Os melhores filmes da Segunda Guerra mundial

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Um tipo de gênero de filme que eu curto é o de guerra. Especialmente os da Segunda Guerra. Nada contra filmes no Iraque ou no Vietnã. Eu também gostos desses aí, mas de longe, eu prefiro muito os filmes da Segunda Guerra. Como o período da segunda grande guerra durou muitos anos, envolveu muitos países, existem histórias fenomenais, tanto inventadas como reais que se passaram neste tempo. Há uma infinidade de temas e subtemas, há o genocídio, a simbologia da suástica, os campos de concentração, os heróis, os vilões, o clima, a tecnologia ainda precária, o combate corpo-a-corpo e sem falar nas figuras históricas como Churchill, General Patton e Hitler.

Eu resolvi fazer uma lista de filmes de guerra, mas esta lista não é exatamente sobre filmes de guerra, e sim filmes do período. Dessa forma, vale até Indiana Jones. Esta lista, como as outras que costumo sempre fazer aqui no blog, não está ordenada por preferência, e é certo que esquecerei de algum, certamente de muitos. (a lista não inclui documentários, pois existem centenas deles) Vamos à lista:

1- A Lista de Schindler

Eu fiquei mal quando vi este filme. O filme é bom, até bom demais. Eu nunca tinha imaginado que o Spielberg conseguiria fazer algo tão carregado quanto fez neste filme. A história é a de Oscar Schindler, um industrial que começa a empregar e esconder judeus para livrá-los dos campos da morte.
Comprar o DVD duplo a lista de Schindler R$ 19,90

2- O resgate do soldado Ryan

Este filme é um clássico e como todo bom clássico que se preze, ele reúne em uma única obra ação suficiente para dar uma overdose no expectador. É dele a melhor cena de desembarque na Normandia. São cenas impressionantes, muitas vezes fortes e que nos levam a refletir sobre a miséria humana que é a guerra. Mas ele não se limita à tristeza da guerra nem a um conjunto bem elaborado de tiroteios e explosões sem fim. Há drama e personagens marcantes, numa história que te leva sem você perceber. É um dos meus preferidos e considerado por muitos como o derradeiro filme da segunda grande guerra.
Este é o típico filme que faz valer um blue ray mais uma tv de alta resolução e um home theater poderoso.
Comprar o Resgate do soldado Ryan R$ 19,90

3- Band of Brothers

Este não é um filme, mas sim uma minissérie. Mas ele pode ser visto também como um filme gigante dividido em partes. Muito bem feito mesmo, de grande qualidade e acabamento. Você se sente na Guerra vendo este troço. Mais imersão do que esta série só comprando ela em 3d. Minha esperança é sair logo a coleção em blue ray.
Comprar o Band of Brothers (box 6DVDs R$ 59,90)

4- Operação Valquíria

Muita gente não gosta do Tom Cruise. Eu particularmente não tenho nada contra o sujeito. Até acho ele bom ator. Em operação Valquíria o Tom está muito parecido mesmo com o Stuffenberg, que tentou matar o Hitler. O caso é real e me lembro de ter lido sobre a operação em detalhes numa revista Seleções antiga quando eu tinha apenas uns onze anos. Ver o filme do Tom Cruise me fez meio que viajar nas memórias, uma sensação esquisita de dar forma, textura, som e cores a coisas que eu li no passado. Talvez por isso eu tenha gostado bastante do filme. Existem outros filmes com o mesmo tema.
Para comprar o DVD por 39,90
Para comprar o blue Ray por 59,90

5- A vida é bela

Este é um dos meus filmes preferidos. A obra guarda similaridades com o filme A lista de Schindler, mas enquanto “a lista” é sério, triste e poderia ser considerado uma máquina de gerar depressão, “A vida é bela” é o retrato da desgraça dos Judeus nos campos de concentração nazistas durante a guerra, mas este filme é contado de forma magistral e com uma leveza tão grande que é difícil não se emocionar. É o retrato do hercúleo trabalho de um pai que faz de tudo para que o filho de cinco anos não perceba que é uma vítima dos horrores do nazismo. Do tipo que “não tem como não ver”.
Para comprar o dvd por 19,90

6- Indiana Jones (todos menos o último que é uma bosta)

Pode ser estranho colocar indiana Jones aqui no meio desses filmes de guerra e tal. Mas todo filme do Indy tem que ter umas porradas em Nazistas. O que dá uma dimensão histórica bacana às aventuras do arqueólogo bom de pancadas. Os meus preferidos são o da Arca da Aliança e A última cruzada. As cenas da perseguição de moto, a luta sobre o tanque de guerra e o desastre que era o pai dele operando uma metralhadora à bordo de um avião antigo são excepcionais. Não gostei do último, por ser mentiroso demais. Uma coisa é apelar para a “licença poética” outra bem diferente é chamar o espectador de idiota como eles fizeram.
Box de todos os filmes, mais uma camisa por 119,90

7- Vitimas do passado

Este é um filmaço, para minha surpresa, muito pouco conhecido. Eu mesmo vi este filme por mero acidente. No filme, Howard W. Campbell Jr. (Nick Nolte) é um dramaturgo americano que já vivia na Alemanha antes de começar a 2ª Guerra Mundial. Ele é essencialmente apolítico, apesar de algumas vezes ter estado com alguns líderes nazistas, já que por serem VIPs nesta época e pertencerem ao mesmo círculo social. Mas na verdade Campbell só se preocupa com seus textos e sua amada Helga (Sheryl Lee). Um dia Frank Wirtenan (John Goodman), um agente da inteligência americana, se aproxima de Campbell e lhe oferece uma tarefa incomum: ele se faria passar por um comentarista de rádio que aparentemente era um fervoroso nazista, mas na realidade estava passando informações codificadas que ajudariam no esforço de guerra americano. Após inicialmente relutar, Campbell concorda. Ele desempenha tão bem sua função que, quando a guerra termina, ele descobre que é impossível convencer as pessoas que ele não era realmente um nazista.

8- A queda – As últimas horas de Hitler

A reconstituição é bem feita e este Hitler (pela primeira vez interpretado por um ator alemão Suiço) dá mais medo que o normal. A obra foi indicado ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2005. O filme é interessante porque conseguiu se manter em cima do muro. Não é uma peça de propaganda, nem uma obra feita para endemoniar os nazistas. Há uma certa dimensão humana que surge neste filme, e podemos ver que muitas pessoas eram absolutamente alienadas, incluindo aí o próprio Adolph Hitler, que na obra aparece condenando até os próprios alemães à morte.
DVD duplo especial por R$ 37,90

9- Nação do medo

Este filme é bem bolado. Ele parte da premissa que a Alemanha venceu a 2ª Guerra Mundial, após repelir o ataque dos aliados no Dia D. A ação se desenrola em uma Alemanha fictícia dos anos 60, que estando em guerra com a União Soviética precisa se aliar aos Estados Unidos e deve receber o presidente americano para selar o pacto. Como a Alemanha venceu a guerra, um monte de coisas que sabemos hoje eram segredos, guardados a sete chaves.
Então um oficial da SS, Xavier March, interpretado pelo Rutger Hauer começa a ficar intrigado com certos “suicídios” e “acidentes” e, com a ajuda de uma repórter americana, começa a investigar as mortes, que escondem uma verdade tão grave que pode comprometer a aliança. Este filme tem um lado interessante que é o aspecto da “história ser contada pelos vencedores”. Daí que lá Hitler é um velhinho bonachão, bonzinho, de cabelos brancos. Quase o papai noel. Esse vale a pena ver.

10- O pianista

Baseado em fatos reais, o filme mostra a formação e o levante do gueto da Varsóvia sob a perspectiva do pianista Polonês Wladyslaw Szpilman. Szpilman acompanha a invasão da Polônia , e a perseguição aos judeus pelas forças nazistas na virada das décadas de 1930 e 1940. Ele consegue fugir, mas toda a sua família é enviada para campos de concentração alemães. Para sobreviver á brutalidade da Segunda Guerra Mundial, o pianista esconde-se em prédios em ruínas.
DVD duplo por R$59,90

11-Pearl Harbour

Não é grande coisa, devo dizer. As interpretações não me agradaram muito, mas as cenas de combate aéreo são impressionantes e a musica muito boa.
DVd duplo por 19,90

12- A ponte do Rio Kwai

Lembra da musiquinha que tocava naquele quadro do Faustão “a ponte do rio que cai”? Pois é. Trata-se da musica que os soldados assoviavam neste clássico. Um dos grandes momentos do cinema americano, feito em 1957. Premiado com sete oscars este filme conta a história de prisioneiros britânicos constroem uma ponte para seus algozes japoneses durante a Segunda Guerra Mundial. Inicialmente eles pensam em sabotar a construção mas são convencidos pelo coronel Nicholson a encarar o trabalho como uma prova da moral dignidade britânicas. Só que a arrogância do líder militar e o plano paralelo dos aliados de destruir a obra sobre o rio Kwai vão dividir as opiniões dos prisioneiros.
DVD duplo edição histórica por R$31,90

13- Circulo de fogo

Este filme é bem legal. Quando a Rússia esculachou a Alemanha na sua primeira grande derrota na Segunda Guerra Mundial, após muito derramamento de sangue, um jovem pastor ganha fama ao se mostrar quase um jedi no tiro. P cara mata tantos nazistas que chama a atenção do comissário herói de guerra, que pensa em usá-lo como propaganda para levantar o moral das tropas. O filme acompanha o duelo pessoal entre o atirador e um sniper alemão.
DVD por 14,90 e Blue ray por 89,90

14- O grande ditador

Deixar o Chaplin de fora é sacanagem. Chaplin é um gênio e todos sabem disso. Neste filme, que era pra ser uma zoação com Hitler, Charles Chaplin apresenta uma caricatura grotesca e irônica de Adolf Hitler. Ele é um barbeiro judeu muito parecido com o ditador da fictícia tomânia, Adenoid Hynkel. Obviamente que o barbeiro é confundido com o Ditador em plena campanha de Hynkel para conquistar o mundo. O filme é de 1940 e começou a ser produzido antes do início da Segunda Guerra e foi lançado com o conflito em andamento.
link para pedir o filme em DVD duplo

15- Bastardos Inglórios

Este eu vi ontem. Não é tão bom quanto eu esperava que fosse, mas vale a pena ver. O Tarantino é meio doido e é interessante ver o estilo dele dedicado à segunda guerra. O filme trata de um esquadrão de judeus que se dedica a atormentar os nazistas. O clímax se dá quando eles resolvem montar um plano para detonar de uma só vez com a nata do círculo mais próximo ao Hitler, incluindo o próprio. Tem uma mistura de várias coisas neste filme, desde operação valquíria ao Circulo de fogo, visto pela ótica do nazista. Há umas cenas ótimas, e a ideia do roteiro é bem legal. NO DVD há até um extra que consiste num curta-metragem alemão que mostra a história de um sniper do 3 Reich que mata um pelotão aliado inteiro. É tão bizarro que chega a ser engraçado.
Blue Ray por R$ 149,90

16-Casablanca

Dos filmes de amor, é um clássico. Se passa bem no período da Guerra, o que coloca um monte de nazistas neste filme. Ele foi filmado e lançado também nesta época. Da obra, ficou célebre a famosa frase dita por Ricki Blaine (Bogart) a sua amada: “Nós sempre teremos paris”.
DVd por R$29,90 e Blue ray por R$149,90

17-Força de ataque Z

Este é baseado em fatos reais. Em janeiro de 1945, uma unidade secreta do Exército australiano – a Força Especial Z, integrada por soldados de vários países – tenta localizar avião caído em ilha do Pacífico, procurando resgatar possíveis sobreviventes.

18-Memphis Belle

O filme conta a história de um esquadrão de bombardeio que viaja rumo ao desconhecido para bombardear Berlim. A história acontece quando, após vinte e quatro missões bem-sucedidas, a tripulação precisa apenas completar mais uma para poder voltar para casa. Gostei desse.
DVD por R$19,90

19- O Aprendiz

Dirigido por Bryan Singer, o filme traz uma visão diferenciada e pessoal do nazismo. Interessado no Holocausto, Todd (Brad Renfro), um aluno brilhante, decide pesquisar mais sobre o bom Ian McKellen vivendo incógnito na vizinhança. O garoto começa a chantagear o alemão e promete não denunciá-lo à polícia sob condição de o nazista contar todas as histórias sobre a Segunda Guerra Mundial. A partir daí, Todd começa a modificar radicalmente seu comportamento. Esse filme é baseado num conto de Stephen King, publicado no livro As Quatro Estações, sendo que cada conto representa uma estação da ano
Está a venda aqui por R$ 32,90

20- Stalingrado

O filme traz um retrato da Batalha de Stalingrado, uma das mais sangrentas da história. Um pelotão alemão avança em território soviético. A história é centrada em quatro soldados alemães e através deles são mostrados os horrores da guerra, o medo, a esperança e todas as emoções dos combatentes envolvidos1942. Quatro soldados alemães, de origens e ideais distintos, se tornam o centro da trama.
Tem por R$19,00 aqui

21- Os canhões de Navarone

Filmaço! Nesta obra espiões precisam se infiltrar nas fileiras nazistas com o objetivo de penetrar numa fortaleza ocupada por nazistas e desativar dois canhões de longo alcance para que 2.000 soldados ingleses aprisionados possam ser resgatados.
DVD duplo Edição de colecionador importado por R$ 138,90

22- Códigos de guerra

Neste filme, em 1941, os Estados Unidos declararam guerra ao Japão. Durante vários anos o exército norte-americano esteve envolvido em uma difícil batalha no Pacífico, onde lutava pela posse das diversas ilhas que cercam o Japão. Durante a batalha, o exército japonês tentava de todas as formas descobrir o código usado pelos americanos para a transmissão de suas mensagens em segredo. Em 1942 vários soldados navajos foram recrutados e treinados para que sua língua nativa fosse usada como código durante a guerra. Um destes soldados é Ben Yahzee (Adam Beach), que tem como guarda-costas o sargento Joe Enders (Nicolas Cage).
Por R$16,90 aqui

23- Os meninos do Brasil

Baseado no livro Os Meninos do Bras,il, de Ira Levin.O filme é protagonizado por Gregory Peck, no papel do nazista Josef Mengele.O caçador de nazistas Ezra Lieberman segue a pista de criminosos de guerra até a América do Sul, onde descobre e tenta impedir um plano diabólico do cientista do III Reich Josef Mengele, que tenta criar clones de Adolf Hitler.

24-Desafio das águias

Durante a 2º Guerra Mundial uma aeronave inglesa a caminho de uma importante reunião em Creta cai em território alemão, com um general americano sendo levado como prisioneiro para uma quartel-general da SS. No entanto os alemães ignoram que seu importante prisioneiro tem total conhecimento dos planos sobre o Dia D. Os ingleses, temendo que ele seja “persuadido” a falar, mandam um grupo com a difícil missão de resgatá-lo.

25- Amém

Kurt Gerstein é um oficial do Terceiro Reich que trabalhou na elaboração do Zyklon
B, gás mortífero originalmente desenvolvido para a matança de animais, mas usado para
exterminar milhares de judeus durante a Segunda Guerra Mundial. Gerstein se revolta com o
que testemunha e tenta informar os Aliados sobre as atrocidades nos campos de concentração.
para comprar

26-Fuga de Colditz

Colditz é uma fortaleza na Alemanha nazista para onde os prisioneiros de guerra mais perigosos são levados. A fronteira neutra mais próxima está a 600 quilômetros. Três novos prisioneiros, Jack, Tom e Nick, formam um grupo de amigos que planejam uma fuga extraordinária. Mal sabem que a parte mais difícil da sua aventura ainda está para acontecer. Uma aventura que traz muita ação e emoção.
para comprar

27- Fuga de Sobibor

Baseado em fatos reais, narrados no livro de Richard Rashke, ex-prisioneiro do campo, Fuga de Sobibor / Escape from Sobibor conta a aguerrida fuga de prisioneiros de um campo de concentração nazista durante a Segunda Guerra Mundial. Sobibor é um dos três campos de concentração localizado na Polônia oriental. Um grupo de prisioneiros é temporariamente poupado para poder trabalhar no acampamento, sob condições degradantes impostas pelos oficiais nazistas. Relembrando o destino desumano de cada dia, os prisioneiros planejam o impossível – fugir de Sobibor!
à Venda Por R$47,90

28- O mais longo dos dias

Em 6 de junho de 1944, a Invasão Aliada marcou o início do fim da dominação nazista na Europa. O ataque envolveu 3.000.000 homens, 11.000 aeronaves e 4.000 navios, que compunham a maior armada que o mundo já viu.
O filme levou dois Oscar (Efeitos Especiais e Fotografia) é um páreo duro com o Resgate do soldado Ryan como a melhor cena do desembarque no dia D. A invasão é vista do ponto de vista de soldados que foram de planador para ocupar uma ponte, da resistência francesa, dos para-quedistas que saltaram antes da invasão e dos homens que embarcaram em cada uma das praias.
Por R$ 24,90

29-Além da linha vermelha

Este eu ainda não vi. Mas li boas críticas. Parece que o filme é bem feito e traz um elenco de astros de primeira linha como George Clooney, Sean Penn, Nick Nolte e Woody Harrelson. Ao que me parece, o tema é mais ou menos “o de sempre”. Uma visão assustadora e realista do Caos Militar e Moral que ocorreu no Pacífico durante a Segunda Guerra Mundial. Este filme ganhou sete Indicações para o Oscar em 1998. Quem curte filme de guerra geralmente recomenda.
Por R$ 19,90

30- O homem que nunca existiu

Este filme é um clássico de 1956 e conta a história de um fato real ocorrido durante a Guerra. No filme, a inteligência britânica está tentando fazer com que o alto comando alemão remova sua força armada, pronta para atacar a Itália. Para criar a ilusão de que a Inglaterra vai invadir a Grécia, eles arrumam um cadáver no qual colocam papéis secretos da autoridade espanhola. O filme é baseado no livro homônimo.

31- O exercito das sombras

Um filme muito bem cotado pelos críticos. Baseado num romance francês de Joseph Kessel, o filme conta a história ocorrida na França de 1942, durante a ocupação alemã. Philippe Gerbier é o engenheiro civil e um dos chefes da Resistência Francesa. Traído por um companheiro, ele é trancado num campo de prisioneiros mas consegue fugir. Agora ele cria uma rede de contatos em Marselha, onde elabora um plano para executar seu traidor.
Por R$ 39,90

32- Inferno 17

Em um campo alemão, prisioneiros americanos do barracão 17 (Stalag 17, em alemão), começam a suspeitar da existência de um delator entre eles. Pois suas tentativas de fuga e sabotagens são sempre descobertas. Todas as evidências então partem para o Sargento Sefton (Holden). Afinal, ele é o maior “negociador” do campo, inclusive com os guardas alemães, tendo assim, muitos privilégios. Contudo, Sefton jura não ser o traidor.
Por R$ 29,90

33- A cruz de ferro

Em 1943, durante a Segunda Grande Guerra, na Península de Taman, o exército alemão sofre enormes baixas ao tentar invadir a Rússia. Para piorar, o conflito fica ainda mais acirrado quando o sargento Steiner (James Coburn) bate de frente com capitão Stransky (Maxmilian Schell), cuja obsessão é conquistar a condecoração Cruz de Ferro.

34- O império do sol

Ao contrario de nazistas, desembarque da normandia e tiroteios, este filme conta a tomada da China Pelo Japão. Jim Graham (Christian Bale) é um garoto de 11 anos de uma família inglesa que vive no Oriente. Jim tem um padrão de vida alto, mas de repente é separado de seus pais em virtude da China ser invadida pelo Japão (numa cagada homérica desencadeada por ele mesmo). Isto o força a se defender e o obriga a crescer, tornando-se então um sobrevivente em um campo de concentração com rígidas regras. Um dos bons filmes do Spielberg.
DVd duplo Por R$ 24,90

35-Uma ponte longe demais

Em setembro de 1944, embalados pelo sucesso da Invasão da Normandia, os Aliados confidentemente lançam a Operação Market Garden, um plano ousado para obter um rápido final para a 2ª Guerra através da invasão da Alemanha e destruição das indústrias de guerra do 3º Reich. No entanto, uma combinação de política nos campos de batalha, falhas de inteligência, má sorte e difíceis condições meteorológicas levaram as tropas ao desastre. Um épico que conta a história do mais trágico erro da 2ª Grande Guerra, Uma Ponte Longe Demais meticulosamente apresenta o ambicioso plano que causou mais baixas aos Aliados do que toda a invasão da Normandia.
DVd duplo por R$24,90

36- desejo e reparação

Em 1935, no dia mais quente do ano na Inglaterra, Briony Talles (Romola Garai) e sua família se reúnem num fim de semana na mansão familiar. O momento político é de tensão, por conta da 2ª Guerra Mundial. Em meio ao calor opressivo emergem antigos ressentimentos familiares. Cinco anos antes, Briony, então aos 13 anos, usa sua imaginação de escritora principiante para acusar Robbie Turner (James McAvoy), o filho do caseiro e amante da sua irmã mais velha Cecília (Keira Knightley), de um crime que ele não cometeu. A acusação na época destruiu o amor da irmã e alterou de forma dramática várias vidas.
Por R$ 20,00 aqui

37-O amante da guerra

Na Inglaterra, durante a Segunda Guerra Mundial, Buzz Rickson (Steve Mcqueen)é o piloto mais corajoso do seu esquadrão – e o mais irresponsável também.

Aqui estão as dicas dos leitores:

38-  O menino do Pijama Listrado
Alemanha, 2ª Guerra Mundial. Bruno de 8 anos, é filho de um oficial nazista que assume um cargo em um campo de concentração. Isto faz com que sua família deixe Berlim e se mude para uma área desolada, onde não há muito o que fazer para uma criança de sua idade. Ao explorar o local ele conhece Shmuel, um garoto aproximadamente de sua idade que sempre está com um pijama listrado e do outro lado de uma cerca eletrificada. Bruno passa a visitá-lo frequentemente, surgindo entre eles uma amizade.
O cenário nazista e o massacre dos judeus já foi muito utilizado nas telas dos cinemas, contudo, a diferença deste filme é que não vemos a guerra através do bravo soldado que dispara dúzias de tiros, nem dos generais e comandantes ditando suas ordens, mas aos olhos de uma criança, que apesar de tentarem explicar o motivo do “ódio ao judeu” não consegue realmente compreender o porquê de tanto ódio.
Para comprar

39- Os falsários – Die Fälscher
1944. Após ser preso e levado a um campo de concentração, Salomon concorda em ajudar os nazistas em uma operação de falsificação criada para financiar os esforços de guerra. Neste processo mais de 130 milhões de libras esterlinas foram impressas. Como o Reich sabia que o fim da guerra estava próximo, ordenou que fossem impressas notas na moeda dos inimigos da Alemanha. A intenção era que esta atitude minasse a economia dos países e, ao mesmo tempo, ajudasse os cofres alemães. Tratava-se da Operação Bernhard, que contou com a participação de prisioneiros de diversos campos de concentração.

40- O Labirinto do Fauno – Guillermo Del Toro
No final da Guerra Civil Espanhola (a Espanha estava em um difícil período por causa da segunda guerra e da ditadura de Franco), Ofélia uma jovem garotinha muda-se com a mãe grávida para um moinho no meio do nada porque seu padrasto é um capitão do exército “franquista” com a missão de capturar uns últimos rebeldes escondidos na floresta. A menina não quer morar no meio do mato, muito menos com um pseudo-hitler como padrasto. Mas a mãe está grávida, apaixonada e nada faz… Filmaço. Efeitos especiais incríveis.
Por R$44,90

41- Cartas de Iwo Jima

Junho de 1944. Tadamichi Kuribayashi (Ken Watanabe), o tenente-general do exército imperial japonês, chega na ilha de Iwo Jima. Muito respeitado por ser um hábil estrategista, Kuribayashi estudara nos Estados Unidos, onde fizera grandes amigos e conhecia o exército ocidental e sua capacidade tecnológica. Por isso o Japão colocou em suas mãos o destino de Iwo Jima, considerada a última linha defesa do país. Ao contrário dos outros comandantes Kuribayashi moderniza o modo de agir, alterando a estratégia que era usada. Ele supervisiona a construção de uma fortaleza subterrânea, feita de túneis que davam para as suas tropas a estratégia ideal contra as forças americanas, que começam a desembarcar na ilha em 19 de fevereiro de 1945. Os japoneses sabiam que as chances de sair dali vivos eram mínimas. Enquanto isto acontece Kuribayashi e outros escrevem várias cartas, que dariam vozes e rostos para aqueles que ali estavam e o relato dos meses que antecederam a batalha e o combate propriamente dito, sobre a ótica dos japoneses.
Por R$ 29,90

42 – A Conquista da Honra:

Fevereiro de 1945. Apesar da vitória anunciada dos aliados na Europa, a guerra no Pacífico prosseguia. Uma das mais importantes e sangrentas batalhas foi a pela posse da ilha de Iwo Jima, que gerou uma imagem-símbolo da guerra: cinco fuzileiros e um integrante do corpo médico da Marinha erguendo a bandeira dos Estados Unidos no monte Suribachi. Alguns destes homens morreram logo após este momento, sem jamais saber que foram imortalizados. Os demais permaneceram na frente de batalha com seus companheiros, que lutavam e morriam sem qualquer ostentação ou glória.
dvd duplo por 29,90

43- A águia pousou

Europa, 1943. O primeiro-ministro inglês Winston Churchill se preparava para passar um tranquilo fim de semana em Norfolk, interior da Inglaterra. Mas o que ele não esperava era uma complexa operação para sequestrá-lo planejada pelo alto comando do Exército Nazista Alemão. Sob o comando de Hitler, Heinrich Himmler (Donald Pleasence) e os coronéis Max Radl (Robert Durvall), Kurt Steiner (Michael Caine) e Liam Devlin (Donald Sutherland) levam suas tropas de pára-quedas a uma pequena cidade próxima de Norfolk, disfarçados de soldados poloneses. O plano era perfeito. Ele só não era capaz de prever uma paixão no meio da operação. John Sturges dirige esta magnífica adaptação do Thriller de Jack Higgins sobre uma das manobras mais audaciosas da Segunda Guerra Mundial.
Por 29,90

