Uma casa perfeita para o fim do mundo

Dá uma olhada nesta casa. Parece bem bacana, mas tirando o aviãozinho junto à porta, não há nada que realmente dê a dimensão do quanto ela é maneira de verdade.

A casa está disponível para venda em Nova York. O preço da brincadeira é meio alto: US $ 1,75 milhão. O que daria algo em torno de quatro milhões, trezentos e setenta e cinco mil reais. Um pouco menos que este apartamento aqui em Niterói, do lado do prédio em que eu morei a adolescência inteira. 

Tirando a questão dos valores completamente sem noção praticados atualmente no Brasil,  parece estranho que uma casa seja tão cara. O segredo do preço desta casa não está à vista. E é aí que isso fica bem legal. Saca só:

apocalypse

 

Só sendo um completo idiota para não surtar na hora ao ver que a singela casa é um abrigo nuclear com direito a silo de lançamento de mísseis!

apocalypse2

 

 

 

O silo de mísseis gigante  foi convertido em um bunker subterrâneo que pode proteger você e sua família de qualquer cenário apocalíptico.  O que estamos esperando? Vamos dar uma olhada dentro desta belezinha! 

Uma casa perfeita para o fim do mundo

Pra começar a casa é isolada de curiosos e eventuais ameaças (perfeita para o apocalipse zumbi)

Depois, a vida em meio a natureza transmite calma. Um lago nas proximidades permite abastecer a casa, que também tem sistema de alimentação elétrica de matriz solar.

 

Uma casa perfeita para o fim do mundo

Claro que a casa vem com uma pista de pouso para caso você queira dar no pé por alguma razão.

 

Uma casa perfeita para o fim do mundo

Uma casa perfeita para o fim do mundo

Uma vez dentro do que parece uma simples casa, o espaço é amplo e há toda sorte de comodidades.

Uma casa perfeita para o fim do mundo

 

O lugar faz frio no inverno, por ser perto das montanhas e por isso há um bom volume de lenha.

 

Uma casa perfeita para o fim do mundo

 

Uma discreta passagem lateral que pareceria um armário para um visitante desavisado mostra o acesso à parte legal da casa.

Uma casa perfeita para o fim do mundo

 

As escadas levam para os níveis inferiores.

Uma casa perfeita para o fim do mundo

 

Ao chegar ao final da descida, você dá de cara com esta singela porta que parece um COFRE. Com um pequeno investimento você pode colocar um controle de acesso biométrico aí para fazer o estilo Tony Stark.

Uma casa perfeita para o fim do mundo

 

Uma vez passando pela porta. (olha a espessura do troço!) está o acesso para um nivel ainda mais baixo. A Ala de sobrevivência!  Curte aí:
Uma casa perfeita para o fim do mundo

 

Aposto que você pensou: UAU!

Uma casa perfeita para o fim do mundo

 

Esta área pode ser populada com toda sorte de coisas, pode virar um belo escritório, pode ser decorada como home theater, pode ser equipada com uma segunda cozinha (olha ali no fundo). A imaginação (e o bolso) são os limites.

Descendo pelas escadas, há um outro andar igualzinho, que você pode colocar ainda mais coisas, fazer sala de jogos, esconder seu Et de estimação… Digo, coisas legais.

Uma casa perfeita para o fim do mundo

 

Todos os dois níveis tem banheiro completaço, com banheira e tudo.

Uma casa perfeita para o fim do mundo

 

Descendo pela escada em caracol do segundo nivel subterrâneo, você vai chegar numa segunda porta gigante, essa maior que a primeira, só que redonda.

Uma casa perfeita para o fim do mundo

 

O tunel de acesso leva a parte obscura da casa, (que lembra uma masmorra ou a bat caverna) O piso de aço lembra o interior da Nostromo, a nave do filme Aliens.

Uma casa perfeita para o fim do mundo

missile-silo-sale (1)

Ali dentro, está o acesso a três ou quatro níveis mais baixos, onde guardavam os mísseis.

missile-silo-sale
Imagina as festas LOUCAS que dá pra fazer! Tudo isso mais barato que um apartamento em Niterói. 


fonte

Related Post

23 comentários em “Uma casa perfeita para o fim do mundo”

  1. Não que eu tenha essa quantia monetária. Mas acho que pelo que foi mostrado na matéria, o preço nem está assim exorbitante. Ainda mais nos Estados Unidos onde há casas bem mais caras que essa, sem quase nada. E pela segurança de nossa família não há investimento caro.
    Pelo menos é o que eu penso.

  2. Achei muito louca a casa, o desenho da casa é bem legal, estilosa, sem contar que se rolar um stress em família dá pra se refugiar sem sair de casa. Show.

  3. Fico pensando: pelo jeito, o local foi construído para, além de abrigar um míssil, resistir a um ataque nuclear.
    Mas um ataque em grande escala poderia acabar com a humanidade, e seu modo de vida, pelo menos como o conhecemos hoje. Então, se tudo o que conhecemos terminar, ou mudar radicalmente, de tal sorte que não tenhamos mais água potável, ar respirável, eletricidade e nosso modo de viver, pergunto: SOBREVIVER PARA QUÊ?
    Sinceramente, numa situação dessas prefiro ser o primeiro a partir, para que “os vivos (sobreviventes) não invejem os mortos!

  4. Essa casa já esteve num documentário do Discovery Channel, ou National Geographic Channel (é um desses, faz tempo que vi). O dono na época, mostrou que essa parte subterrânea resiste até mesmo a terremotos. Ela foi construída dentro de uma câmara super forte, e entre a casa em si e a câmara existem molas. Onde é a pista de pouso e decolagem, há várias rachaduras no asfalto, que conforme o proprietário disse na época, eram outras aberturas de silos de armazenamento de mísseis. Se não me engano esse lugar tem um silo cheio de água onde muitos mergulhadores levam alunos pra praticar. Nossa, faz muito tempo que vi esse documentário, vou até procurar e se encontrar posto aqui. Muito interessante! 😀

  5. Qualquer cenário apocalíptico… Me faz pensar, será?
    Supondo que seja um terremoto… Ou então sei lá, pensa em algo do tipo inundação…
    Um gás altamente tóxico, ou então uma radiação sinistra.
    Contra zumbis dá pro gasto, mas tem umas coisas ai, que não dá pra bancar o tatu não.

  6. Eu sempre fico intrigado com abrigos nucleares.

    Se você não tiver um bom estoque de água potável acho que não rola sobreviver por muito tempo porque aquele lago vai ter água radioativa por bons anos após uma explosão ali perto! – Se eu estiver errado me corrijam.

  7. Philipe, não sei se você já postou alguma coisa sobre o vídeo abaixo. Se já, me diga qual foi. Se não, fica a sugestão de um novo post, curioso e bizarro!

    O mistério da Gota do Príncipe Rupert: vidro que não quebra, explode!
    Gota do Príncipe Rupert, ou melhor: Prince Rupert’s Drop, é um pedaço de vidro incandescente que é resfriado rapidamente em água. A característica principal deste pedaço de vidro em forma de gota é que sua parte maior (a “cabeça”) pode levar até marteladas, que não quebra. Mas se uma parte, por menor que seja, da sua “cauda” quebrar, o vidro inteiro explode. Deve ser alguma coisa relacionada à tensão que se forma no vidro, quando do resfriamento.

    http://www.youtube.com/watch?v=xe-f4gokRBs#t=115

  8. Como tem muita gente maluca no mundo eu não duvido nada que o dono dessa casa esteja torcendo pra acontecer um apocalipse só pra usar a casa em toda a sua utilidade…

  9. Por favor me corrijam se eu estiver errado.
    Desde o surgimento da vida na Terra até hoje, o planeta não passou por várias extinções em massa?
    Cada passagem de Era ou Período na Terra não é marcado por grandes cataclismas e consequentemente por uma altíssima taxa de mortalidade dentro das espécies existentes?
    Mas mesmo com todas essas grandes extinções a vida nunca foi extinta absolutamente, senão nem estaríamos aqui, correto?
    Então, se caso houvesse uma catástrofe ou cataclisma mundial e eliminasse 99% da população humana, ainda restariam 1% de sobreviventes, certo?
    1% da população atual seriam quase 80 milhões de sobreviventes.
    Esse número não seria suficiente para um futuro repovoamento mundial?
    E a história da humanidade continua…

    • Seria sim, mas em termos. Há diversas possibilidades de apocalipse possíveis, e cada um tem impactos indiretos que podem ser tão ou até mais mortais quanto o evento de extinção. Por exemplo, um impacto de asteróide de tamanho grande ferve parte do oceano ao entrar na atmosfera. Depois vem o impacto em si, devastador, subindo a temeperatura global em dezenas de graus. Depois há o maremoto causado, que varre regiões inteiras com ondas gigantes. Após isso todos os vulcões entram em erupção jogando toneladas de sedimentos na atmosfera. Essa mudança em niveis tão grandes de temperatura, correntes marinhas, terremotos e erupções desencadeia um processo de resfriamento rápido do planeta, porque os sedimentos inibem a luz solar durante décadas, a mudança nas correntes que hoje joga água quente da costa africana para cima se inverte e o que passa a subir é a corrente polar. Isso inicia um resfriamento CABULOSO (que sabemos é algo que está prestes a começar a acontecer) do planeta e vai jogar os poucos que sobreviverem num mundo frio e hostil. Uma nova era do gelo começa. Quem migrar para o equador passa a ter mais chances de sobrevivência.
      A mudança climática matará um numero expressivo de espécies animais e vegetais causando problemas de alimentação. O numero incrível de carcaças e animais mortos vai produzir efeitos de doenças e explosão de insetos.
      O que talvez salve a humanidade é que atingimos um grau de dsenvolvimento tecnologico que nos permitirá usar essas tecnologias, como a energia nuclear para lutar contra os efeitos do clima. Mas bilhões perecerão nessa luta.

  10. Bilhôes e bilhões de toneladas de poeira vagando na atmosfera até se assentar levaria alguns muitos anos, o suficiente para eliminar a maior parte, senão toda a vida do planeta por causa do fesfriamento extremo e contínuo.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares