38 Comentários

  1. UmPonto

    temos tambem a lava-pé, uma formiguinha pequenininha que ataca em grandes bandos quando se pisa ou chuta seu delicado formigueiro, elas eram nativas do brasil mas foram exportadas e agora se espalharam pela florida e meio-oeste americano onde causam reaçoes extremas em alguns grupos de americanos, pricipalmente amish, algo a ver com alergias, mas enquanto para nós elas so só uma visita aos portoes do inferno, lá chegam a matar. ainda existe na austrália a jack-jumper, cuja picada os nativos aguentam bem, apesar de dizerem que sao como brasas sobre a pele mas para os colonos europeus tambem pode matar.
    ja as campeas mudam de nome dependendo da regiao, tambem conhecidas por Tucandeiras. diz que da febre, deixa de cama, o escambau a quatro.
    mas seu apelido mais simpático é trinca-culhão, nem quero imaginar o que aconteceu com o infeliz que criou o apelido.

    Responder

  2. Cara, eu adoro assuntos do tipo, mas se tratando de formigas, eu tenho trauma de infância quando cai num formigueiro de lavapé, hj quando vejo muitas formigas andando, justamente aquele holocausto todo, entro em desespero ^^’
    TENSO!

    Agora eu sei qual formiga devo me desesperar mais quando topar com uma ._.
    Hahahahaha!

    Responder
  3. Claudio

    Philipe, me corrija se estiver errado, mas no primeiro vídeo o locutor diz que o candidato a guerreiro tem que usar as luvas cheias de formigas por 10 minutos e repetir o processo 20 vezes?????? É isso mesmo?????

    Responder
  4. Fernando Martini

    Eu vi essa formiga num documentário do animal planet que listava as 10 piores picadas do reino animal (incluindo cobras, aranhas, escorpiões, etc…) e essa formiga tava no topo da lista também!

    O reporter foi nessa tribo e se submeteu ao ritual das luvas de formiga. Meu amigo, a expressão do cara era como se estivessem esquartejando ele com uma faca de rocambole!

    Os meninos guerreiros dessa tribo devem achar o Macunaíma uma mocinha de pantufas hahahahahah

    Responder
  5. Jackie

    😛 O_o tenho uma dica: experimente caçar içá (que dá em outubro durante a primavera)na beira do formigueiro de saúva (tanajura).
    Tente ficar de chinelo na beira do formigueiro durante a revoada das içás. Alíás, pegue uma içá e coloque o dedo na cara dela, próximo ao ferrão. Melhor , fique descalço em cima do formigueiro, com uma içá na cara. hi,hi,hi

    Responder

  6. Rapaz, nessas horas vc tem q dar um jeito de conseguir pilha pra maquina e captar o momento, eu so fiquei imaginando como pode ter sido essa invasao na sua casa, eu moro praticamente no meio do mato e de vez enquando acontecem essas correições, e na boa, oq tiver na reta vai pro saco, elas tracam qualquer coisa, planta, bicho, gente, acho q so nao comem pedra. :D. A um tempo atras fiz um post sobre essas formigas, se alguem se interessar deem uma olhada. Valeu Philipe, grande abraco.

    http://aleidooeste.blogspot.com/2010/01/luva-de-macho-formigas.html

    Responder
  7. Guizão

    Uma vez eu vi num canal de documentários, acho q era o discovery mesmo, um esquema q chama “caçador de venenos”, ia lá um estadu-unidense todo malandrão, se achando “bagarai”, pra participar do ritual dos índios… o cara se gabava por ter tomado várias picadas e bla-bla-bla…
    o cara não aguentou nem um minuto com a mão na cabaça com as formigas, enqto os índios q estavam fazendo o ritual tbm estavam “de boa”.. o cara, parecia aquelas donzelas passando mal qdo vêem barata.. ridículo.

    Responder
  8. Isaque

    Essas tucandeiras são feras mesmo, porém, acho que a largata de fogo é pior, pois, já experimentei a dor só porque toquei com a mão em uma folha por onde ela havia passado. A dor se estendeu da ponta do meu dedo mindinho até o cotovelo era como se pegasse fogo e doia pra caralho mesmo e ficou assim o dia todo. Essa largata é o capeta mesmo. Moleques descuidados escalando goiabeiras e ingazeiras, se dão mau se não prestarem atenção onde colocam as mãos e os pés.

    Já vi um monte de tucanderas no meio da floresta Amazônica, é preciso ter cuidado e não se distrair, caso contrário, quando voce menos perceber estará com os pés bem próximo de uma toca daquelas pequenas, mas, que lá dentro tem um exército delas, pronto para atacar.

    Responder
  9. Isaque

    Inseto também que não perde feio para a largata de fogo e a tucandeira, é o pium. Esse bicho é uma praga de inseto em certas áreas da amazônia. Uma picada dele se transforma num buraco do tamanho de uma queimadura de cigarro. Se o cara for alérgico a picada desse bicho pior será os sintomas, demorando bastante pra sarar a ferida, que fica bastante dolorida. O péssimo do bicho, pica, morde sei lá… e gente nem percebe, só depois que ver o local sangrando, aí já é tarde.

    Responder
  10. Adriano Gustavo

    Estava eu na faculdade , sentado no chão esperando uma aula começar , quando vejo uma enorme formiga andando perto de mim, cheguei mais perto pra ver , e em um momento de “burrice profunda” pus o dedo nela e ela me ferroou, é uma dor inexplicavel , to há 2 horas com o dedo de molho no gelo , mais quando eu tiro que dor …… fui pesquisar e achei a fulana: 🙁

    Responder
  11. kellyrock98

    éééé… muita pena destes coitados uma vez, apareceu, não sei como muitas no meu sofá, e senti muita dor com as picadas, são terriveis muitas vezes quando estou comendo elas me picam… e eu acabo derrubando a comida kkkkkkkkkkkkkkkk, é um sofrimento da vontade de pegar e esmagar a peste, e uma vez dei a loca e fui fazer isso, pois…. nunca mais faço ela me picou como nenhuma outra do seu bando meu dedo ficou inchado e foi um horror… não suporto insetos, de todos os tipos, baratas ( tenho pavor e ainda alergia), formigas, maribondos( pavor 2 ), abelhas ( pavor 3 ) besouros ( pavor 4 ) etc… adoro suas histórias me acabo de rir!!!

    Responder
  12. alexandre

    Tomei uma ferroada ontem a noite de uma formiga preta que creio ser essa… a desgraça quando è esmagada sobe na hora um forte cheiro de veneno que chega a arder o nariz. To com um circulo de uns 5cm vermelho inchado coçando ao redor da picada.

    Responder
  13. BEZALEL

    Estive no MATO-GROSSO DO SUL. Pelos anos 80, lá é o império dessas formigas. trepado em árvores esperando caça de madrugada, muitas vezes as via subindo e andando pelos galhos e troncos das árvores onde eu estava. Vária vezes vi suas casas, seus formigueiros. Um buraco no chão rodeado pelos bichinhos, que de tantos até fazia um ruído tipo chiado. Não sei se elas produziam esse ruido como vozes ou se era na agitação de milhares de pequenos seres, mas enormes 1.5 cm cada, cor avermelhada, dá pra enxergar de longe. o mome que os nativos da regão dão para esse bichinho é “TUCANGÜIRA”(mais aguaranizado- indio) OU “TUCANDIRA”(mais abrasileirado)!

    Responder
  14. BEZALEL

    COMPLEMENTANDO: A dor da picada pode durar exatamente 24 h apartir da hora da picada (experiencia dos colonos, muitos casos verídicos). Lá o pessoal ensinou que para reduzir a dor e o tempo pela metede deve-se tomar o quanto antes UMA BOA COLHER DE VINAGRE .”Pela metade”, eu disse. SINISTRO!

    Responder
  15. Guilherme Almeida Taborda

    Philipe, quando servi na amazônia pelo exército, eu fui picado por uma tucandeira. eu me gabava de pegar tudo que é tipo de bicho: aranhas, cobras, etc… até que um dia peguei uma tucandeira. peguei certinho, pelo corpinho dela, com todo cuidado para não ferir a formiga. o que eu não sabia era que a tucandeira, além da mordida doída, tinha ferrão! e para piorar… o abdômen dela podia se mexer todo ao redor, e foi o que ela fez: foi se dobrando até achar e cravar o ferrão no meu dedo…. foi bem doído, mas pelo que lembro, não durou muito tempo, o que não quer dizer que devamos tentar ficar fazendo o que eu fiz (risos). agora, eu morro de medo de lagartas, principalmente aquelas cheias de hastes, aquilo é um perigo só, abre até feridas antigas do seu corpo, é horrível. abraços

    Responder

    1. Minha mulher pisou numa dessas em visconde de maua. Fiquei com medo de dar merda grave, mas felizmente a dor foi por ooucas horas

      Responder
  16. BEZALEL

    Em outra ocasião dormíamos em um ranchinho cujo chão estava parcialmente forrado com papelão. Durante a noite fomos acordados com um chiado incessante, ao acender a luz (lanterna à pilhas) vislumbramos a “visão do inferno”;Uma “correição” (que é como chamam quando as formigas estão se mudando de um lugar para o outro) que se espalhava por todo o chão do pequeno quarto. O chiado que ouvimos era o atrito dos bichinhos quando corriam sobre o papelão. Eram bilhões e bilhões, e aquilo demorou pelo menos uns quinze minutos para acabar, Daí dá pra ter uma idéia da quantidade!
    O povo da ‘roça” costuma espalhar cinzas do fogão à lenha em roda da casa para evitar esse tipo de coisa. As formigas ficam “patinando” nas cinzas e não conseguem atravessar e mudam de rota!

    Responder

  17. FIQUEI COM MEDO DESTAS FORMIGAS ,VOU PRA PANTANAL E NÃO SEI COMO ME PROTEGER ,O MEDO TOMARÁ CONTA DE MIM ,MAS MESMO ASSIM VOU !!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

  18. Fui na chacara hoje e ao retirar as folhas secas das bananeiras levei uma mordida dessa formiga ela mordeu e enfiou um ferrão no meu dedo a dor é insuportavel dizem que a dor dura 24 hrs é mole ou quer mais

    Responder
  19. SILVIA

    Moro no parana em Maringá e perto de casa não a árvores e nem sujeira nem boeiro gostaria de saber como formigas conhecida trinca cunhao tem tomado conta de casa todo dia aparece 2 ou 3 da onde vem?. O q atrai elas?. A picada dela é muito dolorida
    Me responda obg

    Responder
  20. carlos

    philipe , muito legal sua materia sobre a tucandeira ,, ficou muito bom sobretudo nas partes muito bem humoradas ,, parabenss .. abraços

    Responder
  21. Jota Pureza

    Olá Philipe,
    Eu trabalho na obra da UHE Belo Monte no meio da Amazônia a pouco mais de 2 anos e já levei uma ferroada dessa formiga que aqui se chama Tucandeira e pra piorar veio aqui elas tem assas e saem voando sem rumo e sem direção, e se caírem em vc é ferroada na certa, eu tive o azar de ser o alvo de uma dessas voadoras sem rumo que bateu na minha perna esquerda na altura do tornozelo e feroou sem dó nem piedade kkkkkk e doi veio, doi pra caralho, é como se vc sentisse que estão te enfiando uma faca quente e girando pra provocar mais dor, e o que é pior, a cada segundo a dor vai aumentando, não é uma ferroada que ela dá e já sente a dor, ela ferroa e vc só sente a espetada, depois é que vem a bagaça veio, a dor vai aumentando de forma lancinante, todo o membro, no meu caso a minha perna paralisou, eu não mexia ela direito e quando mexia aí que a dor aumentava, se uma já faz esse estrago imagina uma luva desses índios com centenas delas dentro. Por sorte fui logo no ambulatório e me injetaram um medicamento que cortou o efeito do veneno e a dor parou, mas ficou a vermelhidão da ferroada e o médico disse que se eu não fosse tomar o medicamento a dor iria durar por mais de 12 horas.

    Responder
  22. Renata Daniela

    Olá! ! Muito doido isto tudo! Coitados dos índios! Cheguei até seu blog, porque está semana fui picada por duas malditas destas, sou contra matar insetos que não (aranhas venenosas,baratas,e está formiga tocandira)? elas picaram meu cachorro Que ficou desesperado,depois eu. As que eu vi joguei água quente, elas simplesmente atacaram do nada estavam os na calçada, derrepente as picadas e os gritos!! Assim que mortas sendo um cheiro de carniça, peguei uma e fui pesquisar é ela mesmo! Moro no Paraná, nunca tinha visto nada assim!!! A picada dói tanto que me faltou ar,meu coração acelerou ,juro que achei que ia morrer kkkk tomaram conta do Jardim, não seu ainda o que faremos,nosso jardineiro disse que nosso jardim está infestado por elas?

    Responder
    1. Philipe3d

      Renata, acho que você vai ter que usar um veneno bem potente para se livrar delas. O maior risco é para seu animal se ele estiver solto no jardim.
      Um amigo havia me dito que as malditas estão se espalhado pelo brasil vindo no interior de toras de madeira contrabandeadas da Amazônia. Acho que faz sentido, mas não sei se daria para uma infestação em massa. Seja como for, muito cuidado com elas.

      Responder
      1. Renata Daniela

        Oi Philipe! Muito obrigada pela sua atenção? vou providenciar hoje,estamos assustados,até o fim do dia enquanto o veneno não chega,vou de água fervendo igual eu fervendo de ódio delas?

        Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.