Sobre Philipe Kling David

Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar.
Saiba mais...

27 Comentários


  1. Tem o Biker Mice form Mars, que eu achava ótimo e tinha um jogo de video-game estilo rock n roll racing que também era fera. Acho que também merecem menção honrosa o Lester e o rato do Castelo Rá-tim-bum!

    Responder
  2. Abestalhado

    Cara, viajei lá pra minha infância agora. Isso foi há eras atrás. Rs lembra do bacamarte e chumbinho? Do plic e ploc? Tem aquele ratinho de massinha do castelo ra tim bum e o xaropinho. Kkkk. Afinal ele é rato né? Rs

    Responder
  3. Max

    Faltou o ratinho do castelo ra-tim-bum. lol

    “Xau preguiça, xau, sujeira, adeeeus cheirinho de suoooor, wow”

    kkkkkkkkkkkk

    Responder
  4. ze mane kling kimbo

    faltou a minie ,os filhos do mickey e aquele rato dos flintistones.

    Responder
  5. Diego Borges

    O Mestre Splinter (Tartarugas Ninjas) e os Ratos Motoqueiros de Marte (acho que é isso)

    Responder
  6. Krause

    Esse post me lembrou de um livro que na verdade é uma HQ, e se chama “MAUS” (rato em alemão) e mostra a trajetória de Wladek Spiegelman, um judeu polonês que foi levado com sua mulher pra Auschwitz, intercalando sua história com a sua relação posterior com o filho (o cartunista Art Spiegelman, que é o autor do livro). O curioso é que nos quadrinhos, todos os judeus são mostrados como ratos, os alemães como gatos, os poloneses não-judeus como porcos e os americanos como cães. Muito bom. Destaque para um trecho da propaganda nazista onde colocam o Mickey Mouse como uma invenção judaica utilizada pra subverter os valores da sociedade, e comparam o comportamento do povo judeu com o dos ratos de rua. Fica a dica

    Responder
    1. André luis

      Realmente. eu li essa HQ. muito legal, apesar dos ratos representando os judeus e os gatos os nazistas, os quadrinhos são muito realistas.

      Responder
  7. Moll

    Sou do tempo do Topo Gigio…

    Mas adoro também o Níquel Náusea!

    Lembrei também do Pinky e Cerebro : )

    E pra falar nos reais, estima-se que existam 4 milhoes de ratos em Paris (!)

    Responder

    1. “Topo Gigio é um rato com uma personalidade infantil, muito popular na Itália durante várias décadas.” – Wikipedia

      Responder
  8. André luis

    tem tambem os ratinhos do filme babe, o porquinho atrapalhado. Cara, a nossa piscina está cheia de ratos. kkkkkkkkk. além da infestação de rato na vida real existe a infestação na tv,cinema e literatura.
    camundongos forever.rrsrsrs

    Responder
  9. reginato dos santos coelho

    vish foi um erro de um amigo! realmente é um rato! o amigo q me disse q era uma toupeira… ele é uruguaio! em espanhol topo é toupeira kkkkkk em italiano é rato mesmo!!!

    Responder
  10. reginato dos santos coelho

    kkkkkkkkkkk vc cria um post com um monte de ratinhos q marcaram a nossa infãncia e em sima do post tem uma propaganda de uma empresa q acaba com eles kkkkkkkk

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>