Esposa fica chocada quando descobre que seu marido é uma mulher

A história gump começa com uma mulher da Indonésia que soube apenas recentemente que fazia parte de um casamento entre pessoas do mesmo sexo. Chocada, ela  afirma que em 10 meses nunca percebeu que seu marido era na verdade uma mulher.

A mulher de 22 anos, original da cidade de Jambi, foi conhecida apenas por suas iniciais, “NA”, conheceu seu marido em um aplicativo de namoro online. Ele foi registrado como Ahnaf Arrafif e afirmou ser um médico de sucesso que estudou no exterior. Eles se deram bem e, depois de namorar por algumas semanas, Ahnaf veio ficar com ela por cerca de uma semana, período em que ele se comportou impecavelmente como um perfeito cavalheiro. Ele até ajudou a jovem a cuidar de seus pais, que estavam doentes na época, então, quando ele pediu NA em casamento algumas semanas depois, os pais rapidamente os abençoaram.

Logo depois que ela e Ahnaf se casaram, NA e sua família começaram a perceber eventuais coisas estranhas sobre o jovem que os deixaram desconfiados. Primeiro, havia o fato de que, apesar de seus apelos, Ahnaf nunca a levou para conhecer os pais dele.

Depois, havia uma agenda relaxada, que não combinava muito com a tal carreira de médico com múltiplas qualificações.

Mas essas eram todas as coisas que NA provavelmente deixaria de lado, pois Ahnaf era um homem bom. As observações de sua mãe, no entanto, foram muito mais sérias. Ela havia notado que Ahnaf nunca tirava a roupa na frente dos outros, nem mesmo diante de sua esposa, e que ele até tomava banho vestido quando outros estavam na casa.

O World of Buzz relata que, quando NA confrontou o marido sobre os caroços no peito, ele ignorou o problema como sendo um mero problema hormonal. Mas tudo tinha somado, e a mãe da jovem NA estava com cada vez mais “a pulga atrás da orelha”.  Quando Ahnaf chegou em casa um dia e se preparou para tomar banho, a mulher exigiu que ele tirasse a roupa na frente dela para provar que era homem.

Incapaz de sair da situação, Ahnaf tirou a roupa, revelando de maneira dramática, quase cinematográfica, o que a mãe de NA suspeitava: que Anhaf na verdade não tinha um pênis como se esperava. Isso qualificaria Erayani como um homem transgênero?
Sem outra escolha, Ahnaf confessou que seu nome verdadeiro era Erayani e que havia mentido, não apenas sobre seu sexo, como sobre praticamente tudo, inclusive seu trabalho.

Incrivelmente, NA disse ao Tribunal Distrital de Jambi que ela nunca suspeitou que seu marido de 10 meses fosse uma mulher até que sua mãe a forçou a se despir. Eles aparentemente foram íntimos várias vezes, mas Erayani teria usado “as mãos” para agradar a esposa, e ela não suspeitou de nada…

Eu acho essa história um pouco difícil de acreditar e uma hipótese trágica é que na cultura deles a opressão deve ser forte ao ponto de NA ter que mentir para se preservar de ataques à sua sexualidade e tirar o corpo fora, recaindo toda responsabilidade sobre Erayani. Por outro lado, com o lance de se apresentar como um médico, a coisa complicou para Erayani.

Apesar das queixas de NA, Erayani só está no tribunal para responder por falsificar suas qualificações como médica, e não por se passar por homem no casamento.

Pelo que eu li nas notícias, não parece ser um caso de pessoa transgênero, o que seria, aliás bem mais fácil de entender se fosse. Tudo leva a crer que Erayani tem algum tipo de transtorno mental como uma mitomania, e literalmente tentou se passar por outra pessoa.

 

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

  1. Não tem isso de não ser, é homem. Uma pessoa trans não é bizarro, a transfobia assim por clique que é.
    Triste que assim perde leitor assíduo. Triste.

    • Calma, Gabriel. VC está me acusando e projetando um problema pra mim que reconheço que existe na sociedade, mas não vejo no meu post. Eu preciso escrever o artigo de modo que as pessoas entendam o que ocorreu.
      Na verdade a questão do post não é transfobia. Aliás, é bem o oposto disso. O princípio de que “disse que é homem, então é”, ao meu ver, trabalha contra o respeito social à pessoa trans. Ela tem que ter o direito e coragem de se assumir transgênero. E quem não aceitar, que se foda.
      Nesse caso aí, o lance é que era aparentemente uma pessoa com transtornos mentais tentando se passar por alguém que não era ela, tanto que ela vai ser processada por se passar por médica. Agora como que é possível que a moça não percebeu que não era um homem da forma como se apresentou ali eu não sei, pq vendo as fotos tava bem na cara que fisicamente é uma estrutura corporal feminina. Minha hipótese é que NA não teve culhão para enfrentar sua mãe preconceituosa e entubou essa história de “eu não sabia”.
      Uma coisa é: A pessoa se apresentou como uma pessoa transgênero? Zero problema, parabéns e que sejam felizes. Outra coisa é: A pessoa se apresentou como sendo homem… e sendo médica.
      Acho que tudo isso está bem claro no post para quem quiser ver. Para quem quiser ver.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimos artigos

Gripado

O dia da minha quase-morte

Palavras têm poder?

Um clipe musical 100% AI

Linha 3 do Metrô Rio