fbpx

ciência

Cientistas criam um novo tipo de matéria

Escrito por Philipe Kling David · 36 segundos de leitura >

Este é o novo estado da matéria

Em 1998, após faturar o prêmio Nobel de Física, Robert Laughlin da Universidades de Stanford na California foi questionado sobre sua descoberta acerca das partículas com carga fracionada, agora conhecidas como quasi-partículas, sobre como esta descoberta afetaria a vida das pessoas. Robert foi curto e grosso na resposta: “Praticamente não vão,” disse ele, “A menos que as pessoas estejam preocupadas ou interessadas em saber como o universo funciona.”

Bem, as pessoas estão. Xiao-Gang Wen, pesquisador do Massachusetts Institute of Technology – MIT e Michael Levin, da Universidade de Harvard, partiram das idéias inovadoras de Laughlin e acabaram desenhando uma possibilidade de um novo estado da matéria, e por tabela, abrindo espaço para a compreensão maior sobre a natureza do espaço-tempo. Levin apresentou o trabalho da dupla no Topological Quantum Computing conference na Universidade da California, em Los Angeles, no início deste mês.

Leia o restante aqui ( em inglês)

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

O som mais alto do mundo

em ciência, Curiosidades
  ·   2 Minutos de leitura

Uma resposta para “Cientistas criam um novo tipo de matéria”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.