Passou a régua na professora e foi pra galera

A história ganhou a capa dos jornais. E vai ganhar um destaquezinho aqui porque este assunto envolve um outro não menos interessante. A hipocrisia norte-americana.
O fato ocorrido é que um garoto de 14 anos comeu a professora, Debra Beasley Lafave. Clica aqui e dê uma boa olhada na professora primária do moleque.

Os pais processaram a professora por assédio sexual. Fato bizarro o suficiente para concorrer a uma vaga neste blog, uma vez que:

1- Com 14 anos o moleque já sabe muito bem onde bota o bilau.
2- O moleque merecia um prêmio pela coragem de mandar bala logo com essa gostosa ao invés de aprender com uma pré-adolescente espinhenta
3- Qualquer pai normal iria agradecer a Deus pelo filhão garanhão, e tirar sarro com os amigos que o moleque puxou o papai.

Agora sem falso machismo. Como é que a mulher endureceu o bilau do moleque e enfiou em si mesma? Ora, juridicamente não vejo como atestar que ela abusou do menino. Sedução talvez, envolvimento impertinete, irresponsabilidade profissional, sei lá. Mas abuso sexual não foi.

Isso é reflexo da indústria do processo dos EUA, uma sociedade cada vez mais hipócrita e puritana ao extremo.

Salvo algumas excessões com intercursos digitais e ajuda de instrumentos, o homem exerce papel ativo numa relação. Sendo assim, o moleque foi BENEFICIADO com a relação sexual com a professora gostosa-capa-da-Playboy.
Nesse rolo ela foi presa e sentenciada a pagar fiança de 25 mil dólares. Ridículo.
Mais ridículo é como uma mulher gostosa assim não consegue um macho melhor que um pivete de 14 anos… Intrigante.

Receba o melhor do nosso conteúdo

Cadastre-se, é GRÁTIS!

Não fazemos spam! Leia nossa política de privacidade

Philipe Kling David
Philipe Kling Davidhttps://www.philipekling.com
Artista, escritor, formado em Psicologia e interessado em assuntos estranhos e curiosos.
Previous article
Next article

Artigos similares

Comentários

  1. Gostaria de pedir que você botasse aqui no site como faz pra estudar com essa professora… Tô precisando de umas aulas de reforço…

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Advertisment

Últimos artigos