O sapo fluorescente do Suriname

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Este incrível animal foi descoberto em 2007 por pesquisadores no Suriname.

Na verdade ele é apenas um dos vários animais descobertos numa expedição científica da Conservation International. O nome do sapo é Atelopus. Sua mais curiosa característica são as marcas púrpura-fluorescentes no corpo que contrastam com a pele negra adjacente. Junto com ele foram catalogados pela primeira vez 3 outras espécies de sapo, 12 besouros, uma espécie de formiga e 6 espécies de peixes.

É intrigante como ainda nos dias atuais novas espécies desconhecidas da ciência são descobertas.

Outro sapo descoberto pela Conservation International foi este aqui em baixo.

Ele é venenoso e foi visto pela primeira vez numa incursão em Nangatiza no Equador. Na foto vemos que o sapo dandrobate é um macho e está carregando o seu girino nas costas.

Outrio animal curioso e ainda desconhecido da ciência encontrado na serra de Nangatiza foi esta salamandra com aparência irritada.

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

5 respostas

  1. Este sapo com o girino nas costas tem aparecido constantemente no meio dos comerciais do Discovery Channel… A femea coloca o girino nas costas e leva ele para a copa de uma planta, um por copa, pra se desenvolver na pocinha de agua que fica… e alimenta eles com ovas nao fecundadas, bem legal.

  2. Não é querendo cortar seu barato, mas se salvo engano, já ouvi em algum documentário da Natgeo, que em torno de 90% das espécies ainda estão por ser descobertas :p.

  3. É.. muitas espécies estão desaparecendo antes de serem descobertas..Uma vez na aula de vertebrados 1 a professora falou que existem poucos pesquisadores trabalhando com anfibios, e se investirem em pesquisas para catalogar as espécies irá surgir uma quantidade absurda de anfibios não catalogados 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.