Explosões misteriosas acontecem no Sul do Brasil

Nosso amigo leitor Andrey deu a dica deste post, que trata de misteriosas explosões, que aconteceram no Sul do Brasil. Segue umas notícias do G1 relacionadas ao fato:

Moradores relatam estrondo e tremor durante madrugada em cidades do RS

BM recebeu mais de 30 ligações em Esteio, Canoas e Sapucaia do Sul. Casas tiveram vidros rachados; polícia não descobriu causa do barulho.

Moradores de Esteio, Canoas e Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre, relataram durante a madrugada desta quinta-feira (7) ter ouvido um forte barulho e sentido um tremor de terra. A Brigada Militar diz ter recebido mais de 30 ligações nas três cidades, todos relatando o fato por volta da 1h30.

Algumas casas tiveram os vidros rachados com o impacto. A Brigada Militar de Esteio percorreu ruas onde ficam agências bancárias e indústrias, mas não encontrou nada fora do normal.

“Me apavorei”, diz o pintor Jocemar da Silva, que relatou ter sentido a casa de uma amiga, onde estava, tremer. “Do nada deu um estouro”, contou.

Quem estava trabalhando parou para tentar ver o que acontecia. “Estávamos aqui e, de repente, deu aquele estouro, um tremor. Chegou a tremer as paredes e tudo”, diz o frentista João Batista.

Alguns desconfiam que o barulho tenha sido causado por explosivos. “A gente achou que fosse uma bomba, um rojão, alguma coisa assim”, diz o frentista Miguel Ângelo Nunes Alves.

fonte

 

População tem medo’, diz delegado que investiga estrondo e tremor no RS

Barulho foi relatado por moradores de Esteio, Canoas e Sapucaia do Sul. Delegado tenta descobrir se houve crime e tranquilizar os moradores locais.

00estrondo

A Polícia Civil instaurou um inquérito para investigar possíveis causas do forte barulho de explosão, seguido por um tremor de terra, relatado na madrugada desta quinta-feira (7) por moradores da Região Metropolitana de Porto Alegre. O delegado Leonel Baldasso, responsável pelo caso, explica que o objetivo é saber se o estrondo foi decorrente de algum crime, e ressalta que a elucidação do caso poderá tranquilizar moradores.

“O alvo da investigação é checar se foi decorrente de prática criminosa, como manuseio indevido de explosivos ou de algum tipo de gás. E temos essa preocupação, pois a população está com medo”, disse o delegado ao G1.

A Brigada Militar diz ter recebido mais de 30 ligações nas três cidades, todos relatando o fato por volta da 1h30 em Esteio, Canoas e Sapucaia do Sul. Segundo o delegado, relatos apontam que o tremor foi mais intenso no bairro Novo Esteio, em Esteio, e lembra que um barulho semelhante já havia sido ouvido na mesma região às 5h do dia 29 de julho.

Baldasso planeja se reunir com a Defesa Civil para tentar obter mais informações, e ouvir moradores que tiveram vidros de casa quebrados com o impacto. Apesar de citar como possível causa a extração ilegal de minérios, o delegado destaca que, até o momento, não há suspeitas.

“Nosso foco se dá na infração penal, a utilização indevida de explosivos, mas nada impede de buscar conhecimentos científicos, para sabermos como ocorreu este evento, e ir descartando as possibilidades. Esse estrondo não é normal”, afirma o delegado.

Baldasso ainda aguarda um ofício formal por parte da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas, na mesma região, informando de que não houve atividade forma do normal. Porém, já descarta que a causa tenha sido um acidente no local. “Quando existe algum fato na refinaria, as atitudes e providências que eles tomam são muito grandes. Nós saberíamos”, destaca.

Da mesma forma, não crê que a causa tenha sido alguma atividade da Base Aérea situada na mesma cidade. “Vamos fazer ofício para saber a resposta, mas já foi dito que não houve nada”, afirmou.

Após o estrondo, a Brigada Militar de Esteio percorreu ruas onde ficam agências bancárias e indústrias, mas não encontrou nada fora do normal.

fonte

 

 

Sobrevoo da polícia não encontra possível origem de estrondo no RS

Helicóptero da polícia sobrevoou o município de Esteio em busca de pistas. Moradores relataram forte barulho seguido por tremor na quinta-feira (7).

dsc07961

 

A Polícia Civil realizou nesta quinta-feira (14) um sobrevoo de helicóptero na cidade de Esteio, na Região Metropolitana de Porto Alegre, com o objetivo de identificar possíveis causas da forte estrondo ouvido na região na última semana. Mas segundo o delegado Leonel Baldasso, responsável pelas investigações, nenhum indício foi encontrado. O caso ocorreu na madrugada de quinta (7), quando moradores relataram que escutaram o barulho, seguido por um tremor de terra. A Brigada Militar diz ter recebido mais de 30 ligações das cidades de Esteio, Canoas e Sapucaia do Sul, todas relatando o fato por volta da 1h30. Os policiais admitem o mistério sobre a ocorrência. “Não encontrei nenhum vestígio. E foi um sobrevoo bem observado. Verificamos em vários bairros, em pontos possíveis. Nada de explosivo, nada que pudéssemos identificar. É um caso intrigante. Muita gente ouviu, inclusive em Canoas”, relatou o delegado ao G1.

O delegado conta que enviou ofícios a empresas da região para que elas relatem se houve algum incidente. O delegado também questionou a Força Aérea Brasileira (FAB) para saber se um avião sobrevoou a área no momento da suposta explosão. “A FAB relatou que nenhum avião sobrevoou nesse horário. E ainda aguardo as respostas dos ofícios enviados às empresas”, completou. A polícia lembra que um barulho semelhante já havia sido ouvido na mesma região às 5h do dia 29 de julho. Após o estrondo na semana passada, a Brigada Militar de Esteio percorreu ruas onde ficam agências bancárias e indústrias, mas não encontrou nada fora do normal.

fonte

Não sei se é mais estranho uma explosão do nada acontecer, com direito a abalo sísmico confirmado em sismógrafo e tudo, ou não ser este o primeiro caso.

Em 2011, uma explosão similar deixou a cidade de Taubaté abalada:

November 12, 2011 – 17:08

Explosão misteriosa deixa Taubaté alarmada

Forte barulho, seguido de tremor, foi sentido por volta das 11h; assunto virou febre no Facebook. 

1258094022

Um forte barulho, parecido com uma explosão, assustou moradores de diversos bairros de Taubaté por volta das 11h deste sábado. Alguns moradores, ouvidos pela reportagem, alegam até que a terra chegou a tremer. Há relatos de leitores de Pinda e Tremembé que também teriam ouvido o barulho.

O técnico em administração Moacir dos Santos, 59 anos, ouviu o barulho em Tremembé. “Foi muito alto e forte”, disse ele.

O curioso da história é que ninguém sabe de onde partiu o barulho, mas, na rede social Facebook, o assunto virou motivo de diversas discussões.

“Quando eu estava vindo para o trabalho de manha eu ouvi um barulho estranho. Neste momento eu tava no ponto de onibus”, disse uma internauta.

“Tremeu todas as janelas da minha casa… Que susto!!! O que será que houve???”, pergunta outra usuária do Facebook.

VERSÕES – Segundo o internautas, várias versões já foram levantadas. As mais veiculadas na rede são: explosão de gás, problema na caixa de energia elétrica dos postes, explosão em um supermercado e até mesmo um grave acidente na Via Dutra.

“Estava no meu quarto, no computador, quando ouvi um barulho muito alto e meio abafado. Minutos depois, todos no Facebook começaram a postar”, disse o jornalista Bruno Lemes Silva, que mora no Jardim Morumbi.

Segundo ele, no momento do tremor, a Rádio Difusora chegou a sair do ar. “Não sei se tem relação, mas entrei no ar por telefone, por volta das 11h15, e a rádio deixou de funcionar”, disse.

OFICIAL – O Corpo de Bombeiros da cidade recebeu diversas ligações, até de Tremembé. Segundo a corporação, o barulho realmente aconteceu, mas não se sabe onde.

Segundo o tenente José Ferreira Dias, da Defesa Civil, o setor não foi acionado. “Também entrei em contato com a Polícia Militar, mas ela também não descobriu nada até agora”, afirmou Dias.

fonte

Este tipo de fenômeno de explosão misteriosa acontece no mundo todo e tem dois tipos deles,  “Mistpouffer” e “Unexplained Boom”.

O mundo dos mistérios é vasto na categoria de barulhos inexplicáveis. Há vários deles, como o Bloop, o Hum, o Slowdonw… (que são barulhos misteriosos que foram captados no oceano e não se sabe quem os produziu), o quacker (uma coisa que perseguia submarinos na época da guerra fria e tem este nome porque emitia um som parecido com a palavra “Quacker”. O treco foi registrado e estudado pelas duas superpotências, não pertencendo a nenhuma delas, e ao que se sabe, era um tipo de OVNI marinho, conhecido como OSNI) entre outros…

Este som de explosão que pode ser o “Mistpouffer” ou o “Unexplained Boom”, quase sempre foi registrado em locais costeiros ou perto de grandes lagos, o que indica que possa ter alguma ligação com a água. Basicamente é uma explosão que acontece subitamente, sem nenhuma razão aparente e não deixa nenhuma sequela como ondulação, espuma, fumaça, fragmentos na água nada. NADA além do som, que é altíssimo, e que segundo testemunhas, se equipara ao disparo de um grande canhão. Há alguns poucos casos que citam uma poderosa onda de choque que surge após o estampido. O primeiro registro do Mistpouffer se deu no Mar Adriático em 1824, mas tudo indica que este som está aí há muito, muito tempo. Um indício disso é que a tribo dosHaudenosaunee da América do Norte reportam em suas tradições e lendas o som de uma explosão como um trovão ameaçador, que ocorre sem aviso, em dias de sol e tempo claro. Os índios percebiam isso como as manifestações de um poderoso Deus chamado “O grande espírito”.
Do mesmo jeito que o Hum, o Mistpouffer poderia ser um monte de coisa: Meteoros explodindo na entrada com a atmosfera, fenômenos meteorológicos desconhecidos assemelhados aos trovões, aviões quebrando a barreira do som, bombas, testes militares secretos, explosões de gases em cavernas subterrâneas, terremotos e até mesmo produtos da ação de ufos…

Similares ao mistpouffer são os “Unexplained booms”. O lado bizarro deste som é que sabemos exatamente o que ele é: Um estrondo sônico causado quando um objeto aéreo como um avião a jato atravessa a barreira do som. Este som é chamado de “boom” e é perfeitamente conhecido porque ele deixa um registro de assinatura muito característico. Mas a parte estranha vem agora: Esse som é muitas vezes ouvido em áreas onde não há aviões. Quase todos os registros conhecidos do “Unexplained Boom” se dá no território dos EUA. A explicação mais banal para isso é que talvez esta coisa ocorra no mundo todo, mas apenas lá, porque eles são meio neuróticos com comunistas, terroristas e sei lá mais o quê,nos EUA o fenômeno é registrado e compilado.

A explicação ainda mais obvia e banal para o boom inexplicável pode ser creditada às aeronaves secretas dos EUA, como o Blackbird, que durante mais de uma década foi “oficialmente um OVNI”.
Há quem argumente que se não forem aeronaves terrestres ultrapassando a barreira do som, podem ser “outras aeronaves”, essas, talvez mais estranhas do que gostaríamos de aceitar. Mas por outro lado, não há na casuística ufológica – pelo menos que eu me lembre – de registros de ufos causando estrondo sônico.

Já falei aqui mesmo neste post, de outras explosões misteriosas, que causaram perplexidade na população, e não se sabe a causa do mistério.

O Andrey, que  é de Porto Alegre e sugeriu esta matéria, contou que ele próprio testemunhou um ufo, que estaria estacionário, em grande altitude, parecendo um estrela. Após alguns segundos de observação, a “estrela” acelerou em gigantesca velocidade, impossível para qualquer aeronave conhecida, até sumir.

Outra possibilidade que não pode ser descartada, é que como estamos em pleno período em que a Terra atravessa uma área cheia de meteoros, essas explosões possam ser causadas por explosões de pequenos meteoritos que se incendeiam na entrada da atmosfera, produzindo gases internos que levam a pedra a estourar feito uma granada de fragmentação. Acredita-se que foi uma explosão deste tipo com um meteoro de algumas dezenas de metros que provocou o famoso incidente de Tunguska, na Sibéria.
Tunguska
O Evento de Tunguska foi uma queda de um objeto celeste que aconteceu em uma região da Sibéria próxima ao rio Podkamennaya Tunguska em 30 de junho de 1908. A queda provocou uma grande explosão, devastando uma área de milhares de quilômetros quadrados.  A ausência de uma cratera e de evidências diretas do objeto que teria causado a explosão levou a uma grande quantidade de teorias especulatórias sobre a causa do evento. Apesar de ainda ser assunto de debate, segundo os estudos mais recentes a destruição provavelmente foi causada pelo deslocamento de ar subsequente a uma explosão de um meteoróide ou fragmento de cometa a uma altitude de 5 – 10 km na atmosfera, devido ao atrito da reentrada. Diferentes estudos resultaram em estimativas para o tamanho do objeto variando em torno de algumas dezenas de metros.

Estima-se que a energia da explosão está entre 5 megatons 4 e 30 megatons  de TNT, com 10–15 megatons sendo o mais provável.

Isso é aproximadamente igual a 1000 vezes a bomba lançada em Hiroshima na segunda guerra mundial e aproximadamente um terço da Tsar Bomba, a mais poderosa arma nuclear já detonada. A explosão teria sido suficiente para destruir uma grande área metropolitana. A explosão derrubou cerca de 80 milhões de árvores em uma área e 2150 quilômetros quadrados e estima-se que tenha provocado um terremoto de 5 graus na escala Richter.

Apesar de ser considerado o maior impacto terrestre na história recente da Terra, impactos de intensidade similar em regiões remotas teriam passado despercebidos antes do advento do monitoramento global por satélite nas décadas de 1960 e 70.

Se por um lado a ideia de um Ovni acelerando bruscamente ao ponto de provocar um estrondo sônico parece um pouco assustadora, a ideia de meteoróides estourando sobre nossas cabeças é ainda mais macabra, porque uma explosão como esta pode mandar uma megalópole inteira como São Paulo pelos ares em poucos segundos. E se já aconteceu uma vez, nada impede que aconteça de novo.

Seja o que for a causa do unexplained Boom no Sul do Brasil, a população está assustada, e tem bons motivos para estar!

Related Post

16 comentários em “Explosões misteriosas acontecem no Sul do Brasil”

    • http://gaucha.clicrbs.com.br/rs/noticia-aberta/tremor-de-terra-em-gramado-foi-de-2-6-graus-na-escala-richter-diz-usp-111413.html

      http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2014/08/observatorio-confirma-ocorrencia-de-abalo-sismico-em-gramado-rs.html

      Talvez seja a mesma causa.

  1. Canoas possui uma base aérea da FAB, onde ficam caças F5. Taubaté fica ao lado de São José dos campos, onde fica a sede da EMBRAER, que faz trabalhos de manutenção e modernização dos F5 da FAB.
    Me parece que, em ambos os casos, o estrondo foi causado por caças ultrapassando a barreira do som a baixa altura.
    Como não encontrei nenhuma fonte reportanto os supostos “registros em sismógrafos”, essa hipótese me parece a mais razoável.

    • Essa seria a hipótese mais fácil de verificar. E foi. Todo vôo é cadastrado num controle de trafego aéreo, mesmo vôos de aeronaves experimentais. Na investigação da polícia, o controle de trafego informou que não haviam aeronaves sobrevoando a região.

  2. Rapaz, um professor de física que eu conheço, teoriza que esses troços são átomos instávels de hidrogênio que se dividiram e explodiram. É como o que as usinas nucleares fazem só que acontecendo na natureza. O problema é que não existe uma teoria estudando isso e fica foda de provar.

    • Mas vou te dizer que é realmente uma boa ideia que algo assim exista… O problema é provar, porque um Átomo se tornar instável sem uma força agir sobre ele me parece meio inédito. Se ele provar essa suposição ele pode até ser candidato a um Nobel, uma vez que esa ideia poderia explicar muitas coisas no campo da Astrofísica.

  3. Tenso mesmo! Agora que li o comentário sobre os terremotos em Gramado, aqui na região de caxias também aconteceu bastante nos últimos anos, inclusive detectados na escala Riscther

    http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2014/06/tremor-de-36-pontos-na-escala-richter-assusta-moradores-de-caxias.html

  4. Em agosto de 2011, aconteceu isso aqui em Rio Claro (SP), foi um estrondo como um grande trovão, seguido de um tremor sentido na cidade toda e na cidade vizinha de Santa Gertrudes. Suposições apontavam para pedreiras, mas elas desmentiram, então, fica o mistério…

    http://www.guiarioclaro.com.br/materia.htm?serial=148003287

  5. Em 2012 no mês de junho aconteceu um “boom” aqui onde moro, houve janelas quebradas e abalos sismicos seguido de muito alvoroço no rádio. As primeiras noticias diziam que uma carga de maior potência havia sido detonada na área da mineração a 27 km da aqui, porem detonações só são feitas nas quartas-feiras as 14:00, depois de que o tanque da mesma mineração havia explodido, contudo o pessoal aqui estava ainda precocupado com a sistuação, somente a noite veio a confirmação de que 2 caças da força áerea haviam quebrado a barreira do som a 4 km de altura e a 140 km de distância.

  6. Aqui no Guarujá aconteceu um forte estrondo que fez tremer as janelas, foi sentido em Guarujá, Santos e São Vicente, não foi localizado a origem até agora.
    http://www.atribuna.com.br/mobile/cidades/forte-estrondo-assusta-moradores-em-tr%C3%AAs-cidades-da-regi%C3%A3o-1.396022

  7. Sou aqui de Canoas, perto de Esteio, e lembro desse Boom. Foi tipo aquele último estouro de fogos de artifício de 5 tiros (n sei bem), só que bem mais alto, grave e sem eco, se dissipando rapidamente. Se possível a hipótese dos meteoritos, na reentrada, haveria algum clarão? Pois não teve algum.

  8. O Capitão Uyrangê Hollanda, na época em que cedia informações sobre os dados da “OPERAÇÃO PRATO”, deixou algo tal como se a coleta de sangues daquelas 80 pessoas o fossem para que a população não se contaminasse por agentes desconhecidos (alienígenas), tal-qual como nós contaminamos os índios sem o desejar. Acredito que ele se referia a uma provável invasão, ou fora informado disso. Portanto, esta explosões por várias partes do mundo bem que podem ser uma ocupação no subsolo (é uma hipótese).

  9. hoje dia 06 de novembro,de 2017 Praia do Quintão
    houve duas explosão misteriosa,aqui no litoral do Rio Grande do Sul,é assustador ,isto acontece seguidamente,alguem precisa estudar isto,

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

shares