No céu com o pé de fora.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Eu queria compartilhar com vocês algumas informações sobre o governo Brasileiro. Vamos aos dados:

SALÁRIOS – Com benefícios e jeitinhos, 20% dos funcionários concursados do Senado, cerca de 700 pessoas recebem salários que ultrapassam os 25.000 reais mensais, ultrapassando os salários dos parlamentares, que é de 16.000 reais e ministros do governo, que ganham 10.000 reais, além do próprio Lula que ganha 11.000 e os ministros do Supremo, que abiscoitam 24.500 pratas todo mês.

Usando a simplória calculadora do windows chegamos ao valor anual (considerando que esses caras ganhem só o salário, coisa que não acontece) de 262.500.000 – DUZENTOS E SESSENTA E DOIS MILHÕES E QUINHENTOS MIL REAIS!

Essa galera tem algumas prerrogativas (o nome bonito do “faz-me rir”) confira:

REEMBOLSO MÉDICO – Não, meu chapa. Esquece o SUS, esquece hospital público. Essa galera trata tudo com particular e quem paga é você. O Senado mantém um serviço médico com TODAS (eu disse TODAS) as especialidades, mas quem PREFERE pode se tratar com médicos particulares e neste caso tem REEMBOLSO TOTAL das despesas. Em 2008 foram gastos com reembolso destas atividades nada menos que 59 milhões de reais!

Com este valor é possível construir quase 30 escolas* e beneficiar 53.358 crianças, mas este valor foi para o ralo porque funcionários do senado preferiram ir a médicos particulares a usar os especialistas já pagos pela “casa”.

*fonte

HORAS EXTRAS – Enquanto o pobre sofre na mão de patrão para ganhar as horas extras que lhes são de direito, o senado paga com idiossincrável prazer aos “amigos do rei”. O fato é que cada funcionário pode ganhar até 2.641,93 reais mensais em horas extras. Lógico que você sabe que ele vai receber isso até mesmo sem trabalhar, como foi em janeiro durante o recesso do Congresso, onde foram pagos 6,2 milhões de reais em horas extras a 3.883 fuincionários. Com o SEU dinheiro!

GRATIFICAÇÕES – A vida não estava boa o suficiente e alguém surgiu com a brilhante idéia de criar gratificações. Deste modo, o servidor que exerce função mais importante do que aquela para o qual foi contratado recebe gratificação que varia de 1600 a 4800 reais. A estimativa da direção da casa é que 90% dos concursados recebam alguma gratificação. Não precisa ser muito esperto para sacar que a massa dos apadrinhados entra pela janela através de concursos para cargos considerados “de nível baixo”, e logo que entram são deslocados de função via canetadas paternalistas e ainda mordem esta fatia aí. Todo mundo sabe como é que funciona, mas ninguém faz nada.

COMISSÕES E CONSELHOS – Você não acha que a galera vai parar por aí, acha? Pois é. Eles se embrenham em comissões e conselhos de tudo que é inutilidade. Amor à Pátria? Honra, justica e lealdade? Thundercats hoooo? Nada disso! Eles querem é o saco de dinheiro que podem ganhar com isso. Cerca de 400 funcionários ganham 2000 a 3000 reais por mês só para participar de comissões e conselhos internos, como os de reestruturação de cargos e salários (chamamos isso de botar o cachorro para vigiar a linguiça) além das comissções de preparação de concursos e de catalogação de obras de arte.

SALÁRIOS 2, a missão – O ano tem 12 meses. Mas as pessoas contratadas em regime CLT (cada vez menos) ganham também o décimo terceiro salário, que garante um caraminguázinho extra no fim do ano e é usado para aquecer a economia para o período de natal e festas, pintar o barraco, inteirar aquela estante das Casas Bahia, bem como juntar algum para a facada absurda que são as contas de janeiro e fevereiro. Com os ilustres senadores, não podia deixar de ser, né? Eles tem o décimo terceiro, afinal eles são filhos de Deus também. Até aí, nada de errado. O problema é que só 13 salários num ano de 12 meses não basta pra eles e por isso, eles tem também o 14 e 15 salários. É isso aí mesmo que você leu.  Os malucos ganham quinze saários ao ano, e o pior nem é isso. O pior é que como as gratificações são calculadas sobre o valor bruto do salário, por três meses eles recebem a gratificação em dobro.

QUINTOS – Pensava que acabou? Nada disso. Os caras não cansam e por isso surgiu o “quinto”. O Quinto acontece para funcionários do Senado que entraram até 2001 e incorporaram definitivamente ao salário-base (aquela dinheirama)  um quinto do valor das funções comissionadas que exerceram em cada ano. Isso só acontece após cinco anos de trabalho e dura uma década.

FESTA DA PRESENÇA – Não existe controle de presença dos funcionários. Isso possibilita uma verdadeira “ilha da fantasia” para os funcionários, que podem ir passear de jet ski na lagoa bem na hora do expediente se o sol estiver bom. E ninguém fica sabendo.

TRANSPARÊNCIA ZERO – Os holerites dos servidores só mostram o salário-base e as funções comissionadas. As Horas extras e gratificações não são incluídas (convenientemente) para que os furos no teto do funcionalismo não seja revelados.

Trocando em miúdos, cada um dos 81 senadores (só contabilizando os estrelões) consome TRINTA E TRÊS MILHÕES E OITOCENTOS MIL REAIS POR ANO.

Questionado sobre o que pensa do seu trabalho, um funcionário do senado disse:

“Aqui é igual ao céu, com a diferença que aqui a gente chega vivo.”

É… Cuspiram na nossa cara. De novo!

Fonte: Revista Veja edição 2.106 de 1 de abril de 2009 página 56

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

38 respostas

  1. Esse país me dá asco!!! Somos os palhaços e essa platéia de corruptos não paga um centavo para nos assistir, pelo contrário recebe pelo espetáculo. Francamente…

    1. Lutaram tanto pelas diretas já pra fazerem isso,agora a turma dos sugadores multiplicou-se…lamentável!aqui o crime compensa!! :/

  2. Já que tocou em um assunto desse (sobre plano de saúde deles não ser o SUS), vale a pena para divulgar um pouco um projeto de lei interessante:

    http://www.senado.gov.br/sf/atividade/materia/detalhes.asp?p_cod_mate=82166

    PLS – PROJETO DE LEI DO SENADO, Nº 480 de 2007

    Autor: SENADOR – Cristovam Buarque
    Ementa: Determina a obrigatoriedade de os agentes públicos eleitos matricularem seus filhos e demais dependentes em escolas públicas até 2014.
    Data de apresentação: 16/08/2007
    Situação atual:
    Local:
    17/11/2008 – Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania

    Situação:
    29/05/2008 – PRONTA PARA A PAUTA NA COMISSÃO
    Indexação da matéria: Indexação: FIXAÇÃO, OBRIGATORIEDADE, AGENTE PÚBLICO, OCUPANTE, CARGO ELETIVO, EXECUTIVO, LEGISLATIVO, REPÚBLICA FEDERATIVA, ESTADOS, (DF), MUNICÍPIOS, MATRÍCULA, FILHOS, DEPENDENTE, ESCOLA PÚBLICA, EDUCAÇÃO BÁSICA, ENSINO FUNDAMENTAL, ENSINO DE PRIMEIRO GRAU, DEFINIÇÃO, PRAZO MÁXIMO, APLICAÇÃO, NORMAS.

    Abraço,
    Mussa

  3. Philipe, cada dia q passa o nojo e descontentamento aumenta mais e mais, faco sempre o meu melhor, sou honesto em tudo, e ralo que nem uma mula pra no final do mes conseguir pagar minhas contas… Depois de ler isso tudo fico pensando, como e oq eu posso fazer contra isso?! A resposta é a q todo mundo sabe… NADA nem eu e nem vc podemos fazer NADA, vc divulga, muitos leem e todos ficam revoltados, mas no final, mesmo que se pudessemos fazer algo, seriamos calados com cassetadas e pontapes… ou melhor, com canetadas e leis. Fico cada vez mais triste, mas mesmo assim continuo fazendo o meu papel e espero que vc tb continue assim, talvez algum dia cheguemos lá. Grande abraco.

      1. Parabéns por nos trazer tal reportagm Felipe. Internet é para isso mesmo e não fazer peleguismo sado-masoquista à este governinho petralha (canalha) que está aí.

        E pensar que ainda têm gente “democrática” que queima a dita revista Veja em praça pública. Claro, falar a verdade é coisa “anti-povo” para certos tipinhos (comunistas) né?

        Ô pessoal “fascista” da revista Veja: Deixem os esquerdinhas no poder roubar o povo brasileiro! Oras, eles têm esse direito, afinal, foram eleitos e são apoiados por este mesmo povo (burro)! Gente mais chata pô!!!

        Sem mais Vejas, digo, verdades…
        😆

        1. A estupidez maior é achar que só os petralhas fazem isso. Boa sorte entao meu amigo!

          Elega seu candidato do psdb ou pfl, tenho certeza que no primeiro dia acabaram todas estas regalias! Tenho certeza mesmo! ou melhor, tenho fé….

          As pessoas nao percebem que o buraco é MUITO mais embaixo….

          1. Verdade. A vergonha nacional que é o senado não é prerrogativa de um partido ou outro. Isso aí é uma vergonha NACIONAL e isso inclui nós aqui, que querendo ou não, votamos neles, ou não votamos, ou votamos em branco. Eu assumo minha parcela de culpa por ser covarde e não me tornar um mártir ao explodir aquela porra toda com duas caixas de C4. (uma pro senado e outra pra câmara)

  4. Edição de Veja falando do Governo brasileiro, Senado, Cãmara, etc…só pode ser a EDIÇÃO DO DIA 1° DE ABRIL MESMO!
    Alí só tem kaô, pôxa vida!

    1. Não acredite em mim. Olha a veja nas bancas por você mesmo. A matéria é séria. Não é zoação. Acontece que a putaria em Brasilia é tão grande que a gente nem acredita que é possível.

  5. Parabéns, Philipe, por usar o seu blog para trazer assuntos de suma importância para nosso conhecimento, eu que sou mãe de família, trabalhadora autônoma, na luta com honestidade, graças a Deus e não posso nem comprar uma revista Veja pra não me prejudicar no final do mês.Mas, não percamos a esperança de tentar mudar nossa realidade, e divulgando o problema é um grande passo. Obrigada amigo e continue sempre assim!

  6. ai ai
    Corrijam-me se eu estiver enganado mas o “governo Brasileiro” neste caso é uma generalização equivocada. Se os funcionários concursados são do “senado federal”, o problema é com esta instituição, não com o governo ou com um partido. Não li a reportagem da Veja, mas se ela também fez esta insinuação, mais um motivo tenho (dentre muitos outros) para repudiá-la. O governo (o executivo, no caso) pouco pode fazer para mudar isto a não ser pressionar a casa.

    Por mim, fecharia o senado como um todo. Sou completamente contra esta instituição que só emperra a democracia. Neste ponto concordo com o Idelber: http://www.idelberavelar.com/archives/2009/02/links_11.php.

    “Sinal que o Critovam lê o Mundo Gump. Sugeri isso no início de 2007.” Philipe, não sei se brincou com este comentário mas se falou sério, é um pouco de umbiguismo de sua parte não? Esta idéa é muito mais antiga que 2007, só não se consegue aprová-la por conta de pressões de interesses conflitantes. Como sempre, aliás…

    1. Claro que eu tava zoando, pô. Todo mundo só fala nisso. Porque é o certo.
      Sobre seu ponto de vista sobre o “governo brasileiro”, eu discordo. Pra mim governo não é só o executivo. É também o legislativo e o judiciário, bem como todo o funcionalismo publico federal.
      Segundo a Wikipedia:

      O governo é “a organização, que é a autoridade governante de uma unidade política,”[1] “o poder de regrar uma sociedade política,”[2] e o aparato pelo qual o corpo governante funciona e exerce autoridade.[2]

      Então isso não tem NADA a ver com o partidarismo. Eu quero que os partidos vão pra PQP! Pra mim, só existem dois partidos: Os comprometidos com a ética e os safados filhos da puta. Infelizmente, a massa dos políticos que entra no governo são da segunda laia, e governam para eles mesmos.
      Na minha opinião, ganha dinheiro público, é governo. Afinal, no meu ponto de vista, governo é quem governa essa nação.
      Eu não passo a mão na cabeça da Veja – até porque tem até maluco da CIA trabalhando lá. A veja é uma revista bem filha da puta, mas nesse caso aí, a vergonha é essa mesmo. Uma gastação ferrada da nossa grana.

      1. Que bom que estava brincando. hehehehe

        Você está coberto de razão quanto à definição de “governo”. E é exatamente este o problema da definição: ela é generalizada e não se aplica apenas ao executivo, legislativo e judiciário. Ao contrário, se aplica a qualquer “unidade política”. A “autoridade governante” de uma universidade, por exemplo, é um governo, neste caso.

        É preciso criticar aquilo que está errado e pontuar exatamente aquilo que desaprovamos. Da mesma forma, precisamos encorajar aquilo que queremos que seja levado a diante. Quando veja critica o “governo”, faz parecer que está tudo errado e que ninguém lá trabalha direito. Faz parecer que o presidente é responsável, por exemplo. E, neste caso, não é, de forma alguma.

        1. Bem, isso está certo. Mas não vejo no texto a culpa sendo atribuída diretamente ao governo. Eu deixo claro que a vergonha (deste texto em questão)_ é do senado, (embora saibamos de inúmeras outras em diversos outros segmentos, que vão do judiciário ao executivo). Eu penso que nosso governo, de um modo geral é perdulário com o dinheiro público. Eles agem como se a grana fosse mágica, surgida do nada. Poucos lá tem a clareza de que cada centavo mal gasto afeta a vida de pessoas e pode até causar mortes.
          Além do mais, se nós formos pensar que cada uma dessas regalias e benefícios tramitou por diferentes órgãos. Passou na mão de varias pessoas que tinham o poder de refletir e vetar esta excrescência. O presidente assinou e sancionou aquela vergonha. Pode não ter sido o Lula, pode não ter sido o FHC. Mas é fato que uma quantidade de bizarrice enorme assim não surge sozinha. Passa pela mão de muita gente, e todos vão sendo em partes culpados por isso em maior ou menor grau. Na minha opinião, até nós aqui somos culpados disso lá. Eu me sinto culpado por saber disso e não explodir aquela merda lá.

  7. eu só anulo meu voto de agora em diante,
    eu até votaria em quem melhora a vida da gente mas esses merdas não fazem nada,o clodavil era o menos pior,porque fez uma lei que queria diminuir o numero dos deputados pra 250

  8. Meus amigos,

    Não se preocupem. Dentro em breve irei tomar providências. Já a tempos que planejo uma ida a Brasilía.

    Vocês vão ver Senador sendo pipocado.

  9. Phil, quer gostemos ou não, o brasileiro tem os senadores(e deputados )que merece. Por que alguns parecem soldados às cadeiras de tantos mandatos. è a tal da democracia…

  10. Brother texto perfeito. Irreparavelmente humilhante…mas sincero( ou como dizia aquela música do mettalica sad but true).Venho apartir dessa pedir o direito de usar esse texto no meu blog para tentar mostrar a + pessoas.È foda…é foda.

  11. Que vergooonha…
    Será q/ nossos governantes terão coragem de dar um basta nesta desigualdade vergonhosa, dando pelo menos um pouco de dignidade à grande maioria do “povo sofredor” deste país? Vejo, com muita tristeza, minha esperança ir embora, mas ainda assim, continuo depositando minha confiança no Lula. Ao menos tenho visto va TV. a polícia federal enquadrando e mostrando a cara de algumas pessoas q/se deram… digamos… “bem” financeiramente, sem pagar impostos e fazendo falcatruas. Uns e outos que, inclusive, faz questão de discriminar o povo, com a conhecida arrogância d/quem não tem sequer a virtude de ser humilde. Pensei, sinceramente, q/o Lula faria uma revolução nessa podridão de política(salvo algumas excessões), q/há anos – e põe anos nisso – emporcalha esse país, pisoteando seu povo que, muitas vezes, não tem sequer acesso a informação alguma. São políticos q/aproveitam-se da situação do povo mais carente, comprando seus votos com cestas básicas e outras quinquilharias. Muito triste mesmo!

    Sabe de uma coisa: vou tentar enviar a matéria p/Obama-EUA – talvez ele possa nos salvar! Parece ser uma pessoa inteligente e corajosa, q/conhece bem o q/é ser discriminado, lesado, ludibriado, injustiçado… e ai por diante, afinal, já está descobrindo algumas falcatruas em seu país e tomando as devidas providências.
    Brincadeirinha… Não precisamos, nem queremos ter, governantes de outros países colocando ordem aqui em nossa casa.

    É por isso q/há uma epidemia de corrupção em “quase?” todas as instituições públicas – e algumas “privadas” também. Em quem confiar? A quem recorrer em determinadas situações? Será q/aquela pessoa é de confiança e não irá “entregar o ouro” ao bandido??? E por que discriminar o pobre bandido, afinal… e o rico bandido? Opss… que confusão!

    E nós, q/pagamos nossos impostos em dia, procuramos manter nossas contas em dia (e ai de nós se não a mantivermos!), deixamos o lazer de lado p/poder manter os filhos numa Escola particular (pois acabaram c/as Escolas Públicas, não investiram financeiramente e tecnicamente nos Professores etc…) e ainda temos q/engolir a seco essas informações sobre salários milionários – gratificações – horas extras recebidas (e não efetuadas…), de funcionários públicos do Senado etc.etc. – e ai por diante? É revoltanteee…
    Ah! E não pensem vocês q/existe oposição p/isso e p/aquilo. Não existe não. Cada um tem, de uma forma ou de outra, q/”mostrar serviço” – se reúne aqui, ali e acolá; fazem o maior barulho e assim o tempo vai passando…e o filme se repetindo…
    Ah! Por que não mudar o foco do jornalismo “em geral” também? Na minha opinião, os profissionais desse ramo deveriam focar mais as boas notícias. Chega de entupir o povo com tantas informações negativas! Que tal as descobetas q/estão sendo feitas para melhorar o país e o mundo? Que tal incentivar mais o público a interagir, com sugestões para solucionar problemas nos diversos segmentos da sociedade? Que tal tornar os veículos de comunicação mais qualificados? Talvez seja a hora de buscar idéias novas, dando oportunidade aos estudantes da área, para que apresentem projetos renovadores – do bem, para tornar nossa sociedade mais feliz, fazendo-a sentir que “nem tudo está perdido”.

    Ufaaa! Cansei do meu próprio desabafo! Pelo menos senti um pouco mais de alivio no meu coração. Vou seguindo então, nesse meu Amado Brasil, mantendo, com muito orgulho em meu peito, o mais lindo Hino desse mundo: o seu. Sinta o quanto alegra e engrandece o coração, as frases desse Hino Nacional, que destaquei a seguir – sem desmerecer nenhuma das outras, é claro:

    …”Do que a terra mais garrida
    Teus risonhos, lindos campos têm mais flores;
    Nossos bosques têm mais vida,
    Nossa vida no teu seio mais amores.
    Ó pátria amada,
    Idolatrada,
    Salve! Salve!”…

    Nossa Pátria sustenta-se por si só, pois tem terra fértil, água em abundância, matas extensas, habitadas por animas maravilhosos e, além disso, seu povo é maravilhoso.
    Todo POVO BRASILEIRO deveria sentir orgulho de seu país.

    Todo governante deveria honrar o voto recebido do povo, que paga, além de seu salário, o salário de assessores – comissionados ou não, retribuindo-o com trabalho sério e honesto.
    Todo governante deveria arregaçar as mangas e trabalhar de fato, apresentando projetos para melhorar seu país, incluindo neles a melhoria das Escolas públicas, possibilitando assim o acesso para “todas as classes sociais”, sem distinção.
    Todo governante deveria valorizar nossos cientistas, nossas pesquisas, em fim, tudo o que é Brasil.

    Maria Lúcia
    16/04/2009
    Jacareí – SP.

  12. Caro amigo, se me permite usarei umas informações do seu blog para uns flys virutais da campanha “não reeleja ninguém”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.