23 Comentários

  1. Aninha

    E aí Philipe, conto genial, isso quer dizer q os zumbis estão voltando?

    Responder
    1. Philipe3d

      Na verdade, este é um conto de vampiros. Basicamente é uma história sobre uma família de vampiros que começa a despertar de um sono que se iniciou no inicio do século XIX. Eles usam a filha mais nova para ir à caça de alimento para a família. 

      Responder

  2. Nuossa, lembrei agora do filme “O Sacrifício” com o Nicolas Cage… o final achei uma merda mas o filme é muito bom, e resumidamente é isso aí que você escreveu…

    Responder

      1. É que o filme é contado como se fosse para ter um final feliz, e no fim não é, muito pelo contrário (pelo menos foi o que entendi do filme). Seu conto não, vem “morno” até perto do final, sem dar bandeira, aí quando o cara acorda acorrentado na cama lembrando do email dos rins é que você vê a viola em caco… muito bom!

        Responder
  3. CaioSurian

    otimo texto philipe, gostei do geito que ele começa sem dar nenhuma ideia do final.

    Merece uma continuação, Kassia daria uma vilã e tanto, só pelamordedeus, se tiver continuação não transforme em um crepusculo brasileiro …

    Agora cá pensando com meus botões, se alguma garota me puser um numero, é sebo nas canela XD

    falow philippe
    CaioSurianMathias

    Responder
    1. Philipe3d

      Hahahaha pior deve ter sido o outro. Imagina chegar na mina e ela te chama de 24!

      Responder
      1. CaioSurian

        verdade … imagino como deve ter sido, acho que a partir do 23 os vampiros morreram de fome…

        – ola qual seu nome?
        -rodrigo
        -rodrigo24 !
        -que isso rapá tá mi istranhando? sai fora ô

        Responder
  4. Zonard

    ótimo conto, como vários outros contos otimos q tem no mundo gump…. parabens !!

    Responder
  5. FIDEGA

    Boa Philippe!!
    Sabia que não era um conto erótico.
    rsrsrsrsrs
    Como sempre, você está de parabéns.

    Responder
  6. William_8

    Bacana, Philipe! Me lembrou a história real do açougueiro de Porto Alegre, que mandava a mulher buscar pretendentes na rua. Depois da mulher transar com eles e oferecer um jantar bem caprichado, o açougueiro enfiava um machado na cabeça do pobre coitado e fazia linguiça com a carne. A linguiça mais vendida da cidade, por sinal. O_o

    Responder
      1. William_8

        É sério mesmo! Não sei como não fizeram um filme ainda. É uma história estilo Sweeney Todd, só que real!
        Tem até um livro bem bacana do David Coimbra, dá uma olhada no primeiro capítulo e vê se não é parecido com o teu conto: http://migre.me/5bcEI 

        Responder
  7. Rosângela

    kkkkkkkk!!! Eu estava escutando “It hurts me too” do Diesel quando comecei a ler teu conto!!! Bem apropriado, até a metade claro… Depois tem que encerrar com Sympathy for the Devil!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.