.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.