3 Comentários

  1. euo

    imagine o desequilibrio ecologico que isso acarretaria… essa galera precisa pensar melhor no que fazem

    Responder
  2. Aleph

    Tive a mesma impressão do comentarista anterior. A ideia parece sensacional da maneira que é divulgada, mas falta um pouco de responsabilidade científica em não divulgar apenas a novidade como “uma grande sacada”, mas também em avaliar as consequências reais. O MIT, aliás, pelo que venho acompanhando, parece estar seguindo muito essa linha de produzir soluções para problemas não completamente definidos.

    PS: Philipe, teu blog continua com um conteúdo interessantíssimo, mas penso que o redesenho da página inicial com as manchetes e subtítulos à la clickbait desfigurou um pouco a essência do site. Parece ter igualado o teu blog com outros não tão comprometidos com a qualidade das postagens.

    Responder

    1. O layout é assim há uns oito anos. E é assim, porque esse é o jeito mais lógico de fornecer o conteúdo. Quando alguém chega na pagina, ela não abre de uma só vez dez posts inteiros (alguns posts meus possuem CENTENAS de imagens). Tenho post aqui que ultrapassam cem paginas de word em texto. Esse sistema antigo onde o visitante é atingido com o conteúdo total dos posts é uma barbeiragem enorme em termos de usabilidade, porque às vezes o cara quer entrar para pesquisar um post antigo e se pra isso ele tiver que abrir dez posts inteiros e esperar tudo isso carregar, ele vai ficar traumatizado, e se estiver no celular então, aí ferrou de vez com o plano de dados dele… A troco de nada!
      O sistema em que listamos os títulos e as descrições dos posts dá ao visitante a possibilidade de escolher o que ele vai ver, na ordem que preferir, é até o momento, a unica solução lógica que contempla conteúdo e download à critério do usuário.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.