• Alarico Caiser Soze

    Estou mais ou menos na linha do pessoal do face aí em cima. Parece que tem algo aí, mas parece também que a vaidade e o ego (sempre eles) e também um pequeno interesse em alguns trocados estão colocando tudo a perder. Não duvido que ele tenha sido abduzido, e a reprodução sempre foi interesse deles, segundo várias pesquisas do Dr. Jacobs, mas acho que o cara se deixou levar pela magnitude da coisa e se perdeu um bocado… A acusação de pedofilia parece bem descabida, porque como bem disse o Philipe, pedófilos querem tudo, menos publicidade. O perfil do pedófilo é que é um cara comum, muita vezes com filhos, religioso, um cidadão respeitado da comunidade, querer aparecer de “abduzido” seria de uma burrice extrema.

  • Mariana Bueno

    Acabei de ver o doc e joguei no Google pra ver se o julgamento já havia acontecido, valeu pela informação de que será já já. Só queria fazer uma correção no seu texto: vc diz que a gravação de voz do médico que fala sobre a “cura” da perna dele não havia sido mostrada no filme. Foi sim, logo no início. Não lembro exatamente do médico falar sobre Caça Fantasmas, mas ele fala sim que poderiam ser picadas de algum inseto, mas não parecem bem isso. Valeu pela leitura!

  • n_asa

    História intrigante.

    De me a sua opinião sobre o tema das pessoas que são abduzidas e que são forçadas a ter relações com aliens para procriarem híbridos.

    Em condições normais é impossível 2 espécies totalmente diferentes terem cruzamentos normais. É possível algumas espécies da mesma família ou que partilham origens semelhantes cruzarem-se (tigre e o leão, cavalo e burra, …) mas normalmente os filhos são inférteis. Supondo que as Leis da natureza são iguais para todo o universo, então temos:
    1- Reprodução natural só é possível entre espécies semelhantes ou que partilham grande parte do ADN, e ai tínhamos que concluir que humanos e aliens tem um passado comum (:D seria fantástico).

    2- Ou que por sermos espécies distintas não havia capacidade de reprodução natural.

    No 1º ponto vejo a reprodução natural como justificável

    No caso do 2º ponto, não faz sentido a descrição de sexo entre espécies, porque teoricamente não seria viável (isto supondo os aliens fêmeas tem tb lá a pombinha no sitio). Podemos alegar que através da tecnologia é possível fazer o cruzamento entre 2 espécies diferentes, mas ai não seria mais facil fazer como se faz cá na terra e usar a inseminação artificial? Para a nossa tecnologia actual acho que já nem é preciso o esperma do homem ou o óvulo da mulher basta uma amostra de ADN e é possível fecundar um óvulo sem nucleo com ADN

    Por isso fico sempre um pouco céptico sobre historias de sexo entre aliens e humanos. Não vejo justificação plausível para isso.

    Excepto no 1º caso e ai era preciso os aliens serem um rebarbados por sexo.

    • Philipe3d

      São perguntas que eu também sempre me fiz. Eu achei alguns caminhos hipotéticos interessantes no livro que eu anexei inteiro aí no post. David Jackobs teve uma sacação genial: Ele pegou os abduzidos e durante o processo de hipnose regressiva de cada um ele implantou uma “programação” em cada um eles. Esses abduzidos recorrentes, se tornariam verdadeiros videocassetes, armazenando as memórias. David fez isso, porque sacou que os aliens fazem algum procedimento desconhecido de bloqueio de memórias. Esse bloqueio não é perfeito e nem uniforme, e gera efeitos colaterais nos abduzidos. Até então, a hipnose era uma maneira passiva de desmontar essas barreiras e acessar essas memórias bloqueadas. Mas ele pensou: Se os aliens fazem essa merda, deve ter um motivo para além do bem estar do abduzido. E tudo leva a crer, que ele estava certo, aparentemente. O alien está CAGANDO para o bem estar humano. O objetivo era disfarçar a atividade mesmo. Com esse implante psíquico terrestre nos abduzidos, de alguma forma eles passam a registrar as memórias de um jeito diferente. Deixaram de ser somente vitimas para serem agentes de informação. E os aliens levaram ferro nessa. Assim, muita coisa que ate então eram só fragmentos, começaram a vir numa fita completa conforme essas dezenas de pessoas foram repetidamente abduzidas. E depois os abduzidos começaram a atuar diretamente na investigação, fazendo perguntas e tentando explorar a atividade de outras formas, assim, o panorama começou a se mostrar mais claro – e mais assustador.

      O plano parece ser mesmo a hibridização de especies. Uma das hipóteses que havia é que os aliens ao longo do tempo começaram a se tornar cada vez mais inférteis e isso se tornou um risco para a espécie. Mas há outras hipóteses e uma delas sugere que essas criaturas estão num estagio de busca permanente por melhorar e incorporar “features” em seu dna. Estariam tentando fazer isso ao longo de séculos, escolhendo genes e tentando ir filtrando o que interessa a eles. POr que razão? A razão que me vem à cabeça é que essa espécie tem acesso a diferentes sistemas solares. Com planetas de todos os tipos. E com objetivo de se expandir pelo espaço, eles precisam se adaptar a cada planeta. Um alien alpha na Terra ia se foder em muito pouco tempo, porque simplesmente ele não está adaptado. Assim sendo, esse processo de “ajuste” biológico para cada planeta potencial é uma atividade permanente. Aliens estariam se misturando com humanos para explorar planetas similares à terra? Ou seria pra viver aqui também junto com a gente? É uma forte possibilidade também. Dado o excesso de planetas parecidos com o nosso no espaço, eu suspeito que a primeira especulação tem uma grande chance de acertar o alvo. Seríamos meras “matrizes de expansão” para eles. Um banco genético reservadinho, para servir de base para variações genéticas.

      Com relação a ideia de que espécies diferentes não podem se reproduzir, eu concordo inteiramente, mas eu faço um adendo: Não podem se reproduzir aqui! Nos não sabemos a conformação do dna alienígena para limitá-lo às regras que tangem os dna terrenos. Talvez eles já tenham atingido um nivel de desenvolvimento tecnológico capaz de criar uma interface de acoplamento genético, que seria quase que um protocolo químico que permitiria misturas estranhas e inconcebíveis, quase que o mesmo que o Dr. Moreau do livro de HG Wells conseguiu…
      A questão do sexo diante da lógica parece um gap nisso tudo? Concordo. Parece mesmo. E isso sempre me incomodou, afinal como que pode uma especie capaz de viajar no espaço, dobrando o espaço-tempo ou sei la como, precisar “manualmente” produzir filhotes?

      Deveria haver uma explicação para isso, certo? No livro do Jackobs ele explora justamente essa questão que ao ver dele e crucial. E ao que parece, aliens estão investigando se relações sexuais que envolvam prazer produzem filhotes diferentes. Se não me engano um híbrido explica isso a uma abduzida que faz essa pergunta a eles numa nave. Haveria alguma coisa ainda intangível e incompreensível ate para os alienígenas no processo de concepção biológico natural. Eles também estão explorando outras dimensões, como a afetividade. E é isso que explica algo que já apareceu no trabalho do falecido Budd Hopkins, em Intruders. Aliens pegando abduzidas sistematicamente para quelas acalentem filhotinhos híbridos. E sempre que isso acontece, é feito sob supervisão das criaturas que acompanham com grande interesse. Ou seja: Estão estudando essa merda mesmo.

      Fato que provoca um incrível sofrimento não apenas nas abduzidas usadas como reprodutoras, mas nos filhotes híbridos que têm contato esporádico com seus “pais” terrenos de tempos em tempos. Outros relatos indicam que eles exploram diferentes emoções. Confusão, medo, angustia, dor, felicidade. Uma das abduzidas do Jackobs relatou brinquedos na nave. Brinquedos infantis, além de livrinhos. Isso é um forte indício que os aliens estão saindo da mera reprodução biológica para entrar na exploração das dimensões emocionais dessas matrizes. E se isso estiver certo, pode ser um indicador que eles tiveram finalmente sucesso na criação de híbridos completos do ponto de vista biológico. É a grosso modo, como se tivessem conseguido fazer o “hardware” e agora estão concentrando-se no “software”.
      Isso é um papo muito louco, reconheço.

      • Eu Odeio

        Me lembro de uma parte desse livro na qual uma abduzida relata q quando ela era examinada ou levada por híbridos, eles eram sempre mais cruéis e maldosos. Isso diz muito sobre nós. Já q imagino q isso venha do lado humano dos híbridos.

  • Eu Odeio

    Pode me ajudar? Não estou achando aquele texto sobre a população mundial caber em São Paulo.

    • Philipe3d

      Era no estado do Rio se não me engano. Mas eu tb não achei. Com 5000 posts esta cada vez mais dificil achar as coisas. E a idade não está me ajudando, hehehe.

  • Felipe Ferreira Cardoso

    o q me impressionou, foi q as datas bateram muito com terríveis pesadelos q me atormentaram durante a adolescência, bastante similares aos avistamentos de óvnis, crianças e adultos hibridos (humanos deturpados) e ao OVNI na janela q vi no q acreditei ser um pesadelo ultra realista… (tanto q pulei essa parte do filme)

    hj já adulto, e recém convertido, vejo esses fenômenos com clareza, anjos e demônios são passíveis de materialização, sempre foram, avistamentos existem desde sempre.
    Os anjos caídos e seus demônios abominam a forma humana (a imagem e semelhança do criador) por isso a deturpam.
    A novidade é que com a aproximação da consumação dos tempos, há um esforço para a naturalização destes serem andando abertamente entre nós, muitos aqui ativamente desejam esse momento… the disclosure… serão atraídos para a perdição…