fbpx

Curiosidades, Textos

Qual é e onde comprar a pimenta mais forte e ardida do mundo

Tem gente que gosta de pimenta. Tem gente que odeia pimenta. Eu fui tomar uma sopa com a primeira dama ontem, e...

Escrito por Philipe Kling David · 6 Minutos de leitura >

Tem gente que gosta de pimenta. Tem gente que odeia pimenta. Eu fui tomar uma sopa com a primeira dama ontem, e acabei resolvendo pingar uma pimentinha. Mas sabe como é, eu tava pingando e deu aquela vontade de espirriar. Antes que pudesse fazer qualquer coisa, espirrei segurando a colher de pimenta e a minha cumbuca.

Sim, parece cena do Mister Bean! Caiu a porra da colher de pimenta dentro da minha sopa.

A moça que esperava para pesar minha cumbuca me olhou com uma cara de “ferrou!”. Eu cheguei a cogitar jogar aquilo de volta na panela e pegar novamente, mas vi na cara dela que isso não ia rolar. Resignado, peguei minha cumbuca que agora mais parecia lava vulcânica e levei para a mesa.

A primeira colherada foi a pior. Dei uma remexida na sopa Leão Veloso e meti pra dentro. Desceu pior que engolir uma peça de Lego. Enquanto eu tomava a sopa, comecei a pensar sobre a pimenta mais forte do mundo. 

QUAL A PIMENTA MAIS FORTE DO MUNDO?

De acordo com minhas pesquisas, é uma pimenta chamada Trinidad Scorpion Butch T.  Carolina Reaper. Olha a maldita aqui:

Carolina Reaper pods2

 

[box type=”warning”] A Carolina Reaper é uma pimenta híbrida da espécie chinesa  Capsicum, originalmente chamada de “HP22B”. Ela foi criada por Ed Currie, que dirige a PuckerButt Pepper Company em Fort Mill, na Carolina do Sul . A “Carolina Reaper” foi classificada como a mais nauseabundamente quente pimenta do mundo pelo Guinness Book,  de acordo com testes de 2012, atingindo uma média de 1.569.300 na escala Scoville , com níveis de pico de mais de 2,2 milhões. O recordista anterior era a Trinidad Moruga Scorpion .

É bonita, com uma superfície áspera vermelha brilhante e uma longa cauda de ferrão. Mas não se deixe enganar! Esta pimenta tem o seu nome por uma razão.

Se você é estúpido o suficiente para comer esta pimenta inteira, você pode querer entrar nas portas da morte de bom grado. Seja muito, muito cuidadoso ao usar esta pimenta. Aqueles que não temem a Reaper são tolos!
Somente quem está acostumado com as nucleares aguentam (e são poucos).

[/box]

(Logo, a informação abaixo está desatualizada, mas ainda assim é interessante)

Essa pimenta é cultivada na cidade de Morisset, cerca de 120 quilômetros ao norte de Sydney, na Austrália. Ela foi eleita a mais ardida do mundo pelo Guinness, o livro dos recordes. Denominada trinidad scorpion butch T (algo como o escorpião machão de Trinidad), ela leva um ano para estar pronta para a colheita e atinge inacreditáveis 1,463 milhão na escala Scoville, usada para medir o grau de ardor das pimentas.

0,,53812180,00

A pimenta scorpion butch T foi desenvolvida a partir de um fruto de pimenta nativo de Trinidad e Tobago. Esse tipo de “aprimoramento” em laboratório é bem comum no ramo das pimentas. Isso porque esse vegetal é muito fácil de ser cultivado, possui sementes abundantes e o cruzamento entre variedades selvagens cria híbridos ainda mais ardidos que os originais. Há uma corrida permanente no mundo por conseguir a pimenta mais ardida do mundo. Atingir esta meta representa milhões de dólares em exportações para o mundo inteiro, já que a pimenta não é usada somente como tempero, mas entra como item de remédios, e até de armas não letais.

Como eu disse, a pimenta Scorpion atinge 1,463 milhão na escala Scoville. Essa escala foi criada pelo farmacologista Wilbur Scoville para medir o quão forte uma pimenta consegue ser. Como é medido o teste? É bem simples: Para perder o sabor picante, a pimenta candidata precisa ser diluída em água com açúcar. A hora que ela parar de queimar, calcula-se quantas vezes foi diluída. Ao ser diluída em água com açúcar mais de um milhão de vezes, a Scorpion ainda queimava!

Onde comprar e quanto custa a pimenta mais forte do mundo?

[box type=”warning”] CAROLINA REAPER

Para comprar a Carolina Reaper, teste este link (não vendem para menores de idade)

[/box]

 

A pimenta mais forte do mundo costuma ser vendida em duas formas: O fruto e a semente. O mais comum é a compra das sementes.

A semente da pimenta mais forte do mundo custa entre 5 e vinte reais, e você pode encontrar pessoas vendendo essa pimenta no Mercado Livre

Essa pimenta é realmente muito forte, mas sempre rolam umas lendas sobre o assunto. Dizem que os agricultores precisam colhê-las com roupa de astronauta e tudo mais… Tipo isso:

images (24)

Mas não é bem assim, como as fotos abaixo mostram:

trinidad-scorpion-butch-1

 

A verdade é que de fato, as pessoas que lidam com esta pimenta usam MESMO traje de proteção, só que não é na colheita e sim na empresa que prensa e bate o caldo resultante desse material para criar o famoso SPRAY DE PIMENTA. 

"Policiaisspray-de-pimenta-ps007-60ml

De fato, um dos produtos mais famosos para se usar pimentas super fortes é o spray defensivo. Inventado em 1970 ele é usado para defesa contra atacantes e até ursos – seu uso original!
Hoje é vendido livremente nos EUA e em muitos outros países. Trata-se de um borrifador que joga o líquido dessa pimenta no ar. Maluco: DÓI NA ALMA!
No spray de pimenta, o princípio ativo é o oleoresin capsicum que é uma mistura entre o princípio ativo natural da pimenta, a capsaicina, obtido da pele da semente que é o que causa o ardor, uma espécie de óleo sintético, para dificultar a retirada do produto. O produto causa irritação e ardor nas mucosas dos olhos, nariz e da boca.
Não dá nem pra respirar. Não é atoa que esse equipamento de defesa não letal é muito usado por mulheres para dissuadir atacantes, como estupradores.
Escrotamente, a legislação do Exército Brasileiro ainda restringe a venda do produto a compras institucionais. Apenas as forças de segurança são autorizadas a ter spray de pimenta, mesmo sabendo que é uma arma não letal que pode salvar a vida de vítimas de ataques brutais. Na contra-mão do mundo, os legisladores brasileiros acham que você não tem o direito de se defender.
O resultado dessa postura intelijumenta é: Fortalecer o mercado negro. O spray de pimenta hoje é vendido livremente na internet e por empresas, que costumam cobrar na faixa dos R$100,00, pelo produto que não paga imposto.

Depois de muitas criticas, os nossos Deputados se mexeram, e a coisa parece que vai ser melhor organizada (pelo menos no papel).

Não precisa de muito trabalho para descobrir no Google receitas de como fabricar um spray de pimenta em casa:

[one_half][box type=”shadow”]

Comissão da Câmara dos Deputados aprova uso de spray de pimenta

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei 2400/11, que regulamenta o uso e a comercialização de spray de pimenta. Pelo texto, do deputado Carlos Bezerra (PMDB-MT), cidadãos comuns com mais de 18 anos poderão adquirir o produto em embalagens inferiores a 100 ml. Acima desse volume, o spray passa a ser privativo das forças de segurança pública e de empresas de segurança privada.

O relator do projeto, deputado Guilherme Campos (PSD-SP), defendeu a aprovação da matéria, mas com ressalvas. Uma delas foi a inclusão no texto de exigência para que a empresa comercializadora ofereça capacitação técnica (treinamento) sobre o manuseio do gás de pimenta pelos consumidores, com emissão de certificado. “Apesar de ser uma arma não letal, o spray pode causar riscos à saúde em caso de má utilização, justifica Campos.

A proposta mantém a legislação atual, que prevê que a fabricação, venda e comercialização do gás de pimenta sejam controladas pelo exército. Para manter esse controle, o comprador deverá ser identificado e apresentar documento de idoneidade criminal (bons antecedentes). Além disso, uma emenda aprovada pela comissão determina que as lojas mantenham um banco de dados atualizado, que assegure o rastreamento das informações dos compradores pelas autoridades competentes.

O deputado Guilherme Campos destaca que o spray de pimenta representa uma oportunidade para as pessoas se defenderem: “O bandido vai pensar duas vezes antes de abordar os cidadãos, porque podem estar portando esse tipo de equipamento”.
fonte
[/box][/one_half]

Aliás, falando em Spray de pimenta, um dos gadgets mais estranhos que eu já vi é a CAPA DO CELULAR QUE VEM COM SPRAY DE PIMENTA.

De fato, tenho que dar o braço a torcer que é uma ideia show!

Criado por um homem do Arizona, Estados Unidos, esse case para iPhone que vem com spray de pimenta embutido.
Para falar a verdade, ele criou o produto pensando especificamente na sua filha que estava na faculdade, e potencialmente sob risco de acabar sendo agredida. Bandidos e estupradores em geral costumam tirar vantahgem de força física quando vêem mulheres andando sozinhas em lugares ermos.
Nos Estados Unidos, onde o spray de pimenta é mais comum, elas são as maiores consumidoras desse tipo de produto, mas ao lado de forças de segurança, agentes carcerários e segurança privada, as mulheres são quase sempre o público alvo desses produtos de auto-defesa.

Spraytect-smartphone-case-Pepper-spray-3

O Pepper Spray Phone Case, é fabricado pela Spraytect LLC. Ele possui um sistema de segurança que evita que ele seja acionado acidentalmente, ou até mesmo que dispare o spray no sentido errado e acerte a própria usuária. Né? Vai que…

A dona do case também pode escolher o momento certo para utilizar o spray de pimenta. Por exemplo, uma estudante de faculdade provavelmente não iria precisar dele durante a aula, mas o dispositivo pode ser útil quando sair com os amigos à noite.
Atualmente os cases estão disponíveis para os modelos de iPhone 4 e 4S e são vendidos nas cores preto, branco, turquesa e rosa. No site da Spraytect ele custa US$ 39,95 (cerca de R$ 80), mas a empresa avisa que este preço é “promocional e por tempo limitado”.

 

9369.17608-Case-para-iPhone-com-spray-de-pimenta

fonte

Num país como o Brasil com alto grau de violência, com muitos estupradores, pivetes, bandidos e ladrões em ação, uma capa de celular deste tipo vem tão bem à calhar quanto um colete à prova de balas.
Aliás, no Brasil você até pode ter um colete à prova de balas, mas nunca o que te protege de bala de fuzil. Esses por aqui são só para o exército. No Brasil, portar colete à prova de balas sem autorização, ou portar colete à prova de balas que não esteja registrado em seu nome é crime inafiançável (mais informações no site DFPC).

Voltando ao assunto pimenta, eu escapei ileso de meu acidente na sopa, embora tenha ido dormir com a antológica frase da minha falecida vó ecoando na cabeça: “passarinho que come pedra tem que saber o cu que tem.”

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Hackers atacam a radio misteriosa UVB 76

em Curiosidades
  ·   33 segundos de leitura

Feliz 2022

em mundo gump
  ·   43 segundos de leitura

13 respostas para “Qual é e onde comprar a pimenta mais forte e ardida do mundo”

  1. Phillip, Só Uma sugestão, Estou Comentando Pelo Aplicativo E Como V. Está Vendi (Estou Num Cel Andriod) E As Primeiras LetraS Das Palavras Estado Saindo Maiusculas. Pra Isso Não Acontecer Tem Dar Tres Cliques Na Seta De Maiuscula A Cada Palavra. É Um Bug. Outra Coisa… Tem Que Dar Mais Zoom Pq So Dois Pouca Diferença Faz.Ainda Mais Pra Quemé Meio “Cegueta”. De Resto Esta Muito bom.

  2. Até há algum tempo a mais forte era a Bhut Jolokia. Faz a malagueta parecer brincadeira. Aí fico imaginando essa Trinidad Scorpion (que nunca comi) e depois ainda vem a Carolina Reaper… a galera anda levando esse lance de comida picante muito a sério.

  3. Valeu meu amigo, boa tarde.
    Sou fã também das pimentas nucleares, mas nao tenho comprado muito por na~saber onde vende aqui em Manaus, alguém tem uma dica para me dar?
    Pode ser por Zapp.
    92 99234-1381
    Luiz Portilho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.