Uma breve história da manga

A manga é uma fruta rica de sabores, variedades e com uma história interessante

Eu estava aqui no meu escritório lendo e fui chupar uma manga que havia comprado. Enquanto me deliciava ( e me sujava todo, pq ô treco para fazer sujeira) fiquei pensando na manga e em como essa fruta é realmente gostosa e incrível. Por que não um post Gump sobre ela, a manga, essa fruta tão maravilhosa? Já fiz post sobre maçãs estranhas, sobre o tomate e até sobre frutas bizarras e esquisitas, mas a manga merece um post só dela, porque manga também tem seu lado gump, como veremos.

A origem da Manga

A manga se espalhou pelo mundo graças a uma generosa ajuda dos navegadores e exploradores portugueses de um lado e por outro lado graças a sua própria ação. Digo isso porque a manga é deliciosa, e muitos animais se alimentam dela. Entre os animais que mais gostam de manga e literalmente plantam ela, estão os cachorros. Eles costumam pegar mangas que caem, que são muito doces e comem, mastigam e depois enterram. Tudo que a manga mais quer é isso, porque a semente dela, muito dura e resistente no centro da fruta vai logo brotar. Em climas quentes ela se esbalda!

Mas vamos falar do surgimento da manga.

Ela é Originária do sul da Ásia, mais precisamente da Índia. Sabe-se que esta fruta exótica tem sido cultivada por mais de 4.000 anos no planeta. Como eu disse, a sua viagem pelo mundo começou através das rotas de comércio, chegando ao Sudeste Asiático, ao Oriente Médio e, posteriormente, à África e também aqui na América. A fruta fez sucesso com gente famosa.  Alexandre, o Grande (século III a.C.) teria se deliciado com ela e o peregrino chinês Xuanzang (século VII d.C.) também. Mais tarde, no século XVI, o imperador mogol Akbar plantou 100.000 árvores de manga em Darbhanga, Bihar em um lugar agora conhecido como Lakhi Bagh. Daí ela foi se espalhando.

A Expansão Global da Manga

A chegada da manga às terras americanas é um marco significativo na sua história. Introduzida pelos portugueses no século 16, a manga rapidamente encontrou um novo lar em climas tropicais, onde suas condições de cultivo eram ideais. Ao longo dos séculos, a adaptação de variedades específicas em diferentes regiões levou ao desenvolvimento de inúmeros tipos de manga, cada um com suas características únicas de sabor, cor e tamanho.

Variedades de Manga e Suas Características

Atualmente, existem mais de 500 variedades de manga conhecidas no mundo, tornando-a uma das frutas com maior diversidade que existe.

Cada variedade possui suas peculiaridades, desde a manga “Ataulfo”, conhecida por sua polpa doce e sem fibras, até a “Tommy Atkins”, famosa por sua durabilidade e longa vida útil.

Essa diversidade não só enriquece a experiência gastronômica, como também atende a diferentes preferências e usos culinários.

Minha preferida é a Carlotinha, uma manguinha pequena muito doce que você come umas oitenta e depois desmaia, hahahahaha. Aliás, ela tem esse nome porque a Carlota Joaquina tinha uma árvore dessa no pomar e ela amava essa manga.

A Manga na Gastronomia Mundial

A versatilidade da manga permite sua utilização em uma vasta gama de pratos, desde sobremesas até pratos principais. Sua presença é marcante na culinária de diversos países, onde é utilizada em saladas, molhos, smoothies e até em pratos condimentados. A manga não só contribui com seu sabor único, mas também com suas propriedades nutricionais, sendo uma fonte rica de vitaminas, minerais e antioxidantes. Eu pessoalmente odeio manga com comida. Quer estragar o prato bota manga nele. Já a fruta pura eu adoro, o meu problema é conseguir parar. Vai entender essas bizarrices…

Conservação e Cultivo Sustentável da Manga

Com o crescente interesse por práticas sustentáveis, o cultivo da manga também tem se adaptado. Técnicas modernas de agricultura e manejo sustentável têm sido implementadas para garantir a produção eficiente desta fruta sem comprometer os recursos naturais. Essas iniciativas não só asseguram a disponibilidade contínua da manga, como também protegem o meio ambiente.

Aqui em Niterói se encontra mangueiras pelas ruas, não é incomum achar garotos “tacando o verde para colher o maduro” o que pode ser arriscado para o pára-brisa dos carros. Vai chegando o verão, eu já fico ligado. As árvores APINHADAS de mangas para todo lado já prenunciam um verão delicioso.

Observando a quantidade de mangas produzidas no mundo, fica clara a soberania da Índia nesse segmento de mercado. Ela simplesmente bota o mundo todo para mamar em toneladas produzidas. Eu não sei como o Brasil com tanto sol, clima perfeito e toda esse knowhow de agro que a gente tem, está tão longe da Índia na produção.

Segundo o relatório da FAO a Índia produziu em 2017 nada menos que 19.506.000 toneladas de manga, seguida pela China, com 4.791.271 toneladas. Para se ter uma ideia, o Brasil estava em um patético sétimo lugar, com 1.547.600 toneladas. Isso é um verdadeiro absurdo, é um 7 a 1, já que o Brasil é literalmente o lugar mais propício para a manga na face da Terra. Isso porque aqui não tem as monções da Índia. Nem furacões da Florida. Nem Terremoto do Mexico. o Brasil tem um monte de subclimas, que daria para botar um tipo de manga em cada um.

Assim, se o clima é absolutamente perfeito. e tem água pra dar e vender, o que talvez seja nosso maior entrave é a questão logística, de escoamento de produção e conservação, o que nos leva a aquele antigo post em que eu falo disso. 

Mas estamos trabalhando para aumentar as margens. Em 2020, o Brasil alcançou um recorde na exportação de mangas, totalizando US$ 246 milhões em vendas para o exterior, o que representou um aumento de 13% em relação a 2019. Esse crescimento foi impulsionado principalmente pela venda das variedades Tommy Atkins para os Estados Unidos; e Kent, Keitt e Palmer para a Europa. Entre os fatores que contribuíram para esse desempenho estão a taxa de câmbio favorável, a diminuição da produtividade de mangas em países concorrentes, e a expansão do mercado norte-americano que parece que lentamente está começando a entender que nem só de big macs dá pra viver.

É claro que a China e índia também cresceram brutalmente suas produções no período.

A manga como índice de renda? 

Quando a mangueira está numa situação boa, dá manga para caramba! Chega a virar um problema. Ver isso nos leva a pensar como anda Ter o problema de fome no Brasil é uma puta duma vergonha.

Segundo dados da POF (Pesquisa de Orçamentos Familiares) do IBGE, que em pesquisas de 2002, 2008 e 2018 verificaram o consumo per capita anual com manga,  em 2002 a média de consumo nacional era de 880 gramas de manga per capita, passando para 1,188 quilos em 2018. Isto representa um aumento de 22,47% no consumo, em 10 anos.

A região Sul se mostrou a que mais consumiu manga em 2018 (1,49 kg), superando a região Sudeste (1,44 kg) que historicamente era a região maior consumidora desta fruta. Desculpa, gente. Foi culpa minha, eu estava de dieta.

Sul e sudeste possuem consumo superior a média nacional. No Nordeste o consumo está estranhamente sem crescimento, é praticamente o mesmo em 2018 na comparação com as duas pesquisadores anteriores. O Centro-Oeste possui a maior taxa de crescimento no consumo, passado de 469 gramas para 813 gramas entre 2008 e 2018, um aumento de 73,35%.

Na questão do consumo baseados nas faixas de renda, em todas as regiões quem tem mais renda consomem mais manga. No Sul, o estrato de renda mais alto se aproxima de quase 4 quilos de manga per capita, praticamente o triplo da média nacional. Chama a atenção os dados da região Nordeste, estagnados.  Assim, o consumo de manga também reflete as desigualdades econômicas das regiões.

Casas com pomares abarrotados imploram para pessoas levarem manga de graça. Uma cena relativamente comum no interior do Brasil.

O que também é meio estranho, uma vez que essa árvore da em todo lugar. Isso me leva a conjecturar se a pesquisa não se concentrou apenas em manga comprada e não em manga consumida efetivamente. Porque se você tem uma mangueira carregada na sua rua ao ponto dos vizinhos implorarem para pessoas levarem manga de graça, não vai gastar dinheiro comprando isso no mercado. Não mudar nada no gráfico de um período para o outro é muito estranho, não sou do ramo mas me soa como algo meio que impossível estatisticamente, indicando uma anomalia metodológica nisso.

O fato é que o sul e o sudeste do Brasil consomem quase 10 vezes mais do que a maior parte das outras faixas de renda da região.

Algumas das mangas mais curiosas do mundo 

 

A manga gigante

Essa manga me impressionou. Do tamanho de um melão, maluco. Será que é boa? Gostaria de experimentar esse monstro.

Me parece que se trata da manga da do tipo Fazli. A Fazli vem direto dos pomares de manga de Bengala Ocidental, ela é muitas vezes aclamada como a “manga elefante” devido ao seu grande tamanho. Esta fruta majestosa oferece uma polpa espessa e fibrosa, levemente doce e altamente aromática. Um bagulho desse é mais que um almoço. Seu peso chega a 5kg por fruta.

A menor manga 

Já a menor manga é essa variedade aqui que parece até uma azeitona.

Não consegui descobrir de que espécie é, mas certamente é uma espécie obscura da Índia. Uma outra, que é considerada oficialmente a menor do mundo, é nossa. A Mangá Ubá. Muito doce, e perfeita para fazer suco essa manguinha é altamente viciante. Uma só árvore pode dar mais de um milhão de frutas da manga Ubá!

A manga mais doce do mundo 

Quando uma manga entra para o Guiness por sua doçura absurda, você pode imaginar que é como desgraçar sua diabetes! Estamos falando da manga filipina, também chamada Manga Carabao. 

A variedade de manga foi listada como a mais doce do mundo pela edição de 1995 do Livro Guinness de Recordes Mundiais. Seu nome vem do carabao, o animal nacional das Filipinas e uma raça nativa filipina de búfalos domesticados.

As mangas Carabao têm cerca de 12,5 cm se comprimento e 8,5 cm de diâmetro. Esses frutos têm formato de rim e podem variar de curtos a alongados. Quando maduro, o fruto é amarelo brilhante tingido de verde. A polpa é de cor amarela rica, com consistência tenra e derretida, tem caldo pra dar e vender, e é muito aromática.

A manga sem caroço

Você deve se perguntar: Se a manga não tem caroço, como se planta essa desgraça? Durante muito tempo houve uma corrida para tentar reduzir ao máximo o caroço interno da manga, para aumentar sua parte carnuda e deliciosa que reveste o caroço. Até que finalmente foi possível uma manga sem caroço. Essa variedade é uma modificação da Manga Espada, que foi alterada para não ter caroço e nem fibras. O segredo é que ela não se planta!
O cultivo dessa variedade é feito a partir de uma muda enxertada. Essas mangas são ideais para culturas domésticas, pois são mais compactas, resistentes a doenças, produzem frutos mais doces e são mais fáceis de colher. No entanto, é importante lembrar que a manga sem caroço só existe devido ao processo de enxertia feito em laboratórios que alteram o DNA da Manga Espada para não produzir a semente.

Chega a dar água na boca, maluco.

A manga mais cara do mundo 

Uma fruta que dá no mundo todo e em tanta quantidade, você não esperaria custar uma fortuna, mas eu fui atras da manga mais cara do mundo para te mostrar. E ela é essa aqui. Bem bonita hein?

As mangas mais caras do mundo são as mangas Miyazaki, cultivadas no Japão. Essas mangas mais caras do mundo também são cultivadas na Índia, o que é o motivo de uma certa celeuma. Dê uma olhada nos detalhes da variedade de manga abaixo.

Recentemente, um casal em Madhya Pradesh chamou a atenção quando contratou seguranças e cães de guarda para vigiar uma árvore. Isso porque ela era a árvore dessa raríssima variedade de manga. Esta é a manga mais cara do mundo, chamada manga Miyazaki, que é cultivada principalmente no Japão.

O casal, entretanto, alega que não roubou nada. Segundo dizem eles receberam uma muda da variedade dourada em um trem de um homem desconhecido. Assim, do nada.  (Ahã. Tá!)

  1. As mangas são cultivadas na cidade japonesa de Miyazaki
  2. Essas mangas pesam 350 gramas a mais que as mangas normais
  3. As mangas Miyazaki têm 15% mais teor de açúcar do que as mangas normais
  4. Essas mangas são cultivadas durante o pico da colheita, entre abril e agosto
  5. As mangas Miyazaki também são chamadas de Ovos do Sol
  6. As mangas necessitam de clima quente, luz solar e chuvas abundantes para seu crescimento.
  7. As mangas Miyazaki estão entre as mangas mais caras do mundo, vendidas a um preço colossal de 2,7 lakh por quilograma no mercado internacional.
  8. É um tipo de manga Irwin que difere na cor da manga Pelican que é amarela.
  9. As mangas Miyazaki são a segunda maior variedade de manga cultivada no Japão, depois de Okinawa.
  10. As mangas Miyazaki são ricas em antioxidantes e beta-caroteno junto com ácido fólico.

Mangas Miyazaki da mais alta qualidade são marcadas e vendidas como ‘Taiyo-no-Tomago’ ou ‘Ovos de luz do sol’. Esta manga parece um ovo gigante de dinossauro vermelho. Uma manga dessa variedade pesa até 350 gramas.

Além do Japão, a manga Miyazaki também é cultivada em alguns outros países com condições climáticas ideais. Isso inclui Tailândia, Filipinas e Índia.

Os agricultores japoneses fazem um esforço que por si só leva muito tempo, razão pela qual o alto custo das mangas Taiyo no Tomago. Eles envolvem cada manga em uma pequena rede, que deixa a luz do sol incidir sobre ela de maneira uniforme.

Isto confere ao fruto uma cor vermelho rubi uniforme. As mangas não são colhidas manualmente, mas podem cair quando prontas, o que garante a maturação completa. A rede protetora também atua como almofada para a fruta quando ela cai da árvore.

Agora o preço: A manga mais cara do mundo custa 45 mil reais!

Eu também colocaria caras armados e cachorros vigiando minha árvore.

Conclusão

Espero que tenham gostado desse post, inspirado pela manga que fagocitei e estou pronto para fagocitar mais uma.
A manga, com sua história milenar e presença global, continua a encantar paladares ao redor do mundo. Seja pela sua rica diversidade, seu papel na gastronomia ou sua importância na agricultura sustentável, a manga mantém sua posição como uma das frutas mais queridas e cultivadas internacionalmente. À medida que avançamos, a manga permanece um símbolo de doçura, nutrição e diversidade cultural, unindo pessoas através do gosto e tradição.

 

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertisment

Últimos artigos