Simulação do sistema Ares

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

A Nasa lançou um video 3d que demonstra o funcionamento do sistema de lançamento do Ares, a nova linha de superfoguetes que -esperamos – leve o homem de volta à Lua.

Muito legal o video. Veja só:

Aproveitando o assunto, um novo planeta com condições potenciais de abrigar algum tipo de vida foi descoberto:

Pesquisadores da Nasa (agência espacial norte-americana) anunciaram a descoberta de química básica para a vida em um segundo e novo planeta quente e gasoso, muito distante do nosso Sistema Solar. Feito na terça-feira (20), o anúncio da pesquisa também informa que isso permite aos astrônomos avançar quanto a identificar planetas onde a vida possa existir.


“É o segundo planeta fora do nosso Sistema Solar em que água, metano e dióxido de carbono foram encontrados –elementos importantes para processos biológicos em planetas habitáveis”, disse o pesquisador Mark Swain, do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa. “A descoberta de componentes orgânicos nos dois exoplanetas já traz a possibilidade de que será corriqueiro encontrar planetas com moléculas que podem ser vinculadas à vida.”

Os pesquisadores usaram dados de dois observatórios em órbita: os telescópios espaciais Hubble e Spitzer, para estudar o HD 209458b –que, além de quente e gasoso, é gigante (maior do que Júpiter) e orbita em uma estrela semelhante ao Sol por volta de 150 anos-luz de distância da Terra, na constelação de Pegasus.

Sequencial

A descoberta segue a uma outra, ocorrida em dezembro de 2008, que mostrou a presença de dióxido de carbono (CO2) em outro planeta do tamanho de Júpiter, o HD 189733b. Observações anteriores do Hubble e do Spitzer também tinham revelado que o planeta contém água em vapor e metano.

Para rastrear as moléculas orgânicas, a Nasa usou espectroscópios, instrumentos que dividem a luz em componentes para mostrar a “assinatura” de diferentes elementos químicos. Dados da câmera infravermelha do Hubble e do espectrômetro de multiobjetos mostraram a presença de moléculas, e dados do fotômetro e do espectrômetro infravermelho do Spitzer mediram as respectivas quantidades.

“Isso demonstra que nós podemos identificar as moléculas importantes nos processos de vida”, disse Swain. Os astrônomos podem, a partir de agora, comparar as duas atmosferas de ambos os planetas, pelas diferenças e similaridades. Por exemplo: as quantidades de água e dióxido de carbono relativas a ambos os planetas são similares, mas o planeta HD 209458b mostra ter metano em abundância, quando comparado com o HD 189733b. “A alta abundância de metano está nos dizendo alguma coisa”, disse Swain. “Pode significar que houve algo especial sobre a formação deste planeta.”

“A detecção de compostos orgânicos não significa necessariamente que há vida em um planeta, porque existem outras formas para a geração destas moléculas”, disse Swain. “Se detectamos compostos químicos orgânicos em um planeta rochoso como a Terra, nós vamos entender o suficiente sobre o planeta para descartar processos sem vida que poderiam ter conduzido os elementos químicos até lá.”

O planeta, que leva o nome de HD 209458b, não é habitável, mas possui a mesma química que, se encontrada em um planeta rochoso no futuro, pode indicar a presença de vida.

Fonte

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

13 respostas

  1. Pô, que beleza o sistema de recolher o tanque para reaproveitar…assim diminui a lixarada em órbita, ouvi dizer que essa operação faz parte de uma bem maior qe seria estabelecer uma base lunar como ponto de lançamento de uma incursão pra marte…é verdade?

  2. /OFF
    Ae!
    Eu estava procurando no blog aquele post que tu indicavas o block posters para transformar uma jpg em pdf para imprimir em partes; só que nao achei na busca do site, dai fui no google catar, achei em outro site e fui perquisar no teu para ver se era o mesmo(eu já havia usado-o e gostado) só que o google manda direto para a home e nao para o post do negócio!
    é de propósito?
    acho que fica ruim

    No lugar do website tá o link do post
    e no google eu pesquisei “block posters mundogump”
    (no firefox)

    1. Né não, cara. Ontem eu estava trabalhando para resolver o famigerado “bug do www” onde quando você não coloca o www, o blog mostra apenas o post do caçador parte 1. Aí mexi no .htacess e mudei uns parâmetros para ver se resolvia. Não só não resolveu como cagou muitos links do google pra cá. Hoje ainda, lá pras seis da tarde eu já terei resolvido este probleminha.
      Mas fica a dica: Se vc achou o link lá no google, ele informa a url. É só copiar ela e colar no campo da url com o www que entra.

  3. É o tipo de post que eu amo ler aqui… A chance de encontrar um planeta similar ao nosso é o Santo Graal do universo para qualquer pessoa com um interesse especial no desconhecido (como eu). Em fevereiro de 2009, divulgou-se sem muito alarde que um corpo orbital na constelação de Monoceros poderia abrigar o planeta mais próximo e similar à Terra já encontrado. Sua importância reside no fato de que os mais de 300 planetas descobertos até então eram massas de gases. Este planeta está a apenas 400 anos-luz de distância e sua solidez é única.

    O nome do planeta? CoRoT-7b. Foi batizado em homenagem ao satélite francês CoRoT (Convecção, Rotação e Trânsitos planetários), responsável pela descoberta. O achado é tão emocionante que alguns foram mais longe e o apelidaram de Planeta Lava!

    Segundo o Observatório Thuringer, na Alemanha, o planeta orbita a uma distância curta de seu sol, 2,4 milhões de quilômetros. Com temperaturas superiores a 3.600 graus Fahrenheit, o planeta é uma grande massa derretida. Seu diâmetro é apenas diâmetro 1,8 vezes maior do que o da Terra.

    Vamos ficar de olho nele…

  4. Pelo menos na animação 3D evita-se os fiascos dos últimos acidentes e o trabalho de recolher restos mortais dos tripulantes por todo o território americano, né não ???

    1. Identificados restos mortais de israelense

      05 de febrero de 2003, 13:01

      O corpo do astronauta israelense Ilan Ramon, que morreu no desastre do ônibus espacial Columbia no sábado passado, foi identificado e será enterrado na próxima semana em Israel. De acordo com o jornal israelense Ha’aretz, o anúncio foi feito pelo general Rami Falk, adido militar da Embaixada de Israel em Washington.

      “A Nasa nos informou oficialmente que o corpo de Ilan Ramon foi identificado com certeza e poderá ser sepultado dentro de alguns dias em Israel”, disse o general. “A identificação do corpo foi realizada por especialistas da Nasa”, acrescentou o general, que se negou a dizer se esta operação foi possível graças ao exame de DNA ou da arcada dentária do astronauta. Caro Gafanhoto antes de fazer afirmações cosulte o seu Mestre Google. Abraços.

  5. Restos mortais de
    tripulantes do Columbia
    são encontrados no Texas

    Domingo, 02 de Fevereiro de 2003 13h54

    Brasília – Restos mortais ainda não identificados de tripulantes do ônibus espacial Columbia, que explodiu ontem ao entrar na atmosfera da Terra, foram encontrados nos municípios de Sabine e Hemphill, no leste do Texas, informaram autoridades norte-americanas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.