Maglev Cobra em Dubai

Pois é, pessoal. Para quem esteve em outro planeta ou talvez em coma nos últimos vinte anos, poderá se espantar ao descobrir que com muita grana e visão de futuro, aquelas cidades incríveis dos filmes B de ficção científica no estilo Flash Gordon e Buck Rogers viraram realidade.

Este lugar incrível, chama-se Dubai.

Vejamos:

Maglev Cobra em Dubai

Dubai em 1990

Maglev Cobra em Dubai

A mesma rua em 2003.

Maglev Cobra em Dubai

Ano passado.

Maglev Cobra em Dubai

Dubai é o lugar onde estão entre 15 a 25% dos guindaste de todo o mundo atualmente.

Maglev Cobra em Dubai

A orla de Dubai. Quando completada se tornará a maior orla em desenvolvimento no mundo.

Maglev Cobra em Dubai

Tudo isto foi construído nos últimos 5 anos, inclusive aquela ilha que se parece uma palmeira.

Maglev Cobra em Dubai

As Ilhas das Palmeiras em Dubai. Uma nova tecnologia de draga holandêsa foi usada para criar estes
volumoso número de ilhas. Elas são as maiores ilhas artificiais do mundo e podem ser vistas de espaço.
Serão feitos três destas Palmeiras, com a última sendo a maior delas todas.

Maglev Cobra em Dubai

Após a conclusão, o resort terá 2.000 vilas, 40 hotéis de luxo, shopping center, cinemas, e muitas outras instalações. É esperado uma população de aproximadamente 500.000 pessoas.
É anunciado como sendo visível da lua.

Maglev Cobra em Dubai

As Ilhas Mundiais ou O Mundo.
300 ilhas artificialmente criadas na forma do mundo. Cada ilha terá um custo calculado de $25-30 milhões.

Maglev Cobra em Dubai

O hotel Burj al-Arab em Dubai. O hotel mais alto do mundo.
Considerado o hotel mais luxuoso no mundo, o único ‘ hotel 7 estrelas ‘. Está em uma ilha artificial no mar.

Maglev Cobra em Dubai

Hydropolis, o primeiro hotel sob as águas. Completamente construído na Alemanha e então montado em Dubai, está programado para ser finalizado em 2009 depois de muitos atrasos.

Maglev Cobra em Dubai

The Burj Dubai. A Construção começou em 2005 e espera-se que esteja finalizado em 2008. Com uma altura calculada de mais de 800 metros, será certamente o edifício mais alto de mundo quando termindo.
Será quase 40% mais alto que o mais alto edifício atual, o Yaipei 101.

Maglev Cobra em Dubai

Isto é como o centro da cidade de Dubai se parecerá ao redor 2008-2009.
Mais de 140 fases do Burj Dubai já foram completados.
Já é a maior construção no mundo, feita pelo homem, e ainda não está concluida. O edifício está programado para ser finalizado no próximo ano.

Maglev Cobra em Dubai

O Al Burj. Este será o centro da orla de Dubai.
Depois de construído assumirá o título da estrutura mais alta no mundo do Burj Dubai.

Maglev Cobra em Dubai

Recentemente foi anunciado que a altura final desta torre será 1200 metros.
Isso a tornaira 30% mais alto que o Burj Dubai e três vezes mais alto que o Empire State Building.
Esta é uma cidade de primeira classe.

Maglev Cobra em Dubai

O Burj al Alam, ou The World Tower. Após concluído será hotel mais alto do mundo.
Espera-se que estaja pronto em 2009. Com 480 metros será só 28 metros menor que o Taipei 101.

Maglev Cobra em Dubai

The Trump International Hotel & Tower, será o centro de uma das palmeiras, The Palm Jumeirah.

Maglev Cobra em Dubai

Dubailand. Atualmente, o maior conjunto de parque de diversões do mundo é o Walt Disney World Resort, em Orlando, que também é o maior empregador do local nos Estados Unidos, com 58.000 empregados.
Dubailand será duas vezes maior.

Maglev Cobra em Dubai

Dubailand será construído em uma área de 3 bilhões pés2 (107 milhas2) a um preço calculado de $20 bilhão. O local pretenderá incluir 45 mega projetos e outros 200 projetos menores.

Maglev Cobra em Dubai

Maglev Cobra em Dubai

Maglev Cobra em Dubai

Dubai Sports City. Uma coleção enorme de arenas de esporte localizada em Dubailand.

Maglev Cobra em Dubai

Atualmente, o Walt Disney World Resort é o 1º destino de excursão no mundo. Uma vez completamente finalizado, Dubailand assumirá este título facilmente, já que é esperado cerca de 200.000 visitas diariamente.

Maglev Cobra em Dubai

A Marina de Dubai quando completamente desenvolvida pelo homem conterá mais de 200 altos edifícios quando terminada. Será a casa de algumas das mais altas estruturas residenciais do mundo.
A primeira fase completa do projeto foi apresentada.
A maioria dos outros altos edifícios será terminado entre 2009-2010.
O Dubai Mall será o maior centro comercial do mundo com mais de 9 milhões de pés2 de compra e ao redor 1000 lojas. Ele será terminado em 2008.

Maglev Cobra em Dubai

O Esqui Dubai, que já está aberto, é a maior estação de esqui em recinto fechado do mundo.
Esta é uma imagem feita de outra futura estação de esquia em recinto fechado que está sendo planejada.Alguns dos edifícios mais altos no mundo, como Ocean Heights e The Princess Tower, que será o maior edifício residencial do mundo, encabeçam uma das 100 fases da Marina de Dubai.

O UAE Spaceport será o primeiro porto espacial no mundo se a construção manter o mesmo ritmo.

O sitema de Metro de Dubai , uma vez completado, se tornará o maior sistema ferroviário, completamente automatizado, do mundo.O Aeroporto Internacional Central de Dubai se tornará o maior aeroporto em tamanho, quando terminado. Também se tornará, eventualmente, o aeroporto mais ocupado no mundo, baseado em volume de passageiro.

E a novidade deste post é que o meu pai veio da Alemanha ao Brasil para uma reunião com ninguém menos que Mohammed bin Rashid Al Maktoum. O príncipe de Dubai. O cara que tem um avião A380 só pra ele passear.

Para quem não entendeu nada sobre o que tem o meu pai a ver com o príncipe deste lugar incrível, recomendo uma lida no post do maglev cobra, que explica a invenção patenteada do meu pai e sua aplicação na questão dos sistemas de transporte por levitação magnética. Como ele é o mais avançado, mais econômico e mais ambientalmente correto sistema de levitação do mundo, uma pessoa ligada ao príncipe entrou em contato com meu pai lá em Dresden, para marcar uma reunião com o príncipe. Por ironia do destino, a única data viável para o encontro seria no Brasil, justamente na semana em que meu pai estaria aqui, gravando um documentário sobre a tecnologia Maglev Cobra para o Discovery Channel.

O encontro do meu pai com o príncipe de Dubai ocorreu na Usp em um local discreto e Mohammed bin Rashid Al Maktoum ficou bastante interessado e impressionado com a contribuição ambiental do novo conceito tecnológico do trem de levitação sobre trilhos brasileiro.

O príncipe saiu da reunião levando consigo uma cópia impressa da apresentação do meu pai e deixou claro para todos que Dubai tem um enorme interesse na questão ambiental. Além de Dubai, é possível que o sistema Maglev Cobra venha a equipar a cidade Masdar, em Abu Dhabi.

Masdar City é um projeto (megalomaníaco como sempre) de se criar uma cidade totalmente livre de emissões e poluentes. A idéia é que Masdar seja uma espécie de modelo futuro para inspirar outras cidades ao desenvolvimento de tecnologias ambientais para redução da poluição e das suas desastrosas conseqüências, como mudanças climáticas e etc.

Esta cidade será construída em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos. A cidade Masdar será livre de emissões de carbono, livres de resíduos e livre de carros. Os painéis solares, fotovoltaicas e tecnologia de energia eólica fornecerão toda eletricidade necessária para a cidade, que será a residência de cerca de 50000 pessoas, além dos sistemas de transporte ferroviário de dessalinização. Todos os resíduos serão reciclados e os resíduos provenientes de águas residuais serão purificados para serem utilizados como adubo, e posteriormente usados no plantio de vegetais necessários para os biocombustíveis.

Para percursos de distâncias curtas, o meio de transporte será andar de bicicleta. Para distâncias maiores, carros elétricos e um sistema avançado de transporte ferroviário vai ligar Masdar City a Abu Dhabi, que é a capital dos Emirados Árabes Unidos.
Tudo está sendo planejado com uma concepção de construção inteligente que resultará em alta eficiência energética. Os painéis solares irão fornecer sombra e poupar energia para refrigeração, num lugar onde a temperatura passa fácil dos 50 graus.

E, além de energia e de conservação hídrica, a pesquisa irá desempenhar um papel importante. O Instituto de Tecnologia de Michigan fará parte do meio acadêmico desenvolvimento conceitual de uma cidade limpa. Um lote de grandes e pequenas empresas são esperados para iniciar atividades ou para abrir filiais em Masdar City. (Não duvido que meu pai acabe tendo que se mudar pra lá)

Um total de 22 mil milhões de dólares serão investidos nos próximos 8 anos para construir essa cidade que é susceptível de servir como um modelo para o futuro desenvolvimento urbano em nível mundial.
Existem várias razões pelas quais a Masdar é de grande importância para Abu Dhabi. Por um lado, que a economia é essencialmente baseada as exportações de petróleo, uma matéria prima finita, portanto, deverá encontrar outras áreas de negócio. Além disso, como Dubai surge como uma promessa de ser a cidade do futuro, com entretenimento e obras de cair o queixo, Abu Dhabi espera atrair investimentos mundiais como a cidade ambiental do futuro. Possivelmente, as duas cidades terão êxito. Há um mercado potencial gigantesco para a tecnologia do Maglev nas duas cidades, e ao que tudo indica, o sistema de transporte por levitação não tardará a ser implantado lá.

O triste disso é ver que até o príncipe de Dubai se interessou pelo Maglev enquanto os políticos brasileiros só pensam no próprio bolso e em tecnologias caras e obsoletas como o VLT.

As últimas alterações no projeto Maglev cobra estreitaram o veículo, reduzindo os bancos duplos para bancos individuais aumentando o conforto para o passageiro, (qualquer um que já teve o desprazer de sentir que o cara do seu lado está lendo seu jornal ou vendo o que você digita no seu notebook vai entender isso) o que reduziu muito seu consumo energético. Isso permitiu que o sistema Maglev Cobra fosse o primeiro trem do mundo a operar com energia solar. Painéis solares dispostos sobre o circuito por onde o trem passa geram energia que não é armazenada. Esta energia é jogada para a rede elétrica e computada como créditos elétricos. Quando chega à noite, quando os painéis não geram energia, o sistema pega de volta da rede elétrica os créditos gerados no dia. Como os cálculos mostram que o trem gera mais eletricidade do que consome, isso significa que o maglev cobra não só contribui para a redução do aquecimento global ao não emitir poluentes, como é um a solução urbana para o transporte de pessoas e ainda por cima é gerador de energia.

Related Post

37 comentários em “Maglev Cobra em Dubai”

  1. A cada dia me surpreendo mais com as as decisões dos “representantes” de nosso povo. Sempre com soluções imediatistas.
    Acabei de ler o post sobre a tecnologia desenvolvida pelo seu pai, fechei a janela do MG e olha só a notícia que encontro.
    http://br.invertia.com/noticias/noticia.aspx?idNoticia=200805141330_RED_76949679
    Felipe, parabéns pelo MG e para o seu pai por desenvolver e trabalhar na implantação desta nova tecnologia.

  2. [quote comment=""]Filipe, tem como disponibilizar as fotos em outro site. Eu não estou conseguindo vê-las…[/quote]
    Roberto tenta entrar aqui:
    http://www.surf-ip.info/
    e coloca o link do mundo gump no campo lá que deve abrir. Seu servidor deve estar bloqueando imagens do photobucket

  3. Espero um dia ter condições financeiras para viajar à Dubai, a cidade é muito bonita e os preços não são nada amigáveis , tudo custa muito caro .

  4. :ohhyeahh:

    Apenas uma palavras,… INCRÍVEL!

    Se alguém, que tiver grana sobrando e não saber como gastá-la,… Basta pagar-me uma viagem para Dubai.

    Ficarei muito feliz. :happy:

  5. Também, com os trilhões em petrodólares que Dubai tem, dá para construir até na Lua se eles quiserem.
    Não faz muitos anos que vi reportagem deste projeto de ilha artificial em Dubai, e pelo visto, já está quase pronto.´
    Petróleo é essa riqueza mesmo…eles lá se fartando do que há de melhor e mais caro…e o resto do mundo amargando as conseqüências de efeito estufa, terremoto, maremoto, extinção da vida na Terra…pois é, queiramos ou não, até agora a divindade e a sorte só ajudam mesmo os que são ricos, bélicos e poderosos.
    O resto do mundo está na situação que o Jornal Nacional mostra toda noite.
    E o Brasil tem que colocar aerotrem, maglev e tudo, sim, mas não esquecendo das ferrovias convencionais para atender o serviço de carga e passageiros.
    Me lembro quando eu ia para o interior de trem numa boa, chegava descansado depois de uma viagem de 12 horas já quase no Paraguai.
    Trem é 10, seja maglev ou fepasão – resolve mesmo. É só não ficar na frente dele.

  6. Muito interessante. É triste ver que nossos políticos não se interesam por nada. Um sistema ferroviário eficiente no Brasil só traria vantagens.

  7. POis é. Estamos brigando para tentar mudar isso. Não parece, mas só a divulgação do sistema maglev aqui no mundo gump já abriu muitas portas, projetando possibilidades que se concretizadas, podem mudar radicalmente o nosso país.
    :B

  8. Philipe,

    Será que não dá para esticar o trem (Maglev Cobra) até Petrópolis não ? Subir e descer todo dia tá f*da…

    Quanto a Dubai: incrível né ? E pensar que nosso país é muito mais rico e nós não temos estes empreendimentos. Resta torcer por seu pai e espero, que em pouco tempo, ele consiga realizar este sonho.

    Mande meus parabéns para ele!

  9. [quote post="1876"]Será que não dá para esticar o trem (Maglev Cobra) até Petrópolis não ? Subir e descer todo dia tá f*da…[/quote]

    Cara eu nem mencionei uma que talvez seja a maior vantagem do sistema de levitação sobre o sistema de rodas sobre trilhos. O maglev consegue subir qualquer rampa. A bem da verdade, ele anda até verticalmente e de cabeça para baixo se preciso for. Isso faz dele uma solução econômica fenomenal, porque quando o trecho ocorre em terreno acidentado, (como grande parte do Brasil)é necessário investimentos gigantes em túneis, aterros, planificações e etc, já que trem de roda sobre trilho precisa de rampas absurdamente suaves, tipo 2%. O maglev encara sem problemas rampas de 45% ou mais. Isso reduz a necessidade de uma obra faraônica com dinheiro público para que um trem consiga transpor uma serra simples. Com a diferença brutal deste custo, um maglev pode triplicar seu percurso, atendendo mais pessoas e permitindo que trabalhadores residam mais distantes dos grandes centros. Com isso, o volume de tráfego nas cidades se reduz e o desenvolvimento deixa de ser concentrado nos centros para se estender por regiões periféricas. O sistema Maglev como é suspenso, pode viajar por áreas desperdiçadas como por exemplo o meio de uma estrada com duas pistas. Bem na área onde fica o guard rail central é só colocar postes de sustentação da via elevada que o trem passa por ali numa boa, seguindo o caminho da estrada.

  10. Cara….a civilização ocidental está obsoleta!

    CHINA, INDIA, ARABIA SAUDITA….sao exemplos de lugares incriveis em todos os aspectos….Essas civilizaçoes já tiveram os seu apogeu antes que se quer fossem descobertas as nossas terras! E agora retornam com toda força e opulencia….

    Olha só o que os caras fazem! INCRIVEL….
    O que será New York perto de dubai em alguns anos!???? uma favela…

    Esses dias ouvi falar que estao construindo uma nova cidade inteira ao redor de dubai que sera totalmente ecologica, 0 de emissao de carbono e residuos….

    cara isso é uma aula para o ocidente…

    Sobre a burj dubai tower, procurem fotos no FLICK, ela está bem adiantada já.

    Um amigo me mandou uma foto que eu viajei… olha só essa loja:
    http://img187.imageshack.us/my.php?image=mercadodeourodubaikp8.jpg
    Tudo ouro puro, 24 kilates bb! E no meio da rua… Imagina isso no Rio de Janeiro….

  11. Philipe foi mal pelo terceiro comentario mas é só para completar.

    Na vontade postei sem ler toda a matéria. A cidade a que me referi é exatamente Masdar city, conforme você explicou muito bem ai.

    E cara, parabéns ao seu pai. Pessoas como ele sao cidadãos do mundo e suas invençoes beneficiam toda a humanidade….Se os brasileiros nao enxergam isso, paciência. Em outros lugares essa tecnologia será valorizada e depois disso, quem sabe, os politicos resolvam implanta-la aqui….

  12. Projetos bobos de um pais que vive com a especulacao do petroleo as custas do desenvolvimento de todo o mundo. Acho que seria mais util tanto dinheiro investido em outras areas do que em ser ” o maior ” em tudo…. Quero que um terremoto e que o efeito de aquecimento global mande todos esses senhores do petroleo para o inferno

  13. Vejo o que os outros países fazem e só fico olhando o nosso governo. vejo esse projeto do seu pai e invejo (com bons olhos e apreço) que outros países tem interesse em algo que melhore a sua vida.
    enquanto ficarmos sustentando deputados, suplentes, senadores, suplentes, familiares, ministros, presidentes continuaremos nesta, vendo a banda passar com vontade que ela ficasse e tocasse para a gente ouvir.

  14. [quote post="1876"]Projetos bobos de um pais que vive com a especulacao do petroleo as custas do desenvolvimento de todo o mundo. Acho que seria mais util tanto dinheiro investido em outras areas do que em ser ” o maior ” em tudo…. Quero que um terremoto e que o efeito de aquecimento global mande todos esses senhores do petroleo para o inferno[/quote]

    Fabio, cara eu acho que não é bem assim. Dubai tem como resultado econômico pouco mais de 5% do PIB oriundo do petróleo. O resto vem do turismo e de uma zona franca. NA verdade, o desenvolvimento desta cidade dos emirados árabes se dá muito mais pela necessidade imperativa de uma fonte farta de arrecadação desvinculada do petróleo, de um modo diferente do que ocorre nos países vizinhos, como a Arábia Saudita, Iraque, Irã, etc. Dubai não busca ser maior em tudo. Na verdade isso é um marketing para atrair negócios e são os negócios e turismo que irão manter este lugar, e não o petróleo.
    Eu acho que a gente não deve ter raiva dos ricos. Ao contrário do que a lógica perversa ocidental-cristã apregoa, ter dinheiro não é ruim e ser rico não é pecado porra nenhuma. Horrível é um país riquíssimo como o nosso, cobrar uns dos mais altos impostos do mundo e oferecer serviços públicos cretinos ao povo. O triste de olhar para dubai é que nós sabemos que esta cidade poderia ser um exemplo para nós. Haveria emprego, haveria menos violência, haveria mais saúde e bem estar. Haveria mais educação, cultura e grana, muita grana de turistas de todo o mundo. Dubai para o Brasil poderia ser como naquela propaganda onde um cara velho surge para um rapaz e diz “eu sou você amanhã”.

    O triste de tudo isso é que do jeito que está, dubai teima em escancarar que nós não seremos assim. Nem amanhã nem nunca. :worry:

  15. [quote comment=""][…] […][/quote]
    Eu que tenho PAVOR de lugar alto iria relutar MUITO para ir em alguns destes projetos, curuiz, deve ser uns 15 minutos de elevador(outra coisa q tenho pavor).
    Outra coisa é q concordo com o amigo q diz q dá medo uma cidade d proporçoes tão faraônicas, parece q um dia vai rolar um tsunami daqueles para castigar tanto luxo, sei lá , tipo Herculano e Pompéia..
    Credo…tomara q isso não aconteça mais em lugar nenhum do mundo!!!!Mas q dá um medão da fúria divina , isso dá!!!!
    Porque se vc pensar bem, uns 20 bilhoesinhos gastos num predinho desses salvava muita gente lá pelas bandas da Africa…
    Mas cada cabeça uma sentença…..!!!!!!!!!!!!!
    Sinceramente, eu preferiria visitar o Thaiti,Polinésia, Ilhas Maldivas….Hum……

  16. Pensando por estes lado, os ESTADOS UNIDOS DA AMERIC já deviam ter sido varridos do mapa….

    Gastaram trilhoes de dolares jogando bombas na cabeça de iraquianos inocentes…..

    Não vejo mal nenhum em gastar o dinheiro da maneira como os arabes gastam, venha ele de onde vier… Isso é para ser olhado e admirado como uma demonstração da nossa capacidade como seres humanos.

    O dinheiro ali foi muito bem gasto… é o que penso.

  17. Cocordo totalmente. Acho que as construções espetaculares são maravilhosos feitos da engenharia. Devem ser admirados. Se deus quiser castigar alguém será o cara que mata por cobiça, que joga bomba atômica nos outros, fritando milhares de inocentes com napalm e deixando seqüelas eternas em milhões de pessoas que nada tem a ver com guerras sujas e inúteis por um poder econômico efêmero.

  18. [quote comment=""][…] Parabéns pela matéria, excelente… Eu já tinha visto na tv a cabo a construção do hotel de Dubai, levou 5 anos e é uma super obra de engenharia, a suíte principal tem o custo de U$ 20.000 por diária, rsrsrss, melhor que o Adsense… Acho que vou construir um destes no Brasil, se conseguir furar o chão do quintal e achar petróleo dá! :B […][/quote]

  19. Apenas para sanar algumas dúvidas, é sou eu de novo…
    Estava vendo no site oficial que o maglev “suporta” rampas de até 15%, mas fiquei em dúvida pois aqui em um post vi que o número é de 45%. Pode esclarecer qual é o correto?
    E gostaria também de saber quais são as chances (%) deste projeto substituir o trem bala que ligará São Paulo ao Rio de Janeiro.
    Obrigado e boa sorte com o projeto.
    Alias só para abrir um parênteses meu pai falou do divinicell, e realmente confirmou que o custo benefício é maior, pelo menos nos catamarans cat 190 que tem entre 30 e 40 pés…

  20. uma cidade muito Sofisticada, rica, bonita e futurista imaginem só o dinheiro das pessoas de Dubai!:] Só que o problema é que a cabeça das pessoas de Dubai são antigas, não mudam, pois a primeira lei do mundo “Dente por Dente olho por olho”permanece em D:argh: 😐 :ohhyeahh: 0_0 :shocked: ubai, e complica as coisas PARA eles!!Porque se pegar um pedaço de pão é morto!!!é uma cidade linda mas com o espirito antigo e agrecivo!.

  21. Peraê camarada! Os trens do seu pai não anda no máximo 70 km/h? Tudo bem que sirva para substituir o transporte urbano, mas como poderá substituir o trem-bala no trecho Rio-São Paulo???????? :sly:

    • Não pode. Para alta velocidade a tecnologia é outra, completamente diferente. Também de levitação, e equivalente a usada atualmente na China.
      Para alta velocidade tem uma tecnologia, para velocidade urbana tem outra. E ambas tem peculiaridades de design compartilhadas. Sacou?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares