Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

Essa é pra quem, como eu, curtia demais as capas do Conan.

Earl Henry Norem deixou sua marca indelével na memória dos fãs do cimério, mas não só neles, pois o artista desenhou capas para tudo quanto foi revista, gibi, livro, coletâneas e quadrinhos. Nascido em 17 de abril de 1923, ele que assinava seus trabalhos simplesmente como “Norem” , criou capas para revistas de aventura masculinas publicadas pela Martin Goodman ‘s Magazine Management Company e para a linha de revistas em quadrinhos em preto e branco de Goodman afiliadas à sua divisão da Marvel Comics. Ao longo de sua longa carreira, Norem também ilustrou capas de romances e livros de jogos, bem como pôsteres de filmes, programas de beisebol e até mesmo cartões colecionáveis.

Norem combateu na Guerra. Ele participou de uma ação militar na Segunda Guerra Mundial com o 85º Regimento da 10ª Divisão de Montanha . Ele treinou no Colorado e no Texas e lutou contra os alemães nas montanhas dos Apeninos do norte da Itália. Aos 20 anos, Norem era um líder de esquadrão e sargento que, na campanha italiana, lutou ao lado do famoso esquiador Torger Tokle , a quem tinha visto saltos de esqui em Bear Mountain, Nova York, quando só tinha 12 anos. Depois que Tokle foi morto em ação em 3 de março , 1945, Norem foi um dos homens designados para recuperar seu corpo da montanha. O próprio Norem mais tarde acabou sendo ferido ao entrar no Vale do Po , encerrando assim seu período militar. Ainda bem, do contrario ele poderia ter sido morto negando ao mundo a apreciação de suas artes. 

Ao retornar aos Estados Unidos, Norem embarcou imediatamente na carreira de ilustração e ficou nela até seus últimos dias, trabalhando sem parar.

Se destacou com as capas (e ilustrações internas) para revistas como Male, Man’s Life, Actio for Men e Man’s World. Na época, as chamadas “revistas para homens” ou no original Men’s Magazines eram bastante comuns e faziam muito sucesso com suas aventuras de guerra, espionagem, aventura e detetive. Na galeria abaixo, além de algumas capas, você poderá ver várias imagens das histórias, todas em P&B. Essas revistas não eram HQs, mas compilações de contos com ilustrações na primeira página e como o público era predominantemente masculino, ele logo se especializou na reprodução de lindas mulheres.

Então ele produziu ilustrações para revistas como a Seleções do Reader’s Digest , Field and Stream , Ski , Real West e Discover . Na década de 70 ele estava com os dois pés fincados na arte de fantasia de quadrinhos, trabalhando para projetos da Marvel Comics como A espada selvagem de Conan, He-Man, e muitas outras, como Tales of the Zombie , Monsters Unleashed , Planet of the Apes , Rampaging Hulk , The Silver Surfer e livros de histórias apresentando Homem-Aranha e o Quarteto Fantástico .

Seu trabalho em Transformers consistia em quatro livros de histórias do Marvel Big Looker (publicados de 1984 a 1986), alguns dos quais foram posteriormente adaptados em livros de histórias “lidos junto”: Battle for Cybertron , The Great Car Rally , Car Show Blow Up e The Story of Wheelie, O Menino Selvagem de Quintesson

Além de seu trabalho para a Marvel, Norem pintado ilustrações e capas para Worlds of Power , Wizards, Warriors & You, e Cartões colecionáveis diversos.   Norem tinha preferência declarada pela pintura com acrílicos ao invés de óleos.

Em 2013, ele contribuiu com pinturas para o conjunto de cards de “Mars Attacks: Invasion”.   No momento de sua morte, ele estava trabalhando em um cartão comercial para a franquia Mars Attacks da Topps, mas já não fazia mais artes para capas.

Sofrendo de artrite , ele se aposentou em 2005, pintando apenas para seu próprio divertimento e para seus netos. Ele disse em uma entrevista de 2005:

“Todos os contatos que tive no campo da arte comercial estão aposentados ou mortos, e os compradores de arte mais jovens não querem nada com um artista de 81 anos”.

De acordo com postagens em contas do Facebook atribuídas a membros da família Norem, o artista morreu em Danbury, Connecticut em 19 de junho de 2015, logo após passar por uma cirurgia.

 

 

A arte de Earl Norem

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido !!