Japão lança satélite espião

Pois é, estamos perto de ver uma segunda corrida espacial-armamentista?
O Japão lança seu satélite espião para evitar ser pego desprevenido pela Coréia do Norte.

Veja a notícia:

O Japão lançou neste sábado seu quarto satélite-radar espião e outro satélite experimental de observação, com os quais, pela primeira vez, poderá vigiar diariamente todo o planeta, sobretudo os vizinhos que mais o preocupam: Coréia do Norte e China.

O lançamento do foguete H2A que transportava ambos os satélites foi realizado às 13H41 locais (02H41 de Brasília), na base espacial de Tanegashima (sul do Japão), informou um porta-voz da Agência Japonesa de Exploração Espacial (Jaxa).

O lançamento se desenvolveu normalmente e ambos os satélites foram corretamente postos em órbita, disse a JAXA em comunicado.

A missão teve de ser adiada em duas ocasiões nos últimos meses, devido às más condições meteorológicas, explicou a agência japonesa.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, mostrou muita satisfação com o êxito do lançamento deste sábado.

“Espero que o desenvolvimento espacial de nossa nação siga acumulando êxitos que façam do Japão um país dotado de tecnologia espaciais sofisticadas”, afirmou Abe por meio de comunicado.

O lançamento foi decidido pelo governo japonês no início de 2006, em virtude da grande preocupação com relação ao programa nuclear e aos mísseis da Coréia do Norte, assim como ao programa espacial da China.

Tóquio tornou pública em janeiro sua “grande inquietação” depois da confirmação do teste, por parte de Pequim, de uma arma capaz de atingir satélites.

Com o teste, a China se tornou o terceiro país, depois dos Estados Unidos e da ex-União Soviética, a ter condições de derrubar um objeto no espaço.

O novo satélite-radar japonês em órbita complementará um grupo de outros três, os quais já recolhem informação militar e permitem ao Japão vigiar todo o planeta uma vez ao dia.

Já o satélite experimental conta com equipamentos ópticos destinados a tester novas tecnologias para futuros modelos.

As autoridades japonesas decidiram dotarse de satélites espiões pouco depois do primeiro lançamento de um míssil balístico Taepodong realizado pela Coréia do Norte em 1998.

O Japão pôs em órbita os dois primeiros exemplares, radares e ópticos conjuntamente, em março de 2003. Em novembro de 2006, lançou um terceiro.

A entrada em funcionamento desse último foi prevista, num primeiro momento, para dezembro de 2003, mas o foguete H2A que deveria colocá-lo em órbita teve de ser destruído dez minutos depois de ser lançamento devido a uma falha técnica.

O contratempo – ocorrido um mês depois do primeiro vôo espacial humano realizado pela China – fez os japoneses suspenderem todos os lançamentos de foguetes H2A durante mais de um ano, precisamente até 26 de fevereiro de 2005.

Fonte

1 comentário em “Japão lança satélite espião”

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares