fbpx

ciência, Curiosidades

Profissão: Ver a tinta secar

É verdade que no mundo tem profissões muito, muito estranhas. Algumas são bem legais, como ser o zelador de uma ilha...

Escrito por Philipe Kling David · 3 Minutos de leitura >

É verdade que no mundo tem profissões muito, muito estranhas.  Algumas são bem legais, como ser o zelador de uma ilha deserta e paradisíaca na Austrália, ganhando uma nota para desfrutar do paraíso e postar para o povo ver como é maneiro. Já outras profissões, são bem ingratas, como a do cara que trabalha no zoológico da China e sua profissão é masturbar o urso panda. Ou aquele cara da Índia que limpa o esgoto sem roupa de proteção.

the-worst-jobs-ever-50-pics_1

Há ainda aquela dona cuja profissão é cheirar sovacos nauseabundos o dia todo, para estabelecer padrões para firmas que produzem desodorantes.

wtf-jobs-001-100320131

Agora uma profissão que parece tão estranha quanto chata, é a do cara cujo trabalho é olhar tinta secando.

5223184821_4aeeee105b_z-550x354

Eu nunca poderia imaginar que uma empresa pagaria alguém para isso. Ver tinta secar soa como o trabalho mais chato do mundo, né? Mas a verdade é que esta estranha profissão pode ser mais fascinante do que você pensa. Nos últimos quatro anos, o Dr. Thomas Curwen tem olhado tinta secando em seu trabalho na empresa de tintas Dulux internacional.

Ele tem 34 anos e é um cientista de Twyford, Berkshire. Seu trabalho de tempo integral é estabelecer as alterações de partículas de tinta e cores ao longo do tempo nos produtos da companhia. Sabemos que a tinta, enquanto composto químico, pode sofrer alterações de acordo com o ambiente ao redor. Mudanças brutais de temperatura e umidade, como no caso de regiões desérticas obrigam a tinta a se comportar de uma forma, já regiões super frias, ela tenderá a se comportar de outra. Para nós, humanos normais, tinta é tudo tinta, mas para este cara, há um mundo de variações e situações físico-químicas acontecendo a cada minuto. E é por isso que ele fica vendo a tinta secar – tanto em paredes quanto sob o microscópio. É um trabalho muito importante, pois garante que as tintas sejam mais duráveis ??e não se quebrem ou desbotem.

“Na Dulux, somos obcecados por entregar tinta de alta qualidade aos nossos consumidores”, disse ele. Para isso, o cara passa muito tempo usando microscópios vendo a tinta secando. O que Curwen essencialmente faz é combinar uma compreensão fundamental da formação de película de tinta, juntamente com a tecnologia de polímeros para oferecer tintas com capacidade de cobertura padrão e excelente durabilidade, como se estivessem protegidos por uma barreira invisível.

“Quando digo às pessoas o que eu faço, eles me zoam. Estou sempre ouvindo que ‘Isso deve ser o trabalho mais chato do mundo.’ As pessoas pensam que eu fico igual um bobo, olhando para as paredes, e constantemente verificando o relógio para saber quanto tempo demorou para secar. Se fosse esse o caso, eu ficaria entediado ao ponto de pirar. “

Na realidade, as partículas de tinta ganham vida sob o olhar vigilante de Curwen. Muitos processos interessantes acontecem em uma escala microscópica são reveladas a ele pelas lentes do equipamento óptico. “Você vê tanta riqueza de detalhes quando você aumenta o zoom, que você pode até pensar que as imagens podem parecer algo de outro planeta” -Diz.

thomas-curwen-550x309

Algumas pessoas pensam que seu trabalho é fácil, mas isso não é verdade. “Ele pode ser realmente trabalhoso”, disse ele.
Curwen explica que um litro de tinta consiste em um milhão de bilhões de partículas minúsculas, que é mais do que o número de estrelas na nossa Via Láctea. Algumas das maiores partículas têm dimensões semelhantes ao cabelo humano, ao passo que outros são cerca de cem vezes menor. “Para entender o quão rápido e bem as tintas secam, temos que ampliar as imagens, em torno de 25.000 vezes.”

Se diluirmos uma amostra de tinta com água e colocar uma gota sob o microscópio, temos um sentido real da natureza caótica do sistema. Podemos ver o inimaginavelmente grande número de partículas de todas as formas e tamanhos diferentes, como eles estão em torno fustigada por uma série de forças invisíveis numa simples gotinha.

À medida que a película seca, e a água se evapora, Curwen diz que a substância perde cerca de metade do seu volume. Para formar uma película durável, é preciso uma compreensão completa da forma como as partículas de pigmento são embalados na água que se evapora. Se o processo não é compreendido corretamente, as tensões que podem se desenvolver no filme poderia deixá-lo fraco ou até mesmo rasgar a tinta depois de seca. Curwen também utiliza um microscópio eletrônico afim de observar com maior minúcia as diferentes partículas e poder compará-las, e como a cola invisível – o polímero – mantém as partículas ligadas de forma homogênea na película de tinta.
Uma série de três imagens ajudar Curwen estudar a película de tinta em diferentes ampliações. A primeira – a cerca de 100 vezes de ampliação – dá uma sensação áspera da secção transversal da película. A seguinte – ampliada em 5.000 vezes – dá uma ideia muito melhor da gama de diferentes partículas de tamanho que são embalados em conjunto para formar o filme. A imagem final – ampliada em 25.000 vezes – revela as partículas, bem como a camada fina de polímero que as liga em conjunto.

De acordo com Curwen, o papel que as tintas tem em nossas vidas é mais importante do que imaginamos. Quando ele se mudou para sua nova casa, há alguns meses, a primeira coisa que ele fez foi pintá-la. “Nós tínhamos que nos livrar daquele velho papel de parede – Era horrível”, disse.

fonte

Escrito por Philipe Kling David
Designer, blogueiro, escritor e escultor. Seu passatempo preferido é procurar coisas interessantes e curiosas para colocar neste espaço aqui. Tem uma grande atração por assuntos que envolvam mistérios, desconhecido e tecnologia. Gosta de conversar sobre qualquer coisa e sempre tem um caso bizarro e engraçado para contar. Saiba mais... Profile

Foto Gump do dia: A Cauda da baleia

em Curiosidades, foto gump do dia, incrível
  ·   16 segundos de leitura

Novas reações nucleares estão ocorrendo em Chernobyl

em Curiosidades
  ·   2 Minutos de leitura

2 respostas para “Profissão: Ver a tinta secar”

  1. Philipe acredito que posso dizer ser um de seus maiores fãs, desde 2011 venho lendo seu blog e rindo e aprendendo com ele, me lembro de rir alto da historia de quando sua mãe lhe ajudou a fazer o “cosplay” de fredie kruger e outras historias Hilarias, mas o ponto em que quero chegar eque continue assim acreditando que a gumpice de alguma maneira é necessária,
    gostaria de sugerir um post sobre escritores realmente gumps como HP.Lovecraft,
    Alan Moore, Douglas Addams e você.
    Johnny Mou.

    ainda vou te conhecer e trocar uma ideia contigo cara

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.