5 rios Gumps

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Vou aproveitar que o Davi está dormindo pra fazer este post aqui sobre 5 rios bastante estranhos e curiosos.

1- Um Rio de lixo

Já falamos deste lugar aqui antes. No passado, o rio Citarum, na Indonésia, foi um rio cristalino que servia de sustento a muitas famílias. Naquele tempo, os pescadores lançavam as suas redes em busca de peixe, as aves marítimas vinham se alimentar com a abundância de peixe. Hoje em dia, o rio está em crise, alimentado pela poluição de 9 milhões de pessoas e de centenas de fábricas que se instalaram junto ao curso do rio. Não da pra ver a água! Mais parece um aterro sanitário.
Como pôde o rio chegar a este ponto? É simples: a Indonésia não dispõe de um serviço de coleta de lixo, e assim todos os resíduos vão direto para o rio e isso inclui residências e fábricas.
Poucos são os que ainda se lembram do antigo rio Citarum. Há vinte anos atrás, com a industrialização da Indonésia é que o rio se transformou no que é hoje. Felizmente, algumas partes do rio tornaram-se mais aceitáveis mas mesmo assim o rio continua com um futuro incerto.

2- Rio vermelho

 







Em 13 de dezembro de 2011, o rio Jian  na cidade de Luoyang, província de Henan foi encontrado transformado na cor vermelha. A razão era óbvia: contaminação química. Pra piorar, é do Rio Jian que se extrai a  água de consumo para os moradores da cidade de Luoyang. O Jian flui através da cidade e, em seguida, encontra o Rio Luo.

Com a investigação  do departamento de proteção ambiental de  Luoyang  não demorou a aparecer as fontes da contaminação. Duas empresas de tingimento de tecidos descarregaram ilegalmente seu esgoto diretamente na rede de águas pluviais e isso contaminou o rio Jian. Em 14 de dezembro, a Secretaria fechou as duas empresas.

Embora este incidente tenha ringido o rio de vermelho, nem todos os rios vermelhos são decorrentes de cagadas humanas. Há fatores ambientais naturais que produzem este estranho e curioso fenômeno. Um dlees é a alta concentração de sais. Na foto abaixo podemos ver como a cor vermelha surge num delta do rio Rhône, onde ele desagua no mar.

O local é uma das maiores minas de sal da Europa, responsável pela extração de um milhão de toneladas metricas anuais.

Nesta foto, um rio da Indonésia parece ser feito de sangue, mas isso nada mais é que a alta concentração de óxido de fero na água, proveniente do desbarrancamento das margens ocorridas durantes as inundações causadas por uma forte chuva na noite anterior.
3- Rio de leite?

 

Não. Infelizmente não é um rio de leite, embora pareça.  Trata-se de uma contaminação de um rio da China por um corante de látex. A tragédia ambiental ocorreu no  Quxi na cidade de Wenzhou, no sudeste da China, transformando-o em que foi descrito como um “rio de leite”. Uma camada de uma substância branca oleosa estava flutuando sobre a superfície do rio, e residentes locais pensaram que a água tinha sido misturada com leite. O chefe do Escritório de Proteção Ambiental local, culpou a poluição em uma empresa comercial, que teria despejado tinta látex no rio. Citando o que a imprensa local disse, “O poluente foi identificado como uma emulsão natural […] a emulsão, não continha nenhuma toxicidade bioquímica.”

No início deste ano, a população na região sul da China, entrou em pânico quando a rede de águas pluviais foi contaminada após o despejo ilegal de uma empresa de mineração de cádmio, (um resíduo tóxico e cancerígeno) em um rio.


 

 

4-Rio verde

 

Parece até o sangue do predador! Em 29 de dezembro de 2010 águas deste rio em Goldstream Park, Canadá, virou verde neon. De acordo com o Ministério ambiente local, verificou-se uma reação química na água causada por “fluoresceína”. As autoridades locais suspeitaram que alguém despejou fluoresceína no Rio Goldstream para fazer uma piada na temporada de férias. Felizmente,  a substância não é tóxica e nem os peixes, de modo que o  habitat não foi afetado.

 


 

5- Rio azul



O mundo ainda tem muitos rios azuis, mas talvez um dos mais bonitos rios azuis existentes é o riozinho formado pelo derretimento do glacier Petermann, da Groelândia. Uma língua enorme do oceano artico penetra no glacier, adentrando-o por cerca de 15km a 70km dependendo da época do ano. Aventureiros se arriscam a descer o rio de águas congelantes e cristalinas, com caiaques, enquanto são observados com curiosidade e interesse (alimentar)  por ursos polares.

 BÔNUS – O Inacreditável Rio Arco-Íris da Colômbia

Parece até efeito especial… Mas é pura magia da natureza. Na Colômbia existe um rio que muda de cor. Um fenômeno lindo que atrai curiosos do mundo todo para ver.


Caño Cristales é também chamado de “rio de cinco cores”, “o rio que fugiu do paraíso”, e “o rio mais bonito do mundo.”

Durante a maior parte do ano, Caño Cristales é indistinguível de qualquer outro rio: uma cama de rochas cobertas de musgos verdes. No entanto, por um breve período de tempo todos os anos, o rio ganha uma explosão de cores vibrantes. Durante o curto espaço entre as estações chuvosa e seca, quando o nível da água é estável , uma única espécie de planta que reveste o piso rio chamado Macarenia clavigera adquire um tom vermelho brilhante. Ele é compensada por manchas de areia amarela e verde, e com sua água azul, surgem mil tons entre eles.

Isso só acontece por um breve período entre as temporadas, já que na estação úmida na Colômbia, a água flui muito rápido e profundamente, obscurecendo o fundo do rio e turvando a água de modo que a planta não consegue luz suficiente para mudar de cor.  Já na estação seca, não há água suficiente para suportar a deslumbrante variedade de vida no rio. 

Caño Cristales está localizado em uma área remota, isolada não é facilmente acessível pela estrada. Isso tem mantido o rio suficientemente limpo e longe de ataques. Se você planeja dar uma olhada nele, agora já dá, uma vez que a região esteve fechada para turistas durante vários anos por causa da atividade das F.A.R.C. na região, juntamente com preocupações sobre o impacto do tráfego turístico não regulamentado. O lugar foi reaberto aos visitantes, em 2009, e hoje existem várias Agências de Turismo colombianas que levam os viajantes para La Macarena. De lá, eles devem fazer o seu caminho para o local do rio a cavalo e à pé, como parte de uma visita guiada. Os visitantes não estão autorizados a permanecer durante a noite ou cozinhar.

 

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

4 respostas

  1. Mutio bom o post!

    Os rios azul e arco-irís são lindos

    Na pagina principal quando eu li “1 – rio de lixo…” pensei que vc ia falar do nosso Tiete rsrs

    Mas serio, os rios poluidos são uma coisa muito triste de se ver, principalmente o “rio de lixo”

  2. Tem outro rio verde… No dia de São Patrício, a prefeitura de Chicago (ou será Boston?) tinge o rio da cidade de verde. Acho que é pra disfarçar o tanto de gente que mija e vomita nas águas depois de entornar todas. Se bem que não sei se com a atual consciência ambiental eles continuam fazendo isso.

  3. Muito bonito o rio Arco Íris! E aquele da Groenlandia, fantástico!

    Agora esses rios poluídos é demais pra nossa cabeça, como um governo pode chegar a esse ponto? É o mesmo que me questiono sem sucesso a respeito do nosso Tietê. Antigamente em minha cidade, Mogi das Cruzes SP, o povo tinha grupo de caiaque e coisas do tipo, hoje olhe pro rio e dá até arrepio só de pensar!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.