Flor de Lis: A morte da esposa e filha de Djavan é hoax


A primeira dama me mandou um email perguntando sobre um email que vem circulando por aí que trata da verdadeira história por trás do mega sucesso de Djavan, Flor de Lis.

flordelizze7 Flor de Lis: A morte da esposa e filha de Djavan é hoax   Curiosidades

Basicamente, o email é o seguinte:

Djavan teve uma mulher chamada Maria, os dois teriam uma filha que se chamaria Margarida, mas sua mulher teve um problema na hora do parto e ele teria que optar por sua mulher ou por sua filha….

Ele pediu ao médico que fizesse tudo que pudesse para salvar as duas, mas o destino foi duro e a mulher e a filha faleceram no parto.

Agora é possível ‘sentir’ a letra da música. Conhecendo esta breve história passamos a ouvir a música sob novo contexto, entendendo como a dor pode ser transformada em poema e arte.

Flor de Lis

Valei-me, Deus!
É o fim do nosso amor
Perdoa, por favor
Eu sei que o erro aconteceu
Mas não sei o que fez
Tudo mudar de vez
Onde foi que eu errei?
Eu só sei que amei,
Que amei, que amei, que amei

Será talvez
Que minha ilusão
Foi dar meu coração
Com toda força
Pra essa moça
Me fazer feliz
E o destino não quis
Me ver como raiz
De uma flor de lis

E foi assim que eu vi
Nosso amor na poeira,
Poeira
Morto na beleza fria de Maria

E o meu jardim da vida
Ressecou, morreu
Do pé que brotou Maria
Nem margarida nasceu.

E o meu jardim da vida
Ressecou, morreu
Do pé que brotou Maria
Nem margarida nasceu.

A história triste junto com os versos da musica fazem todo sentido e graças ao lado romântico-dramático dessa combinação, a coisa ganhou um vulto e vem se espalhando por aí. Eu dei uma boa rodada pela internet e fóruns em busca da verdade e só o que eu vi foram pessoas comentando que passaram a gostar mais da musica depois de entender a verdade por trás dela.

O problema, é que esta verdade não existe. è uma invenção de algum FDP que vai para internet e vira mais um desses emails idiotas que vão sendo reproduzidos e repassados ad eternum.

A história me cheirou a papo furado logo de cara, porque eu sei que o Djavan tem uma forma muito interessante de fazer musica, que é uma elaboração melódica primeiro e só depois de pronta a melodia que ele faz a letra, com a ajuda de um dicionário de rimas (o que explica que muitas musicas dele são meio sem sentido, embora belas). Isso não combina com alguém expor na musica seus fantasmas e dramas vividos.

Fora isso, eu achei neste blog um relato de uma moça que recebeu o mesmo email e entrou em contato com a assessoria do Djavan para saber se de fato ele perdeu a mulher e filha num parto trágico e depois, sofrendo a perda, compôs Flor de Lis. Veja:

A história da música Flor de Lis que anda circulando pela internet é MENTIRA!!!

Entrei em contato com a assessoria de Djavan, em seu site oficial, e esta desmentiu esta história, dizendo que se trata de mais uma das mentiras que circulam pela internet. Aliás, a história é tão ridícula e descabida, que fiquei até envergonhada de perguntar à assessoria dele. Mas, como queria “provar” para todos que isso é coisa de algum(a) desocupado(a) querendo curtir um pouco com a cara dos outros, passei por cima da vergonha e confirmei o que já sabia: NÃO É VERDADE!
Confiram abaixo.

From: Syleide Dias
To: djavan@djavan.com.br
Sent: Tuesday, June 10, 2008 6:47 PM
Subject: Flor de Lis… É verdade?

Olá! Nos últimos dias recebi esta mensagem abaixo diversas vezes. Já pesquisei na internet para verificar a veracidade da mesma e nada encontrei. Por acaso, é verdade? Eu, sinceramente, não acredito… Sou fã de Djavan e não lembro dele ter dito isso alguma vez!
Grande beijo pra ele.

Grata.
Syleide

From: Djavan
Date: 2008/6/10
Subject: Re: Flor de Lis… É verdade?
To: Syleide Dias

Syleide,

Em nome de Djavan agradeço seu e-mail e informo que a estória não é verdadeira.
Coisas da Internet!

Abraços.

Assessoria Djavan
http://www.djavan.com.br/

Vamos evitar os hoax na internet. Seu um amigo ou amiga mandar este email idiota pra você, envie pra ele o link deste post.



Escreva o que achou deste post. (Apreciaremos sua educação)
  1. Dread disse:

    Realmente, Hoax são feios, qndo chegam a esse ponto.
    mas da uma pesquisada em cima da musica do Tim Mais – Gostava tanto de você [http://cifraclub.terra.com.br/cifras/tim-maia/gostava-tanto-de-voce-ggjp.html]
    que dizem que foi feita para uma filha dele, não da pra tentar achar agora, pq to no trabalho, mas na hora do almoço eu pesquiso e te passo o link desse post que deve ter em algum blog.

    seria mais um Hoax? :shocked:

    Responder
  2. SIMAOCAD disse:

    x_x FLOR DE LIS É O CARALHO

    Responder
  3. Randômico disse:

    Que apodreça nos quintos do inferno aquele que anda espalhando esssa porcaria de Hoax por aí! Vai procurar uma lavagem de roupa seu filho de mãe sem pai!

    Responder
  4. eliana queiroz disse:

    :Ora bolas!!!!! O dja tem mais o que fazer do que dá importancia a esses bundões desocupados.Tô lendo agora essa presepada.Seu brilho é tão fulgaz que tira de letra essas inverdades.Te AMMMMOOOO DJAAAAA!!!!!!

    Responder
  5. ELKE disse:

    EU TAMBÉM RECEBÍ ESSE EMAIL E LOGO CORRI P VER A VERACIDADE DELE E NADA ENCONTREI DE REAL , COMO FÃ DO DJAVAN EU NUNCA OUVI ESSA HISTÓRIA PQ UM ARTISTA NÃO TEM PRIVACIDADE SE ESSE FATO DIVESSE OCORRIDO TODOS JÁ SABERIAM E O DJAVAN TBM NÃO TERIA FEITO MÚSICA ALGUMA PARA GANHAR DINHEIRO COM A PROPRIA DESGRAÇA , FOI UM TONTO QUE INVENTOU ISSO !!! UM POBRE DE ESPIRITO!

    Responder
  6. Rafaela disse:

    Sim, a história é enganosa, e por mais que tenham sido nobres as intenções do deflagrador, compromete terceiros, portanto, foi um ato condenável. Ato condenável também é atribuir ao grande compositor Djavan este método torpe e desprezível de composição, com base em um DICIONÁRIO DE RIMAS (*insira uma sonora gargalhada aqui), for God’s sake! Ponham o cantor em quarentena antes que ele descubra este, que também não deixa de ser hoax federal.

    A propósito, a mais bela canção do ‘cancioneiro popular’ “O Mundo é um Moinho” de Cartola TAMBÉM tem atribuições de origem errôneas no ‘emelho’ que têm circulado.

    Responder
  7. Philipe disse:

    [quote comment="43246"]Sim, a história é enganosa, e por mais que tenham sido nobres as intenções do deflagrador, compromete terceiros, portanto, foi um ato condenável. Ato condenável também é atribuir ao grande compositor Djavan este método torpe e desprezível de composição, com base em um DICIONÁRIO DE RIMAS (*insira uma sonora gargalhada aqui), for God’s sake! Ponham o cantor em quarentena antes que ele descubra este, que também não deixa de ser hoax federal.

    A propósito, a mais bela canção do ‘cancioneiro popular’ “O Mundo é um Moinho” de Cartola TAMBÉM tem atribuições de origem errôneas no ‘emelho’ que têm circulado.[/quote]

    O Djavan em pessoa assumiu em entrevista para a revista Veja que trabalha com um dicionário de rimas. Não acredita? Pergunte pra ele.

    Responder
  8. dionizio disse:

    Quanto mais autobiografico for o compositor,mais sentimentos profundos e verdadeiros serão seus versos e tocara mais os coraçoes.Cante e fale sobre a sua vida e seras universal. porque todos somos semelhantes um reflete no outro.Maravilha o Djavan e quando compomos,um dicionario de rimas é um ótimo aliado,´só um aliado ,o coração
    o violão a sensibilidade, sua história e a vivencia/experiencia é fundamental..Como diz chico “salve o compositor popular”

    Responder
  9. Rafaela disse:

    Philipe, primeiramente gostaria de me retratar. Após uma nem tão trabalhosa pesquisa, constatei que o tal papo do dicionário de rimas era, então, verdadeiro. Desenganei minha ilusão, bicho. Rimas seguram uma boa letra? Será que Chico Buarque, Bob Dylan ou mesmo Marcelo Camelo já fizeram uso do “ótimo aliado”? Não defendo autenticidade subjetiva nas composições dos artistas, mas prefiro essas às meras matemáticas líricas. Djavan, amizade, você é admirável no que concerne às suas belas linhas melódicas, mas, em se tratando de poesia, a sua, nem sequer pode ser assim chamada.

    Responder
  10. Philipe disse:

    Mas sabe que eu acho que o uso do dicionário de rimas não desmerece em nada o talento do Djavan. Provavelmente ele usa o dicionário nos momentos mais cavernosos, onde certas palavras simplesmente fogem da mente do compositor.
    Ele não estaria até hoje brilhando na MPB se não fosse fera.

    Responder
    • Mario Sérgio disse:

      Mas sabe que dicionário de rimas ñ garante uma ótima poesia, temos visto letras que usam desse método e saem uma porcaria sem sentido algum e “licença poética” também é outra desculpa idiota para fazer porcarias. Quero ver o dicionário de rimas do Olavo Bilac!!!
      Use o referido dicionário e me de uma rima para a palavra “mãe” ou “mamãe”, que seja:
      Temos muitos bons desconhecidos e muita porcaria sendo parabenizada nesse nosso país injusto, principalmente na televisão.

      Responder
      • Tt disse:

        Eu vi uma entrevista do Tom Jobim em que ele contava ter pedido um dicionário de rimas emprestado a um amigo poeta… Um dicionário de rimas não desmerece o talento de ninguém.

        Responder
  11. Johny disse:

    eu tb achei um absurdo, esse conto …

    aos colegas que tambem se preocupam com a verdade.
    abraços.

    Responder
  12. Anônimo disse:

    :ohhyeahh: :( :shocked: :lol:

    Responder
  13. JOY disse:

    O CERTO HISTÓRIA.

    Responder
  14. JOY disse:

    O CERTO É HISTÓRIA E NÃO “ESTÓRIA”.

    SAUDAÇÕES!!!

    Responder
  15. Renato disse:

    Joy voce pode justificar o porque a grafia “estória” está incorreta?
    Pois, no meu entendimento foi sabiamente utilizada na resposta da assessoria do Djavan. Pois, estória quer dizer algo fantasioso, inventado.

    Responder
    • Philipe disse:

      Exatamente. História é a ciência que estuda o passado. Estória é o ato de criar um enredo qualquer.

      Responder
      • Baby disse:

        Estas duas palavras constam do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Academia Brasileira de Letras. Mas o Novo Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa recomenda simplesmente a grafia história, nos dois sentidos. E o dicionário de Caldas Aulete refere-se à forma estória como um brasileirismo, isto é, apenas um aportuguesamento da forma inglesa “story”. Ou seja, “estória” seria apenas um neologismo, embora aceito no português “brasileiro”.

        Responder
  16. bella disse:

    “Em nome de Djavan agradeço seu e-mail e informo que a estória não é verdadeira.”
    Até ver esse site, eu tinha tinha conecido a palavra

    “estória”
    :B :ohhyeahh:

    Responder
  17. Janaina disse:

    Acabei de receber este tal e-mail e fiz o que alguns fazem , pesquiso 1º para verificar se há um pequeno fundo de verdade antes de passar pra frente e achei este blog explicando essas insanidades da internet(rs), as músicas de Tim, Carlota e Djvam são belíssimasssssss com dicionário ou não, isso não vem ao caso, são verdadeiros poemas assim como as músicas do Rei RC, o que não vale são esses e-mail nada a ver, de quem vive no mundo da fantasia e não tem o que fazer, abraço a todos.

    Responder
  18. Luciana disse:

    Tomei a liberdade de divulgar o teu link e consequentemente o teu blog a fim de prestar um relevante serviço aos fãs de Djavan.

    Obrigada pela dica!

    Responder
  19. Priscilla disse:

    É eu também não acreditava, mas recebi a informação que o Djavan, não é autorizado a falar a verdade, por conta de contrato com a gravadora. Pois parece que a gravadora diz que música de morte não vende, e por conta disso omitiu a história e vai continuar a escondê-la por muito tempo.

    Responder
  20. Rafael Sithlord disse:

    Na verdade isso é mais um caso de uma idéia ruim sendo difundida com diversos propósitos. Admito que cheguei a pensar que algo assim poderia ser verdade mas, por conhecer um pouco da vida e da obra desse grande ser humano, procurei me informar melhor. Djavan sempre terá um papel importante na música e na história brasileira. E nada que digam pode mudar isso.

    Responder
  21. Fernanda Souto Oliver disse:

    eu também recebi este e-mail eu gosto tanto desta musica que quase fez a diferença uma musica tão linda ser letra de uma tragédia tinha perdido ate a vontade de ou-vila

    Responder
  22. Ludmilamsteiner disse:

    a estória pode ate naum ser verídica, mas que casou direitinho, casou!!muito boa ideia…

    Responder
  23. Bgamaed disse:

    Concordo com o colega acima…

    Responder
  24. Marcussilveira disse:

    DJAVAN QUANDO VOCE VAI FAZER VIM EM PORTO ALEGRE RIO GRANDE DO SUL  MES E O DIA.SEU FA

    Responder

Responder.