Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Não me causa estranheza que alguém se submeta a uma cirurgia, afinal a Medicina está aí com grandes avanços para nos ajudar e salvar. Mas você acreditaria se eu dissesse que algumas pessoas, por motivos diversos, resolveram deixar os médicos de lado e operar a si próprias? Pois é. Vamos ver os malucos:

10- Dr. Jerry Nielsien

O que ela fez: Biópsias e auto quimioterapia

Esta é muito louca: Dra. Jerri Lin Nielsen era a única médica numa base militar no Pólo Sul. Um dia ela notou algo estranho em seu seio. Era um caroço estranho e Jerry desconfiou que fosse um tumor. Jerry resolveu então fazer uma biópsia em si mesma. Usando os precários equipamentos de primeiros socorros da base ela se submeteu a uma auto-cirurgia e obteve amostras para Biópsia. Então enviou as amostras para os EUA através do avião de carga militar que abastecia a base. Quando os resultados vieram, mostraram-se inconclusivos, o que fez com que ela resolvesse fazer uma nova biópsia. Jerry pediu equipamentos médicos melhores e tão logo eles chegaram ao Pólo Sul ela novamente realizou procedimentos cirúrgicos em si mesma.  Enviou novamente amostras do tumor para análise e os resultados mostraram que era mesmo câncer.  Jerry ficou abalada mas resolveu fazer quimioterapia. Solicitou à base o envio de medicamentos e fez sua própria quimioterapia lá na base no Pólo Sul. Tempos depois um avião foi resgatar a médica e a levou para os EUA. De volta ao seu país,  Jerri Lin Nielsen se submeteu a algumas cirurgias e continuou o tratamento de quimioterapia até que seu câncer entrou em remissão e ela ficou boa. Com sua experiência de sobrevivência incomum ela virou uma conferencista motivacional de sucesso. A história dela virou filme.

9- Amanda Feilding

O que ela fez: Trepanação (buraco na cabeça)

Algumas pessoas acreditam que abrir um buraco na cabeça expondo o cérebro é um tipo de terapia com benefícios diversos. Sabe-se que a trepanação era praticada no antigo egito e em algumas sociedades tribais pré-colombianas da América do Sul.  Amanda Feilding passou grande parte do tempo em busca de um médico que topasse fazer trepanação nela. Como não encontrou, ela decidiu fazer isso em si mesma. Usando uma mini furadeira de dentista controlada a pedal, brocas e bandagens para aparar a sangueira, ela ficou de frente par5a um espelho, raspou uma parte do cabelo e meteu a furadeira no próprio crânio, abrindo um buraco por onde o sangue escorreu, empapando as bandagens.

Amanda diz que após abrir um buraco na própria cabeça ela se sentiu super bem. Pra deixar a coisa ainda mais bizarra, ela registrou tudo em vídeo. O procedimento aparentemente deu certo e ela não entrou para o Darwin Awards. Uma pena.

8-Deborah Sampson

O que ela fez: Ensinou ao Rambo como tirar uma bala do próprio corpo

Deborah Sampson era mulher, mas era tão grande, forte e esquisita que mais parecia um homem. Em 1782 ela se alistou no exército com o nome de Robert Shutleff. Contrariando todas as possibilidades, esta mulher ficou anos no exército, pois todo mundo realmente pensava que “Robert” era um cara. Ninguém se ligou que ele não fazia a barba e não tomava banho junto com a galera. Mas sabe como é a lei de Murphy? Um dia em batalha, Deborah-Robert foi ferida com um tiro na coxa. Ela foi retirada do campo de batalha e enviada para o hospital. Quando acordou no caminho e percebeu que estava indo para o hospital de campanha e concluiu que os medicos descobriram seu segredo. Daí ela fugiu e se refugiou longe do hospital, onde usou agulha e linha de pregar botões e um canivete para abrir a própria perna e tirar a bala de chumbo lá de dentro. Sem anestesia! Debora suturou a própria perna e voltou para a caserna. Tempos depois ela foi ferida novamente e o medico descobriu que Robert era na verdade uma mulher feia. O médico denunciou o caso e ela foi expulsa do exército, mas isso não impediu que ela e seus descendentes recebessem uma pensão militar.

7-Dr. Evan O´Neill Kane

O que ele fez: Operou o apêndice e uma hérnia ignial sozinho

Dr. Evan era um medico bastante conhecido e acreditava que a anestesia geral era uma mera frescura, totamente desnecessáraia para “pequenos procedimentos”. Então ele resolveu operar a si mesmo, abrindo a própria barriga e tirando o próprio apêndice, apenas com uma anestesia local. O cara fez isso olhando com um espelhinho. Ele pediu que médicos colegas ficassem assistindo, para caso algo “desse errado” e só aceitou ajuda para a suturação pós cirúrgica. (costurar a si mesmo olhando pelo espelhinho dava muito trabalho)

Não foi só isso. Quando chegou aos 70 anos, Evan resolveu se operar novamente, abrindo a barriga outra vez sem cirugia geral e efetuou um procedimento médico muito mais complicado e arriscado, que era reparar uma hérnia ignial.  Devido ao risco do procedimento em função da proximidade com a artéria femoral, o Dr. Evan tomou muito cuidado, mas mesmo assim conseguiu terminar a cirurgia em menos de duas horas.

6-Joannes Lethaeus

O que ele fez: Litotomia (algo que só Chuck Norris consegue fazer)

Há 360 anos atrás, o Dr. Nicolaes Tulp escreveu em seu livro sobre um caso tão escalafobético que entrou para a história da Medicina:

Having decided that no one but himself would cut into his flesh, he sent his wife to the fish market, which she didn’t mind doing. Only letting his brother help him, he instructed him to pull aside his scrotum while he grabbed the stone in his left hand and cut bravely in the perineum with a knife he had secretly prepared, and by standing again and again managed to make the wound long enough to allow the stone to pass. To get the stone out was more difficult, and he had to stick two fingers into the wound on either side to remove it with leveraged force, and it finally popped out of hiding with an explosive noise and tearing of the bladder. Now the more courageous than careful operation was completed, and the enemy that had declared war on him was safely on the ground, he sent for a healer who sewed up the two sides of the wound together, and the opening that he had cut himself, and properly bound it up; the flesh of which grew so happily that there no small hope of health was, but the wound was too big, and the bladder too torn, not to have ulcers forming. But this stone weighing 4 ounces and the size of a hen’s egg was a wonder how it came out with the help of one hand, without the proper tools, and then from the patient himself, whose greatest help was courage and impatience embedded in a truly impenetrable faith which caused a brave deed as none other.

Basicamente o cara tinha uma formação de cálcio gigante do tipo pedra nos rins – uma das coisas que mais doem na face da Terra – e a pedra era grande demais para sair por “vias naturais”. Assim, ele resolveu usar o método não ortodoxo e despachando a mulher para o mercado, com a ajuda do irmão, usou uma faca de cozinha para cortar a pele atrás do testículo e foi cortando -sem anestesia- cada vez mais fundo até chegar na bexiga. O cara alargou o buraco a tal ponto que conseguiu enfiar dois dedos dentro da própria bexiga, agarrou a pedra, que era tão grande quanto um ovo de galinha e com algum esforço, retirou-a de lá na maior ignorância. Posteriormente, ele teve que ser suturado sem os equipamentos médicos necessários ou conhecimento para tal. E conseguiu!

Sinceramente, não sei como isso é possível sem o cara ser o Chuck Norris.

5- Simpson Parker

O que ele fez: Amputou o próprio braço

Simpson Parker era um fazendeiro da Carolina do Sul que estava pilotando uma colhedeira de milho em sua fazenda quando viu que estava acontecendo um problema com a colhedeira. Ele subiu no equipamento com ele ainda funcionando para tentar solucionar quando os rolos que capturavam o milho agarraram sua luva e então sua mão, esmagando-a. Parker entrou em desespero ao ver que a colhedeira estava tragando-o para dentro dela. Com seu braço livre Parker conseguiu agarrar uma barra de ferro e enfiou a mesma no mecanismo de corrente da maquina, impedindo-a de esmigalhar todo o braço dele. Ele gritou por asocorro durante muito tempo, mas naquele lugar ermo era impossível que alguém o ouvisse. A maquina continuou funcionando mas a barra impediu a corrente de girar. Então ela superaqueceu e começou a soltar faíscas. As faíscas atingiram o milharal seco e um grande incêndio começou a se formar.

Enquanto isso, Parker estava com o braço esmigalhado e agarrado na trituradora. Ele lutou para se libertar mas foi impossível. O incêndio começou a aumentar rapidamente e Parker caiu na real que iria morrer se continuasse ali. Com a mão livre ele pegou o canivete da cintura e usou os dentes para abri-lo. Sem dó nem piedade ele cravou a faca em si mesmo e começou a cortar tendões, musculos e finalmente o osso do braço para conseguir se soltar da colhedeira. O fogo começou a liberar muito calor e a pele de Parker começou a fritar.  Ao chegar no osso, Parker viu que não conseguiria cortá-lo. Quase desmaiando com a dor do braço esmagado e das queimaduras do fogo, ele decidiu jogar seu peso contra o braço, de modo que o osso estalou e quebrou em uma fratura horrível. Parker caiu no chão sem o braço. Estava livre da maquina. Ele correu pelo milharal queimado e com o membro esguichando sangue anté chegar na caminhonete e ainda dirigiu por um longo trecho até chegar na estrada. Atravessou o carro na pista na frente de um automóvel e pediu ajuda. O homem ligou para a emergência e um helicóptero chegou em minutos e o levou para o hospital, onde Parker passou por cirurgias e ficou um mês num centro para queimados antes de ir para casa.

4-Leonid Rogozov

O que ele fez: Retirou o próprio apêndice

Leonid Rogozv era um medico de 27 anos que estava lotado na base de Novolazarevskaya na Antártida. Leonid começou a passar mal e diagnosticou que estava tendo uma crise de apendicite. Sem ninguém para ajudá-lo, ele resolveu que o único jeito de se safar era se operando.  Não havia como contactar a base principal para pedir suporte aéreo e a solução emergencial era ele mesmo se fazer a cirurgia. Ele pediu que os meteorologostas segurassem os separadores, o motorista para segurar um espelho, e outros cientistas para lhe passar os intrumentos cirurgicos.  Leonid usou um bisturi para abrir sua própria barriga. EM função da dor durante a operação ele acabou desmaiando, mas foi capaz de extirpar o órgão inflamado e suturar a sua própria barriga. Em dois meses ele estava completamete recuperado.

3- Douglas Goodale

O que ele fez: Amputou o próprio braço

Douglas Godale era um pescador de lagostas do Maine. Um dia ele estava sozinho em seu barco pegando as armadilhas de lagostas quando uma onda enorme atingiu a lateral do barco, desequilibrando-o. A armadilha pesada que estava sendo içada com um guindaste produziu uma folha na corda e isso fez com que Douglas ficasse preso no equipamento, pendurado do lado de fora da embarcação.Isso também fez com que ele deslocasse o ombro e ferisse o braço. Douglas estava em total desespero e certo de que iria morrer usou os instintos de sobrevivência. Com seu braço bom ele conseguiu jogar o corpo de volta dentro do barco e percebendo que seria impossível se soltar do guincho, ele usou uma faca para cortar o próprio braço. Devido ao frio intenso, Douglas teve uma vasoconstrição e isso salvou sua vida, pois permitiu que ele conseguisse pilotar o barco por um bom tempo até voltar ao píer onde pediu socorro.

2-Aron Ralston

O que ele fez: Amputou o próprio braço

Aron Ralston era um engenheiro mecânico que gostava de escalar montanhas. Um dia, quando escalava sozinho um canion, uma rocha se desprendeu e caiu sobre ele, esmagando seu braço direito. Aron gritou por socorro mas nada aconteceu. Não havia ninguém num raio de varios quilômetros ao seu redor. Ele ficou por cinco dias sob a pedra, tentando parti-la e desprender seu braço. Durante o dia, o sol era muito forte e com desidratação e já sofrendo deleírios, ele decidou que ou cortava o braço ou iria morrer ali mesmo.

