Japão, o paraíso do “Forever alone”

Compartilhe

 

A origem do Forever Alone


O Forever alone é um personagem de quadrinhos que foi usado para expressar a solidão e a desilusão com a vida. A figurinha também tem sido usada como um dos elementos de conselhos e de zoação pela internet afora, tornando-se um dos memes mais conhecidos e amados a aparecer por aí.

O forever alone é considerado um dos primeiros grandes personagens de rage comics spin-off , surgindo logo depois do “Rage guy”, que surgiu pela primeira vez no site 4chan em 2009. De acordo com várias fontes, o quadrinho original foi carregado em um segmento intitulado “April Fools “por FunnyJunk usuário Azuul em 28 de maio de 2010.

Desde então, o personagem “explodiu” e passou a ser usado como um ícone para todos aqueles que por N motivos estão “para sempre sozinhos”.f30fd24c56e1bcfc926883d6a51d5a00 Japão, o paraíso do Forever alone
fonte

 

Costumo dizer que um dos países mais curiosos do ponto de vista das bizarrices “forever alone” é o Japão.

coisas japao2 09 Japão, o paraíso do Forever alone

 

Mesmo deixando de lado a bizarra tara por tentáculos, ou os filmes pornôs com mulheres fingindo estar sofrendo (aparentemente é uma gafe a mulher demonstrar que está sentindo prazer), maquinas de fliperama como esta aqui de cima, ou até mesmo a peruca pubiana (sim, é isso mesmo que você leu!) o Japão sempre traz estranhas novidades para aqueles que não “pegam ninguém”.

Saca só o terceiro empreendimento mais forever alone do mundo:

Japão lança serviço de noiva por um dia para encalhadas

Solo wedding service 550x275 Japão, o paraíso do Forever alone

Como um número crescente de mulheres japonesas colocando as carreiras como prioridade em relação a construir uma família, (o que parece ser tendência mundial), o número de serviços que atendem às mulheres solteiras está em ascensão. Um desses serviços é o (não ria!)  “Casamento Solo “– uma experiência completa do dia do casamento, durante o qual uma mulher chega a ser noiva sem realmente casar com alguém.

A ausência de um noivo em um casamento pode parecer gump, mas o mais gump ainda, é que o bagulho fez um grande sucesso.  Desde o lançamento da empresa, que está sediada em Kyoto,  pelo menos 10 mulheres solteiras utilizaram o serviço de virar noiva sem casar. As clientes são  mulheres que sempre sonharam no dia em que usariam um vestido de noiva. E a empresa vende essa “fantasia” do “grande dia” pra elas.

Solo wedding service2 550x733 Japão, o paraíso do Forever alone

O casamento Solitário dá à cliente a oportunidade de viver o seu sonho de infância – ela é hospedada em um hotel luxuoso por dois dias e, em seguida, levada para se emperequetar, com acessórios:  vestido, buquê projeto, cabelo e maquiagem…. Cada serviço é tratado por um profissional, e conta com o mesmo nível de precisão que uma cerimônia de casamento real. Uma vez que a noiva está toda enfeitada, ela é levada para belos locais de Kyoto que complementem sua personalidade, para uma sessão de fotos completa.Solo wedding service3 550x796 Japão, o paraíso do Forever alone

Acha que tá bizarro? Espere só até saber que a empresa das noivas solitárias também pode disponibilizar um homem decorativo com idades de 20 e 70 para sair nas fotos junto com elas.

Namorado de aluguel para dormir de conchinha

Outro serviço que vem se mostrando popular no Japão para alugar namorados. O Soine-ya Prime, é um serviço de aluguel de namorado, em que as mulheres podem contratar um homem jovem e bonito para se deitar com elas por uma noite. Acredite ou não, não há nada de sexual nisso.
soineyaprime 02 Japão, o paraíso do Forever alone

 

Algumas clientes do novo rentável negócio dizem que, às vezes, só querem ronronar na cama e sentir os braços fortes de alguém ao seu redor, sem quaisquer outras implicações. E para ter um corpo quente ao seu lado na cama durante a noite elas estão dispostas a pagar para um total estranho. É gump ou não é?

soineyaprime 01 Japão, o paraíso do Forever alone

As clientes não têm permissão para beijar os homens, tocá-los de maneiras inadequadas ou contatá-los sem a permissão da empresa. Eles estão lá somente para serem usados como uma companhia agradável e nada mais e ponto

O Soine-ya Prime foi inspirado em Shimshima, um drama apresentado na televisão nipônica qeu conta a história de uma mulher que tinha problemas para dormir depois de se divorciar de seu marido. Ela acha que apenas deitar-se ao lado de um homem ajuda a dormir melhor e acaba abrindo seu próprio Soine-ya para mulheres solitárias que compartilhavam o mesmo problema.

Há também uma série de restrições comportamentais. Basicamente tudo é proibido, menos dormir em seus braços, dormir de conchinha, sair para um encontro por conta da cliente, limpar a casa ou preparar uma refeição. Tudo deve ser feito com base no principal propósito que é o de dormir na casa da cliente ou em um hotel.

O Plano Standard, que abrange os serviços acima referidos, começa em 30.000 ienes (mais ou menos 770 reais) por 7 horas. 8 horas com um namorado alugado custa em torno de 850 reais e um total de 12 horas não sai por menos de 1.200 reais.

Japonês inventa o casaco do abraço para solitários

O slogan do bagulho é a coisa mais forever alone que eu já vi na vida:  Todo mundo tem direito de saber como é ter uma namorada

fake hugs coat 550x444 Japão, o paraíso do Forever alone

Estudantes da Universidade de Tsukuba, no Japão, inventaram a solução ideal (só que não) pra qualquer um que não sabe como é receber o abraço de uma namorada de verdade. O Raiju Coat (“Casaco da Satisfação”, em uma tradução livre) tem mecanismos que simulam a pressão do abraço de uma namorada pelas costas. Ele vem também com um par de fones de ouvido, que reproduz um áudio de uma moça dizendo frases como “Adivinha!” e “Desculpe pelo atraso”.

Realmente isso é pra quem está muito avulso na vida. Mas tem coisa ainda mais estranha por lá. Tipo, imagina só:

Máquina de calcinhas usadas faz sucesso no japão

Imagina só a felicidade daquele carinha solitário ao se deparar com uma maquina que vende calcinhas usadas de colegiais. Hahahaha véio…

Trata-se de uma daquelas máquinas nas quais colocamos moedas ou notas, em troca de salgadinhos e refrigerantes. Só que, nesse caso, o produto em questão são lingeries usadas de colegiais dispostas ao lado da foto de suas supostas donas. Segundo o site Weird Asia, as tais máquinas são uma febre por aquelas bandas. A matéria diz que as calcinhas de colegiais fazem muito sucesso no país, e são vendidas clandestinamente em várias lojas, inclusive.

Travesseiro colinho

colinho Japão, o paraíso do Forever alone



Pensa no “fim de carreira” que é esta merda!
Os homens japoneses solitários já podem comprar um “colo amigo” para consolá-los.

travesseiro forever alone japones Japão, o paraíso do Forever alone

Acaba de ser lançado no país um travesseiro que tem o formato do colo de uma mulher. O travesseiro, ou Hizamakura, está sendo vendido por cerca de US$ 90 é já é sucesso naquele país. Segundo o fabricante, “ele atende a uma necessidade primária; desde a infância, as pessoas colocam a cabeça no colo da mãe para que elas lhes façam carinho ou limpem as suas orelhas”, disse …

E se você pensa que só os marmanjos gostam dum colinho artificial, pense duas vezes, pois na Terra do sol nascente tem o:

TRAVESSEIRO ABRACINHO


travesseiro homem1 Japão, o paraíso do Forever alone

Esse travesseiro simula um braço masculino, com metade de uma camisa e tudo. É para aquela mulher que sente falta de dormir abraçadinha com alguém. E tem a vantagem de não roncar no seu ouvido!

4eddbd98bb 711 600x683 Japão, o paraíso do Forever alone

Falando em travesseiros para solitários esquisitos…

O travesseiro de Anime

10 2 Japão, o paraíso do Forever alone

São uns travesseiros com personagens de anime e hentai. Alguns personagens vem em poses não exatamente bíblicas, tipo:

4bd30e949d382 Japão, o paraíso do Forever alone 4bd30dae412a1 Japão, o paraíso do Forever alone

O lance é que os homens solitários compram esses travesseiros para ter uma VIDA CONJUGAL com eles. Sério, véio! Eles levam o travesseiro como uma namorada mesmo, e vão ao cinema, ao restaurante…

 

4bd31cba907c6 Japão, o paraíso do Forever alone

 

Os caras saem na RUA com esse travesseiro gozado (em todos o sentidos possíveis)…

4bd30d4de650c Japão, o paraíso do Forever alone

esquisitice e1414929121113 Japão, o paraíso do Forever alone

Se você tá achando esquisito, vai ter certeza do grau de bizarrice dos japoneses solitários quando eu te contar que no Japão, há uma petição on-line, apoiada por mais de 500 pessoas, que pede ao governo que reconheça oficialmente o direito à pessoas de se casar com personagens fictícios.

E talvez empolgado com essa ideia, um homem do japão CASOU com um desses travesseiros, com direito a cerimônia, vestido de noiva para o travesseiro (wtf!)  e o caramba.

Picture 1 Japão, o paraíso do Forever alone wpid article 1268130775880 08a44469000005dc 332310 636x513 Japão, o paraíso do Forever alone

E você acha que só os homens tem esses travesseirinhos? Errou feio! Há também aqueles criados para mulheres, com personagens, celebridades e até alguns que podem se despir!

gp 3 Japão, o paraíso do Forever alone

É incrível como o mercado encontra nesses solitários uma máquina de obter dinheiro. E aparentemente tem funcionado bem. Veja, por exemplo, o video game abaixo:

NAMORADA VIRTUAL

O conjunto necessário para a “diversão” é básico, mas não muito comum. Um computador, fones de ouvido, óculos de realidade virtual e um par de coxas de espuma!

the virtual gir Japão, o paraíso do Forever alone

Se você ja reconheceu pela foto, sim, aquele óculos ali é o famoso Oculus Rift headset. Quando você joga o video game capaz de oferecer experoência de imersão com este óculos, é como “estar no mundo virtual” com 360 graus de experiência imersiva na realidade virtual.

unity chan 1 Japão, o paraíso do Forever alone

E é lá dentro da realidade virtual que rola a recreação dos solitários, que ligam o dispositivo para interagir com uma menina virtual. Essa personagem é ciumenta e te ama. Ela odeia que voc~e fique longe dela, e se por acaso você ficar longe demais, ela começa a te meter a porrada — tem quem goste.

A ciumentinha virtual não é só um manequim. Ela vai falar com você, embora em japonês.

A ideia de namorada virtual foi desenvolvido pela empresa japonesa Up Frontier, para os solitários. E assim, juntando com o par de coxas físico ao alcance das suas mãos, a namorada viurtual vira uma grande esperança para os homens que não querem passar a noite sozinhos sentados no sofá.

1407250200556 wps 1 pic shows a man tested th Japão, o paraíso do Forever alone

 

Bacana… E o Oscar da coisa mais patética em termos de forever alone é:

O japonês que ensina como “Falsificar” uma namorada.

 

01 1 Japão, o paraíso do Forever alone 02 1 Japão, o paraíso do Forever alone forever alone asian style 640 09 Japão, o paraíso do Forever alone

 

 

04 1 Japão, o paraíso do Forever alone

05 1 Japão, o paraíso do Forever alone

07 1 Japão, o paraíso do Forever alone

06 1 Japão, o paraíso do Forever alone

 

É difícil conceber algo mais patético.  Keisuki, é um fotógrafo japonês que ensina as suas técnicas para parecer que tem uma namorada e que ela adora o cobrir de mimos. O primeiro passo do processo que Keisuki faz é maquiar uma de suas mãos com um pouco de base para deixá-la mais clara e delicada. Depois ele passa esmalte vermelho na unha para dar um toque ainda mais feminino na mão. O detalhe final é feito com uma pulseira bem feminina e espalhafatosa. Ele faz essas selfies em lugares públicos. A ideia é simular uma intensa e agitada vida social com sua cara metade (inexistente).

44510 Keisuki Jinushi hitori date Japão, o paraíso do Forever alone

 

Outro tutorial que fez sucesso é o do beijo na boca-selfie. Para isso basta um tripé e uma peruca:

44508 Keisuki Jinushi hitori date Japão, o paraíso do Forever alone

Há quem diga que esse cara é só um marketeiro que só quer aparecer. Mas eu não duvido que muita gente tenha seguido seu tutorial, afinal o numero de gente solteira completamente desesperada por uma namorada é monumental. Quer um exemplo?

Zhang Mengqian 1595626c Japão, o paraíso do Forever alone

Uma estudante (gatinha) lá da China colocou um anuncio em busca de um namorado no quadro de avisos da universidade. Ela pediu para que os interessados aparecessem num dia e hora marcados numa pracinha em frente a sua moradia estudantil. Veja o que aconteceu:

crowd 1595628c Japão, o paraíso do Forever alone

 

Forever alone padrão Photoshop master

Mas talvez o grau de desgraça maior de um forever alone é quando ele não tem as skills de uma boa fotografia e nem dinheiro para comprar travesseiros ou videogames, e ainda assim quer tirar onda com seu “par” na internet. Para isso esses caras recorrem a montagens de photoshop, muitas vezes TÃO TOSCAS que dá vontade de chorar de rir.

forever alone photoshop 6 Japão, o paraíso do Forever alone

57 1 Japão, o paraíso do Forever alone

forever alone Japão, o paraíso do Forever alone

forever alone photoshopper o 556636 e1414932447977 Japão, o paraíso do Forever alone

forever alone photoshop fail 3328 Japão, o paraíso do Forever alone

foreveralone Japão, o paraíso do Forever alone

É de tirar o chapéu o empenho desses caras em tentar arrumar um parceiro.

Artigos relacionados

22 comentários em “Japão, o paraíso do “Forever alone””

  1. O que eu não me conformo é que, no catálogo do acompanhante de um dia, tem o tipo sanguíneo de cada opção. É sempre bom ter alguém com seu tipo sanguíneo por perto né? Afinal, como saberemos quando vamos precisar de uma transfusão ou doação de órgãos?

    • Jaqueline, acho que tanto os homens quanto as mulheres do Japão que são solitários (as) sonham com parceiros ideais e muitas vezes fantasiosos. Note como os homens compram esses travesseiros com estampas de personagens de animes e as mulheres compram travesseiros estampados com o que parecem ser astros da música/novela japonesa.

      Talvez, a solução do problema seja eles colocarem mais o pé no chão e procurarem pessoas reais com interesses em comum.

  2. Aqui no Brasil a história é um pouquinho diferente. Tem mais mulher que homem na maioria das cidades, então pro cara ser um “forever alone” ele tem de ser muito feio, ou muito retardado, ou os dois. Pra alguém elas tão dando.

    • Não é bem assim. Tenho vários amigos solteiros que não conseguem nada, eu incluso no grupo. É gente com curso superior e bons empregos. Para algumas pessoas é mais complicado…

      • Isso não pode ser verdade. Vocês é que devem ser exigentes demais.
        Mesmo quem não tem bom emprego e curso superior e tal consegue companheiro(a). Ou é a timidez levada ao extremo.

  3. Esqueceu de falar das “real dolls” que simulam uma mulher de verdade, incluindo os órgãos sexuais. Tem até um filme sobre isso com o Ryan Gosling chamado “A Garota Ideal” (Lars and the real girl).

  4. Nossa! Fiquei triste de verdade por esse pessoal. Solidão deve ser muito foda. Uma boa ideia seria criar um serviço para esse pessoal se conhecer, trocar ideias, descobrir interesses em comum etc.

  5. Que triste… mas não estamos muito longe disso não, pessoal. As pessoas, por milhões de razões, estão com expectativas irreais para relacionamentos. Conheço uma cambada de solteiros, a maioria das minhas amigas e amigos estão na solteirice! E olha que estou falando de gente bonita, inteligente e independente financeiramente que simplesmente não conseguem dividir as cobertas! Não porque não querem, mas porque criaram uma visão de relacionamento irreal mesmo.

  6. ja li aque muitas das mulheres de la são extremamente exigentes e os caras preferem muito mais ficarem no pc/plataformas de jogos do que ter uma "vida social", juntado essas duas coisas.. complica um pouc

  7. Na verdade é a timidez deles. É serio cara, eles são MUITO tímidos! Principalmente com os estrangeiros, se você quer perguntar as horas, tem que ter cuidado, se não ele te ignora totalmente por vergonha hahahah, acontece muito também se você for homem e querer perguntar as horas a uma mulher ela pode começar a gritar e falar que você esta a atacando, tem que ser muito delicado com eles. LOL!

  8. Até mesmo acompanhados estamos sozinhos, Sempre queremos dividir apenas responsabilizardes e guardamos os bons sentimentos para a solidão. A proposito este videogame de cochas macias resolveria meus problemas. kkkkkkkkk

  9. Olá Philipe, leio seu blog há mais de ano mas não costumo comentar! Moro No Japão há algum tempo. Tudo que Você escreveu é verdade, mas os porquês são bem complicados…não se pode dizer que é só timidez ou só tendencias de mercado…a válvula propulsora disso tudo é o machismo, machismo que há séculos aqui é extremamente forte e agora prejudica homens e mulher…E as tradições inflexíveis deles.
    Essa cambada cresceu vendo os pais em casamentos arranjados, as mães sofrendo, apanhando, donas de casa…não acham que se relacionar e casar seja uma coisa positiva. Aqui as leis trabalhistas pouco importam então se a mulher casa ela é logo pressionada a sair do trabalho, se engravida pode sofrer até assédio moral pra se demitir (muito comum), fora que a licença maternidade é um luxo. Aqui é só trabalho e mais trabalho…jornada de 12 horas.
    Segundo as crenças deles decepções não são toleráveis…são fracassos então estar em um relacionamento é estar a todo momento sendo testado e perder é fracasso…é como se demitido, é muito mas muito pior do que pra nós…então eles preferem nem começar.
    A natalidade qui é assunto sério porque está crítico o negócio…o governo que que entre estrangeiros mas a cultura xenofóbica deles repele (ninguém nascido aqui, mesmo sendo metade japa tem a nacionalidade…tem que escolher depois dos 18 anos, fora o bulliyng descomunal).
    E a repressão…eu costumo dizer que vivo no país capitalista mais comunista de todos…mulher aqui é constantemente reprimida…
    Ah esses Hostess ai são super comuns, e tem muitos (em estabelecimentos específicos) que aceitam sexo sim, mas não é da primeira vez…só clientes fixas…Novo tipo de Gueixas…
    Enfim é um país a ser estudado hehehe
    Adoro seu blog!! 🙂

    • Obrigado por trazer a tona exatamente aquilo que gostaria de pontuar.
      Realmente me desaponto como alguém tão culto como você, Phillip, deixou-se levar apenas por estereótipos e digo mais, replicou, ecoou e talhou na pedra da internet e não considerou exatamente esse ponto da diferença cultural.
      É fácil taxar os orientais de “Forever Alone”, “Esquisitos” entre outros adjetivos pejorativos quando se está fora da realidade vivida por eles.
      É preciso pensar sobre a ótica de que para os orientais em geral, o amor é algo muito idealizado, pois os casamentos ainda hoje são arranjados e nem sempre o novo casal se adapta ao “estranho” que está entrando em sua vida. Por isso é um tanto quanto normal que eles acabem buscando esse “amor ideal” de outras formas.
      Nos países asiáticos você sua vida é uma competição louca para ser sempre o melhor e qualquer coisa fora de uma série de padrões inflexíveis lhe transforma em uma vergonha social. Estar desempregado é inaceitável e perder um emprego é mais ainda. Não ter notas boas na escola é imperdoável, não estudar em uma escola conceituada é mais ainda. Ser solteiro só é aceitável se você estiver colocando sua carreira profissional em primeiro plano.
      As mulheres no ocidente, com suas lutas feministas, protestando contra uma série de coisas, sequer imaginam que tem muito mais liberdade e respeito do que qualquer uma no oriente.
      Imagine viver em um lugar onde demonstrar afeto é sinal de fraqueza. Agora pare para refletir se não é isso o que todo ser humano busca e quer e você vai entender que esses “Forever Alones” como você chama, são apenas pessoas que não suportam mais viver dentro desse sistema e estão gritando desesperadamente por ajuda pra sair dele e para ter exatamente isso que todos nós buscamos, sermos tratados com dignidade, respeito e carinho.
      E lembre-se que para eles, os ocidentais é que são estranhos e tem manias bizarras e incompreensíveis. Como por exemplo, essa fixação dos ocidentais por mortos vivos.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.