• Raul

    Eles vão recorrer a justiça brasileira… HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    ¬¬

  • http://marcusvbp.com.br Marcus VBP (@marcusvbp)

    Bom, eu já não tomo refrigerante por outros motivos, esse é só mais um.

    E a lição que fica é: Não comprar refrigerante de garrafa retornável.

    Só uma observação no caso de Wilson, não estou por dentro dos efeitos que um rato no refrigerante pode causar, mas esses problemas de saúde não são um pouco exagerados não? A menos que o líquido não fosse refrigerante **acho** que não tem como causar tanta sequela assim.

    • http://www.philipekling.com Philipe

      Eu tb acho completamente exagerados os tais efeitos. Ele deve ter tido alguma doença cabulosa e tentou botar a culpa na Coca-Cola.

      • Rafael

        E contaminação por veneno de rato?

        • http://www.philipekling.com Philipe

          Eu acho estranho essa parada do veneno de rato, pq se o rato tava envenenado, como que ele entrou na garrafa? Gerlamente veneno de rato (chumbinho) mata rapido. O que o cara descreve ta mais para um ácido. Mas derreteria o rato na garrafa então não sei.

          • Alexandre Casanova

            Se o veneno for veneno para ratos, ele não mata na hora, o animal come e leva de alguns minutos a algumas horas para morrer. O chumbinho realmente mata na hora, mas podemos supor que seja realmente, veneno para ratos.

  • Ton

    No meu tempo, os brindes da Coca-Cola eram Geloucos e outras coisas legais, até tenho guardados ainda.
    *o*

  • Rodrigo Vieira

    Post bastante esclarecedor e fundamentado, o que dá mto mais credibilidade.. De fato, os casos que acontecem com as garrafas retornaveis sao puramente possiveis e plausiveis de acontecerem pois como foi dito, essas garrafas depois de usadas ficam em locais quaisquer e pelo resto doce da bebida, ratos baratas e outros bichos mais podem sim entrar nelas e ficarem até presos como numa armadilha, gerando a morte e o aprisionamento do mesmo dentro. Tanto é que, quem nunca num restaurante depois de pedir um refrigerante, seja ele de qualquer marca, depois dakele almoço maroto nao ficou cutucando um palito, um grao de arroz e jogou dentro da garrafa? (esse argumento inclusive reforça o caso da coca q veio com um ketchup de brinde dentro, podemos imaginar mto bem q essa garrafa pode ter vindo de um restaurante, pizzaria ou outro estabelecimento qualquer q comercialize alimentos, daí o ketchup em formato de sachê, algo largamente usado em tais locais!) eu mesmo já fiz várias vezes isso, mas claro, nada se compara um palito ou restos de comida q vc coloca dentro e que irão sair com a lavagem das garrafas com um rato, camisinha e outras coisas q porventura tenha entrado e la ficado mesmo após a tal lavagem na fabrica..

    Agora, sem querer ser advogado da coca cola, mas tem alguns posts de pessoas no facebook q ultimamente vem achando coisas dentro da coca mas em EMBALAGENS DE PLASTICO.. ai eu digo, esses ai tem uma chance acima de 95% de serem mentiras, pq eu ja vi um documentario, creio q da discovery ou outro desses canais sobre os processos de fabricacao da coca, desde a fabricacao das garrafas q eu nao imaginava como eram feitas, até o translado do xarope de cola pronto para ser transformado em coca e de fato, é dificil imaginar um rato entrar naquelas instalacoes e pior, dentro das garrafas de plastico que sao feitas bem proximas ao envasamento e na propria fabrica q de tao grande é inimaginavel ter uma ideia do tamanho. Isso pelo menos lá nos EUA, querendo crer q esses processos sejam padrao ao redor do mundo, uma fabrica da coca aki no brasil deve seguir os mesmos protocolos de lá ou pelo menos ser parecidos.

    Entao, pra mim, axo plenamente possivel sim os casos dentro dessas cocas q sao envasadas em garrafas de vidro, mas em latas ou em garrafas PET, eu nao creio. no fim das duvidas, ou o kra troca de refrigerante ou toma nas de lata, q ali sim, eu duvido entrar rato! kkkkkkkkkk..

  • wagner a. r.

    Assim, quanto as garrafas retornáveis, como você mesmo disse é possível que no processo de lavajem fique algum resíduo, mas nas garrafas pet, acho pouco provável, pelo fato de ser embalagens novas, (assim espero)as garrafas pet são simples de abrir se romper o lacre, então acho que dai seria cao.
    a uns anos eu e minha esposa tomamos uma garrafa dessas retornáveis, no boteco da faculdade, realmente a coca tava com um gosto meio duvidoso e parecia ter alguma coisa no meio (obs: só percebemos depois de tomar metade da garrafinha), e depois de tomar ela passou mau, mas eu fiquei de boa.
    não sei, acho que a maioria dessas acusações são infundadas. mas algumas podem ser verdade sim.

    • http://www.philipekling.com Philipe

      Na embalagem de plastico, a chance de ter alguma coisa é muito perto de zero, porque ela vem estéril da sopradora termica que monta a garrafa a partir da célula de pet, que é tipo um tubo de ensaio de pet. Se por acaso neste tubo tiver um inseto (algo extremamente improvável, já que saem muitos, todos embalados e não há alimento que atraia o animal) ele pode ir parar sim na embalagem de coca-cola. Mas é uma chance muito perto do zero. Na época da escola, uma menina comprou um refri (acho que era sukita) e veio um bombril enferrujado dentro! Mas tb era de vidro. Nunca vi contaminação no Pet.

      As garrafas retornáveis são sempre sujeitas a entrar algo nelas, por conta da armazenagem inadequada. Falando nisso, a armazenagem inadequada é um problema crônico do país. Praticamente todo silo de estoque de grãos tem problema com ratos. E a coisa não fica nisso, o Ministerio da Agricultura prefixa um determinado volume de pedaços de inseto que é permitido por lei ter no nosso chocolate. Isso porque é IMPOSSÍVEL chocolate brasileiro sem pedaços de inseto. Então eles fixam uma quantidade minima “aceitavel” de baratas e etc no que a gente come.

  • Guilherme D.

    Olha…eu não sei se Leptospirose faria tudo isso com o cara, mas acho que essa não é a única doença que o rato carrega consigo. É perceptível o estado de merda em que o cara ficou. Eu acho que a Coca-Cola tá indo de mal a pior com isso, essas táticas empresariais de “abafar” esse tipo de caso nunca deram certo, já deveriam ter aprendido com isso. E quanto aos “127 anos de…” São 127 anos com diversos processos, diversas queixas, CORANTE CARAMELO, e fórmulas diferentes em diversos países.

    Eu já não tomo refrigerante algum mais mesmo, então…acho bom que todo mundo comece a fazer isso. É muito mais saudável.

    • http://www.philipekling.com Philipe

      Eu tb larguei todos os refris. O mais difícil foi largar a Coca-Cola maledeta, pq eu era muito viciado, tomando ate 5 litros no dia! (dois garrafões de 2,5l. De manhã até de noite bebendo)

      • John Doe

        Philipe, no seu caso, 5 lts. de coca por dia eram o verdadeiro problema, e não os tais “aditivos”. Pessoalmente, não creio que o rato tenha entrado na embalagem antes do processo de lavagem, por um motivo simples: água sob pressão, detergentes fortíssimos e o processo em sí “moeriam” o coitado do roedor, que não poderia ficar praticamente inteiro, como aparece na foto. Ademais, some-se a isso o tempo em que ficou imerso no produto, e isso faria com que ele possivelmente se dissolvesse. De duas, uma: ou o sujeito teve problemas e resolveu colocar a culpa na coca-cola, pondo ele mesmo o rato na embalagem; ou foi sabotagem da “braba” na linha de produção por alguém descontente.

        Ou seria mesmo terrorismo industrial, que sempre visa atingir os maiores e melhor sucedidos. A “leão-de-judá-cola” (sem propaganda, calma…) provavelmente não apresentaria essa polêmica.

        Abraços.

  • Amanda

    Pelo que entendi do caso do Wilson não foi o resto dos ratos, mas o veneno do rato que ainda estava no organismo do animal que causou a intoxicação gravíssima e déficit psicomotor. Entretanto, o caso do Wilson é estranho, pois a garrafa de refrigerante é plástico e não retornável….Assim… como é que o rato acabou lá dentro?

  • Felipe

    Fórmula ultra secreta guardada em cofre?
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Espectr%C3%B4metro

    Não existem fórmulas secretas, apenas patentes.

    • http://www.philipekling.com Philipe

      Errado. O espectrômetro so vai dizer a composição química, nunca a fórmula. A coca-cola tem uma formula secreta, e não tem patente. (eu sei, eu trabalhei para a Coca-Cola) Somente um cara no mundo conseguiu fraudar a Coca-Cola, e foi um brasileiro, que tinha uma fabrica de coca-cola lá no Amazonas. A fraude dele era tão foda que a coca-cola dos EUA só descobriu porque percebeu uma discrepância na contabilidade.

      • John Doe

        O “segredo” da coca-cola, atualmente, reside mais no marketing da marca, do que no produto em sí. Façamos um simples exercício de raciocínio: supondo que alguém consiga fabricar um produto igual à coca (com outro nome, claro!), com o mesmo sabor, com a mesma cor; que consiga uma rede logística de produção e distribuição mundial como a da coca; e que possa – esse é o mais absurdo – verder o produto pelo mesmo preço de uma coca-cola, ainda assim quem iria comprar o produto similar, quando poderia comprar o original???

        Simplesmente inviável. O brasileiro amazonense – sempre os brasileiros e sua infindável criatividade para as falcatruas – provavelmente vendia seu produto como se coca-cola fosse, não tendo lançado outro produto distinto. Aí não vale, pois está embarcando no marketing da marca original.

        P.S.: reza uma lenda urbana que, quando a coca-cola resolve colocar uma nova máquina de refrigerantes no mercado, antes manda alguns protótipos aqui para o Brasil. Se ninguém conseguir fraudar a máquina por aqui, ela entra em circulação. É um verdadeiro “laboratório” de testes para eles…..

        Abraços.

        • http://www.philipekling.com Philipe

          Era isso mesmo que ele fazia. Comprava uma tonelada de da formula e vendia muito mais de coca-cola. Na pratica ele batizava a coca-cola e completava com a formula dele.

  • Pedro Carneiro (Gafanhoto)

    Tem relato de contaminação com Pepsi? Eu não lembro de ter visto! hehehe

  • Tercio

    Eu já trabalhei como fornecedor de diversas fábricas da Coca-Cola e, sem advogar para ninguém, embora possível é bastante reduzida a chance de isso acontecer. Isso porque depois da lavadora existem equipamentos eletrônicos que inspecionam a garrafa vazia justamente para detectar sólidos em seu interior antes da enchedora. Depois desta ainda há mais um ou dois equipamentos com o mesmo propósito.
    O que pode ter havido é a colocação destes objetos por alguém (funcionários descontentes, etc.) intencionalmente ou mesmo fraudes, o que é bastante comum contra quaisquer empresas por espertos adeptos da Lei de Gerson que querem ganhar uma “graninha” fácil.

    • Tiago

      Trabalho com manutenção industrial, nunca fui em alguma fábrica da coca.. Porém já fui várias vezes prestar serviços na Schin e acredito que a coca deve ter um máquinario bem superior..
      Na schin a máquina inspeciona cada garrafa retornavel.. Nem é tanto pra ver se tem algo dentro.. mas para ver se ela tah trincada.. Eu vi funcionando e garanto que é impossivel uma máquina daquelas enchergar um trincadinho na garrafa e não enchergar um rato ou qualquer outra coisa.
      Como o tércio disse.. pode ser coisa de funcionário insatisfeito.. mas acho um pouco dificil também porque essas máquinas rodam a uma velocidade alta e lacram a garrafa logo após encher para não perder o gás. Ok.. ele poderia parar a máquina e colocar algo lá.. mas quem conhece a rotina de uma fábrica sabe que essas máquinas não param e, se param, logo vem alguém questionar o motivo…
      Em resumo.. Acho que 90% é malandragem, 9% contaminação fora da fábrica e 1% de chance de ser na fábrica por algum funcionário insatisfeito.

  • Daniel

    Po cara, com o dinheiro usado pra fazer a coca cola eu compro mais de 10 litros em dolly.

  • Rodrigo Vieira

    bem, mesmo q nao seja rato ou outro bixo, agora a credibilidade das garrafas pet tb cairam no meu conceito.. eis q abro o facebook e dou de cara com essa noticia: http://tnh1.ne10.uol.com.br/noticia/maceio/2013/09/24/267329/de-brinde-mulher-acha-objeto-estranho-dentro-de-refrigerante

  • Mateus Ruiz

    Quando minha irmã trabalhou na coca-cola, uns 15 anos atrás, sua função era fazer a inspeção visual das garrafas e tirar da linha de envase as que tivessem algum resto de sujeira ou trinca no gargalo. Segunda ela, existia um equipamento que “cheirava” o interior das garrafas para descartar garrafas que porventura tivessem sido utilizadas para armazenar solventes, gasolina, etc. Não digo que a coca-cola é uma santa, mas pra mim metade disso ai é fraude. O negócio então é consumir embalagens descartáveis.

  • Andre

    Cara, eu bebo Coca mesmo e foda-se. Se for por essa logica, nunca deve-se beber nada industrializado. Se o processo e os protocolos de produção da Coca que são absurdamente de alto nível co todos os ISO possíveis, imagina o que acontece com guaraná, cerveja, etc. ?
    O fato é fazer uma coisa simples, dar uma olhada no que você está bebendo antes de ingerir. Simples, a garrafa é transparente (no caso da Coca pelo menos).
    Parar de beber Coca, e continuar bebendo outro refrigerante por esse motivo é idiotice. Parar de beber todos os refrigerantes e continuar bebendo sucos e cerveja também. E, finalmente, beber só água daqui pra frente apesar de ser mais saudável, também é incoerente se a água for industrializada ou de poço. A única solução seria beber água diretamente de uma fonte cristalina com o terreno e lençol de água fiscalizado e aprovado dentro das condições normais. A pergunta é, quem tem uma fonte dessas em casa ?

    • http://www.philipekling.com Philipe

      Eu parei de beber refri pq achei que estava viciado e queria ver se eu conseguia parar. Consegui e não vi razão para voltar.
      Não entendo a incoerência da água ser industrializada. A empresa não faz a água. Ela só engarrafa. A água industrializada é a mesma água da mina, só que a empresa coloca na garrafa e põe no ponto de venda. Mas tem aquela maquina que tira a água do ar tb, essa é boa.

      Agora, incoerencia FODA mesmo é a menina que vê essas fotos e jura nunca mais tomar coca-cola. Daí vai pra balada/micareta e beija uns 20 caras que ela nunca viu na boca.

      • Nico

        Aí Philipe, por falar em piriguete em micarete, na faculdade tínhamos aula de química fisiológica e, em uma das aulas práticas, o professor pedia para toda a turma cuspir em um balão de vidro para analisarmos depois as enzimas da saliva e coisa e tal. Tinha algumas garotas que não cuspiam de jeito nenhum, cheia de mimimi, alegando nojinho…O engraçado é que nas festas algumas dessas mesmas garotas B-A-R-B-A-R-I-Z-A-V-A-M – uma delas tinha o apelido de bezerrinho, se é que me entende…heheheh

        • http://www.philipekling.com Philipe

          HAhaha bezerrinho boca de veludo!

  • Odir Nunes

    Philipe eu deixei de beber refrigerante depois de ver no youtube essa palestra do Dr. Lair Ribeiro >>>> http://www.youtube.com/watch?v=Bfksl4B-rng , ele chega a ser radical na sua fala e diz literalmente que refrigerante é VENENO.
    Agora quanto a questão do rato na coca cola, acho perfeitamente possível, creio que nenhum sistema de controle é a prova de sabotagem. A pouco tempo um achocolatado de nome “todinho” estava com soda cáustica e causou queimaduras na boca de muitas crianças no rio grande do sul, basta procurar na net.
    O problema é que estamos de tal maneira condicionados pela mídia, que vamos bebendo e comendo tudo que é industrializado como sendo algo plenamente confiável.

  • Marcos

    Hoje em dia qualquer alimento industrializado é passível de contaminação, seja física, química ou orgânica. Mesmo existindo diversos órgãos regulamentadores e fiscalizadores(err… digo.. no Brasil essa parte é tensa).
    Carnes, embutidos, bebidas, grãos…

    Nossa… ninguém vai comer mais nada que vende em supermercado se levarmos por essa lógica.
    Grãos, por exemplo: você já parou pra pensar de onde vem aquele bichinho que “brota” de dentro do pacote de trigo no seu armário? Ou no arroz… no feijão? O famoso “caruncho” JÁ VEM com o seu produto desde que você compra. Eles entram ainda nos silos e lá depositam ovos que não tem como ser eliminados quando são processados e deixam pra nascer dentro da sua despensa.

    Dessas contaminações as mais perigosas são as químicas(o caso do Todinho) e as físicas(cacos, pregos, palha de aço) que podem intoxicar e ferir o consumidor.

    Uma contaminação biológica na maioria das vezes é perceptível no ato do consumo (um produto estragado, com fungos, apodrecido, sendo que na maioria das vezes ocorre pela expiração da validade). Uma lata metálica estufada, um leite com cheiro estranho…

    Agora… uma doença de rato dificilmente sobrevive dentro de um refrigerante tampado, sem oxigenação… Mesmo se o cara comesse aquele rato, depois de tempo dentro do refrigerante… Até mesmo um vírus já estaria morto. No caso de uma bactéria… mesmo que ela sobrevivesse, a reação pela sua multiplicação causaria o “apodrecimento” do refrigerante e só mesmo muito desligado pra consumir um produto assim…

    Enfim… Muito curioso/irônico/descarado a emissora que veiculou essa matéria ter alardeado isso poucos dias depois da Globo anunciar a Coca Cola como uma das principais patrocinadoras da Copa do Mundo…

  • Laura

    bom, ja tomei muita coca na vida. Isso me causou gastrite por que quando tomava coca não me alimentava por não sentir fome. meu medico proibiu. Disse que era muito acido.. mas nunca encontrei nada estranho dentro das garrafas. Algumas vezes eu sentia um gosto estranho no refri mas achava que era normal.. nunca pensei que fosse possivel ter ratos.. Eca!!

  • Carlos

    Meu Deus que NOJO! Eu já tinha parado de tomar coca-cola, pois com rato ou sem rato, faz mal.

    Mesmo se eu gostasse, e mesmo não encontrando nada dentro, perderia toda a vontade de beber isso. Q nojo cara!!

  • Lilian

    Tambem acho que seja mais provavel que funcionários estejam sabotando a coca, porque a gente nao ve por exemplo nenhuma noticia que alguem achou um pedaço de alguma coisa na sprite? a Sprite é transparente, daria pra ver perfeitamente se tem alguma coisa dentro, porem só acontecem essas acidentes em garrafas de coca, que é o carro chefe da marca, nao tem sentido só aparecer na coca.
    Philipe você ja fez alguma postagem sobre os insetos em chocolate?

    • http://www.philipekling.com Philipe

      Já fiz sim. Mas não consegui achar.

  • BEZALEL

    PHILLIPE, Isso foi antes ou depois de voce ter resolvido também não tomar mais coca-cola, pelo menos na proporção que voce já disse que tomava?
    Me lembrou do post sobre bebidas com bichos dentro,. Isso só pode ser coisa de japonêz. kkk.
    Uma vez lançaram um Q suko. com gosto e cor de coca-cola. Era até bem gostosinho!

    • http://www.philipekling.com Philipe

      isso o que?

  • Krause

    Eu assisti uma palestra de Medicina veterinária legal, e lá disseram que o que mais tem é nego colocando tudo o que é bicho dentro de toda embalagem possível pra ganhar indenização. Como disseram em outro comentário, não acho impossível, e acho até que algumas dessas imagens sejam reais dadas às proporções da produção da empresa. Mas o que eu acho mais estranho é a preocupação das pessoas em encontrar coisas estranhas nas garrafas e achar natural beber um líquido ácido pra cacete que usa quantidades absurdas de açúcar pra disfarçar o azedo, sem falar dos corantes, aromatizantes, espessantes…

  • Carla

    Philipe, vc percebeu uma coisa?reparei que a maioria das garrafas das imagens são as retornáveis, como vc mencionou, quando eu vi essa mesma lista em um outro site, e nenhuma delas está de cabeça para baixo, ou seja, nenhuma está inclinada de modo que o líquido encoste na tampa. ou seja: certeza que são fraudes. abre a garrafa, enfia o catchup/viagra/camisinha dentro da embalagem, coloca a tampinha de qualquer jeito de volta, e bate a foto dizendo que “encontrou alguma coisa”. quanto aos vídeos, não posso dizer nada, pq estou no trabalho e não tive tempo para assisti-los, mas mesmo na foto da garrafa com casca de fruta, que é uma garrafa pet, me parece que não é verídico, repare que na foto não aparece a tampa. não duvido que esteja aberta, e o que quer que seja foi enfiado lá dentro e batido a foto. e também não consigo entender o fato de tomar o refri com partes de rato possa ter deixado tanta sequela assim… geralmente, comida ou bebida estragada causa infecções, mas pra chegar a tanto… não sei.
    eu não acredito

  • http://www.flickr.com/berjeee Berje

    Phillipe, espero que me responda

    Mas deu a entender no seu post que a garrafa que o tal Wilson comprou que havia sido contaminada por um rato era uma dessas garrafas retornáveis. Já adianto que não era! Rolou umas semanas atrás uma reportagem no Jornal da Globo e uma repórter foi até a casa do sr. Wilson e lá mostrou a garrafa pet, daquelas de Natais, bem velha mesmo, com o rato dentro (e detalhe: a garrafa não tinha sido aberta, tava com o lacre ainda, fora que ela era guardada em um turbo de metal, com várias correntes e cadeados, para evitar que roubem a evidência).

    Ou melhor, houve contaminação na garrafa pet, ridículo a Coca-Cola tenta tirar o cavalinho da chuva nessa.

    • http://www.philipekling.com Philipe

      De fato a foto dele ali com a placa ja mostra que na dele era uma garrafa plastica. Por isso eu aposto que o caso dele foi mais uma sabotagem que um ratinho curioso. Até porque, segundo ele diz, o rato estava com veneno.

  • Marcela

    Eu também acho muito difícil que isso aconteça com essa frequência toda. Os que dizem que não tomam mais refri em garrafa retornável deveriam parar também de tomar cerveja, que em sua grande maioria, são servidas em bares e restaurantes Brasil à fora em garrafas retornáveis.

    • http://www.philipekling.com Philipe

      Neste caso, tb concordo com vc, mas esses exemplos do post são casos envolvendo uma ampla janela de tempo. Compilados parecem ser tudo recente, mas acho que não são. Por exemplo, o caso que citei da sukita da menina da minha escola que veio com um bombril enferrujado dentro, tem mais de trinta anos!

  • Ivo

    há 20 anos atrás quando eu ainda estudava no CEFET-MG, fomos em uma visita técnica em uma fábrica de cerveja perto de BH e conhecemos o processo de higienizaçao e descarte de garrafas
    naquela época já tinha um sistema que permitia que as garrafas com sujeira ou particulas fossem descartadas, separando elas para limpeza manual ou mesmo o descarte, alem de um outro sistema que verifica o nível do liquido e a presença de particulas na garrafa, tambem descartando
    agora pensando pelo lado economico: nenhum gestor de fábrica vai deixar que uma coisa dessas aconteça, pq é o rabo dele que vai para o fogo se isso acontecer.
    Isso tem cheiro de duas coisas, sem defender a marca
    1. campanha para desmoralizar a marca
    2. gente querendo levar uma partezinha, programas de tv precisando de audiencia…

  • Claiton

    Hummmm… E a Pepsi???????????

  • edmilson

    acredito em fraude,pois pode se retirarar perfeitamente a tampa da gararrafa retornável podo algua quente no gargalo quebrado e depois agua fria para guebrar aparte da boca da garrafa que prende a tampinha de mela,e no caso das garrafa pete é so cortar o gargalo e separarar da garafa e por em agua fervendo e com cuidado retirara tampinha e por e em uma outra garrafas com rato, pregos,camizinhas,comprimidos,bom bril e pedir uma idenizaçao.

  • Tico

    Philipe como vc falou pode ser sabotagem de alguns funcionarios, pq o estranho é que mutos fatos relatados são aqui do Brasil (logico que no mundo todo deve ter tbm), mas é estranho.Alguns pode tá querendo dá um “bote” na coca-cola, sei lá, ams quanto ao caso do Wilson eu acho que eu vi esse cara aqui no centro de SP com esse mesmo cartaz, ele pedia para que o pessoal tirasse fotos mesmo e divulgassem.

  • http://ekobar.wordpress.com JAIME ANCINI

    SEM COMENTÁRIOS, EXCELENTE POST!

  • ALESSANDRO

    Como o cara pode acusar a Coca-Cola, alegando ter ingerido-a ter causado esta doença nele sendo que a referida Coca-Cola se encontra lacrada? Isso é mentira!

    • http://www.philipekling.com Philipe

      Cara ele comprou um pack com 6. Tomou uma. As outras estão lacradas pq ele considera elas como “prova” da contaminação.

  • Gabriel

    Philipe, eu fiquei com preguiça de ler os comentários, não sei se alguém já escreveu o que eu escrevi, mas aí vai:

    Primeiro, eu não trabalho na Coca-Cola, para a Coca-Cola, ou em nenhuma empresa com interesses no assunto, não tenho também nenhum interesse pessoal em defender a empresa, sou apenas um cara curioso e sim, eu gosto pra caramba de Coca-Cola (e vou continuar tomando).

    Nos anos 80 a Coca-Cola terceirizava o envase de garrafas retornáveis de vidro com centenas de pequenas fábricas de bebidas por todo o Brasil. Um dos meus colegas de escola era filho do dono de uma fabriquinha mixuruca que fazia isso no interior de São Paulo, muito MUITO antes da Coca-Cola implantar sua fábrica gigantesca na região. Claro que era difícil manter um padrão de qualidade. Não eram poucos os casos de fábricas que diluiam o refrigerante para produzir mais e ganhar um extra no “jeitinho brasileiro” (que nojo de gente que age assim), e em alguns casos era bem possível (mas não comum) encontrar coisas estranhas nas garrafas.

    Mesmo assim, pela tampa de metal ser facilmente deformável, era (fácil) possível alguém abrir a garrafa, jogar algo dentro e fechar de novo.

    O fato é que o cara diz ter achado os pedaços de rato em uma garrafa PET, em 2000. Aí a coisa fica complicada.

    Primeiro que a garrafa é primeiro “soprada” para tomar seu formato que conhecemos e depois é cheia com o líquido. Não no mesmo processo, não no mesmo momento. Se alguém já viu uma garrafa PET antes de ser soprada (muita gente já viu e não sabe o que é – http://images04.olx.com.br/ui/13/96/65/1300204334_177769165_1-Fotos-de–MINI-TUBO-PET-8-CM.jpg) percebe que o bico (boca) da garrafa não muda de formato. Ele é daquele tamanho e formato desde antes de ser uma garrafa.

    Dito isso, a cabeça do rato teria que ter entrado por ali, não há outro caminho. O rato é um bicho muito flexível, muitos sabem que ele consegue se torcer e espremer todo para passar por buracos pequenos, minúsculos, desde que sua cabeça consiga passar, pois seu crânio não é flexível ou articulado. Aparentemente o crânio do bichinho é um tanto maior que o bico da garrafa (a foto que você colocou com a cabeça de rato é do próprio Wilson – http://www.mundogump.com.br/wp-content/uploads/2013/09/rato-dentro-da-coca-cola.jpg).

    Agora o mais intrigante: muitas pessoas já fizeram experimentos com coisas sendo dissolvidas em Coca-Cola. Carne, pele, plástico, metal, couro, etc e etc. O que sabemos depois de muitas experiências é que a Coca-Cola dissolve quase tudo, menos ossos (ela deixa ossos e casca de ovos moles, parecendo uma borracha, mas não dissolve) e pelos (somente ácido fosfórico em altíssima concentração, obviamente não presente na fórmula, é capaz de dissolver cabelos e pelos).

    Agora, o cara guarda HÁ 13 ANOS uma garrafa de Coca-cola que contém uma cabeça de rato onde os pelos ainda estão presos a uma pele, e a pele ainda presa ao osso? Meio estranho isso aí… não?

    • http://www.philipekling.com Philipe

      É bem estranho mesmo!

  • ana claudia

    eu sempre gostei da coca cola foi dificil de desapega só que desapeguei jamais irei beber coca cola na minha vida