Cofre de porquinho realista

A invenção de usar o porquinho como cofre (designado vulgarmente como porquinho-mealheiro) é atribuída ao engenheiro francês Sebastian la Pestre, no século XVII. Por esta versão, Pestre teria calculado que em dez anos uma porca pode produzir seis milhões de filhotes e concluiu que este animal representaria bem a ideia de economizar. O porquinho-mealheiro mais clássico é representado na cor rosa, mas todas as outras cores também são comuns. Geralmente, quando cheio, o porquinho é quebrado, mas hoje em dia já existem versões com tampas na parte de baixo, que são removíveis, ou seja, quando o poupador quiser, pode retirar suas economias. Portanto, esses tipos de porcos possuem duração vitalícia. fonte

Ontem o Thiago me mandou a dica desta empresa aqui, que vende um cofre de porquinho que é feito com um porco de verdade!
Cofre de porquinho realista

Para isso os caras usam filhotes de porco empalhados. O resultado chega a ser assustador.
A coisa não é barata, cerca de 4000 dólares cada cofre. O mais complicado eu penso que é arrumar um jeito disso combinar com a decoração da sua casa. É de gosto duvidoso. Eu espero que eles não estejam matando os porquinhos só pra empalhar e fazer cofre.

Confesso que achei isso um troço tão bizarro que tenho dificuldade de acreditar que seja verdade. Se reparar na foto do porquinho, a pata frontal esquerda dele está numa posição ligeiramente diferente da posição em que aparece na vista frontal.

Related Post

4 comentários em “Cofre de porquinho realista”

  1. eu ja vi isso ai, os caras n matam os porquinhos, ter um desses ai e meio raro e demora bastante para conseguir um após a encomenda, coisa de meses a anos por que eles esperam que esses porquinhos morram de causas naturais…
    mas msm assim ninguem merece ter uma coisa dessas em casa :S

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares