Bate papo ufológico no podcast Hangar18

Sharing is caring!

Eu bati um papo com meus amigos Cristiano Zoucas e Fernando Ribas do Podcast Hangar 18. Ficou um programa grande pra caramba, e já aviso logo, eu perdi a noção nesse podcast, hahaha. Eu tava tomando uma cervejinha enquanto gravava e la pelas tantas eu abstraí completamente que estava gravando e falei no que cientificamente conhecemos como VPBC (vernáculo popular de baixo-calão), falando muito rápido, quase como o locutor do jockey, desgraçando a vida dos editores.

No inicio, meu audio (que ja estava apresentado dificuldades devido aos grampos da CIA)  ficou meio estranho. Se eu soubesse que minha voz ia ficar daquele jeito, juro que teria me apresentado como  Vrillon, representante do Comando Galáctico Ashtar –  como aquele dia em que um alien entrou ao vivo na televisão para fazer contato – que aconteceu nesse caso aqui. 

Aqui está o programa. Ouça por sua conta e risco. Vc foi avisado.

https://hangar-18.pinecast.co/episode/b69f6e7bb71b488b/hangar-18-ep-045-bate-papo-ufol-gico-3-feat-philip-kling

Ufos,mistérios,curiosidades e muito mais
Luminária Ufo

16 comentários em “Bate papo ufológico no podcast Hangar18”

  1. Excelente participação

    Esse podcast também é muito bom!

    Triste só pela baixa produção do MundoGump, mas é entendível.

    Parabéns, mano. Vc é genial

    Responder
  2. Tenho uns relatos de MIBS envolvendo pessoas que tiveram encontros com ovnis ou aliens no Brasil. Me interesso pelo assunto porque nao há nada sobre MIBS no Brasil na Internet. Descobri com esses casos que eles aparecem tambem aqui no Brasil, e sempre tem algo a ver com experiencias anteriores das testemunhas com ovnis e aliens… Tambem tenho relatos interessantes de avistamento de pes grandes no Brasil… tambem nao ha nada sobre pes grandes no Brasil na Internet…. e os relatos que me foram passados tambem sugerem que tem mesmo uma conexão entre os pes grandes e os ovnis como pesquisadores norte-americanos sugerem há bastante tempo….

    Responder
  3. Meu marido veio ontem, todo feliz me contar: aquele cara daquele blog que você gosta, o Mundo Gump está no episódio de hoje do Hangar 18. Tá animal, tanto que ficou enorme!!
    Eu fiquei tão feliz!! Tô terminando de ouvir. Te falar que o home office não rendeu muito hoje não!!
    Espetacular!
    Um beijo e fiquem com saúde!

    Responder
  4. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Arrumar serviço nesse feriado de epidemia fake que é bom nada.
    Partiu falar de Etê!

    (Aliás, esse daria um post. A farsa do Corona. Isso é só um plano dos governadores dividirem o Brasil em países diferentes).

    Responder
  5. Poxa, poderia ter durado mais algumas boas horas essa falação sua. Tu não pensa em abrir um podcast seu, cara? Aproveita e convida uns ufólogos pra bater um papo show…

    Responder
  6. Eu comecei a seguir-lhe nos idos se 2010/2011. Só a partir de 2013 me tornei um leitor frequente.

    Em 2008 Internet para mim era um artigo de luxo, eu mal tinha acesso.

    Responder
  7. Philipe. Estive pesquisando aqui sobre a origem de discos voadores. Supostamente, o primeiro caso foi o de Arnold Kenneth. Acredita-se que o termo “flying saucer” tenha aparecido por causa dele. Mas um fato curioso é que ele alegou que o objeto visto tinha a forma de uma lua crescente, não de um disco. O jornal interpretou erroneamente e publicou que se tratava de um “disco voador”. Mas ele havia descrito um objeto mais ou menos em forma de boomerang. Ó uma ilustração abaixo.
    https://www.google.com/search?client=ms-android-samsung-ga-rev1&biw=360&bih=660&tbm=isch&sxsrf=ALeKk01wyikB-mepz0ICniha-Z6NTe4MUw%3A1590537798123&sa=1&q=arnold+kenneth+&oq=arnold+kenneth+&aqs=mobile-gws-lite..#imgrc=WywmgCkk8S-kpM%3A

    Conhece outros casos ufo que envolve “naves” com esse formato?

    Responder
    • Sim, mas é uma coincidência. Há relatos de naves e discos antes do caso do Kenneth Arnold, inclusive no Brasil, como mostra o livro do Edison Boaventura https://www.amazon.com.br/Alien%C3%ADgenas-Passado-Brasil-Casos-ins%C3%B3litos-ebook/dp/B019SFRQDG
      Há relatos com toda sorte de formas e isso também inclui a nave em forma de lua crescente do Kenneth. No caso ele se referia, se não me engano a uma só aeronave com este formato. As outras seriam esféricas, voando em linha dando um tipo de saltos.

      Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Bate papo ufológico no podcast Hangar18

Apoie este projeto

Criar este website não é uma tarefa fácil. Mais de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários e conteúdo próprio, demandam muito trabalho. Saiba como você pode ajudar a manter o Mundo Gump cada vez melhor e evitar que ESTE SITE ACABE
Ajuda aí?
MUNDO GUMP – © 2006 – 2020 – Todos os direitos reservados.