Gravadora laser – A saga, ou “o buraco era mais em baixo!”

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Como eu disse antes neste post, comprei uma gravadora laser em kit lá no Bangood há um tempo atras e só montei ela dois dias atrás, por conta de minha viagem de férias.

Essa aqui

Minha ideia inicial era de que bastaria comprar, montar e meter a bicha pra funcionar e tudo estaria 100% divertido. Obviamente, a realidade como não raro acontece, contraria minhas expectativas otimistas e me mostra que o buraco é sempre mais em baixo. Não vou dizer que não valha a pena comprar tal traquitana, uma vez que mexer com raio laser é sempre legal, mesmo quando as coisas não dão completamente certo. Aprender tem muito mais a ver com errar e descobrir novos erros do que acertar de primeira, de modo que aceito os problemas como parte do negócio. No entanto, fica aquele gostinho de que fui meio mongolão de achar que era só comprar montar e usar. O aprendizado inerente ao uso de tal dispositivo não é dos menores.

Vem desmontado com um manual que deveria se chamar “foda-se”

Assim, eu realmente recomendo que quem esta pensando em gastar grana com isso, avalie BEM se é isso mesmo que você quer, porque custa quase mil pratas, e se você der um vacilo, um vacilo MÍNIMO na montagem dessa porra o trabalho sai TODO CAGADO, e você termina com um peso de papel enorme que é capaz de gerar fumaça.

Meu primeiro teste com um desenho mais complexo

Curioso que meus primeiros testes com a gravadora laser me encheram de uma vã esperança de que tudo ia se ajeitar rápido. Mas logo a coisa se provou difícil. As correias que são tracionadas pelos motores precisam ficar com um aperto não muito forte e nem podem ficar bambas. É coisa de ajuste muito, muito fino. Como dizima minha vó, coisa pra chinês tarado virgem.

De cara já adianto que se você comprar existem algumas cascas de banana:

  • O manual dessa gravadora laser é um cu!
  • Sim, na montagem vai sobrar peça na caixa da gravadora laser. Eles mandam a mais. Pelo menos não mandaram a menos!
  • Você vai ficar perdido como cão em dia de mudança na parte de saber onde vai cada conector dos motores da gravadora, porque o retardado que projetou a placa controladora, esqueceu de escrever nos conectores qual era o X e qual era cada um dos Y.
  • Você vai sair em busca de soluções e cairá num forum, onde se registrar se provará uma tarefa medonha de complicada, e (dica) precisa mandar um email pedindo para eles te aceitarem. Pulei essa etapa graças ao meu amigo Doug.
  • Espere como certeza absoluta toda sorte de erros, desenhos tortos ou linhas estranhas, falhas, ou variações na queima. Não tem solução fácil pra nada disso. Mas no fórum a gente se alegra de ver que tem nego com uns problemas bem piores.
  • O programa que vem com o bagulho tem um cavalo de troia. Provavelmente assim que a china tenta ferrar os EUA.
  • Há outros programas, e recentemente o fabricante, a EleksMaker fez um programa próprio que é: Adivinha? Um cu.
  • O programa da eleksmaker não vai funcionar na sua maquina a menos que você mude o seu windows para o padrão de unidades dos EUA.
  • Quando ele finalmente funcionar, espere por um programa instável e literalmente esquizofrênico para usar. Assim, logo você vai cair na real que precisa de um melhor e o bom é que existe, mas é pago. Prepara o bolso.
  • Tem outro, que é uma opção grátis, que é muito enrolada de instalar. Eu desanimei dele porque não consegui fazer ele achar minha maquina. É preciso transformar sua maquina num servidor emulado para dar certo.
  • É como um game: Uma vez que você consegue passar todos os desafios surge outro, e esse é sempre pior. Atualmente meu final Boss se chama: Alinhamento e velocidade.

Dito isso, talvez um investimento de trinta mil reais para ter um gravador/cortador laser “de VERDADE” (laser co2) valha realmente à pena se você quer ganhar grana com isso diretamente.
Mas se você tiver saco e persistência, talvez consiga bons resultados. Ainda estou estudando.
Um dos problemas que estou enfrentando é definir como lidar com a fumaça. Em ambiente fechado fica MEGA enfumaçado se você vai trabalhar com madeira e recorte. Talvez a solução seja comprar extensão de dez metros de cabo USB e colocar a maquina na varanda. Ou talvez eu baixe logo o Magaiver e construa uma caixa de MDF pra ela com exaustor e filtro de carvão.  Mas eu só vou fazer isso se realmente entender que foi um investimento de verdade e não um gasto. Atualmente esse troço esta na fronteira de um gasto com um investimento duvidoso. Vamos ver se me acerto com ele.

Se você tem uma empresa de gravadoras laser de Co2, leu isso e gostaria de um review de sua maquina para mais de um milhão de leitores é só falar comigo. (vai que, né?)

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

5 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.