Usando uma lâmina cega ele conseguiu cortar todo o tecido mole ao redor do osso e usou o equipamento que tinha nas mãos para serrar o osso e se libertar. Quando finalmente conseguiu, ele ainda precisou escalar um paredão e fazer um rapel e andar 8km até sua caminhonete. Por sorte ele foi encontrado por outros aventureiros no caminho e lhe deram água e pediram ajuda pelo radio. Então ele foi levado ao hospital St. Mary’s onde passou por uma cirurgia. Posteriormente um grupo chegou ao local do desastre e libertou o braço amputado, que foi cremado e as cinzas entregues a Aron, que voltou ao Canion e dexou as cinzas de seu próprio braço lá.

Aron ainda faz escaladas. Agora usando um braço mecânico.

1- Inês Ramírez

O que ela fez: Cesariana em si mesma.

Este caso já foi mostrado aqui no Mundo Gump. Confira.

Basicamente ela estava gravida e vivia numa localidade rural de dificil acesso. A mulher de 40 anos entrou em trabalho de parto e não havia medico nem ninguém para ajudá-la. Depois de 12 horas de dor intensa, ela resolveu que iria fazer ela mesma o parto. Inês pegou uma faca de cozinha, tomou um trago de bebida como anestésico e “resolveu tudo” cortando a própria barriga para retirar o bebê.  Ela tirou o bebê, usou uma velha tesoura para cortar o cordão umbilical e logo depois desmaiou.Quando recobrou a consciência ela pediu que o filho de 6 anos corresse para buscar ajuda. O bacuri correu meio mundo até chegar num lugar e pediu ajuda. Horas depois o enfermeiro da localidade apareceu e eles levaram a mulher mais o bebê para o hospital mais próximo (8 horas de carro sacolejando numa estrada esburacada) onde os medicos tiveram que tratar dos problemas decorrentes da auto-cesariana, pois no processo ela acabou cortando os intestinos. Algum tempo depois ela saiu do hospital e se recuperou completamente. Estima-se que este seja o único caso no mundo de uma auto-cesariana que não acabou em morte. O caso foi publicado na edição de março de 2004 do International Journal of Obstetrics and Gynecology.

Fonte

Top 10 malucos que resolveram se auto-operar

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

16 ideias sobre “Top 10 malucos que resolveram se auto-operar

  • 12 de dezembro de 2008 em 21:51
    Permalink

    Esse Douglas Goodale não apareceu no Extreme MakeOver? o_O

    Resposta
  • 12 de dezembro de 2008 em 23:07
    Permalink

    PQP! Rapaz, sei não viu.
    Acho que não teria coragem pra fazer um negócio desses…
    Povo escroto.

    Resposta
  • 13 de dezembro de 2008 em 1:53
    Permalink

    meu Deus do céu!!!
    impressionante o q o ser humano é capaz de fazer pra ficar vivo!
    kékieisso cara…
    teve gente q avacalhou o sistema… mas os caras q amputaram o braço… a mulher da cesariana, o cara da apendicite… nossa!!
    agora, putz… doeu só do pensar no cara da “pedrinha”… vai ter medo de hospital assim lá na casa de caramba!!
    Esse é muito macho… pombas!!

    falow, phillipe!
    como sempre, arrasando com o blog!
    fica com Deus!
    braços!!
    té +!!
    Math

    Resposta
  • 13 de dezembro de 2008 em 2:36
    Permalink

    5- Simpson Parker
    Pra min esse dueu soh de ler
    pensando bem, eu n sei se esse foi o mais tenso
    ow o caso do kra q amputou o braço com uma faca cega

    Resposta
  • 13 de dezembro de 2008 em 6:41
    Permalink

    Todos passariam com louvor nos testes aplicados pelo Jig Saw. Live or die, make your choice!!! Tarãrã tarãrã :B

    Resposta
  • 13 de dezembro de 2008 em 12:01
    Permalink

    [quote comment=”61894″]Esse Douglas Goodale não apareceu no Extreme MakeOver? o_O[/quote]

    Este mesmo!

    Resposta
  • 14 de dezembro de 2008 em 0:57
    Permalink

    Eu sou dentista. Quando começa a formar tártaro eu mesmo faço a raspagem com o aparelho de ultra-som na frente do espelho. É que eu não gosto muito que outras pessoas mexam na minha boca… Eu entendo completamente quem tem medo de dentista.

    Já ouvi uma lenda da faculdade que um aluno depois de anestesiar não estava conseguindo extrair o dente de um colega já formado e o cara pediu um espelho e extraiu o próprio dente com a alavanca.

    Não sei se é real.

    Resposta
  • 16 de dezembro de 2008 em 13:38
    Permalink

    x_x caro amigo.

    meu , sou médico e as cirurgias cesareanas que forão realizadas em pacientes vivas sem cuidados cirurgicos resultam inexoravelmente em morte ,,, é ipossivel que elas sobrevivam, a perda de sangue é enorme e olha que eu estou falando de pessoas que operaram outras mulheres…..oque dizer de uma auto-cesareana…..isso é impossível……. à propósito, aquela história que julio cesar nasceu de cesareana também é balela….um abraço a todos.

    Resposta
  • 16 de dezembro de 2008 em 16:34
    Permalink

    [quote comment=”62713″]x_x caro amigo.

    meu , sou médico e as cirurgias cesareanas que forão realizadas em pacientes vivas sem cuidados cirurgicos resultam inexoravelmente em morte ,,, é ipossivel que elas sobrevivam, a perda de sangue é enorme e olha que eu estou falando de pessoas que operaram outras mulheres…..oque dizer de uma auto-cesareana…..isso é impossível……. à propósito, aquela história que julio cesar nasceu de cesareana também é balela….um abraço a todos.[/quote]

    Ary, segundo consta, este foi o único caso do mundo de autocesariana. Provavelmente é por isso que este caso saiu em vários jornais e tvs do mundo todo e foi publicado num periódico específico. Além do mais, impossível é algo que ninguém nunca fez. A partir do momento que alguém vai lá e faz passa a ser possível. Remotamente, improvável, e tudo mais, mas impossível já não é mais. Na verdade, podemos chamar isso de “inacreditável”. (o mote do Mundo Gump)
    Sobre o Julio Cesar eu nunca ouvi falar.

    Resposta
  • 8 de janeiro de 2009 em 22:46
    Permalink

    muito bom! adoro essas coisas! 😀
    copiei o post para meu blog e pus os créditos! e salvei nos favoritos! gostei muito do blog 🙂

    Resposta
  • 16 de abril de 2009 em 3:51
    Permalink

    Esse da Amanda Feilding (Trepanação) a muito tempo atrás tinha o video no youtube….mas foi retirado…
    eu cheguei a ver, o video é bem velho… e é um video totalmente para estudos, por isso ela fez o registro… a parte mais incomoda do video é ela martelando uma espécie de talhadeira (nao lembro dos instrumentos usados) na cabeça… pelo o que eu entendi no video, a trepanação serve para alivia a pressão que o cérebro recebe do crânio em algumas pessoas…exemplo… o que causa a dor de cabeça? por algum motivo nosso cérebro dilata e a pressão aumenta fazendo com que o cérebro fique pressionado o crânio e nisso vem a dor… com a Trepanação a Amanda Feilding deduziu que o principal objetivo desta cirurgia era para isso

    Resposta
    • 16 de abril de 2009 em 11:37
      Permalink

      Pelo que eu sei a dor de cabeça é causada pelo aumento do fluxo sanguineo nos vasos da região do crânio. Não conheço isso de cérebro inchar e pressionar o crânio… Mas não sou médico.

      Resposta
  • 15 de maio de 2012 em 16:29
    Permalink

    Pelo que eu sei a dor de cabeça é causada pelo aumento do fluxo sanguineo nos vasos da região do crânio. Não conheço isso de cérebro inchar e pressionar o crânio… Mas não sou médico

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Related Posts