Jacaré sendo eletrocutado

Você acha que já viu de tudo nessa vida? Espere para ver este video, em que um jacaré faminto resolve dar uma mordiscada num peixe elétrico. Parece que mordeu o poste de alta tensão, hehehe.

Inacreditável!
Este peixe que o jacaré desavisado bocou chama-se poraquê. Ele é elétrico mesmo. O Poraquê pode chegar a três metros de comprimento, e pesar trinta kg. A capacidade de gerar energia do peixe oscila entre 300 volts a cerca de 0,5 ampère até cerca de 1.500 volts a cerca de 3 ampères, suficiente para matar um cavalo!
O poraquê da Amazônia (Electrophorus electricus), com suas 800 eletroplacas, gera uma descarga de até 800 Volts.
Jacaré sendo eletrocutado
Nativo da Amazônia, o “Poraquê” vem da língua indígena tupi, e significa “o que faz dormir” ou “o que entorpece”, dado às descargas elétricas que produz.
Os músculos evoluídos dos peixes elétricos produzem milhões ou bilhões de vezes mais eletricidade que os músculos normais. Estes órgãos evoluíram para ser, de fato, pilhas químicas vivas.
Essas descargas são produzidas por células musculares especiais, modificadas – os eletrócitos, sendo o conjunto deles denominado de mioeletroplacas. Cada célula nervosa típica gera um potencial elétrico de cerca de 0,14 volt. Essas células estão concentradas na cauda, que ocupa quatro quintos do comprimento geral do peixe.

Variam de cerca de 2 mil a mais de 10 mil mioeletroplacas que um peixe-elétrico adulto possui, conforme o seu tamanho. Dispõem-se em série, como pilhas de uma lanterna, e ativam-se simultaneamente, quando o animal encontra-se em excitação, como na hora da captura de uma presa ou para defender-se, fazendo com que seus três órgãos elétricos – o de Sach, o de Hunter e o órgão principal – descarreguem.

A maior parte desta energia expressiva é canalizada para o ambiente, não afetando o indivíduo, o qual possui adaptações especiais em seu corpo, ficando assim como que isolado de sua própria descarga.
fonte
fonte
fonte
O Jacaré não sobreviveu para aprender esta importante lição. Se o bicho está dando sopa demais, é porque tem algum problema.

13 comentários em “Jacaré sendo eletrocutado”

  1. Cara, não sabia que esse peixe realmente matava, achei que era um choquinho de advertência só…engraçado o cara berrando “VEM VÊ VEM VÊ TRAZ UMA FORQUILHA OOOO VEM Vêê^” dai a pessoa chega perto e o cara fala “…pssss silêncio vem vê”

    Responder
  2. Cara eu preciso ter um peixe desse. Vou carregar o aquário para onde eu for. Ah, e ai que inveja daqueles caras: um par de botas e uma bolsa de couro de jacaré combinariam perfeitamente com o colar/espada de cobra e um relógio de caveira. lol

    Responder
  3. Não foi proposital? O peixe estava muito perto do jacaré e o sujeito já sabia que ele levaria choque. Não pode ter acontecido de o sujeito caçar o poraquê vivo e jogar na lagoa onde estava o jacaré pra filmar? Veja que o poraquê tenta “sair” da lagoa e está bem lento, ele podia estar atordado por ter sido caçado. Veja também que ele não foi pego em posição privilegiada da qual pudesse se soltar, parece que o choque dele fez o jacaré perder o controle e manter a boca tensionada, fechada, de modo que ele não pôde escapar e provavelmente também morreu. A seleção natural não criou pouco a pouco essa capacidade do choque somente para “matar o inimigo”, mas principalmente para afastá-lo e evitar que mate o portador desses genes, ora bolas. Então, os mecanismos naturais que salvariam a vida do poraquê associados ao choque não estavam atuando lá, me dá mais impressão ainda de um cenário artificial.

    Responder
    • É difícil de dizer se é uma cena montada ou não. Creio que o poraque está tentando comer uma coisa do lado de fora, uma coisa branca. Suponho que seja pão. O cara deve ter jogado o pão para atrair o poraque. Mas o jacaré ficou visivelmente interessado. Ele parece ser um adulto jovem.
      Eu achei que o poraquê ficou até meio surpreso de ver o jacaré abocanhar ele, do jeito que um cara do bope, armado de fuzil ficaria ao ser ameaçado por um pivete com canivete.
      É praticamente certo que o poraquê se ferrou nessa, porque o jacaré tem uma estrutura muscular que uma vez fechada a boca é quase impossível de abrir. Ainda mais com um espasmo muscular de choque elétrico. O poraquê não é imune ao choque, ele tem uma substância que atua na pele dele como isolante, mas como ele estava sendo mordido pelo jacaré, duvido que o choque não tenha passado pra ele tb.
      Não é algo impossível de acontecer naturalmente na natureza. Minha suposição é que o cara jogou o pão para atrair o poraque. Começou a filmar e então o jacaré resolveu dar o show.

      Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares