A natureza ensina

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Não sei quanto a vocês, mas eu tive vontade de dar um tiro na cara do pai desse idiota.

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

20 respostas

  1. coitado do bicho…. levando varios tapas…. ta certo de morder….

    mas o pai eh idiota sim, deixar o filho fazer isso, e nao proteger nem o filho, nem o animal…

  2. Bem feito e achei pouco!! Tinha que ter arrancado o dedo da criança e o nariz do pai. Gente idiota faz coisas idiotas. Por isso que esse povo tem criança a dar com rodo, nao tem o que fazer… vai trabalhar…nadar no Ganges …

    1. Foi um bom e merecido castigo. Esses repteis tem uma mordida forte pra dedéu. Se for metade do que é a mordida de uma tartaruguinha de aquário o moleque se fodeu miseravelmente. Certa vez resolvi alimentar a minha na boca, mas como elas enxergam mal, ela errou a ração e pegou de raspão no meu dedo. Arrancou um pedaço da ponta do meu dedo com pele unha e tudo mais. A dor é pior que a da pedra nos rins.

  3. Pô Philipe, deu pra entender a intenção, mas não é o menino que é idiota, é o pai… o garoto é um idiota em potencial, com uma educação dessas…
    Que dó do animal sendo maltratado…

    1. Ia ser maneiro se o bicho subitamente começasse a crescer até virar um dragão negro cuspidor de ácido. No melhor estilo as sete faces do Dr. Lao.

      1. Philipe, Philipe!!!!! Tava doida pra lembrar o nome deste filme! Ele já era um filme velho na minha infância, passava direto nas férias e eu adorava! Acabei de ver que ele é de 64! Vou dar um jeito de rever! Valeeeeu!!!

  4. rs rs para de ser sadico!

    primeiro tu colocou uma criança sendo torturada pelo Silvio Santos; depois pintinhos sendo preparados pra morte. Agora tu conseguiu fazer um post onde criança e animal sofrem no mesmo video…

    rs rs rs

  5. hauhauhau “um raro prazer”, ia ser interessante ele se transformar em um dragão negro e destruir todos com baforadas ácidas, eu até vi isso acontecendo na minha mente rsrsrs em um mundo perfeito isso aconteceria…

  6. Show, então você teve vontade de dar um tiro no “pai do idiota”.
    Idiota no caso, a criança. Cara, gosto do seu trabalho, mas viu o que você disse.
    Você, na sua raiva, chamou uma criança de idiota e ainda disse que daria um tiro no pai dela.
    Não acha que como formador de opinião você exagerou??
    Abraços…

    1. Não… Eu disse que a criança era idiota. FATO. Quem faz idiotices é o que? Gênio? Não, é idiota. Logo, eu estava certo. E eu não disse que iria dar um tiro no cara. Eu disse que TINHA VONTADE de dar um tiro no cara.

  7. BEM FEITOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! era p arrancar o dedo dele!!!!!!!!!!!!!
    BEM FEITOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! era p arrancar o dedo dele!!!!!!!!!!!!!
    BEM FEITOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! era p arrancar o dedo dele!!!!!!!!!!!!!
    BEM FEITOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! era p arrancar o dedo dele!!!!!!!!!!!!!
    BEM FEITOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! era p arrancar o dedo dele!!!!!!!!!!!!!
    BEM FEITOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! era p arrancar o dedo dele!!!!!!!!!!!!!
    BEM FEITOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! era p arrancar o dedo dele!!!!!!!!!!!!!
    BEM FEITOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! era p arrancar o dedo dele!!!!!!!!!!!!!
    BEM FEITOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! era p arrancar o dedo dele!!!!!!!!!!!!!
    BEM FEITOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! era p arrancar o dedo dele!!!!!!!!!!!!!
    BEM FEITOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! era p arrancar o dedo dele!!!!!!!!!!!!!
    BEM FEITOOOOOOOOOOO!!!!!!!!! era p arrancar o dedo dele!!!!!!!!!!!!!
    e dar um tiro nopai ,,,obvio,coitado do lagarto.mto paciente por sinal

Deixe um comentário para Bike_voadora Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.