Acabou o cabelo branco?

De acordo com esta notícia, cientistas conseguiram criar um medicamento que FAZ O CABELO BRANCO VOLTAR A SUA COR NATURAL.
Nada de tintura, nada de grecim. Se isso for mesmo verdade é uma revolução histórica. O problema dos cabelos brancos é um dos grandes calcanhares que Aquiles da busca pela eterna juventude. Testes de laboratórios comprovaram a eficácia do remédio, mas por enquanto o medicamento não está pronto para ser testado em humanos. Tudo leva a crer que será só uma questão de (pouco) tempo até que surja o remédio que vai acabar com os cabelos brancos. Se eu fosse rico, comprava ações dessa empresa djá! Esses aí vão faturar igual a Pfizer quando lançou o Viagra.

Seja como for, acho isso bom. É claro que nem todo mundo precisa disso. Algumas pessoas ficam super bem com cabelos brancos, como o Ziraldo.

A notícia poderá ser recebida com desconfiança e até mesmo pesar da indústria das tinturas, um mercado milionário de âmbito mundial, além dos salões de cabelereiros, já que muitos desses salões vivem não só de cortes e penteados, mas também de tinturas e tingimentos. É provável que com a futura popularização  do medicamento ocorra uma retração neste segmento.

21 Comentários

  1. Daniela BH 14 de novembro de 2008
    • Seve1929 6 de setembro de 2011
      • Philipe3d 6 de setembro de 2011
  2. Guilhermeaugustomc 14 de novembro de 2008
  3. Luis Almeida 14 de novembro de 2008
    • João 28 de abril de 2009
  4. Philipe 14 de novembro de 2008
  5. Philipe 14 de novembro de 2008
  6. el hombre maíz 14 de novembro de 2008
  7. Andrezinho do Nitiky 15 de novembro de 2008
  8. Enelzita 21 de janeiro de 2009
  9. Anônimo 7 de março de 2009
  10. DEUSA ALVES PEDROSA 29 de abril de 2009
  11. Rene Dantas 9 de novembro de 2009
  12. Rebeca 14 de março de 2010
  13. VALDETE DONATA DUARTE 3 de abril de 2010
    • Adriana 11 de julho de 2012
  14. Márcia 10 de novembro de 2012
  15. Valéria 16 de fevereiro de 2013
  16. gilsom 17 de fevereiro de 2013


Deixe seu comnetário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *