Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

O número de amigos é um espelho do nosso egocentrismo

Um estudo publicado no Journal of Personality and Social Psychology descobriu que as pessoas são mais atraentes para nós como amigos se tiverem poucos deles. Ao mesmo tempo, tendemos a acreditar que a popularidade nos torna mais atraentes para amigos em potencial. Este “paradoxo do número de amigos” é explicado pelo nosso ponto de vista egocêntrico, ou seja, incapacidade ou falta de vontade de ver o que está acontecendo do ponto de vista dos outros.
Pessoas com menos amigos têm maior probabilidade de atrair novos amigos do que pessoas que já têm um amplo círculo social, mas elas acham que o oposto é verdadeiro.

Os autores chamam este conceito de “paradoxo do número de amigos”, segundo o qual, em nossa opinião, atrairemos mais amigos se nos tornarmos mais populares, mas, ao mesmo tempo, estaremos mais interessados ​​na amizade com os outros se soubermos que eles são mais seletivos em suas amizades.

Xiangchi Dai, professor assistente de marketing na Universidade da China de Escola de Negócios de Hong Kong e autor da pesquisa nos diz:

“As relações sociais são a chave para o nosso bem-estar, mas nossas crenças não profissionais são frequentemente falhas e adotamos estratégias abaixo do ideal quando iniciamos essas relações.”

Cientistas realizaram pesquisas para encontrar amigos rapidamente
Dai e seus colegas conduziram 6 estudos sobre cenários de namoro online e pessoalmente.

Nos primeiros 3 estudos, os participantes foram apresentados a cenários para avaliar a discrepância entre o que eles previram que os outros querem ser amigos e o que eles querem de um amigo. Os cientistas descobriram que as pessoas desejam relacionamentos de qualidade, que são mais difíceis de conseguir com quem tem muitos amigos.

 

“Vemos aspectos negativos, como falta de tempo ou energia para manter a amizade”, disse Dai.

Ao mesmo tempo, as pessoas se esquecem disso quando tentam entender o que os outros querem delas.

Os três outros estudos de “busca rápida de amigos” envolveram pessoas que interagiram ou esperavam interagir com o objetivo de estabelecer amizades duradouras.

Em um estudo, os participantes criaram seus próprios perfis e escolheram alguém para fazer amizade com base em seus perfis. O outro incluiu um evento ao vivo para encontrar rapidamente amigos no campus.

“Nesses casos, as pessoas com mais amigos eram de fato as menos propensas a ter a oportunidade de iniciar um relacionamento potencialmente de longo prazo”, disse Dai, acrescentando que os resultados foram os mesmos, independentemente da idade ou sexo das pessoas.

Os resultados demonstram o ponto de vista egocêntrico das pessoas.

Os cientistas afirmam que o ponto de vista egocêntrico natural das pessoas contribui para o surgimento do “paradoxo do número de amigos”. Ou seja, estamos mais inclinados a impor nossas (neste caso, falsas) ideias sobre nós mesmos aos outros do que a nos colocar no lugar de outras pessoas e aplicar essas ideias a nós mesmos.

Também tendemos a ver os aspectos positivos em ter mais amigos, por exemplo, mostrar boas características ou ter “recursos preciosos que os outros procuram” em nós mesmos.

Ao mesmo tempo, os cientistas acreditam que essa discrepância pode ser explicada por outros fatores. Talvez prefiramos pessoas menos populares porque temos medo da rejeição dos “reis do palco”. Também podemos pensar que escolher alguém com um círculo menor de amigos aumenta nossa influência na sociedade.

Mas, independentemente dos motivos potenciais, os resultados da pesquisa mostram que, ao procurar novas conexões, é melhor não “nos gabarmos” de um grande número de amigos.

fonte

Egocentrismo e o paradoxo do numero de amigos

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido !!