A Extraordinária história de Stan Romanek

Diversas pessoas me sugeriram ao mesmo tempo (que coincidência) que eu desse uma olhada num documentário que tem no Netflix, chamado “Extraordinary: The Stan Romanek Story”: Link Aqui

Por estar envolvido com a ufologia, eu já conhecia um pouco da história desse cara e seus desdobramentos, mas muito vagamente e de maneira superficial, eu confesso.

A Extraordinária história de Stan Romanek

Acabei sabendo dele, porque uma penca de gringos desinformados acreditam que o meu video do Juca está ligado ao famoso video do alien na janela, que é um suposto video real feito pelo Romanek. Foi por causa do video do juca que eu acabei achando o video do alien da janela que me levou ao caso do cara e suas abduções e coisa e tal.  Em resumo, eu sabia mas não o suficiente sobre o caso dele.

A Extraordinária história de Stan Romanek

Se formos pegar pelo vernáculo, a certeza é que o título foi absolutamente bem escolhido: “Extraordinário”, escrito em vermelho com letras garrafais. Afinal, se algo pode soar extraordinário nessa vida, é o fato de um sujeito ordinário (no sentido de comum) começar do nada, a ser perseguido por aliens, e em seguida, por agentes do governo.

Há no documentário, quatro coisas que me chamaram muita atenção. A primeira delas, são as fotos e filmagens que ele alega ter registrado dessa misteriosa atividade alienígena. Embora a maioria seja fácil de fraudar, o primeiro dos videos da tal coisa perto dos fios, é um video bem legal e intrigante.

A Extraordinária história de Stan Romanek

A segunda coisa que chama a atenção, é a narrativa do filme que conduz a uma percepção de que Stan Romanek é uma pessoa especial – Inclusive sendo chamado de “semente das estrelas” pelos supostos aliens, que… TELEFONAM pra casa dele.
Pode parecer estranho para uma pessoa que é pega do nada com essa ideia, mas acredite se puder, existem outros casos de aliens se intrometendo em telefonemas e até em transmissões de rádio, além de um suposto caso inconclusivo de um alien que teria feito discurso para a humanidade em pleno horário nobre na Tv inglesa.  Sendo um filme feito por ele mesmo, me pareceu bem natural esse culto à própria personalidade. O filme advoga que Romanek é uma pessoa “especial” por alguma razão desconhecida que não fica clara pra ninguém. Minha sensação é que essa aura de “especial” foi construída por ele mesmo, como uma forma de entender uma série de fatos conexos incomuns pelo que passou na condição de abduzido. O comportamento é absolutamente comum em abduzidos, e é conhecida como “síndrome do abduzido” na Ufologia.
Mesmo que martele ao longo do filme que ele é uma pessoa comum e que não entende porque diabos coisas daquele naipe acontecem com ele, há uma constante na obra que alude a sua especialidade como um escolhido dos seres especiais.

A terceira coisa que chama a atenção no filme, é justamente que ele é só um lado da história, e esse lado é o lado do Romanek. No filme ninguém duvida, questiona ou argumenta contrariamente à narrativa, de que ele foi escolhido e vem sendo abduzido sistematicamente ao ponto de já ter uma porrada de filhotes de aliens – O que visitam ele – EM PÚBLICO!

Um dia enquanto falava com um amigo no telefone surgiu uma voz fina e metálica e ele gravou a conversa com supostos aliens:

“Papai, não se preocupe, estamos bem. É muito perigoso para nós agora, você não poderia nos proteger, mesmo que você quisesse. Não queríamos interromper sua ligação, mas nós pensamos que deveria saber, que existem Nove de nós: sete do mesmo e dois diferentes. Eu sou a mais velha! Eu me chamo de Quoma. Significa Trinity. E Heidi … para você o nome de minhas irmãs é Trilly, isso significa brilhar. Papai, nós sabemos que você está entusiasmado com sua conversa neste fim de semana, mas tenha cuidado! Há alguns que não querem que você fale. Desculpe pela conexão ruim, é tudo o que temos para distâncias tão longas. Se nos desconectarmos, significa que temos … (estranha voz desacelerada)”.

Romanek diz depois que uma de suas supostas filhas híbridas foi em pessoa, em carne e osso em uma de suas palestras:

A Extraordinária história de Stan Romanek
Assim sendo, se você quer desfrutar da obra em sua totalidade, precisa fazer o esforço de suspender sua descrença durante duas horas e tentar aceitar tudo aquilo como sendo real. E quando você consegue esse exercício – que NÃO É FÁCIL NEM PELO CACETE – a parada do filme fica mais legal. Legal mesmo!
E se fosse tudo verdade? E se o cara foi escolhido, ganhou na loteria do azar e vem sendo sistematicamente abduzido por alienígenas para ser usado como um reprodutor de híbridos?

É curioso, que se você ler o livro do David Jacobs “A ameaça”, esse documentário ganha uma outra dimensão, um pouco (muito) mais incômoda ainda:

 

Essa sensação incômoda surge do fato de que no trabalho de grande qualidade do doutor Jacobs cita alguns elementos que aparecem no caso  Romanek, como o uso de humanos sendo forçados a copular e gerar filhotes híbridos dentro das naves, o que explica aliens que são misturas do alienígena “padrão” chamado alpha, cabeçudo de olhão preto e corpo raquítico, com gente. Na perspectiva dos múltiplos abduzidos estudados por Jacobs (inclusive no livro ele cita uma que foi abduzida quando falava no telefone com ele e ele escutou o estrondo que antecedia a abdução, descrito por vários abduzidos no mundo todo) Romanek seria nada menos que apenas mais um desgraçado para cuja vida os aliens escolheram e usam como uma simples máquina de reproduzir. Caro que estar sob essa condição não satisfaz ninguém, o que talvez explique a necessidade de construção de uma aura messiânica de o  “escolhido”, que ressoa bem com uma ideia de aliens benevolentes com “mensagens espirituais para a espécie humana que teriam escolhido Romanek como seu mensageiro”  (frase usada no filme).

Nossa mente acostumada a uma dualidade eterna do bem versus o mal e anjos e demônios, dificilmente consegue se libertar desses arquétipos maniqueístas quando se trata de alienígenas. Ora são demônios maldosos, ora são seres puros e angelicais, que inclusive praticam milagres. Para Romanek o milagre foi curarem sua perna. O que espantou os médicos.

A Extraordinária história de Stan Romanek

Aliás, essa passagem no filme ficou estranha, porque ele alegou que gravou a reação do médico que ao ver estupefato sua perna consertada pelos aliens, com 5 buracos equidistantes, por onde ele possivelmente foi operado, sugeriu que ele chamasse os “Caça Fantasmas”. Apesar de dizer que gravou, ele não mostrou a gravação do médico.
Eu também posso dizer que rompi os ligamentos do joelho e do nada amanheci bom. Se eu não mostro exames que provam que eu estava ferrado, como posso ter certeza de que melhorei mesmo? Mas claro, podemos atribuir isso a uma falha de roteiro, e seguir a diante.
O ponto crucial desse filme pra mim é o video do confronto com o alien.

A Extraordinária história de Stan Romanek

Se você não viu o filme, saiba que ele mostra uma filmagem em que está inequivocamente de frente para um extraterrestre em plena cozinha dele. É nessa hora que todo mundo pula na cadeira e a plateia se divide entre os que se cagam de medo e os que se cagam de rir. Porque é tão explícito e completamente fora do padrão que a gente fica chocado. Como assim ele sai andando com a câmera procurando um sobrinho que corria pelado pela casa (ele pensou que fosse) e dá de cara com um puta dum Grey na cozinha dele? E o alien nem foge! Fica parado, olhando pra ele. E vai saindo de fininho pela lateral, no melhor estilo da Pantera Cor de Rosa.
É estranho e curioso. Sinceramente, me pareceu tremendamente fake por um lado e por outro me causou tamanha perplexidade, porque eu não acho que Romanek seja burro e penso que se ele fosse fraudar alguma coisa nesse nível se empenharia em fazer algo decente, pelo menos vestindo uma criança com uma fantasia.
Outra coisa bastante curiosa sobre o Caso Romanek está no fato de que ele se diz disléxico, mas após os episódios de abdução (alguns clássicos, com ele acordando do lado de fora da casa trancada, em outros acordando com sangue, no meio da sala, e até acordando com roupas que nem eram dele) ele começou a escrever formulas matemáticas complexas (segundo um PHD em física que aparece no documentário confirmando suas equações) que uma pessoa leiga não teria como saber de jeito algum, e que descrevem propriedades desconhecidas pelo qual uma espaçonave poderia migrar de um universo paralelo para este.
Obviamente que um cético pode alegar que não há nada demais nisso além de representações simplórias do que já se levantam hipóteses sobre a curvatura do espaço-tempo e a viagem em dobra, além da famosa equação de Drake com o resultado multiplicado por cem.

A Extraordinária história de Stan RomanekMas de todas as coisas que pareceram intrigantemente não explicadas neste documentário estão os aliens que fizeram selfies. Isso mesmo que você leu. Segundo o flime, ele teria encontrado uma câmera de sua filha que estava desaparecida fazia alguns dias, e nela achou selfies de ninguém menso que os ETs! Fazendo risinho de Monalisa e o caralho:

A Extraordinária história de Stan Romanek

A história é estranha? E COMO!
Chama a atenção também gravações que ele fez de diversas interferências nos telefonemas, com aliens alertando para perigos e tudo mais. De fato, Stan levou porrada de uns homens que desceram dum veículo militar, dizendo que era para ele “calar a boca”,  fato que inclusive gerou um BO de agressão. Ele ficou bem fodido.

A Extraordinária história de Stan Romanek

Há quem tenha sugerido na época que ele se auto-agrediu para validar sua história mirabolante.

Lisa Romanek disse que seu marido teve que ser hospitalizado depois que ele foi assaltado fisicamente por estranhos na rua.

“Ele tinha um nariz quebrado, pulso quebrado, um corte acima de sua testa aqui e abaixo da sua bochecha … onde eles a colavam de volta juntos, em vez de colocar pontos”, disse ela.

De tudo uma informação curiosa surge nos 45 minutos do segundo tempo do video, quando no final se revela que Stan Romanek foi acusado de ter pedofilia em seu computador. Não precisa ser muito inteligente para pensar que se alguém quer foder sua credibilidade, basta invadir sua maquina e plantar pedofilia nela.

Em abril de 2013, a polícia do Colorado executou uma autorização de busca sob suspeita de pornografia infantil na residência de Stan Romanek. Ninguém sabe de onde surgiu a denúncia, o que deixa as coisas com aquele sabor de conspiração. O fato é que a busca subsequente da casa resultou no confisco de dois computadores que depois foi divulgado que continham cerca de 300 imagens e 17 arquivos de vídeo associados a pornografia infantil. Imediatamente após a denúncia, seguidores de Romanek sugeriram que suas atividades relacionadas ao OVNI e a posição de explanar suas relações com alienígenas incomodaram a ponto de resultar em uma conspiração governamental para desacreditá-lo. O julgamento está agendado para 31 de julho de 2017.

Evidentemente, você poderia conjecturar com razão, que tudo isso poderia ser invertido. Stan teria criado toda essa teoria da conspiração com ovnis e etc para tetar se safar dessa acusação de pedofilia, mas vendo a cronologia dos fatos, acho que essa hipótese não bate, porque seu primeiro video de ufo ocorre no dia 27 de zembro de 2000 e sua acusação só ocorre em 2013. Pelo que eu pesquisei, inclusive o documentário já estava na lata quando surgiu a tal denúncia.

Há também o caso completamente esquisito dos homens que arrancaram o revestimento da casa dele. Um dia após um estranho facho de luz surgir registrado pela câmera de segurança em plena madrugada e se mover pelo jardim até a câmera, que é desabilitada. Supostamente, naquela noite ele foi abduzido. No dia seguinte, uma mancha branca bastante visível estava no revestimento de PVC da casa.  A parte mais clara mostrava que o facho de luz da madrugada tinha sido forte o suficiente para dar uma derretida na superfície do plastico.

Então o inusitado ocorreu. Batidas na parede surgiram do nada e estupefato, Romanek deu de cara com dois peões, trabalhando na casa dele, arrancando o revestimento. Quando questionou o que era aquilo, os homens responderam, sem sequer olhar pra ele que estavam “restaurando o revestimento a mando do senhorio”. Stan tentou ligar para o senhorio, que estava viajando, mas achou aquilo estranho. Ele então tentou pegar um pedaço do revestimento mas os homens ficaram bastante bravos com ele e o impediram. Mesmo assim, ele conseguiu roubar um pedaço, e ainda filmou os homens, que alem de tirarem o revestimento, ainda passavam um enorme aspirador de pó em todo o quintal. Claramente havia algo errado e ele comprovou isso quando os homens deram no pé, deixando somente a parte atingida pelo raio de luz recuperada na fachada inteira. Depois ele apurou que a empresa que constava no adesivo na caminhonete não existia.

Os homens estão lá, filmados, no documentário.  E o pedaço do plástico que ele roubou realmente é diferente. Há mesmo o video da câmera de segurança com o foco de luz, que parece “Assar” a grama conforme passa.
Realmente, é tudo muito estranho. Mas na ufologia é tudo sempre muito estranho.

Se, e apenas SE uma pequena parte de todas as alegações do filme fossem a verdade dos fatos, estamos diante de uma escabrosa situação, que nos confronta com verdades inconvenientes de diferentes matizes: Aliens existem e não estamos sozinhos? Eles estão escolhendo pessoas aleatoriamente para usarem como cobaias de experimentos reprodutivos visando criar uma nova espécie para popular este planeta? O governo ou algum segmento governamental obscuro como os diversos que existem formalmente nos EUA estaria por trás de um programa de “cala a boca do retardado a qualquer custo”?
Tudo isso pode ser uma engenhosa construção de um sujeito para aparecer e ganhar fama e dinheiro vendendo livros e palestras? Também é uma forte possibilidade que acredito nunca deve ser descartada. A ufologia é um veículo tracionado por dois motores: A busca pela verdade e a grana que a divulgação do assunto traz.

Eu vou confessar que após o video do alien na cozinha comecei a desconfiar da seriedade do cara, mas então na história da acusação de pedofilia neste caso, me ligou um alerta conspiratório nível máximo. A razão disso é que não creio que pedófilos tenham um perfil de buscar holofotes, ainda mais com aliens.

E também porque essa é uma estratégia bastante eficaz de desmoralização social. Você poderia pensar que isso se deve a uma tendência a crer em conspirações, mas na verdade, isso me lembrou muito mais um outro caso igualmente escabroso e bizarro, que é o caso do Philip Schneider, um ex boina verde que atuou em bases militares combatendo alienígenas e que avisou à pessoas próximas que poderia ser assassinado a qualquer momento porque estava falando demais… E FOI!  Leia esse caso  aqui.  Também não posso deixar de me lembrar da estranha morte de Philip Marshall.

Seja como for, eu acredito que não vai ter como Romanek escapar do xilindró nessa. E uma vez preso, será um fato incônico se ele ainda for abduzido dentro de um presídio.

Related Post

9 comentários em “A Extraordinária história de Stan Romanek”

  1. Estou mais ou menos na linha do pessoal do face aí em cima. Parece que tem algo aí, mas parece também que a vaidade e o ego (sempre eles) e também um pequeno interesse em alguns trocados estão colocando tudo a perder. Não duvido que ele tenha sido abduzido, e a reprodução sempre foi interesse deles, segundo várias pesquisas do Dr. Jacobs, mas acho que o cara se deixou levar pela magnitude da coisa e se perdeu um bocado… A acusação de pedofilia parece bem descabida, porque como bem disse o Philipe, pedófilos querem tudo, menos publicidade. O perfil do pedófilo é que é um cara comum, muita vezes com filhos, religioso, um cidadão respeitado da comunidade, querer aparecer de “abduzido” seria de uma burrice extrema.

  2. Acabei de ver o doc e joguei no Google pra ver se o julgamento já havia acontecido, valeu pela informação de que será já já. Só queria fazer uma correção no seu texto: vc diz que a gravação de voz do médico que fala sobre a “cura” da perna dele não havia sido mostrada no filme. Foi sim, logo no início. Não lembro exatamente do médico falar sobre Caça Fantasmas, mas ele fala sim que poderiam ser picadas de algum inseto, mas não parecem bem isso. Valeu pela leitura!

  3. História intrigante.

    De me a sua opinião sobre o tema das pessoas que são abduzidas e que são forçadas a ter relações com aliens para procriarem híbridos.

    Em condições normais é impossível 2 espécies totalmente diferentes terem cruzamentos normais. É possível algumas espécies da mesma família ou que partilham origens semelhantes cruzarem-se (tigre e o leão, cavalo e burra, …) mas normalmente os filhos são inférteis. Supondo que as Leis da natureza são iguais para todo o universo, então temos:
    1- Reprodução natural só é possível entre espécies semelhantes ou que partilham grande parte do ADN, e ai tínhamos que concluir que humanos e aliens tem um passado comum (:D seria fantástico).

    2- Ou que por sermos espécies distintas não havia capacidade de reprodução natural.

    No 1º ponto vejo a reprodução natural como justificável

    No caso do 2º ponto, não faz sentido a descrição de sexo entre espécies, porque teoricamente não seria viável (isto supondo os aliens fêmeas tem tb lá a pombinha no sitio). Podemos alegar que através da tecnologia é possível fazer o cruzamento entre 2 espécies diferentes, mas ai não seria mais facil fazer como se faz cá na terra e usar a inseminação artificial? Para a nossa tecnologia actual acho que já nem é preciso o esperma do homem ou o óvulo da mulher basta uma amostra de ADN e é possível fecundar um óvulo sem nucleo com ADN

    Por isso fico sempre um pouco céptico sobre historias de sexo entre aliens e humanos. Não vejo justificação plausível para isso.

    Excepto no 1º caso e ai era preciso os aliens serem um rebarbados por sexo.

    • São perguntas que eu também sempre me fiz. Eu achei alguns caminhos hipotéticos interessantes no livro que eu anexei inteiro aí no post. David Jackobs teve uma sacação genial: Ele pegou os abduzidos e durante o processo de hipnose regressiva de cada um ele implantou uma “programação” em cada um eles. Esses abduzidos recorrentes, se tornariam verdadeiros videocassetes, armazenando as memórias. David fez isso, porque sacou que os aliens fazem algum procedimento desconhecido de bloqueio de memórias. Esse bloqueio não é perfeito e nem uniforme, e gera efeitos colaterais nos abduzidos. Até então, a hipnose era uma maneira passiva de desmontar essas barreiras e acessar essas memórias bloqueadas. Mas ele pensou: Se os aliens fazem essa merda, deve ter um motivo para além do bem estar do abduzido. E tudo leva a crer, que ele estava certo, aparentemente. O alien está CAGANDO para o bem estar humano. O objetivo era disfarçar a atividade mesmo. Com esse implante psíquico terrestre nos abduzidos, de alguma forma eles passam a registrar as memórias de um jeito diferente. Deixaram de ser somente vitimas para serem agentes de informação. E os aliens levaram ferro nessa. Assim, muita coisa que ate então eram só fragmentos, começaram a vir numa fita completa conforme essas dezenas de pessoas foram repetidamente abduzidas. E depois os abduzidos começaram a atuar diretamente na investigação, fazendo perguntas e tentando explorar a atividade de outras formas, assim, o panorama começou a se mostrar mais claro – e mais assustador.

      O plano parece ser mesmo a hibridização de especies. Uma das hipóteses que havia é que os aliens ao longo do tempo começaram a se tornar cada vez mais inférteis e isso se tornou um risco para a espécie. Mas há outras hipóteses e uma delas sugere que essas criaturas estão num estagio de busca permanente por melhorar e incorporar “features” em seu dna. Estariam tentando fazer isso ao longo de séculos, escolhendo genes e tentando ir filtrando o que interessa a eles. POr que razão? A razão que me vem à cabeça é que essa espécie tem acesso a diferentes sistemas solares. Com planetas de todos os tipos. E com objetivo de se expandir pelo espaço, eles precisam se adaptar a cada planeta. Um alien alpha na Terra ia se foder em muito pouco tempo, porque simplesmente ele não está adaptado. Assim sendo, esse processo de “ajuste” biológico para cada planeta potencial é uma atividade permanente. Aliens estariam se misturando com humanos para explorar planetas similares à terra? Ou seria pra viver aqui também junto com a gente? É uma forte possibilidade também. Dado o excesso de planetas parecidos com o nosso no espaço, eu suspeito que a primeira especulação tem uma grande chance de acertar o alvo. Seríamos meras “matrizes de expansão” para eles. Um banco genético reservadinho, para servir de base para variações genéticas.

      Com relação a ideia de que espécies diferentes não podem se reproduzir, eu concordo inteiramente, mas eu faço um adendo: Não podem se reproduzir aqui! Nos não sabemos a conformação do dna alienígena para limitá-lo às regras que tangem os dna terrenos. Talvez eles já tenham atingido um nivel de desenvolvimento tecnológico capaz de criar uma interface de acoplamento genético, que seria quase que um protocolo químico que permitiria misturas estranhas e inconcebíveis, quase que o mesmo que o Dr. Moreau do livro de HG Wells conseguiu…
      A questão do sexo diante da lógica parece um gap nisso tudo? Concordo. Parece mesmo. E isso sempre me incomodou, afinal como que pode uma especie capaz de viajar no espaço, dobrando o espaço-tempo ou sei la como, precisar “manualmente” produzir filhotes?

      Deveria haver uma explicação para isso, certo? No livro do Jackobs ele explora justamente essa questão que ao ver dele e crucial. E ao que parece, aliens estão investigando se relações sexuais que envolvam prazer produzem filhotes diferentes. Se não me engano um híbrido explica isso a uma abduzida que faz essa pergunta a eles numa nave. Haveria alguma coisa ainda intangível e incompreensível ate para os alienígenas no processo de concepção biológico natural. Eles também estão explorando outras dimensões, como a afetividade. E é isso que explica algo que já apareceu no trabalho do falecido Budd Hopkins, em Intruders. Aliens pegando abduzidas sistematicamente para quelas acalentem filhotinhos híbridos. E sempre que isso acontece, é feito sob supervisão das criaturas que acompanham com grande interesse. Ou seja: Estão estudando essa merda mesmo.

      Fato que provoca um incrível sofrimento não apenas nas abduzidas usadas como reprodutoras, mas nos filhotes híbridos que têm contato esporádico com seus “pais” terrenos de tempos em tempos. Outros relatos indicam que eles exploram diferentes emoções. Confusão, medo, angustia, dor, felicidade. Uma das abduzidas do Jackobs relatou brinquedos na nave. Brinquedos infantis, além de livrinhos. Isso é um forte indício que os aliens estão saindo da mera reprodução biológica para entrar na exploração das dimensões emocionais dessas matrizes. E se isso estiver certo, pode ser um indicador que eles tiveram finalmente sucesso na criação de híbridos completos do ponto de vista biológico. É a grosso modo, como se tivessem conseguido fazer o “hardware” e agora estão concentrando-se no “software”.
      Isso é um papo muito louco, reconheço.

      • Me lembro de uma parte desse livro na qual uma abduzida relata q quando ela era examinada ou levada por híbridos, eles eram sempre mais cruéis e maldosos. Isso diz muito sobre nós. Já q imagino q isso venha do lado humano dos híbridos.

    • Era no estado do Rio se não me engano. Mas eu tb não achei. Com 5000 posts esta cada vez mais dificil achar as coisas. E a idade não está me ajudando, hehehe.

  4. o q me impressionou, foi q as datas bateram muito com terríveis pesadelos q me atormentaram durante a adolescência, bastante similares aos avistamentos de óvnis, crianças e adultos hibridos (humanos deturpados) e ao OVNI na janela q vi no q acreditei ser um pesadelo ultra realista… (tanto q pulei essa parte do filme)

    hj já adulto, e recém convertido, vejo esses fenômenos com clareza, anjos e demônios são passíveis de materialização, sempre foram, avistamentos existem desde sempre.
    Os anjos caídos e seus demônios abominam a forma humana (a imagem e semelhança do criador) por isso a deturpam.
    A novidade é que com a aproximação da consumação dos tempos, há um esforço para a naturalização destes serem andando abertamente entre nós, muitos aqui ativamente desejam esse momento… the disclosure… serão atraídos para a perdição…

  5. Stan Romanek – Filmou todas as abduções que conseguiu, apanhou e em 2017 foi acusado de portar pornografia infantil.

    Gary Webb – Jornalista morto com dois tiros na cabeça.

    Jacques Vallee – (?) ufólogo

    John Kennedy (John Fitzgerald Kennedy) – Fez discursos contra as sociedades secretas.

    Michael jackson – Denunciou que forjavam as notícias e os livros de história.

    Diana, Princesa de Gales – Engravidou de um mulçumano e fazia o bem.

    Martin Luther King – Reverendo que pregou o amor de verdade.

    Malcom X –

    Arizona Wilder – Escrava illuminati.

    Dr. Ronald Breslow – Publicou um trabalho tacitamente reconhecendo a existência de seres reptilianos. Estranhamente se suicidou.
    Howard deixou uma pista: escreveu este poema, que foi encontrado datilografado em uma tira de papel na sua carteira:
    – “Tudo fugiu — tudo está feito, então levem-me à pira — O banquete acabou, e as lâmpadas expiram”.

    Flora Rheta Schreiber – Vítima que possui 16 personalidades. Escreveu o livro Sibil (em português, Sibila).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares