Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp

Fomos numa loja comprar umas roupas e enquanto a primeira dama experimentava uma saia eu fiquei lá com aquela cara de quem está de saco cheio. Aí em cima de um balcão eu vi um desses jornalecos de quinta categoria de distribuição gratuita. (jornal City Niterói pag. 23)  Comecei a ler para passar o tempo e ali no meio do jornalzinho tinha um comparativo de preços que me inspirou a fazer este post.

Existem muitas coisas no mundo para as quais não existem muitas explicações, e quando existem, elas carecem de um certo rigor científico, sendo inteiramente baseadas em achismos, religiosidade new age e especulações.

Uma dessas coisas é o preço da Gasolina. A Gasolina comum na Argentina é parecida com a nossa, com a diferença que não tem álcool. Ou seja, é pura e não essa garapa misturada com tubaína que nos oferecem aqui por R$ 2,89 o litro. Lá a gasolina comum custa 1,99 pesos, o que significa que vale R$1,00 o litro.  A Gasolina Super na Argentina está 2,30 pesos, ou 1,15 real o litro. Já a Gasolina Fangio de alta octanagem, a mais cara do país deles, está 2,89 pesos, ou R$ 1,45.

Sabemos que a Petrobrás exporta para a Argentina gasolina a R$ 0,65!

Isso me lembrou um email que eu tinha recebido há algum tempo atrás. Fui dar uma olhada nos meus backups em busca do email e achei. É mais ou menos o seguinte (valores um pouco defasados pelo tempo, mas dá pra ter a idéia da coisa)

Composição do preço gasolina (reais) :

Gasolina “A” 800ml (pura, vendida pela Petrobrás) = R$ 0,80
Álcool anidro 200 ml (20% misturado à gasolina) = R$ 0,24

TOTAL = R$ 1,04 / Litro
+
CIDE – PIS/COFINS (Imposto Federal) = R$ 0,44
ICMS (Imposto Estadual) = R$ 0,64
TOTAL DE IMPOSTOS (104% do Preço Bruto) = R$ 1,08

TOTAL (CUSTO + IMPOSTOS) = R$ 2,12
+
LUCRO DA DISTRIBUIDORA (Média por Litro) = R$ 0,08
FRETE (Média por Litro) = R$ 0,02
LUCRO DO POSTO (Média por Litro) = R$ 0,25

FINALIZANDO:
VALOR NA BOMBA COM IMPOSTOS = R$ 2,47
VALOR NA BOMBA SEM IMPOSTOS = R$ 1,39

Portanto, se você consome 200 litros de gasolina por mês, o bolo fica dividido assim:

DONO DO CARRO (otário 01- Você, no caso…) GASTA: R$ 494,00
DONO DO POSTO (otário 02) GANHA: R$ 50,00
DONO DO CAMINHÃO (otário 03) GANHA: R$ 4,00
PETROBRÁS (já não tão otária assim…) GANHA: R$ 16,00
GOVERNO (nem um pouco otário…) GANHA: R$ 216,00

Mas o lance bizarro não se resume a apenas combustível.

Na compra de veículo a coisa é tambem escabrosa. Na Argentina, um Gol 3 portas Power custa 27.600 pesos, ou R$ 14.800. Aqui pagaríamos pelo mesmo carro algo na faixa dos 22 mil rais.

Uma Ford F250 na argentina sai pelo equivalente a 54.300 reais. Aqui pagarímos 99 mil reais!

Se o carro fosse um vectra zero na Argentina, nós pagaríamos 41.300 enquanto aqui o mesmo carro, sai por 81 mil reais.

Se o carro fosse um nissan Frontier 4X4 o carro na Argentina sai por menos de 44 mil reais, enquanto aqui o veículo custa 110.000 reais.

É basicamente por aí que estão as difeneças entre os carros brasileiros e no país vizinho ao nosso, com a diferença de que lá praticamente todos os carros tem a opção de virem com motor diesel.

Isso sem falar que nas estradas Argentinas, a ampla maioria mantida em boas condições, o pedagio custa 3,40 pesos, ou 1 real e 70 centavos  a cada 300km. Aqui pagamos 28 reais para percorrer a mesma distância. (dependendo da estrada e trecho, o valor pode ser até mais alto)

Pode não parecer, mas existe uma explicação totalmente lógica e coerente para tal diferença de valores entre esses produtos e serviços:

A explicação disso está no uso desavergonhado dos cartões corporativos, senadores a 600 mil por mês,  deputados e sua farra de auxílios,  verbas de gabinete, contratações, cargos de confiança, perdularidade com o dinheiro público, festas do Itamaraty regadas a champanhe francês e camarões VG, solenidades mil, recepções, verbas de publicidade, mensalão, uma dezena de ministérios inúteis, pagamento a partidos, viagens, Aerolula, aumento do teto salarial do judiciário e seu respectivo efeito em cascata e etc. Contratações, licitações inúteis, banners do senado a 40.000 reais ao mês para os blogs de amigos do rei, entre outras coisinhas mais…

O dinheiro sai de algum lugar. E é do seu bolso. Duvida? Clique aqui no link deprê!

Simples, né?

Agora vem, una-se a mim.

Explicando o inexplicável

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

24 ideias sobre “Explicando o inexplicável

  • 13 de setembro de 2008 em 18:00
    Permalink

    Esse ano comecei a fazer pré vestibular e conheci o professor de espanhol, que é um cara que morou quase a vida inteira em países latinos de língua espanhola.
    A gente conversa muito e ele acabou me convencendo a pesquisar sobre estudar na Argentina. Pois bem, lá fui eu… Me deparei com o mercado livre argentino. Quis logo olhar o preço de um celular caro, tipo o N95, pra comparar a valorização da moeda. Resultado: com mil reais, eu trago um desses pro Brasil. Tudo aqui tem imposto demais! Fala sério, deve ter imposto até pro Lula limpar suas nádegas!

    Depois de ler um post desses, a vontade que dá é ir até lá com uns galões vazios e voltar vendendo pela estrada!

    Resposta
  • 13 de setembro de 2008 em 18:23
    Permalink

    Homens públicos só podem utilizar bens públicos, nada de hospital particular, escola particular pros filhos ou jatinho; e, pena de morte para crime de colarinho branco.

    O problema que os mesmos homens que nos roubam, votam nossas leis e assim sendo, essas duas simplérrimas leis que nos livrariam de boa parte da corrupção, nunca passariam, pois ninguém quer colocar o seu na reta. Passei a vida inteira ouvindo que a democracia é o melhor governo possível, e ainda acredito nisso, mas é cada vez mais difícil, ainda mais com a ignorância atroz do povo brasileiro. Desse jeito, vamos ouvir por mais 30 anos que o brasil é o país do futuro.

    Resposta
  • 13 de setembro de 2008 em 18:37
    Permalink

    Que merda hem.. revoltante.. acho que a imprensa (que tb nao deve se beneficiar da quantidade absurda dos impostos) deveria cair em cima.. aproveitar o pouco de liberdade de expressao que ainda nos resta, e criticar direto, ate alguma coisa ser feita.. no lugar de fazer reportagens sensacionalistas sobre criancas assassinadas, acordar a populacao pra algo que de fato pode ser mudado.

    Resposta
  • 13 de setembro de 2008 em 19:05
    Permalink

    Concordo com o Guaré….

    Nossos políticos deveriam além de usar os serviços públicos , contentarem-se com seus salários que já são bem altos ,ao invés de se privilegiarem de regalias cmo carro, casa assessores etc. etc…

    Resposta
  • 13 de setembro de 2008 em 19:07
    Permalink

    Completando: ISTO É UMA VERGONHA!!

    Mas serve para nós cada vez mais nos preocuparmos em quem votar…
    Seé que tem opção… :argh:

    Resposta
  • 13 de setembro de 2008 em 19:10
    Permalink

    isso é revoltante.dá vontade de ir lá e matar a todos os politicos e estabelecer uma nova ordem…nao usporto ver os hospitais..escolas..q alias…uma naçao sem ensino de qualidade nao é uma naçao e sim uma especie de operaçao faz de conta;os hospitais sao uma piada…é como o Guaré disse…homens publicos deviam usa apenas os bens publicos pois sao por aí q eles deveriam começar dá bom exemplo…clocando seus filhos em escolas e hospitais onde eles mesmos q comandam esses bens. mas kd?nao vemos nada disso..e sim coisas absurdas..viagens…escolas particulares…hospitais dos melhores(isso se nao for la fora)..eles deitam e rolam.achoq nós brasileiros devemos nos desatar dessas correntes..e saber oq realmente ta acontecendo no nosso amado BRASIL…e acho q ja ta passando da hora de fazemos isso.
    deveriamos impor uma revoluçao…toda a naçao se movimentar e se mexer pra valer para q esses homens q se dizem ser nossos servidores representantes do sistema ve q nao estamos brincado mais…pq a brincadeira acabou e assim eles ficariam sem saber oq fazer.a gasolina é abusiva há anos…só aumentam…e nada mais.e fora as aduteraçoes co outros compostos quimicos q vemos por aí.bem..essa é minha revolta contra esse governo FILHA de uma PULICIA para a rapaziada do MUNDO GUMP.
    abraços a todos! :X :X :X

    Resposta
  • 13 de setembro de 2008 em 20:49
    Permalink

    Apenas sentar e chorar, com ódio e inconformação eu tenho que dizer que é impossível uma ”revolução” num país onde a mídia manipula as informações diariamente em pról da sobrevivência da corrupção, é impossível uma revolução num país onde o nível de educação escolar é mínimo e é impossível uma revolução num país onde ser ”esperto” é sinônimo de ser ”malandro”.

    Resposta
  • 13 de setembro de 2008 em 21:01
    Permalink

    \o/
    Esse é o pais em que vivemos.. ame-o ou deixe-o. Infelizmente o candidato eleito lá é um reflexo nosso; é um dentre nós que nos representa lá em cima. Sabe o que podemos fazer para mudar isso? Não é começar com aquela maçã podre, pois ela já esta estragada, e sim começar por nos mesmos. Assim que o brasileiro ( vendo pelo lado unitário ) parar de querer levar vantagem em tudo ( furando fila, trocando de faixa sem dar seta, colar na prova, roubar o troco do pão ) TALVEZ, TALVEZ a gente consiga alterar o povo brasileiro e eleger um reflexo decente. Enquanto isso, vou votar nulo, porque acho que qualquer candidato ali só quer um dinheiro melhor no fim do mês…

    Resposta
  • 13 de setembro de 2008 em 21:28
    Permalink

    Sabe, sobre o post, digo uma coisa, esse povo merece q o governo cobre mesmo e explore ao maximo, sabe pq? pq esse pais é um pais de gente passiva, gente q diz q do jeito q ta ta bom, q não faz um protesto, que não briga pelos proprios direitos, alias nem sabe quais são os proprios direitos, e quando voce resolve fazer algum protesto como eu ja tentei dizem: A não adianta, quem pode com o governo, ou A vc é louco vai procurar oque fazer! af… só sei que os que reclamam fize-sem algo algo poderia ser mudado e não ficar só no falatorio!

    Resposta
  • 13 de setembro de 2008 em 21:41
    Permalink

    Vergonhoso, vergonhoso! D:

    Resposta
  • 13 de setembro de 2008 em 23:13
    Permalink

    Tenho um irmão que mora nos EUA e fico puto da vida em ver os preços das coisas por lá , carros, eletrônicos, eletrodomésticos , e outras coisas bem mais baratos do que aqui no Brasil. Só para ter uma idéia um BMW 335i sport lá custa o equivalente a R$ 96.000,00 , aqui o mesmo carro sai por R$ 280.000,00, olha que lá quanto aqui o carro é importado da Alemanha , então porque de tanta diferença no preço se o produto é o mesmo ?
    O pior são os preços dos carros ditos de “ricos” aqui no Brasil , Toyota Corolla e Honda Civic, lá custam em média a R$ 29.600,00 e aqui saem por volta de R$ 70.000,00 e ambos os carros são fabricados tanto aqui e nos EUA, com um detalhe , a mão de obra lá é muito mais bem paga do que a daqui , o que ferra são os impostos, incluíndo aí os encargos trabalhistas, vocês sabiam que de cada R$ 1,00 que a empresa paga ao trabalhador o governo recebe da mesma empresa mais de R$ 1,00 de encargos , é por isso que o Brasil não é um país competitivo , o governo ao invés de ajudar só atrapalha .
    O pior é ficar ouvindo desse presidente que o petróleo da camada do pré-sal fará uma revolução no Brasil , de que a produção excedente será transformada em derivados e exportada , será que vai ser exportada a preço de banana como é hoje ? se for, prefiro que esse petróleo seja utilizado apenas no futuro como uma reserva estratégica , como os EUA fazem , compram o petróleo de países que são desesperados para vendê-lo , Venezuela , México , Arábia Saudita e mantém as suas reservas estratégicas intocadas apenas para serem utilizadas no futuro , olhem que os EUA compram aproximadamente 50% do petróleo que consomem e a gasolina por lá custa o equivalente a R$ 1,40.

    Resposta
  • 14 de setembro de 2008 em 0:50
    Permalink

    Deixa eu ser antipático e polêmico.

    Se os nossos preços fossem iguais aos da Argentina, promovendo assim uma (sic) “inclusão social” dos automóveis da mesma forma que o computador do milhão e as lan-houses fizeram com a internet, nosso transito estaria totalmente paralisado em todas as cidades e a qualidade do nosso ar estaria ainda mais insuportável só para citar os dois primeiros problemas que me vêem a cabeça.

    Querem preços decentes ? Precisam viver em um pais decente primeiro.

    Resposta
  • 14 de setembro de 2008 em 12:07
    Permalink

    [quote comment=”34747″]Deixa eu ser antipático e polêmico.

    Se os nossos preços fossem iguais aos da Argentina, promovendo assim uma (sic) “inclusão social” dos automóveis da mesma forma que o computador do milhão e as lan-houses fizeram com a internet, nosso transito estaria totalmente paralisado em todas as cidades e a qualidade do nosso ar estaria ainda mais insuportável só para citar os dois primeiros problemas que me vêem a cabeça.

    Querem preços decentes ? Precisam viver em um pais decente primeiro.[/quote]

    Não achei seu comentário antipático cara. Ao contrário. Achei sensato e realista. Não precisamos de mais carros. Mas a questão acho que nem é o carro ou a gasolina. A questão é que a carga tributária é totalmente sem noção no Brasil e isso inclui absolutamente tudo. Tem coisa que é burrice ter carga tributária. Quer um exemplo? Uma maquina de hemodiálise. Este é um equipamento medico, que salva vidas. A maior parte dos equipamentos de alta tecnologia de uso medico sofrem tributações excessivas e em cascata, em alguns casos duplicando e até quadruplicando o preço do equipamento. Isso significa que o próprio Estado limita sua capacidade de compra e atendimento ao povo. Agora estenda isso a tudo, computadores, bicicletas, pedágio, até mesmo comida.
    Ninguém tira da minha cabeça que um dos maiores problemas do Brasil é justamente o excesso de arrecadação. Com muito dinheiro no caixa é fácil ter erros e desvios. Se o Brasil tivesse menos grana teria que aplicar o dinheiro de modo mais racional. Aprenderia a gerir.

    Resposta
  • 14 de setembro de 2008 em 12:18
    Permalink

    [quote comment=”34733″]Tenho um irmão que mora nos EUA e fico puto da vida em ver os preços das coisas por lá , carros, eletrônicos, eletrodomésticos , e outras coisas bem mais baratos do que aqui no Brasil. Só para ter uma idéia um BMW 335i sport lá custa o equivalente a R$ 96.000,00 , aqui o mesmo carro sai por R$ 280.000,00, olha que lá quanto aqui o carro é importado da Alemanha , então porque de tanta diferença no preço se o produto é o mesmo ?
    O pior são os preços dos carros ditos de “ricos” aqui no Brasil , Toyota Corolla e Honda Civic, lá custam em média a R$ 29.600,00 e aqui saem por volta de R$ 70.000,00 e ambos os carros são fabricados tanto aqui e nos EUA, com um detalhe , a mão de obra lá é muito mais bem paga do que a daqui , o que ferra são os impostos, incluíndo aí os encargos trabalhistas, vocês sabiam que de cada R$ 1,00 que a empresa paga ao trabalhador o governo recebe da mesma empresa mais de R$ 1,00 de encargos , é por isso que o Brasil não é um país competitivo , o governo ao invés de ajudar só atrapalha .
    O pior é ficar ouvindo desse presidente que o petróleo da camada do pré-sal fará uma revolução no Brasil , de que a produção excedente será transformada em derivados e exportada , será que vai ser exportada a preço de banana como é hoje ? se for, prefiro que esse petróleo seja utilizado apenas no futuro como uma reserva estratégica , como os EUA fazem , compram o petróleo de países que são desesperados para vendê-lo , Venezuela , México , Arábia Saudita e mantém as suas reservas estratégicas intocadas apenas para serem utilizadas no futuro , olhem que os EUA compram aproximadamente 50% do petróleo que consomem e a gasolina por lá custa o equivalente a R$ 1,40.[/quote]

    Este é um outro problema sério, porque os EUA estão pressionando o Brasil a exportar pra eles este petróleo. Vai ser a cagada mais homérica da história trocar o petróleo por dolares. Vamos vender óleo bruto por preços ridiculamente pequenos como o Mexico fez e se ferrou.
    Voltando o lance dos preços, a sacanagem tributária é tão grande no Brasil que uma lei que exigia a separação do valor do produto das taxas (como é nos estados unidos) foi vetada no congresso. Por que? Porque isso dá a percepção ao povo do absurdo monte de dinheiro que o governo garfa nele.
    Mas se isso fosse assim, teríamos visto uma redução clara no preço de tudo quando a CPMF foi para o saco. Mas isso não aconteceu. Os preços ficaram como estavam e a diferença que ia para o governo passou a ir para o empresário.
    A separação do valor do produto da taxa de imposto que incide sobre ele, explícito no ponto de venda, seria um dos maiores benefícios políticos para o cidadão.

    Resposta
  • 14 de setembro de 2008 em 12:22
    Permalink

    Tudo é dito que para mudar é preciso votar direito certo? então vamos analisar algumas situações de principio da natureza humana e moral civica.
    Primeiro é que a natureza humana o instinto de sobrevivencia a qualquer custo havendo ai uma competição dentro da especie. Como que um ser humano vai apoiar sua sobrevivencia em outro ser humano? canalizando isso para o sentido politico, uma pessoa que provavelmente nunca viu e nem te conhece, vai te ajudar ou facilitar a vida do sujeito?
    e segundo que o proprio nome brasileiro já remete a ideia de esculhambação e raizes colonias.Porque? ora
    é simples, na lingua portuguesa o que termina com “eiro” é ligado a alguma atividade de cunho economico, explorativo ou sujeito picareta mesmo! como pedreiro, borracheiro, marketeiro! hehehe…. o correto seria brasiliano, não? até os americanos nos respeitam mais que nós proprios nos chamando de Brazilian ou tradução direta brasiliano! não sei… mais se nós não começarmos a nos organizar em grupos sociais fortes isso vai continuar e o brasileiro de bem vai entrar em extinção.

    Resposta
  • 14 de setembro de 2008 em 12:39
    Permalink

    [quote comment=”34819″]
    e segundo que o proprio nome brasileiro já remete a ideia de esculhambação e raizes colonias.Porque? ora
    é simples, na lingua portuguesa o que termina com “eiro” é ligado a alguma atividade de cunho economico, explorativo ou sujeito picareta mesmo! como pedreiro, borracheiro, marketeiro! [/quote]

    Cara, nunca tinha me ligado disso. D:

    Resposta
  • 14 de setembro de 2008 em 15:08
    Permalink

    O Brasil é um país ladrão mesmo. Na Índia desenvolveram um carro pra ser vendido por US$ 5.000,00 e parece que a Fiat o produzirá aqui no Brasil, pois em entrevista em conjunto com o senhor Lula eles anunciaram felizes que o Brasil terá um carro popular 0 Km por menos de R$ 15.000,00, mas se bobear vão querer aumentar ainda mais o preço….

    Resposta
  • 14 de setembro de 2008 em 19:13
    Permalink

    Voce esta certo nas outras criticas, mas eu discordo no caso do imposto sobre a gasolina. Eh importante que haja um imposto alto sobre a gasolina por dois fatores:
    1) Aquecimento Global e poluicao em geral.
    2) Congestionamento nas grandes cidades.

    Sobre os outros impostos, estao muito altos mesmo e eu nao vejo melhora no futuro, pq tantos os partidos de deireita e esquerda adoram aumenta-los.

    Resposta
  • 14 de setembro de 2008 em 19:55
    Permalink

    [quote comment=”34847″]Voce esta certo nas outras criticas, mas eu discordo no caso do imposto sobre a gasolina. Eh importante que haja um imposto alto sobre a gasolina por dois fatores:
    1) Aquecimento Global e poluicao em geral.
    2) Congestionamento nas grandes cidades.

    Sobre os outros impostos, estao muito altos mesmo e eu nao vejo melhora no futuro, pq tantos os partidos de deireita e esquerda adoram aumenta-los.[/quote]

    Infelizmente, sobretaxar a gasolina (roubar os brasileiros) como a petrobras faz não muda nada na questão do aquecimento global. A petrobras vende O NOSSO petroleo mais barato para outros países. Esta gasolina não queimada aqui é queimada lá fora. Como o planeta é o mesmo, isso não muda nada.
    Outra coisa, existem milhões de pesquisas que mostram quem são os verdadeiros vilões do aquecimento global. Não são os carros movidos a gasolina. São os aviões.
    Um avião joga um volume incomensurável de monóxido de carbono na atmosfera. Fora os aviões, tem também as usinas de carvão. Eu não estou dando desculpa para defender a indústria automotiva, muito pelo contrário, eu acho que o governo é molenga com relação a certas coisas. Por exemplo, voc~e sabia que o Palio -Esse modelo novo do palio não consegue passar na verificação de emissão de gases?
    POis o ministro Minc deu um prazo para que a fiat resolva o problema dos carros dela. O prazo passou e a FIAT CAGOU E ANDOU para o ministro. Os carros Palio não pararam de ser fabricados. Eles estão saindo no mercado com problemas de emissão além do que estabelece a Feema. O governo? Pagou mico e ficou falando sozinho.
    A Petrobrás teve também uma data para colocar no mercado o diesel menos poluente. A data passou e a Petrobrás CAGOU E ANDOU para o Minc. O Minc não querendo arrumar complicação com a maior empresa nacional, que está nas graças do lula com o petroleo pré sal, deu outro prazo. O novo prazo passou e novamente a Petrobras CAGOU E ANDOU.
    Claro que eu acho que o Brasil precisa ter menos carros, ter um uso mais racional do transporte e tudo mais. Porém é patente que o governo não investe na proporção que arrecada na infraestrutura. É mole demais em aplicar multas e cobrar dos que desresepeitam as leis, e é completamente incompetente em estabelecer soluções para o ordenamento urbano nos grandes centros.

    Resposta
  • 15 de setembro de 2008 em 9:28
    Permalink

    Eu cada vez fico com mais vergonha desse pais. A corrupção está cada vez mais descarada, temos um presidente retardado e já é a segunda eleição que não tenho em quem votar. Mas não é só la em cima o problema, o povo age da mesma forma sempre querendo se dar bem em cima dos outros, meu amigo falou q na Europa se um brasileiro é visto entrando numa loja de perfumes ja escondem as amostras gratis. Em Buenos Aires tem um bar q nao cobra antrada e tem cerveja de graça até as 22 hrs, é um bar bem frequentado. Se fosse por aqui estaria cheio de bebum e o cara ia fechar as portas em 1 mes. Eu gosto de ser brasileiro, mas desse jeito ta dificil.

    Resposta
  • 15 de setembro de 2008 em 10:17
    Permalink

    Muito bom o post….
    mostra que criticamos nossos “hermanos” mas a petrobras “DÁ” a gasolina para eles……….

    Resposta
  • 15 de setembro de 2008 em 11:59
    Permalink

    Uma solução simples.. É espalhar uma noticia de que vai haver uma dessas reuniões extraordinárias com tripla remuneração… O planalto vai lotar. Trancam-se todas as potas e faz uma chacina ao vivo pela Tv senado. E depois explode com uma bomba bem bonita.

    Mas de qualquer forma.É uma vergonha. Acho que enquanto alguém sério não for pro poder, e der um jeito nessa bagunça, fic dificil. E o unico jeito que eu vejo de resolver, seria dissolvendo parlamento, senado e tudo mais pra refazer as coisas do zero. Mas é fogo -.-

    Resposta
  • 15 de setembro de 2008 em 20:41
    Permalink

    Mas será que a realidade do Brasil é tão ruim assim mesmo? A situação da Argentina não é lá essas coisas comparada à do Brasil, e se nossos políticos fossem tão corruptos assim provavelmente já teriam sido tomadas medidas. Até mesmo nos paises mais desenvolvidos do mundo há críticas do povo para o governo “ladrão” dos mesmos. O homem no mundo todo é igual, só muda a cor. O homem naturalmente é corrupto. Sai ganhando o país que consegue conter melhor a corrupção humana com um sistema de fiscalização mais eficiente.

    Resposta
  • 16 de setembro de 2008 em 16:40
    Permalink

    Muito bom o post, realmente de utilidade publica, todos tem que ficar sabendo dessas coisas, assim talves o povo reaja, apesar de eu achar muito dificil 🙁 . Tomei a liberdade de linkar o post no meu insignificante blog.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.