Casa na árvore de Joel Allen

Sharing is caring!

Eu preciso admitir que desde o momento em que eu soube que a Nivea estava esperando neném eu torci para ser menino. Não que eu não quisesse uma menina. Na verdade, quem espera mais de treze anos para ter um filho, tá topando qualquer negócio. Mas a ideia do filho era legal porque eu poderia fazer alguns projetos como esta casa com ele (ou ela).

Lógico que o Davi é só uma desculpa. Eu quero a casinha pra mim, hehehe.

Desde que me lembro, eu sempre desejei ter uma casa na árvore. Recordo que la pelos nove ou dez anos fiz um monte de esquemas, desenhos e plantas de como seria a casa, como eu faria passagens secretas e saídas de emergência da minha casa na árvore. Talvez eu fosse apenas mais um influenciado pela cultura gringa (como todos os que tiveram infância nos anos 80 eram). O problema é que eu cresci e o desejo de fazer uma casa numa árvore ainda não foi embora.
Com o lance do Davi a caminho, eu volto a pensar nisso. Num projeto coletivo para tocar com o meu sobrinho Miguel e com o Davi, na casa da vó deles, onde tem uma árvore que eu acho que daria pra usar… (isso se ela não mudar de lá)

Hoje esbarrei num design de “casa na árvore” que achei muito maneiro e resolvi compartilhar aqui com vocês. Trata-se de um projeto de Joel Allen.

Joel também sempre desejou fazer uma casinha na árvore e realizou seu sonho com este projeto incrível na Montanha Whistler, no oeste do Canadá. Joel Allen, tinha 26 anos quando decidiu largar o emprego como um desenvolvedor de software e buscar um esquema de enriquecimento rápido. Isso não funcionou exatamente do jeito que ele planejou, e ele logo  se viu precisando de dinheiro. O cara acabou encontrando sua vocação como um carpinteiro, e um dia teve a brilhante ideia de usar seu talento recém-descoberto para construir uma casa na árvore em Whistler Mountain, bem no meio de um dos maiores mercados mundias de habitação.

O problema é que a casa em forma de ovo que ele imaginou iria custar dezenas de milhares de dólares em materiais, mas o que realmente preocupava Joel era o terreno.

Ele não podia se dar ao luxo de comprar uma faixa de terra em Whistler Mountain, local bem próximo a algumas das casas mais luxuosas do planeta, então o jovem Joel decidiu apenas construir sua cabana “no peito e na raça”,  esperando que as pessoas erradas não descobrissem seu plano e acabassem com ele. Quando Joel começou a trabalhar em sua casinha redonda, em 2009, ele gastou 6.500 dólares apenas na estrutura do telhado e fixação. Com a facada nas contas, ele rapidamente percebeu que o resto dos materiais que precisaria seriam ainda muito mais caros. Lascado de dindim, Joel viu que não podia trabalhar com materiais muito caros. Assim, durante dois anos, a casa na árvore de Joel permaneceu um work in progress.

Certo dia, Joel estava a procura de um sofá para sua casa na seção de usados de um site de classificados, quando notou que ali estavam anúncios de mais coisas que apenas móveis velhos. Joel percebeu que poderia comprar um monte de coisa velha e usada na craiglist e adaptar para sua casa na árvore. Não demorou para que seu pequeno apartamento se visse lotado de toda sorte de pedaços de armários, portas velhas, restos de táboas de piso, biombos e porcariadas diversas, compradas na internet, por míseros trocados. Joel estima que esse método construtivo de reaproveitamento de sua casa na árvore tenha economizado algo em torno de 10 mil dólares de material. Baba aí:

Por ter usado um terreno da União em seu projeto, Joel manteve-o secreto o quanto pôde. Joel diz que tem medo da Justiça e de acabar despejado de sua pequena capsula no paraíso, mas que o risco compensa. Certo dia ele mandou umas fotos de sua casa para uma revista on line de arquitetura e a casa dele se tornou um objeto de fascínio para milhares de pessoas. Após a casa se tornar famosa, seu risco de perdê-la aumentou e é por isso que ele não revela a ninguém a exata localização da mesma. Hoje Joel estuda as possibilidades do que fazer com sua casa na árvore. Ele planeja torná-la uma cabana de observação ou um pequeno acampamento turístico para montanhistas.

Seja como for, acho errado o cara fazer qualquer projeto que seja numa área que não lhe pertence. Mas qualquer forma, mesmo que dê algum chabu, ele sempre poderá desmontar a casa na árvore, colocar na caçamba de um caminhãozinho e montar a mesma em uma outra árvore, preferencialmente numa propriedade legalizada.

Eu não sei se um dia realmente farei uma casa na árvore com o Davi, mas se um dia o fizer, a casa de Joel Allen e suas soluções de baixo custo serão uma forte inspiração.
fonte

aqui tem mais detalhes sobre a casa de Joel Allen

Comments

comments

Luminária Ufo

5 comentários em “Casa na árvore de Joel Allen”

  1. “Mas a ideia do menino era legal porque não apenas corroborava a profecia de que eu teria um filho menino como me daria possibilidades de fazer alguns projetos em conjunto com ele.”

    Ué, e por que com menina não pode? Meu pai jogava bola, via futebol, e fazia tudo quanto é “coisa de menino”  comigo. Qual o problema?

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoie este projeto

Criar este website não é uma tarefa fácil. Mais de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários e conteúdo próprio, demandam muito trabalho. Saiba como você pode ajudar a manter o Mundo Gump cada vez melhor e evitar que ESTE SITE ACABE
Ajuda aí?
MUNDO GUMP – © 2006 – 2020 – Todos os direitos reservados.