Bandido procurado é preso após tentar pedir emprego na… Delegacia

Tem coisa que acontece que a gente fica tipo:

Como que é possível isso?

O caso realmente ocorreu, e recebeu o apelido (apropriado) de o “criminoso mais burro da África do Sul”. Um homem de 40 anos acabou preso  depois de entrar em uma delegacia de polícia para conseguir um emprego, mesmo sabendo que ele constava em uma lista de criminosos procurados.

Thomas Ngcobo estava foragido nos últimos sete anos, depois de roubar ferramentas no valor de mais de US$ 1.200 enquanto trabalhava como entregador em 2015. Ele teria desviado as entregas para outros endereços sem o consentimento ou conhecimento do proprietário e fugiu como assim que seu gerente percebeu que algumas faturas estavam faltando e vários produtos haviam sido entregues em endereços errados. O nome de Ngcobo foi adicionado à lista de criminosos procurados da polícia assim que seu empregador apresentou uma queixa contra ele, mas ele conseguiu evitar a captura por nada menos que sete anos. E então, ele estava querendo um emprego e achou que seria uma boa ideia seguir direto para uma delegacia de polícia como se ele nem tivesse antecedentes criminais…

O porta-voz da polícia de Mpumalanga, Brigadeiro Selvy Mohlala, disse a repórteres que seus colegas na delegacia de polícia local “ficaram perplexos” com a visita de Thomas Ngcobo. Em 15 de agosto, o homem de 40 anos teria entrado na estação para reclamar que não havia recebido uma resposta à sua solicitação de emprego COMO POLICIAL e foi lá perguntar qual era o atraso.

“O suspeito foi capturado inesperadamente na segunda-feira, 15 de agosto de 2022, depois de visitar o Bethal SAPS para fazer perguntas sobre seu pedido de recrutamento policial”, disse Mohlala .

De acordo com fontes de notícias sul-africanas, a polícia provincial tem promovido a prisão de Ngcobo como um exemplo de sua busca incansável pela justiça, esquecendo convenientemente de mencionar que o suspeito literalmente entrou em uma delegacia de polícia por livre vontade, para reclamar.

Print Screen de https://www.iol.co.za

 

“Estamos trabalhando incansavelmente dia e noite, cumprindo nosso mandato de criar um ambiente seguro para todos os cidadãos”, disse o tenente-general Semakaleng Daphney Manamela. “Não podemos chegar a esse estágio enquanto outros suspeitos ainda estão vagando pelas ruas e aterrorizando as comunidades. É apenas uma questão de tempo antes de levá-los à justiça.”

Desde que as notícias de sua prisão se tornaram virais online, Thomas Ngcobo foi apelidado de “o criminoso mais burro da África do Sul”.

fonte

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.

Artigos similares

Comentários

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertismentspot_img

Últimos artigos