Caranguejo gigante à venda

Olha só o tamanho dessa coisa! Este é um caranguejo rei do mar do Alasca. A espécie vive no fundo do mar, na escuridão onde as águas, sempre muito frias são mortais. O animal é pescado nas águas tempestuosas, próximo ao estreito de Bering.  Ele está à venda para quem quiser saborear sua deliciosa carne. Mas é preciso estar com fome, já que o bicho é do tamanho de uma mesa. Estes caranguejos desta espécie são bem grandes e não é raro que o peso deles cheguem a atingir os 12kg. (achei este dado num site de receitas, então acho que não é muito confiável. Me parece que 12 kg é muito pesado para um caranguejo)

fonte

A carne é altamente versátil e pode ser cozido no vapor, cozido e frito. Além de permitir fazer a clássica sopa de caranguejo, uma iguaria bastante apreciada no oriente.

Ele está à venda por (achei barato) U$ 105,00 !

A pesca do caranguejo rei no mar do norte é considerada a profissão mais perigosa do mundo.

Os animais se agrupam em enormes clusters para evitar a ação dos predadores. Estes clusters andam pelo fundo do mar em busca de comida.

Em 2004, os barcos do Alasca pegaram 6.8 milhões de quilos de caranguejo, o equivalente a 65.8 milhões de dólares. Em um dos barcos, um pescador ganhou cerca de 100 mil dólares em apenas cinco dias de trabalho.

Mas os riscos também são enormes. Pescadores em todo o mundo possuem um dos empregos mais perigosos do planeta. Na Europa, os pescadores têm 50% mais de chance de morrer trabalhando do que qualquer outro profissional -uma estatística que se repete em todos os países onde os barcos saem para os altos mares em busca de comida para a sua população. As condições severas do tempo no mar colocam estes homens em perigo constante de possível afogamento, hipotermia e ferimentos graves causados por redes, cordas e equipamento pesado.

Nestas fotos vemos o navio congelado. Dá pra ter idéia da friaca?

Aqui podemos ver como é a visibilidade no deque principal

E com o declínio da população de peixes(sobretudo o bacalhau, que habita a mesma região)  e moluscos, eles são forçados a viajar para longe de casa com a esperança de encher os seus congeladores, freqüentemente se expondo quatro semanas por ano às condições de tempo mais cruéis do planeta. Os pescadores de caranguejo do Alasca estão entre as profissões mais perigosas existentes. Sua temporada de pesca é curta – às vezes apenas quatro dias, e raramente mais do que 12 dias.

As armadilhas pesam quase uma tonelada e cada barco leva mais de 100 destas. Com o balanço do mar revolto, as gaiolas içadas pelo guindaste passam voando rente a cabeça dos pescadores o tempo todo.

Mas nestes dias frenéticos, eles talvez enfrentarão ondas de 12 metros de altura, ventos de 128 km/h Turnos de 20 horas de trabalho são comuns, normalmente em temperaturas abaixo de zero e em deques escorregadios e congelados, que constantemente são levantados em ângulos perigosos. Praticamente quase todos os pescadores do Alasca voltam para a costa com algum tipo de ferimento: mãos e dedos esmagados, membros e costelas quebradas. E nos piores acidentes, pessoas morrem: mais de 80% delas de afogamento por terem sido jogadas ao oceano, enfrentando o mar violento.
fonte

Artigos relacionados

56 Comentários

Compartilhe suas ideias