44- Dias de Glória
Em 1943, 130 mil soldados originários das colônias francesas na África foram para a Europa lutar na Segunda Guerra e ajudar a libertar uma pátria-mãe na qual nunca antes haviam estado. ”Dias de Glória” conta a história de quatro desses homens, desde a sua convocação em seus países de origem até o fim da Guerra. Vencedor do prêmio de melhor ator no Festival de Cannes de 2006, numa premiação coletiva dada a cinco atores principais do filme (que interpretam os quatro soldados, além do comandante do batalhão).
Por 39,90

45- A escolha de Sofia
Este reprisava muito no SBT nos anos 80. Em 1947 Stingo (Peter MacNicol), um jovem aspirante a escritor vindo do sul, vai morar no Brooklyn na casa de Yetta Zimmerman (Rita Karin), que alugava quartos. Lá conhece Sofia Zawistowska (Meryl Streep), sua vizinha do andar de cima, que é polonesa e fora prisioneira em um campo de concentração e Nathan Landau (Kevin Kline), seu namorado, um carismático judeu dono de um temperamento totalmente instável. Em pouco tempo tornam-se amigos, sendo que Stingo não tem a menor idéia dos segredos que Sofia esconde nem da insanidade de Nathan.
para comprar

46-Patton – Rebelde ou Herói?
Norte da África, 1943. Patton (George C. Scott) assume o comando e injeta disciplina nos seus subordinados. Preocupado com a batalha contra o Marechal Rommel (Karl Michael Vogler), o famoso comandante alemão, Patton procura entendê-lo lendo o livro do próprio Rommel. Ao ser promovido, Patton mandado para a Sicília, onde se ocupa em uma guerra pessoal de egos com o Marechal Montgomery (Michael Bates). Após um desempenho brilhante na Itália, ele coloca o futuro de sua carreira em perigo ao esbofetear em um hospital do exército um recruta, que estava tendo uma crise por ter um colapso nervoso. Este incidente o faz perder o comando do seu exército e, por extensão, ser excluído da invasão do “Dia D”, além de ser forçado a pedir desculpas públicas pelo ocorrido. No final da campanha, ele lidera o 3º Exército Americano através da Europa. Durante a Segunda Grande Guerra George S. Patton (1885-1945) inspirou respeito e medo entre os alemães e ressentimentos e incompreensão por parte dos Aliados. Era um historiador militar e poeta, que acreditava ter sido guerreiro em vidas passadas. Se considerava um predestinado a fazer algo grandioso nesta vida, mas teimosia e métodos controversos quase impedem que tal destino se realizasse.
Por R$ 24,90

47- A guerra de hart
Tommy Hart (Colin Farrell) é um estudante do 2º ano de Direito que se alista no exército para lutar pelos Aliados na 2ª Guerra Mundial. Em meio a guerra ele acaba sendo capturado, sendo posteriormente enviado a um campo de concentração. Lá um soldado negro é acusado de ter assassinado um soldado branco que era racista, sendo que ambos eram prisioneiros no local. Ao invés de executá-lo, os nazistas concordam com o plano apresentado pelo coronel William McNamara (Bruce Willis), também prisioneiro no campo, que propõe que o soldado acusado tenha um julgamento realizado no local. Hart é então designado a defender o soldado acusado enquanto que McNamara usa a situação para empreender seu plano de fuga do local.
POr R$ 39,90

48- Tora Tora Tora
Tora! Tora! Tora! é o grito de guerra japonês para o ataque – e o filme recria meticulosamente o ataque a Pearl Harbor e os acontecimentos que o antecederam. As cenas de abertura contrastam as posições americana e japonesa. Os imperialistas japoneses decidem preparar o ataque. O alto escalão militar americano ignora a possibilidade. Mensagens japonesas interceptadas avisam sobre o ataque iminente – mas nunca chegam à mesa de Franklyn Delano Roosevelt. Alertas de radar são desconsiderados. Até mesmo a apreensão antes do ataque de um submarino japonês em Pearl Harbor fica fora dos relatórios. Por fim, chega o Dia da Infâmia – um espetáculo dilacerante apresentado neste filme cheio de ação. É a reconstituição mais espantosa do dia mais negro da América – e de algumas de suas melhores horas.
Dvd duplo por R$29,90

49- Os Doze Condenados
Esta é a clássica história de 12 soldados americanos mal-encarados presos e condenados a morte por todo tipo de crime, que têm uma chance de se redimir participando de uma missão suicida que envolve matar centenas de oficiais nazistas. O filme é ótimo, os personagens são marcantes, e as punch lines (frases de efeito) são incríveis.
para comprar

50- Fugindo do Inferno
Outro filmaço excelente. Um campo de concentração para prisioneiros de guerra ingleses, americanos, franceses e russos. Eles preparam A FUGA perfeita. Mesmo comentário de Doze Condenados: personagens marcantes e punch lines incríveis.
por R$ 16,90

