A misteriosa luz na lua

Sharing is caring!

Um amigo me perguntou se eu tenho alguma pista sobre o que poderia ser a misteriosa luz na Lua. Sinceramente? eu apostaria minhas fichas num Ufo. Ou, forçando muito a barra, talvez algum país tenha resolvido testar o laser mais potente já construído apontando ele para nosso satélite. (aliás, acho essa hipótese utra frágil, já que qualquer um com tamanho canhão iria querer tirar uma onda bonita)

Eu só lamento que não tenha sido eu o felizardo a filmar isso com minha lente joselítica. Lembra dessas filmagens?

Nesse zoom aí qualquer ventinho faz parecer um terremoto. Mas de volta ao lance da lua, é no mínimo curioso e acho que merece uma investigação mais profunda, afinal, o que pode causar um brilho assim no satélite? Se fosse algo passando entre a Terra e a Lua, ainda assim teríamos que conseguir explicar que diabos é isso. E certamente, por aparecer no foco, essa luz estava muito, muito longe da Terra, ou nem sequer apareceria no video, que estava focando no satélite.

Também é bom lembrar que essa nem é a primeira vez. Uma cratera chamara Aristachus costuma apresentar um brilhão similar, que lembra o brilho potente do arco voltaico de uma solda (luz constantemente relacionada a luminosidade de ufos por testemunhas diversas)

Did-A-UFO-Exit-Out-Aristachus-Crater-On-The-Moon-Nov-2015-Video

Esta captura foi postada pelo canal do Youtube UFOvni2012 e mostra um misterioso brilho verde sobre a cratera Aristachus da lua. O objeto brilhante muda a forma conforme ele se move ao redor. 

Esquisito, né? A lua é cheia de coisas no mínimo esquisitas, e uma delas é o que parece ser um humanóide andando pela superfície estéril do satélite pedregoso:
Five-Moon-Images-That-Cannot-be-Explained3
Usando a Navalha de Occam, isso seria provavelmente uma simples pareidolia, mas não deixa de ser esquisito, até porque a figura parece ter até uma sombra:
o-MAN-ON-MOON-570
Para conferir a figura misteriosa por si mesmo, vá no Google Earth / lua e encontre as seguintes coordenadas: 27 ° 34’26.35 “N 19 ° 36’4.75” W e lá você vai encontrar uma sombra misteriosa na lua.

Para achar coisas estranhas na lua nem precisa procurar muito, já que quase diariamente tem gente tentando filmar/fotografar a lua. Um dos videos legais que achei é de um cara que tentava fazer uma filmagem igual aquela minha, só que com uma lente de 2000mm. E do nada passou um monte de esfera no meio do video dele:

Seriam balões de festa ou algo que atravessou o espaço entre a Terra e a Lua bem naquela hora?

Se você chutou balões de festa, é bom lembrar que eles precisariam estar ULTRA altos, porque do contrario, com uma lente de 2000mm focando a lua, eles simplesmente apagariam o satélite como achas pretas gigantes e sem definição alguma.

Se pararmos para pensar um pouco sobre a HET (Hipótese Extraterrestre), seria bem estranho que naves com habitantes de outros planetas conseguissem chegar aqui e não no nosso satélite natural. Assim, seria muito provável, que admitindo que existam mesmo naves extraterrenas, elas operem por todo o nosso sistema solar, e não apenas na Terra. Isso estaria de acordo com um porrilhão de outras evidências que mostram coisas “incomuns” na lua, que nem sempre parecem naturais.
Um exemplo são as “coisas” Que parecem se mover numa cratera chamada Teophilus, registrada pela Lunar Reconnaissance Orbiter (LRC). A sonda lançada nos anos 90, registrou em 11.4 ºS, 26,4º E objetos esféricos que estão deixando marcas de rastros. Poderiam ser pedras roladas pelo vento, mas o problema é que na Lua não existe vento.

objetosdalua2 objetosdalua

Evidentemente, neste caso, o mais provável, é que sejam rochas da própria lua que se desprenderam e rolaram da lateral da cratera, descendo pelo caminho marcado a superfície de regolito. Mas a própria estrutura da Lua tem mistérios bem interessantes, como essa coisa Gigantesca chamada de “torre”, registrada pela sonda Lunar Orbiter III:

shard-Comp

Enquanto a torre seria uma coisa monstruosa, essa outra, chamada “o fragmento” ou The Shard, tem 1,6km de altura. Acho que algo assim merecia uma olhada mais de perto, né?

Dark-Disk-In-Earths-Orbit-Caught-Passing-In-Front-Of-Moon-Sept-26-2015

Coisas passando pela lua são até comuns.

UFO-Over-Moon-On-Sept-27-2015-Video

Black-UFO-Seen-Crossing-Moon-On-Sept-7-2015-Video

Há até um fenômeno até hoje desconhecido, mas admitido abertamente pela NASA, onde foi registrado diversas vezes em fotos e videos que são os “pombos lunares” (moon pigeon).
pombo-2

Essas coisas são pontos de luz que muitas vezes circularam as sondas e naves da Missão Apolo na órbita da Lua. Há quem sustente que são pedaços de detritos, gelo, lixo espacial, e etc, mas com certeza mesmo, nunca se descobriu afinal que joça era essa, apenas que eram rápidos, altamente manobráveis e segundo alguns, aparentemente inteligentes.

Um dos mais famosos moon pigeons surgiu na Apolo 10.

E falando em anomalias, a Lua parece ser boa em ostentar essas coisas, que ninguém sabe ao certo o que são, mas que algumas vezes até produzem sombra na superfície do satélite. Há inclusive evid~encias de que a Nasa deliberadamente apaga objetos anômalos de suas fotos. (algo já confessado para a imprensa por alguns ex-funcionários da NASA) Confere aí:

Esse negócio de a Nasa modificar imagens da Lua sempre me intrigou. Se não há razão, por que esse comportamento? E como justificar umas manipulações desse naipe aqui:

farude

E às vezes ainda é pior, nego mete logo um blur de qualquer jeito.

fraude2 nasablur1

Outras luzes, que parecem decolar da Lua também já foram registradas em fotos e videos por astrônomos amadores de diferentes lugares do mundo.

Massive-UFO-Fleet-is-hiding-behind-the-Moon-claims-Government-whistleblower

Dr. Norton e a invasão na lua

 

Parece que de acordo com a declaração de um homem que afirma que trabalhou como consultor para a NASA e NSA, seres alienígenas estão não apenas aqui na Terra, mas também na Lua e se espalham pelo sistema solar todo. A alegação vai de encontro com o famoso paradoxo de Fermi. Apesar disso,  A história de “Dr. Norton” é muito interessante, apesar de ser apenas e tão somente mais um relato puramente anedótico sem outras provas nem evidências que o comprovem.

Dr. Eric Norton, que trabalhou por mais de 10 anos como consultor externo para a NASA e Agência Nacional de Segurança observando os céus em busca de ameaças, tais como asteróides ou cometas. Ele afirma que, em 2012, viu uma frota enorme de naves que ele pensa ser extraterrestres ocultas na Lua.

Em 22 de janeiro de 2012, no Observatório MacDonald, localizado perto de Fort Davis, utilizando sistemas da instalação, o Dr. Norton detectou um grupo de naves espaciais não identificadas.

“O que eu vi foi uma série de enormes estruturas pretas, tridimensionais no espaço, em uma formação linear, avançando em direção do planeta Terra.”

Dr. Norton passou então a monitorar o avanço daquela misteriosa “esquadrilha” e salientou que a sua tecnologia era incrivelmente avançada, incomparável a nossa própria, uma vez que segundo os dados que seus instrumentos de varredura indicavam, os objetos “haviam avançado milhões e milhões de milhas para perto da Terra dentro de alguns meses”.

Obviamente que essa história parece algo saído de um filme de Hollywood, mas ela ficaria ainda mais interessante. Segundo o Dr. Norton, espectroscopia de dados sugeriram que os misteriosos UFOs estavam revestidos com materiais que poderiam ser mil vezes mais complexos do que qualquer coisa que a humanidade desenvolveu na Terra. Os dados de espectro infravermelho mostraram que as partículas cósmicas estavam sendo desviadas, com o que parecia ser algum tipo de campo de energia.

Dr. Norton afirma a frota de OVNIs podiam ser claramente distinguidos à medida em que eles se moviam no espaço. E seu tamanho, de acordo com a análise dele é desconcertantemente gigante!

Os objetos foram monitorados até 2013, quando para espanto de Norton, tudo sumiu. Norton e seus colegas começaram a trabalhar numa hipótese para explicar aquilo e alguns de seus colegas sugeriram que os UFOs poderiam ter ativado algum tipo de camuflagem.  Ainda assim, Norton não desistiu de procurar a frota, e como ele mesmo diz, eles devem ter mudado de curso à medida em que estavam se aproximando da Terra.

Obcecado, Dr. Norton procurou os céus com a ajuda de telescópios de infravermelhos e vasculhou o local onde a esquadrilha de ufos fora vista pela última vez, sem sucesso.

Ele sabia que os escalões superiores do governo estavam preocupados com essas coisas porque sua equipe ficou sob uma constante vigilância num esquema 24 por 7, sendo “protegida” por agentes do Serviço Secreto. Durante quase todo o ano de 2013, Norton e sua equipe varreram os céus sem esperança.  “Nós não sabíamos o que estava acontecendo ou nem mesmo o que estas coisas eram”. De acordo com os cálculos, essas coisas estariam agora tão perto de nós que estariam bem visíveis a olho nu durante a noite, mas não se podia ver nada, de modo que eles começaram a apostar que, fossem o que fossem aquelas coisas, talvez eles tivessem partido, até mesmo já deixado o sistema solar.

A coisa aparentemente esfriou, com os objetos desaparecidos e sem ninguém descobrir o seu paradeiro. Então, um ano depois, o Dr. Norton foi contatado por um ex-colega com “boas notícias”: A frota UFO misteriosa reaparecera!

Eles estavam posicionados atrás da Lua. De acordo com relatos de satélite, um dos objeto pertencente à frota havia inclusive pousado na lua.

O objeto misterioso chegou a ser registrado pela LRO (Lunar Reconnaissance Orbiter) e as imagens foram tornados públicas pelo Google Earth (Lua).

Massive-UFO-Fleet-is-hiding-behind-the-Moon-claims-Government-whistleblower2

Massive-UFO-Fleet-is-hiding-behind-the-Moon-claims-Government-whistleblower3

 

“Este assunto seria uma preocupação se revelado ao público. Ele não só mudaria o jogo para sempre, e não estamos falando apenas sobre a repartição de todas as religiões e total sobre tudo de tudo o que já se sabe sobre o universo e espaço, mas estamos a falar sobre a estrutura da própria sociedade. Estamos a falar de um assunto que ainda até hoje carrega consigo um nível de descrença entre a maioria da comunidade mundial “.

Bom, vou parar por aqui que o post esta ficando infinito. A lua tem muitos mistérios e em resumo, eu não sei que merda de luz é aquela. Se vocç~e leu até aqui, um abraço.

Fonte fonte

Comments

comments

Luminária Ufo

15 comentários em “A misteriosa luz na lua”

  1. O tradutor automático te pregou uma peça aqui (caso queira arrumar): “(…) os misteriosos UFOs estavam revestidos com materiais que poderiam ser mil vezes mais DIFÍCEIS do que qualquer coisa a humanidade tem sido (…)”

    No Google Earth, a região de Cydonia (em Marte) também tem um desfoque descarado e mal feito no local ao lado da famosa “face”, onde, aparentemente (pelo pouco que se consegue observar nas fotos tiradas pela Viking na década de 70), há algumas estruturas piramidais.

    Responder
  2. Cara só acho que alien deveria ser a última alternativa a ser pensanda se for falar sério sobre qualquer coisa no espaço. Não existe uma única prova científica de vida fora da terra e qualquer conjectura em cima disso fica fragil antes de provar pelo menos esse primeiro ponto. Por exemplo, 1) estamos assumindo que existe vida extraterrestre, 2) vida inteligente, 3) capaz de viajar no cosmos, 4) que conseguiu achar a terra no meio de infinitos lugares e 5) “interessados” em exploração 6) mas que querem permanecer incógnitos.

    Responder
    • De fato, você está coberto de razão. Mas o volume total de estrelas conhecidas, mapeadas e a projeção de planetas orbitando-as, apontam para uma chance efetiva de vida espalhada pelo cosmos em niveis de bilhões, talvez mais, já que o mapeamento ainda está em curso e os números só aumentam. A base da extrapolação da hipótese extraterrena não está fora da terra e sim na multiplicidade de eventos inexplicáveis ocorrendo na própria Terra, onde inclusive, um volume expressivo de países já assume essa hipótese como um fato com o qual tem que lidar rotineiramente.

      Responder
  3. Levando em consideração que a NASA é finaciada pelo governo americano, e que este não é exatamente um governo lá muito transparente, faz total sentido os técnicos da NASA serem instruídos (leiam forçados se quiserem) a omitir certas informações e fatos do público.

    Responder
  4. Philipe, o que se achou da ‘megaestrutura alienígena’ que tão logo depois foi desmascarada?
    Vamos brincar de conspiração e eu quero sugerir uma ideia: pra qualquer pessoa com um mínimo de leitura, a verificação daquilo como ‘megaestrutura alienígena’ era não só improvável como quase impossível; mas… ainda assim, fizeram questão de divulgar em amplo espectro aquela ideia aos veículos de comunicação tradicionais, que ainda assim ‘poderia ser uma estrutura alien’. Minha teoria: é evidente que aquilo não era uma ‘megaestrutura alienígena’; porém, o tratamento da mídia especializada, no geral, a hiperbolização do sonho em ser uma ‘estrutura alien’, de vender toda a ficção por trás, funcionou como uma ‘pesquisa de campo’ sobre a recepção de uma notícia tão chocante ao público. Um teste, diríamos, em um caso extremamente exagerado, claro, mas como maneira de poder testar a reação a notícia tão extremas que o povo teria sobre determinado assunto.
    De certa forma, a ‘megaestrutura alien’ obviamente não existe, mas a hipervalorização daquea notícia é para ‘preparar terrenos’ para outras descobertas mais pungentes, mas funcionais em um futuro próximo.

    Responder
    • Eu achei que não era porra nenhuma de megaestrutura alien. Por isso nem postei nada aqui. Achei que a midia mundial estava fazendo um carnaval desnecessário em cima de dados basicos e bem frageis.
      A começar pela ideia, que fazia sentido quando foi gerada no seio da ficção científica, de que aliens suficientemente evoluídos usariam uma estrela para se energizar. De fato, uma estrela é uma fonte enorme de energia, mas quem imagina isso pensa com a mente humana, limitada a uma realidade tecnologica ainda precária no que concerne à geração energética. Para um “humano”, é preciso buscar numa fonte enorme a energia, porque é assim que sempre fizemos. Se precisamos de água, nós não criamos água, nós vamos onde tem água e canalizamos ela. è um pensamento bem basico, estrutural da mente humana, buscar o recurso. Mas se pensarmos numa civilização trilhões de anos mais avançada, é bem provável que eles já não precisem de megaestruturas fenomenais para obter sua energia, eles podem produzir energia por outros meios. Assim, para alguém capaz de fazer a água, bombas e canos soariam quase que como uma piada.

      Responder
  5. Recomendo assistir ao documentário Moon Rising”. Creio que tenha no Youtube. Uma visão diferenciada do nosso satélite natural por uma perspectiva nunca antes vista. Abraços

    Responder
  6. Fala,Philipe.
    Depois de uma olhada no livro “O Livro de Ouro do Universo” de Ronaldo Rogério de Freitas Mourão,
    eles conta como participou do programa da NASA em 1969 que tinha o objetivo de monitorar qualquer atividade
    na lua no momento da “chegada” dos astronautas a Lua e sobre as luzes que foram observadas por ele e seu colega,
    imediatamente enviaram a informação a NASA e parece que não foram os únicos a terem avistado.
    A NASA chegou a selecionar uma equipe para observar esses fenomes que estão todos documentados.

    Um abraço

    Responder
  7. Se não há atividade alienígena na Lua, então não deveriam existir fotos ou filmagens mostrando o contrário.

    Se não há estruturas artificiais na Lua, então não deveriam existir edições tão grotescas nessas fotos da NASA.

    Se não há estruturas alienígenas na Lua então por que a NASA editou essas imagens?

    Editaram pareidolias?

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoie este projeto

Criar este website não é uma tarefa fácil. Mais de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários e conteúdo próprio, demandam muito trabalho. Saiba como você pode ajudar a manter o Mundo Gump cada vez melhor e evitar que ESTE SITE ACABE
Ajuda aí?
MUNDO GUMP – © 2006 – 2020 – Todos os direitos reservados.