A vespa louva-deus e outras vespas bizarras

 

As vespas são animais incríveis. Elas são insetos pertencentes à ordem dos himenópteros responsáveis pela polinização de diversas espécies de plantas. Dividem-se nas subordens Apocrita e Symphyta. As larvas da subordem Apocrita são usualmente carnívoras ou parasitóides, enquanto que as da Symphyta são herbívoras. No Brasil, também são chamadas de marimbondos. Desde pequeno me cago de medo de ser picado por um marimbondo, e é estranho que isso nunca tenha me acontecido, de modo que ignoro totalmente a razão deste cagaço.

Eu tive a ideia de fazer este post quando vi o video abaixo, de um animal bastante curioso. Era uma vespa que parecia mais um bicho mutante, cruza de vespa com louva-deus. Olha só:

A vespa louva-deus e outras vespas bizarras

Aqui está o video em que um sujeito brinca com uma em sua mão. Eu não teria coragem de fazer isso, mas ele disse que a vespa louva-deus não é perigosa e não tem ferrão. Ela também não parece ter medo de nada. Se alimenta de moscas. Achei legal a forma como ela anda, esticando esses bracinhos.

Achei tão curioso que fui dar uma pesquisada e só consegui descobrir que ela pode ser um Mantispidae, um tipo de vespa-louva-deus que compreende cerca de 400 espécies diferentes. A maioria é marrom, então é curioso esse design dessa aí que parece uma vespa tradicional do tipo “vespa da areia” mesmo:

A vespa louva-deus e outras vespas bizarras
A vespa da areia tem um ferrão venenoso

A vespa da areia tem essas linhas amarelas, que são um aviso claro de “não mexa com quem esta quieto”. Graças a esse aviso, tão eficiente, muitos outros bichos, a maioria inofensivos, desenvolveu imitações do padrão para tentar dar um migué nos predadores. Um belo exemplo de migué, é dessa cigarra! (sim, é uma cigarra)

A vespa louva-deus e outras vespas bizarras

Mas o galerão não fica atrás. Geral tenta usar a mesma tática. Até o prato favorito de algumas vespas, a aranha! Né? Vai que…

A vespa louva-deus e outras vespas bizarrasA vespa louva-deus e outras vespas bizarras

A vespa louva-deus e outras vespas bizarras

A vespa louva-deus e outras vespas bizarras

A vespa louva-deus e outras vespas bizarras

 

O padrão amarelo e preto é o maior contraste da natureza (o que explica o fato de que as faixas de alerta, as placas de trânsito e tantos outros elementos que indicam atenção são amarelo e preto). Mas voltando a vespa louva-deus, ela também se utiliza deste padrão para ameaçar potenciais predadores.

 

A vespa louva-deus e outras vespas bizarrasMas nem todas as vespas tem esse padrão de cores. Aliás, as vespas são variadíssimas em formas e cores. Existem vespas grandes, minúsculas, esquisitas, com asa, sem asa. Tem vespa que você jura que não é vespa. Quer ver?

A vespa louva-deus e outras vespas bizarras

 

Aposto que você pensaria que isso é uma formiga. Mas na verdade, este bicho aqui em cima chama-se vespa-mata-boi. As fêmeas são iguais a formigas e não tem asa. Em compensação, meu amigo, esse bicho tem uma picada tão horrivelmente dolorida que alguém que foi picado concluiu que a dor poderia matar um boi. E daí seu nome estranho.

Há também vespas com detalhes bizarros. Moicanos, formas estranhas e até antenas que lembram chifres.

A vespa louva-deus e outras vespas bizarras A vespa louva-deus e outras vespas bizarras A vespa louva-deus e outras vespas bizarras A vespa louva-deus e outras vespas bizarras A vespa louva-deus e outras vespas bizarras A vespa louva-deus e outras vespas bizarras A vespa louva-deus e outras vespas bizarras

A vespa louva-deus e outras vespas bizarras

Outra vespa estranha, que tem um nome curioso é a formiga-panda. Parece até piada, mas isso não é nem formiga e muito menos panda. Mas durante muito tempo pensaram que este bicho fosse mesmo uma formiga, e o nome ficou.  O “panda” vem de sua coloração engraçadinha.

A vespa louva-deus e outras vespas bizarras

 

 

Related Post

10 comentários em “A vespa louva-deus e outras vespas bizarras”

  1. Incrivel coleção de bichinhos. Quando era criança adorava ficar monitorando aquelas vespas que cavavam buracos, até mesmo em terra dura mas era muito mais comum em terreno arenoso, até que cavavam bem fundo e desapareciam lã pra dentro. Era muito fascinante ver a destreza desses bichinhos!
    Mas tem alguns aí que eu ainda não tinha visto. Essa de “chifre”, por exemplo! Muito bem ilustrado. Belas imagens!

  2. Um dos momentos mais inesquecíveis da minha infancia, foi ter subido numa laranjeira e ter agarrado uma marimbondo! Parecia que tinha agarrado uma caixa de fósforos acesos!

  3. Cago de medo de marinbondo (até solto a franga na hora que vejo um, kkk). Tomei duas picadas na vida e a duas fui parar no hospital.

    Já a famosa “abelha europa” não tenho medo nenhum mesmo sendo picado uma pá de vez, se uma chegar perto até estico a mão pra ela pousar.

  4. Massa o post, tem muitas espécies diferentes e no Brasil a variedade é bem grande também…
    essa que está na mão do cara é chamada por aqui de Cavalo do Cão, uma referencia a força da sua ferroada que é equivalente a um encontro com o capiroto.
    é uma espécie caçadora de caranguejeiras 😉
    mandei uma foto pra você incluir no post, é uma espécie alagoana.
    mandei pro [email protected]

    • Eu sou alagoano e nunca ouvi falar dessa “cavalo do cão”, huaehuhe. Mas também eu me cago de medo de inseto..

      Aliás, cavalo do cão não seria uma tradução tosca de Hellhound (cão do inferno)? Aqueles cães mitológicos e tal?

  5. Uma vez levei uma picada de marimbondo atrás da orelha, na parte do pescoço, dói pra caramba, parecia que eu tinha levado uma chicotada na hora.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares