O misterioso incidente de Yellowstone

O famoso parque de Yellowstone é um dos mais famosos parques nacionais e florestais dos Estados Unidos.  Ele é tão grande que está localizado em três estados! Vai do estado de WyomingMontana e Idaho. É o mais antigo parque nacional no mundo, e um marco na história das áreas protegidas. Foi inaugurado em 1 de março de 1872 e cobre uma área de 8980 km², estando a maior parte dele no condado de Park, no noroeste do Wyoming. O parque é famoso por, entre outras atrações, seus gêiseres, suas fontes termais e por sua variedade de vida selvagem, na qual incluem-se ursos mansos, lobos, bisontes, alces, e outros animais. É o centro do grande ecossistema de Yellowstone, que é um dos maiores ecossistemas de clima temperado ainda restantes no planeta. O gêiser mais famoso do mundo, denominado Old Faithful, encontra-se neste parque.

O parque também sempre foi palco de estranhos acontecimentos que vão de relatos do “Pé Grande” a eventos de ufos mais diversos. Mas recentemente, um fenômeno intrigante chamou a atenção da comunidade ufológica por ter sido registrado oficialmente pelas câmeras de segurança da central  do Parque.

O video da câmera de vigilância do parque estava normal como sempre apontado para os gêiseres, até que uma “coisa” com um luz incrivelmente poderosa se choca bem diante da câmera, numa coincidência que remete à cena do filme que lembra a capsula de sobrevivência do Super-Homem quando cai diante dos pais  adotivos do jovem Kal-El!

Mas de volta ao video, o que temos agora é o que parece ser um meteorito, ainda brilhando intensamente, e fumegando diante dos gêiseres do parque. Logo a câmera de segurança mostra as equipes de segurança do parque chegando ao local da queda. A razão disso é simples: Por ser um parque nacional, o Yellowstone sempre esta em risco de gigantescas queimadas sazonais. Essas queimadas naturais são um grande perigo no parque. Então, os agentes de segurança do parque vão até la “dar uma olhada na coisa” que ainda está brilhando incrivelmente passados vários minutos do incidente, e ao que parece, eles vêem “alguma coisa” entre os destroços. A filmagem mostra os guardas apontando uma lanterna em algo estranho no chão. Uma pessoa, um animal ou um ser, mas não parece ser uma pessoa.

O misterioso incidente de Yellowstone

Um detalhe que chama a atenção é que um dos guardas do parque desce da caminhonete de apoio trazendo uma padiola (maca) de resgate. Isso deixa tudo meio confuso, pois ninguém resgata um meteorito numa… Maca.

O misterioso incidente de Yellowstone

A sequencia que se sucede é esquisitíssima pra dizer o minimo, e o que sabemos é muito pouco ainda, porque agora baixou aquele silencio tenebroso já clássico,  em que nenhum funcionário quer se comprometer. Essa série de eventos estranhos ocorreram em Yellowstone, nos dias 21 e 22 de abril de 2018.

Após a saída da equipe de vigilância o que parece acontecer é que vemos pela câmera uma pequena luz no horizonte que se desloca numa velocidade inacreditável em direção à mesma e também explode na frente da câmera! Eu pessoalmente acredito que aqui vemos um helicóptero que veio buscar a primeira coisa. A minha indicação disso é que o facho aumenta e ninguém fugiu do lugar do incidente quando essa segunda luz “chegou”. A câmera se moveu na direção do objeto fumegante mas depois “convenientemente” ela se volta para a posição original, e vemos pela luz no alto da tela que o helicóptero provavelmente içou o objeto e o levou embora… Ainda aceso.

No dia seguinte, mais fenômenos insólitos

No dia seguinte, ainda no mesmo local, as câmeras registram, um misterioso pilar de luz subindo para o céu no lado esquerdo da tela e uma forma branca muito definida aparecem. A forma branca começou a se mover para baixo até que desapareceu atrás do monte. Talvez tenha aterrissado na parte da frente da linha das árvores. Logo após isso, o helicóptero misterioso reaparece, jogando sua forte luz de varredura no mesmo local do incidente da noite passada, como se procurasse por mais alguma coisa.

Um informante teria declarado que as equipes do Parque Nacional teriam encontrado um cadáver no rio Yellowstone e que acredita que esse corpo e a coisa que caiu na bola de luz resgatada em frente ao famoso gêiser Old Faithful era de alguma forma ligada a essa descoberta.

O primeiro vídeo mostra os incidentes da esfera brilhante, guardas florestais e do corpo morto:

Aqui esta o segundo video, com a sequencia de eventos misteriosos:

Eventos relacionados?

O mistério pode ser ainda maior se considerarmos que essa mesma câmera de segurança apontada para os geiseres flagrou um outro ufo bastante similar à essa coisa que “caiu” de noite em abril desse ano, só que em pleno dia, no ano passado, em 9 de junho.
O misterioso incidente de Yellowstone

Ainda mais curioso é que o fenômeno também ocorreu naquela mesma noite. A testemunha Jeanetta Foresta afirmou que viu mais de quatro OVNIs no início.

Um evento bem parecido ocorrera em 05 de março de 2016, sendo que gerou uma especie de explosão verde (que eu acho muito provável que essa sim, tenha sido um evento de meteorito)

O misterioso incidente de Yellowstone

Mas o conjunto de anomalias no mesmo local registradas por uma mesma câmera deixam a duvida: Não são coincidências demais para serem só meteoritos? As chances disso são de menos de uma em 50 milhões.

Sobra a hipótese de ser uma grande fraude, mas nesse caso, como envolver nessa fraude todo o aparato de helicópteros e equipes de segurança do parque e testemunhas diversas e videos diversos de uma câmera de live feed do governo?
Seja la como for, muitas pessoas estão de olhos grudado nas câmeras de segurança do parque.

Um evento catastrófico está em curso?

Não se sabe uma razão para tantos avistamentos por ali, mas é fato que vulcões e ufos são fenômenos estranhos intimamente ligados. Você pode ver isso no meu post sobre os ufos no vulcão popocatepelt no Mexico. O parque Yellowstone fica bem em cima de um panelão apocalíptico que segundo alguns sugerem, poderia desencadear um novo evento de extinção em massa na face da Terra. O supervulcão da Caldeira de Yellowstone teve sua última erupção há 70 mil anos, mas um aumento na atividade sísmica em torno do parque nacional vem deixando nervos instáveis. Simuladores já apontaram que se o vulcão Wyoming surgisse com toda fúria que a panela geotérmica promete, ele matará cerca de 87 mil pessoas IMEDIATAMENTE e tornaria dois terços dos EUA imediatamente inabitáveis. O impacto da explosão poderia alterar tão violentamente o clima da Terra que seria capaz de precipitar uma nova era glacial. A erupção maciça poderia chegar a impressionantes 6.000 vezes mais do que a de Monte Santa Helena, em Washington, em 1980, que matou 57 pessoas e depositou cinzas em 11 estados diferentes e cinco províncias canadenses. Se o Yellowstone explodir, (e não se trata de SE, mas QUANDO) ocorrerá uma mudança climática, pois o vulcão expeliria enormes quantidades de dióxido de enxofre na atmosfera, formando um aerossol de enxofre que reflete e absorve a luz do sol.

fonte fonte, fonte fonte

Related Post

6 comentários em “O misterioso incidente de Yellowstone”

  1. Qualquer que tenham sido as acões no Parque, jamais saberemos! Esse é o cuidado dos Governos; evitar o pânico e histerias. Acho correto, afinal , para que nos serviriam saber de ETs, Ufos, etc! Eles vão melhorar nossas vidas, vão curar o câncer…? Deixa quieto!!!!

    • Três fatores principais me levaram a abandonar o canal:
      1- Tempo> Meu tempo simplesmente foi pra terra do pé junto quando comprei uma impressora 3d e comecei a trabalhar profissionalmente com prototipagem e modelos. Começou com um trabalho pra Igreja Católica (na conta do Papa ) e dali não parei mais. Com isso o espaço que eu usava para gravar mudou bruscamente para acomodar a impressora colossal, na época uma das maiores do mercado. Com menos espaço pra gravar, menos tempo para produzir e editar eu poderia reduzir a periodicidade ou abandonar o canal. Preferi a segunda opção por sempre achar que “agora vai, semana que vem ressuscito o canal…” To pensando nisso até hoje. E ja estou no segundo estúdio!

      2- Ecossistema merda> Querendo ou não, só há duas certezas na vida. Uma é que a morte é inexorável, e a outra youtube é uma bosta frequentado por “gente merda”.
      Cada rede social tem uma cultura e de todas, a cultura do youtube é a mais merda disponível. Os caras entram para escrever babaquices, gerenciar aquilo é um saco, você não pode botar nem efeito sonoro que já aparece uma corporação multimilionária querendo obrigar a receita do seu trabalho a ir pra eles. É o tempo todo vc tendo que responder alegações de copyright. Tive problema com um efeito sonoro que eu tinha COMPRADO! Nem mostrando o recibo de compra adiantou. Ou seja, você tem que ter um escritório de advogados pra te assessorar, senão o canal te consome sua vida, sendo que ele não gera o lucro necessário para pagar essa assessoria.
      O problema dessas redes sociais é que por um tempo elas viraram uma especie de “terra prometida” dos criadores. Geral se mudou de mala e cuia pro facebook, abriu canal no youtube, apagou seu blog e se hospedou no Medium. A verdade dos fatos é que o mundo é cheio de gente deslumbrada e com uma boa dose de gente muito esperta, e um volume vinte vezes maior, de “trouxas”.

      Assim, o que ocorreu foi que gente que era blogueiro e dono de espaços próprios, e portanto donos de seus respectivos conteúdos, achou – veja bem – achou uma boa ideia se mudar com tudo que antes lhes pertencia para “a casa dos outros”. É como se você descobrisse um belo condomínio bonito com uma placa: Venha morar aqui de graça.
      Parecia um sonho dourado. E nego foi, mas sem ler que nas letras miúdas, ao seu mudar para o condomínio bonito e grátis, passava para o dono do mesmo todos os seus bens.

      O que é o youtube senão um espaço de uma empresa de fins lucrativos com o qual nós nos embuímos da inocente (e estupida) ideia de que é um espaço grátis para nos expressarmos? Na realidade estamos trabalhando para um conglomerado multimilionário, sem receber adequadamente para isso, onde eles ficam com 90% ou mais da publicidade que nós atraímos. E que pode deliberadamente, e sem explicações, quando melhor lhe aprouver, apagar, da noite para o dia o que você acha que é seu conteúdo. Pois é. Essa é a questão: Não é.
      Basta dar um google pra achar nego que teve o canal apagado do nada, anos de trabalho jogados na lata do lixo. Só resta chorar.

      Youtube é um espaço cada vez mais inóspito e mais difícil para se trabalhar. Não obstante, o Youtube esta REPLETO de 171 oferecendo propostas caracu, se autointitulando “networks”. Prometem mundos e fundos, mas o que querem mesmo é morder a grana que você tenta fazer lá. E isso nos leva ao terceiro motivo.

      3- Pouca grana> Um dos meus videos teve 80.000 views. Isso resultou em CINCO REAIS ATÉ HOJE!.
      O youtube é uma empresa olho grande no que concerne a “dividir lucros”. Aliás, entenda dividir lucros como “dar uma esmola para que trouxas trabalhem de graça para eles”. Assim, tanto o babaca da piscina de nutella quanto a gostosinha do tutorial de maquiagem podem achar que estão abalando Bangu, mas não são mais que pequenas engrenagens de uma maquina colossal que só quer “o dela”. Isso faz com que decisões sejam tomadas no sentido de direcionar as verbas para engordar o boizão. Um exemplo disso é a recente definição de que todos os canais com um numero de assinantes abaixo de um cento volume definido, de maneira arbitrária pelo Big Brother Google, terão todos os seus respectivos rendimentos sequestrados pra ele. Nego chorou, esperneou, fez um auê do caralho. O Youtube cagou e andou. Em paralelo isso sinaliza para sua rede de criadores, que audiência grande é o que importa. Não conteúdo. Dessa maneira, como já sabemos, o sistema de algorítimo de ranqueamento do youtube considera que videos vistos ate o fim são “bons”. O que levou a forçar uma produção gigantesca de videos curtos com tendências virais. Isso explica a banheira de nutella e outras maluquices efêmeras. É importante volume, em detrimento a conteúdo. Então somando pouca grana, pouco tempo, e num ecossistema merda, melhor não fazer.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares