Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp

A maior turbina de vento já construída é chamada E-126 e suplantou sua predecessora E-112 em tecnologia capaz de converter energia cinética em eletricidade através do vento.

A E-126 além de grande pra dedéu, produz nada menos que 7 megawatts de energia, ou seja, eletricidade para abastecer 5.000 lares europeus.

Duas turbinas gigantes já foram instaladas recentemente em Emdem, na Alemanha. Uma das vantagens da E-126 é seu design, concebido para ser facilmente transportável, construído e instalado, através de módulos super-leves. A matemática complexa usada na construção das pás de captação do vento reduzem a resistência aerodinâmica e permitem uma captura constante e rápida, fazendo a E-126 a mais eficiente turbina de vento já projetada.

A torre tem 11 metros a mais do que a sua antecessora (E-112) que tinha 135mts, totalizando 146mts de altura.
essa altura é da torre sem as pás, ou seja, da base até a turbina.

De acordo com o Maicon, nosso leitor, o diametro do rotor (distância entre os dois pontos mais distantes do círculo desenhado pelas pontas das pás.) tem 13 metros adicionais em relação a E-112 ficando com 127mts.
o que nos indica que cada pá deve ter uns 60mts de comprimento e a turbina central uns 8mts de diâmetro.

As energias alternativas são as opções mais viáveis para a geração de “energia verde”, que é o aproveitamento da energia sem afetar negativamente o planeta. Em breve os modelos E-126 serão espalhados pelo mundo, aumentando a eficiência energética da energia limpa no planeta.

Sim, isso ali que parece uma pulga na verdade é uma pessoa.

Fonte

Turbina de vento gigante entra em operação

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

7 ideias sobre “Turbina de vento gigante entra em operação

  • 6 de fevereiro de 2008 em 12:49
    Permalink

    ali no texto fala em 11 metros de altura.
    no teu texto ficou dúbio se o tamanho era de toda estrutura ou da pá.

    só pra esclarecer então.
    a torre tem 11 metros a mais do que a sua antecessora (E-112) que tinha 135mts, totalizando 146mts de altura.
    essa altura é da torre sem as pás, ou seja, da base até a turbina.

    o diametro do rotor (distancia entre os dois pontos mais distantes do circulo desenhado pelas pontas das pás.) tem 13 metros adicionais em relação a E-112 ficando com 127mts.
    o que nós indica que cada pá deve ter uns 60mts de comprimento e a turbina central uns 8mts de diametro..

    de qualquer maneira isso é muito grande mesmo.

    Resposta
  • 6 de fevereiro de 2008 em 13:26
    Permalink

    Enfim, fico feliz que nós seres humanos estejamos nos preocupando com o meio ambiente, mesmo que um pouco tarde.Realmente a energia eólica pode ser de grande ajuda, e CACETE ISSO É GRANDE PRA CHUCHU ^^”

    Abração ae \o

    Resposta
  • 6 de fevereiro de 2008 em 18:17
    Permalink

    Valeu Maicon. Ficou dubio mesmo. Com sua colaboração ficou mais claro. Valeu mesmo.

    Resposta
  • 13 de dezembro de 2008 em 1:15
    Permalink

    Caro Phillipe, concordo que temos que pensar no meio ambiente, a energia eólica é de grande ajuda, mas não podemos ser ingênuos, pois para substituir uma unica turbina de Itaipu, seriam necessárias 100 turbinas desse porte, e olha que Itaipu tem 20 turbinas e que daria 2000 turbinas dessas, qual será o impacto as correntes de ar, que essas 2000 turbinas representariam? Enquanto escrevo essa mensagem estou operando uma usina com 1000 MW de potência, queimando combustivel fóssil ( gás Natural) e gerando CO², para que a minha usina não existisse seriam necessárias 143 turbinas dessas, será que isso seria viável?

    Resposta
  • 8 de outubro de 2010 em 12:32
    Permalink

    Ola a todos,
    Sei que provavel que ninguem vai ler esse comentario pois esse blog ja ta bem antigo sem comentarios adicionais mas nao poderia deixar de comentar algo a respeito pois sou um entusiasta de energias alternativas. Tenho concepcao de projeto de turbinas de vento em outra concepcao bem diferente das atualmente usadas e gostaria de trocar ideias com alguem que conhece do assunto para verificar viabilidade e outros detalhes. Se alguem ler isso e se interessar, comente ai em baixo.

    Resposta
    • 8 de outubro de 2010 em 13:05
      Permalink

      OI Delio. O blog é antigo, mas eu leio tudo que escrevem nele, hehehe.

      Resposta
  • 8 de março de 2013 em 17:10
    Permalink

    Ola Delio
    Eu tambem já construi uma turbina diferente
    Gostaria de conhecer a tua versão

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido !!