Madeireiros cortam acidentalmente a árvore mais antiga do mundo na Amazônia

Curioso como é esse negócio de viralização. Vários amigos meus me deram a dica de post sobre a derrubada “acidental” da árvore mais antiga do mundo, uma samaúma de 5.800 anos de idade.

samaura-460x307

A árvore gigantesca estava na fronteira do Brasil e Peru no meio de uma reserva indígena, e segundo os índios da reserva, a derrubada acidental de sua árvore sagrada representa um mau agouro para todo o mundo.

Você poderá ler todo o caso do tal “acidente” aqui no site que veiculou a notícia. 

Mas antes, eu preciso te dizer uma coisa:

É MENTIRA!

Analisando o disclaimer do site em questão, no último paragrafo, se destaca o aviso, propositalmente escondido:

WNDR assume no entanto toda a responsabilidade para a natureza satírica de seus artigos e para a natureza ficcional de seu conteúdo. Todos os personagens que aparecem nos artigos deste site – mesmo aqueles baseados em pessoas reais – são totalmente ficcional e qualquer semelhança entre eles e quaisquer pessoas, vivos, mortos, ou mortos-vivos é puramente um milagre.

O site em questão se passa por um site de jornalismo, mas trata-se de um desses sites de jornalismo fajuto, algo que virou uma estranha modinha nos últimos anos. Dá até pena de ver a galera comentando lá, acreditando na história que lembra muito o roteiro de Avatar.

Me lembro de ter visto pela primeira vez essas notícias completamente falsas surgirem no Cocadaboa, e depois apareceu (ou só fui saber depois) um site chamado Theonion, e por aqui faz sucesso um site chamado Sensacionalista. Mas existem vários, como o Bairrista, 2030, G17, que inclusive tenta se passar por um portal de notícias, copiando até mesmo o layout dos grandes portais.

A ideia por trás deste tipo de site é criar notícias tão bizarras que as pessoas se sintam compelidas a passar aquilo para a frente, e assim eles conseguem viralizar com facilidade, o que leva muita gente a entrar no site, e isso se reverte, claro em muitos cliques nas propagandas. Nem todo mundo sabe que são essas propagandas que mantém os sites no ar, e cada clique dá um percentual ínfimo do valor daquela propaganda ao dono do site. A maioria dos sites funciona assim, seja os que inventam mentiras para iludir as pessoas seja como os tipo esse aqui, onde cada post leva váááááárias horas de pesquisa para ficar pronto (sem falar no trabalho de doido de vasculhar a net em busca de coisas interessantes mas que sejam de verdade).

[wp_ad_camp_2]

Os sites de notícias falsas deitam e rolam na era das redes sociais onde é mais importante obter um joinha e ganhar pontos sociais passando para todos os seus amigos aquela coisa estranha e ninguém verifica mais nada. Claro ninguém tem obrigação de ir verificar tudo que recebe, mas deveria ser esse o papel de quem passa algo para a frente. É nessa onda que pululam toda sorte de correntes, como aquela clássica do menino queimado em que o facebook vai doar um dólar para cada joinha, ou cada “amém” que a horrível foto de uma criança desfigurada receber. A maioria das pessoas passa esse tipo de coisa para a frente por pura inocência. Mas quem inventa este tipo de coisa está atrás de números.

Madeireiros cortam acidentalmente a árvore mais antiga do mundo na Amazônia

Acontece que quanto mais uma coisa que você cria repercutir nas redes sociais, maiores e melhores serão seus indicadores sociais, e serviços como o Klout que mede seu grau de influência na rede poderá ser manipulado. Desse modo, os caras interessados neste tipo de pratica também estão mirando em ganhar dinheiro lá na frente, ao oferecer a uma empresa suas credenciais capazes de movimentar milhares de likes em um único dia. A estatística nunca mostra que likes foram estes ou no quê.

O problema das notícias falsas, que geralmente tentam se esconder numa aura de humor, é que nem sempre eles estão fazendo humor. A felicidade suprema de um cara que faz este tipo de site, é quando um veículo de mídia, (que tem a FUNÇÃO de apurar o que publica) morde a isca e veicula algo completamente sem pé nem cabeça, expondo o site/jornal ao escárnio público.

Há também uma dose de humor perverso em ver pessoas fazendo papel de ignorantes passando para a frente aquilo que o cara sabe que é invenção. Muitos casos que ocorrem com os sites de notícias falsas funcionam também como um bom termômetro para vermos como é baixa a qualidade do jornalismo praticado no Brasil. Não é nem preciso pegar qualquer jornal de Portugal ou Espanha e ler matérias de abrangência e profundidade incomparavelmente melhores que os artigos publicados no Brasil. O jornalismo de má qualidade, que pega e copia de qualquer jeito um “furo” que surge nas redes sociais, sem apurar de onde saiu,  é só mais um reflexo da má qualidade generalizada de tudo, a começar pela educação. Os jornais brasileiros ficaram telegráficos faz anos, acompanhando – talvez por uma questão de sobrevivência desses veículos – a queda na capacidade reflexiva e de interpretação de texto de quem lê. Não há profundidade em nada, e as coisas são quase sempre resumidas ao extremo que beira a incompreensão. A sensação que dá é que precisam escrever pouco e escrever “fácil”, senão o cara não lê, não compra o jornal.

Isso sem falar nas matérias partidárias, com interesse escusos, que são uma afronta a ética, algo que já está em extinção no país.

Mas os portais de notícias inventadas orientados para o “humor”, muitas vezes erram a mão e produzem este tipo de notícia, como o do corte da árvore. Onde está o humor disso? Em lugar algum. O único que certamente ri de algo assim é o cara que inventou a história e só ri se achar pessoas que acreditem no que ele criou.

O sucesso deste tipo de artigo se faz ao mimetizar tão perfeitamente a realidade ao ponto de enganar o máximo de pessoas, com o mínimo de esforço. Copiar o layout dos grandes portais de notícias ajuda, mas é o pequeno elemento de indignação que produz o inconformismo que dispara a carga viral da notícia. Neste caso em específico, a carga do inconformismo está em dizer na matéria que os madeireiros cortaram “acidentalmente” a árvore. As pessoas ficam putas porque sabem que esse acidentalmente é um caô safado, e assim elas repassam a notícia com sua indignação nas redes sociais, e  a coisa segue em loop.

nota_falsa_de_tres_reais_apreendida_com__4d5b29e6ce73f-418520-4d5b29e6cfac6
Tão reais quanto

Embora os sites de noticias falsas estejam ganhando dinheiro com mentiras, eles estão colaborando para uma coisa boa, que é conscientizar as pessoas que elas devem ter um pensamento crítico com relação ao que estão lendo. Uma história parece muito estranha? É possível que ela não seja verdade. Mas ao mesmo tempo em que  mentiras são passadas de mão em mão nas redes sociais, vai se edificando uma ideia errônea de que na internet só tem mentiras e engodos. E aí, este mundo, tão estranho, tão cheio de coisas loucas começa a parecer cada vez mais com notícias inventadas, o que resulta no outro lado da moeda do maluquinho que acreditava em tudo: O cara que não acredita em nada.

Claro, ninguém é obrigado a acreditar de cara que é possível chover sapos. (sim, acontece mesmo) Ou que um sujeito vai comprar pão num tanque de guerra que comprou num leilão, ou que existam pessoas azuis. Mas num universo cada vez mais repleto de notícias fantasiosas, recairemos naquela velha história que toda mãe conta, do “filho da amiga dela que gostava de fingir que estava afogando na piscina, e no dia que estava afogando mesmo, todo mundo achou que ele tava de zoeira e ele morreu”. 

Estamos numa época de crise na realidade. Somos bombardeados por inovações tecnológicas capazes de convencer nossos sentidos que pessoas mortas estão num palco cantando, e as notícias que são reais parecem mentira, “coisa de filme”, e as noticias que parecem verdade, não raro são invenções, que são repassadas a torto e à direito nas redes sociais, repletas de pessoas com perfis falsos, usando dados falsos por razões mais diversas.  Os produtos usam a mentira para vender como se isso fosse a coisa certa a fazer, e os políticos… Bem não preciso nem falar deles.

 

 Voltando às árvores…

É inegável que temos madeireiros ilegais explorando vastas regiões de floresta no Brasil e nos países com os quais fazemos fronteira. A taxa de desmatamento cresce absurdamente,ao ponto em que o desmatamento da Amazônia em setembro deste ano teve um aumento de 290% em relação ao mesmo período do ano anterior. Através de análises de imagens de satélite, foram detectados 402 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal em 2014, já em 2013 esse número somava 103 quilômetros quadrados.

As apreensões de madeira ilegal representa um percentual ínfimo, inócuo diante da devastação permanente das multinacionais da exploração.
As apreensões de madeira ilegal representa um percentual ínfimo e inócuo diante da devastação permanente das multinacionais da exploração.

Mas a árvore mais antiga do mundo jamais ficou na Amazônia. E ao contrário do que poderia parecer ao senso comum, a árvore mais antiga do mundo não é gigante. O tamanho de uma árvore é determinado por suas características genéticas, não por sua idade. Árvores não vão crescendo indefinidamente, meus amigos.
De fato, a Amazônia é muito antiga, e a floresta, que começou a surgir no Eoceno, existe há pelo menos 55 milhões de anos. Mas seria inviável achar uma árvore que tenha tal idade. As árvores dessa época já viraram petróleo!

Até onde se sabe, a árvore mais antiga do mundo não está na Amazônia, e sim na Suécia. Descoberta e estudada em abril de 2008, por cientistas da Universidade de Umea Picea a árvore mais antiga do mundo tem um sistema radicular de 9.550 anos de idade. Ela é chamada Old Tjikko.

Esqueça os troncos espetaculares. A àrvore mais antiga do mundo é frágil como uma velha de 9.000 anos.
Esqueça os troncos espetaculares. A àrvore mais antiga do mundo é frágil como uma velha de 9.500 anos.

A longevidade do pinheiro se deve em parte à sua capacidade dupla de ser clonada a partir de porta-enxertos, e por se adaptar às mudanças climáticas. Por exemplo, a forma do pinheiro facilita com que a neve caia de cima dele sem derrubar a árvore. A árvore mais antiga do mundo está na província de Dalarna, na Suécia.

É verdade que quem gosta de árvores sente uma enorme dor no coração de ver cenas de desmatamento.

20120211_amazon_0438

Eu sinto um misto de tristeza profunda com ódio, de saber que em grande extrações ilegais de madeira é CLARO que há uma poderosa e farta rede de subornos que avança dos confins da floresta até dentro das repartições públicas em Brasília.  Mas não é só o Brasil que cometeu verdadeiros absurdos em termos de desmatamento. Veja só as fotos a seguir:

Não sei o que me impressiona mais, se é o tamanho desse tronco ou se é o fato dele ter sido cortado na base do serrotinho.
Foto de 1892, na Califórnia: Não sei o que me impressiona mais, se é o tamanho desse tronco ou se é o fato dele ter sido cortado na base do serrotinho.

 

No passado, os primeiros colonizadores da América tinham grande orgulho de derrubar árvores monumentais. Quanto mais altas e imponentes, mais o madeireiro se achava “o foda”. E assim eles quase levaram as sequoias gigantes à extinção.

Ao longo de centenas de anos, árvores gigantescas foram tombado diante do progresso
Ao longo de centenas de anos, árvores gigantescas foram tombado diante do progresso

 

cf4a4da9c35c3d274bedb6894d08eeca
Dá pra entender porque cortar árvores é uma das profissões mais perigosas do mundo
a6179e5d67aa3ff7022f91a129d576f8
Eles se orgulhavam, em parte porque não imaginavam que as árvores poderiam acabar um dia. Eles achavam que elas eram infinitas

 

Related Post

9 comentários em “Madeireiros cortam acidentalmente a árvore mais antiga do mundo na Amazônia”

  1. Penso a mesma coisa quando vejo esses sites de notícia falsa. Uma coisa é uma proposta de ser falso e humorístico. Outra é quando isso se mistura com a realidade sem humor. E a cada dia surge mais um. Principalmente político, neste ano de eleições.

  2. O site de humor e notícias falsas O Bairrista é fantástico, talvez para quem não seja do RS não tenha graça alguma, mas para os gaúchos é de morrer de rir com as boas tiradas dos redatores.

  3. Aproveitando o tema pra indicar um livro bem bacana “The Oldest Living Things in the World “. Tem o video do TED da autora explicando o projeto..

    http://www.ted.com/talks/rachel_sussman_the_world_s_oldest_living_things?language=en

    Ela foi documentando pelo mundo os organismos mais velhos e ainda vivos do planeta….arvores..plantas.. tem aquela arvore ali na capa do livro, só achei pra comprar na amazon gringa mas é bem legal!

  4. Nossa eu precisava muito desse post em inglês. Parece que a noticia da arvore viralizou para fora do Brasil e um amigo meu australiano compartilhou a mesma noticia em ingles aparentemente do Wolrd News Daily Report (segue o link: http://worldnewsdailyreport.com/loggers-accidentally-cut-down-worlds-oldest-tree-in-amazon/)
    Queria simplesmente dizer que é um hoax e copiar o link desse post, mas como ele não vai entender nada (apesar do fdp morar no Brasil não fala portugues) vou ter que traduzir….
    Maior preguiça… to mais a fim de jantar agora eheheh Acho que vou deixar para amanhã…

    • Que IDIOTA que eu sou ahahahah
      O site é o mesmo ! Agora que eu vi. Nem vou apagar meu primeiro comentário que é para eu sentir vergonha cada vez que eu vir (eheh) e deixar de preguiça e clicar nos links antes de sair comentando. Que animal…

  5. Nossa não sei nem por onde começar, rsrsrs. Os grandes veículos de jornalismo no Brasil realmente são uma piada, matérias mal escritas e sem fundamento, é bem como você disse o cara escreve toscamente e pouco pq o leitor não possuí interpretação de texto, as matérias do TERRA são uma piada, parece que foram escritas por crianças no ensino fundamental. E realmente com tantos site falsos fica difícil distinguir se é verdade ou mentira quando uma historia é tão cabulosa.
    Sobre as árvores, é muito triste e revoltante vc ver árvores tão lindas serem derrubadas como se não significassem nada, nós só dependemos delas pra viver. neh!
    Ótimo post Philipe, escrita muito boa, você deveria ser jornalista, rsrsrsrss.

  6. O caso desta criança é muito triste e é uma falta de respeito. Pensar que pessoas fazem isso para garantir uns likes me deixa revoltada. Esta criança é da minha cidade e o que ela passa não é de brincadeira.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares