Foto Gump do dia: peridoto, a jóia do espaço

Sharing is caring!

Sabe a Kriptonita, que tem a estranha capacidade de sugar os poderes do Super -Homem?

A Kriptonita, como sabemos é só um pedaço cristalino e verde luminescente do planeta natal de  Kal-El, que veio, por acaso do destino, a cair na Terra.

Obviamente que a Kroptonita não existe fora da ficção, mas talvez você se espante em saber que existem MESMO pedras verdes cristalinas que caem na Terra vindas das profundezas do espaço. E com esse mineral intrigante,pode se fazer até jóias.

Trata-se do Peridoto (Olivina)

O Peridoto já foi descoberto em diversos meteoros que caíram na Terra. Esse curioso e belo mineral também já foi descoberto em Marte e até na Lua.

peridot

 

O que eu acho mais interessante desse mineral é que ele se parece MUITO com a forma que aprendemos a imaginar a Kriptonita.

Segundo a Wikipedia, o Peridoto, crisólita ou crisólito é uma variedade de forsterite, uma das formas da olivina, utilizada em ourivesaria como gema. É geralmente verde-esmeralda ou verde-claro, podendo contudo apresenta variantes de coloração amarelo-esverdeado, verde-acastanhado ou castanho.

peridot_rough_cut

Aqui na Terra os cristais do peridoto são explorados pelo menos desde o início do primeiro milênio a.C. na pequena ilha de Zabargad, situada no Mar Vermelho, nas imediações da península de Ras Banas.
A ilha teve o nome de Topazos, e os cruzados dedicaram-na São João, como muitas vezes a ilha é chamada, mas ignoraram as suas riquezas minerais, um segredo durante muito tempo bem guardado dos estrangeiros. A jazida de peridoto de Zabargad é historicamente a mais celebre e a mais importante. A exploração encontra-se atualmente abandonada.

Hoje a maior jazida de Peridotos na Terra fica em San Carlos, próximas ao rio Gila, no Arizona (Estados Unidos).

Peridotos espaciais

tumblr_m823u1Gzgk1r2j7ub

Quando um meteorito de 419 Kg caiu em Fukang, China, no ano 2000, havia poucos sinais da beleza secreta que ele trazia dentro de si. Mas quando uma fatia fina foi removida da rocha espacial, criando uma janela para seu interior, uma visão impressionante se revelou. Aquele não era um meteorito normal.

Ali estava uma pallasita extremamente rara – um tipo de meteorito de ferro pedregoso – que continha grandes quantidades de gemas de peridotos translúcidos, dispersos na forma de favo de mel prateado de níquel-ferro.
tumblr_m823w2Gu2y1r2j7ub
Agora apelidado de “meteorito Fukang”, o visitante do espaço que acredita-se tem 4,5 bilhões de anos (aproximadamente a mesma idade do nosso Sistema Solar) é um dos mais espetaculares meteoritos já descobertos em todos os tempos.

Menos de 1% de todos os meteoritos são palasitos porque muito poucos espécimes podem sobreviver a descida através da atmosfera da Terra. Os que sobrevivem geralmente explodem em vários pedaços menores. Os cientistas acreditam os meteoros palasitos são “relíquias de planetas que se formaram”.

O Peridot é a única pedra preciosa até agora encontrada em meteoros e também a primeira jóia a ser descoberta em outro planeta. O pouso em Marte de 2003 revelou que o Planeta Vermelho é coberto em cerca de 19 mil quilômetros quadrados de cristais de peridoto verdes.

Peridot_2b

A coisa mais linda do meteoro de Fukang é que a luz do sol atravessa a rocha e se funde nos peridotos com um espetacular efeito de vitral. Era esperado que algo assim se tornasse uma peça de museu, mas os chineses leiloaram a mesma em 2008.
tumblr_m823v4iarR1r2j7ub

fonte fonte

Comments

comments

Luminária Ufo

7 comentários em “Foto Gump do dia: peridoto, a jóia do espaço”

  1. Haaaa! Ainda bem que voce falou logo no início. Já estava começando a passar mal só de ver aquela pedra verde (kriptonita) …aaarrgggh! Ufa! Hehe!

    Responder
  2. Fora ser utilizada em decoração, quais seriam os outros usos dessa pedra?

    Algum químico pode tirar a duvida se já era previsto esse tipo de minério?

    Responder
    • Boas perguntas, mas não sei responder nenhuma delas. No entanto, ter pedras preciosas no espaço não é nenhuma novidade, já que há temperaturas, elementos quimicos e variações de pressão e gravidade que geram toda forma de cristalizações. Sabe-se, por exemplo, que há planetas cobertos de diamantes no espaço. Há aliás, planetas inteiros que são diamantes.
      Mas é interessante imaginar a geologia espacial, na medida em que sabemos que dado os pesos atômicos dos elementos, cada planeta de acordo com sua proximidade com a estrela de um sistema solar tende a ter características ligeiramente diferentes em sua composição. Há planetas com mais quantidade de certos elementos que outros. Assim, poderíamos imaginar um planeta cheio de ouro e prata, onde esses metais não valeriam nada, mas por outro lado, o urânio poderia valer fortunas.

      Responder
  3. Está pedra ( Gema ) Aparece em Steven Universe , como uma Gem uma vilã, Steven Universe é um dos melhores desenhos animados deste ano, produzida pela Cartoon, tendo como criadora Rebecca Sugar.

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoie este projeto

Criar este website não é uma tarefa fácil. Mais de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários e conteúdo próprio, demandam muito trabalho. Saiba como você pode ajudar a manter o Mundo Gump cada vez melhor e evitar que ESTE SITE ACABE
Ajuda aí?
MUNDO GUMP – © 2006 – 2020 – Todos os direitos reservados.