3 Comentários

  1. Giovanna
    Responder
  2. Thiago Zeni

    Essa matéria tem um bom gancho para uma incursão sobre a ética do sistema carcerário, e sobre a justiça penal como um todo. Quando você aborda a questão do depósito x afastamento, e igualmente com as questões latentes da ressocialização (e sua possibilidade/recomendabilidade) e do “presídio modelo inferno” para “foder” mais o preso (qual o resultado disso quando haverá reinserção futura do preso em sociedade?) são objetos acerca dos quais gostaria de ver você discorrer.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.