O menor vinhedo do mundo, que produz um vinho para não ser bebido

Parece estranho que alguém plante um vinhedo com o objetivo de se tornar um produtor de vinhos… Que não devem ser bebidos.

Com pouco mais de 60 metros quadrados de tamanho e um rendimento anual de ridículas 29 garrafas de vinho, o Via Mari 10 é considerado o menor vinhedo do mundo.

Ele também se diferencia por sua localização bizarra: Fica na cobertura de um palácio do século XVI no coração de Reggio Emilia, a Via Mari 10 – nome e número da rua.


Foto: Via Mari 10/Facebook

O vinhedo além de incrivelmente pequeno em tamanho,  tem um rendimento anual de vinho extremamente modesto. No entanto, a coisa mais peculiar sobre o vinho Via Mari 10 é que você não deve beber. O proprietário da vinha considera as cerca de 29 garrafas de vinho produzidas todos os anos como obras de arte que devem ser colecionadas e admiradas e não consumidas. Isso é meio que um problema, considerando que você deve pagar 5.000 euros (US$ 5.000) por uma garrafa de vinho que você nem deveria beber.

È um modelo de negócio estranho, né?

“Meu vinho é uma forma de expressão artística, uma provocação filosófica, algo para guardar na sala de estar para conversar com seus amigos e contar sobre o lunático que colocou um vinhedo em seu telhado.”

Tulio Masoni, o proprietário da Via Mari 10, disse à CNN . “Se você vê uma roda de bicicleta em uma sala de estar, em vez de em uma oficina, percebe como ela é bonita. A minha vinha é assim: é inesperada; estimula o cérebro; desperta novos pensamentos.”

Masoni fundou o vinhedo incomum depois de vender o vinhedo rural que herdou de seu pai. Na época, ele achava que operar um vinhedo não faria nenhum sentido financeiro, mas depois se arrependeu, então decidiu começar seu próprio vinhedo em miniatura no topo de seu palácio medieval.

As videiras Sangiovese que compõem a Via Mari 10 são alimentadas com ovos, bananas, algas marinhas e excrementos de rouxinol, além do barulho urbano que Tulio Masoni insiste que lhes dá uma “vantagem” sobre as videiras do campo. No entanto, isso não conta muito, considerando que você não deve beber o vinho.

O cara levou a gourmetização a um novo patamar.

“Sou o único produtor de vinho do mundo que diz que você não deve beber o vinho dele”, disse Masoni, acrescentando que cada garrafa é uma obra de arte projetada para ser contemplada, não consumida.

As garrafas de vinho Via Mari 10 não podem ser compradas em vinícolas comuns ou mesmo no próprio produtor. Em vez disso, eles são oferecidos através da Bonioni Art Gallery local a um preço de 5.000 euros (US$ 5.000). Isso soa alto para uma garrafa de vinho, mas eles sugerem que você pense nisso como uma obra de arte colecionável.

De acordo com o site Bonioni, ainda estão disponíveis 10 garrafas de vinho Vila Mari 10 da última safra (2019), com todos os rendimentos anteriores esgotados. No entanto, Masoni ressalta que nem todos foram de fato comprados. Muitos foram oferecidos pela galeria como presentes para clientes fiéis.

E caso você esteja curioso sobre o sabor desse vinho tinto incrivelmente exclusivo, Masoni afirma que “no primeiro gole você fica com muita perplexidade, mas depois de alguns segundos algo ganha vida em seu paladar que abre sua mente para um nova dimensão”. A menos que você seja um estúpido deslumbrado que tenha US $ 5.000 para queimar, você terá que acreditar na palavra dele.

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

  1. O cara fala que o vinho não é para ser bebido, mas aí ele depois solta essa: “no primeiro gole você fica com muita perplexidade, mas depois de alguns segundos algo ganha vida em seu paladar que abre sua mente para um nova dimensão”.

    Complicado não beber depois dessa afirmação, hein. Hehe.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertisment

Últimos artigos