51- O Barco, Inferno no Mar (Das Boot)
Segundo o André B. este é o primeiro filme de guerra onde os alemães são os mocinhos. Narra as missões da tripulação de um submarino alemão na 2 G.M. Suspense até o fim. Tensão extrema na sequencia onde o submarino está avariado e tem que ficar 16 HORAS em silêncio no fundo do mar, para não chamar a atenção dos navios aliados. A tripulação não podia sequer se mexer, e o oxigênio acabando.
Por R$ 30,90

52-A batalha de Midway
A batalha de Midway explodiu seus furiosos canhões em junho de 1942, seis meses depois do ataque de Pear Harbor. A Batalha de Midway conta a dramática história dos homens que lutaram a corajosa luta que determina a tomada de posição dos Estados Unidos no Pacífico.
O elenco cheio de astros e as filmagens de uma guerra de tirar o fôlego, conferem a A Batalha de Midway uma extrema realidade e salienta seu caráter épico.
Por R$ 16,90

53-Tigres Voadores
Eram o terror dos céus, um pequeno grupo de mercenários ousados, que guerrearam contra os japoneses em defesa da liberdade na China. Eles eram os ases, os aventureiros e os heróis. Os pilotos mais respeitados de toda a América – Os Tigres Voadores! Com habilidade e coragem incomparáveis, Jim Gordon (John Wayne), o comandante dos tigres, era uma arma poderosa nos céus da China. Mas, Gordon começa a enfrentar uma grande batalha no solo, quando o seu melhor amigo, Wood Jason se torna o principal suspeito, de, por covardia causar a morte de um piloto do mesmo esquadrão, e ainda ser acusado de roubar a noiva de Jim. Gordon luta para manter a liderança e o respeito de Wood e de seus comandados, pois precisa da união e da solidariedade de todos, para a decisiva e explosiva batalha final, onde a coragem e o heroísmo deverão iluminar os céus!
Por R$39,90

54-Águas traiçoeiras/Operation Pacific
Mais um do John Wayne. Guerra no Pacífico, e em meio às tropas estadunidenses está o tenente-coronel Duke E. Gifford. Segundo ele próprio, é um homem de atitude e não de teorias. Porém Gifford carrega consigo dois traumas: Sentimento de culpa pela morte de seu comandante e o temor de que seu casamento esteja ruindo. Tentando se livrar destes combates pessoais, entra furiosamente na perigosa missão de destruir as forças japonesas que atacam a base de Pearl Harbor.
para comprar

55-Afundem o Bismark.
No início de 1941, o Bismarck, maior navio de batalha da Alemanha Nazista e grande empecilho para a navegação no Atlântico, é descoberto em seu ancoradouro na Noruega. Em fuga e buscando a proteção da Luftwaffe, o poderoso navio é caçado pela Marinha Britânica. Após grandes perdas, incluindo o naufrágio do H.M.S. Hood, o Bismarck é por fim encurralado e afundado.
Por R$19,90

56-Agonia e Glória (The Big Red One)
Um filme de Samuel Fuller, com Lee Marvin – em atuação “matadora”, hehehe – e Mark Hammil, tentando esquecer que um dia foi Luke Skywalker… Conta a história de um pequeno pelotão da invasão da africa em 1942 até ao fim da guerra.
para comprar

57-A Batalha Britânica (Battle of Britain)
Trata-se de quase um documentário sobre tal batalha, imperdível para fãs de aviação. Muitas cenas com aviões reais da época e esclarecedor quanto alguns pontos sobre a guerra (como começou a história de inglêses e alemães borbadearem as populações cívis de uns e outros). Com Michel Caine.
DVD Duplo por R$ 24,90

58-Num Céu Azul Escuro (Dark Blue World/Tmavomodrý svet)
Este é um filme tcheco, também para fãs de aviação. Conta a história de uma dupla de pilotos que foge para a Inglaterra, lutando por este país.
Para comprar

59-Um Sinal de Esperança
Neste filme temos Robin Williams interpretando um judeu que finge ter informações sobre o front contra os nazistas por um rádio que supostamente tem em casa.

Esqueci algum filme de guerra? Coloca aí nos comentários.

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

327 respostas

  1. Steven Spielberg em peso no começo da lista. Hehehehe. =D

    Band Of Brothers é realmente incrível e sem querer fazer apologia a nada errado já rola nos torrents da vida a versão em 1080p, então tenta comprar na Amazon já que a região do Brasil é a mesma dos EUA em BluRay inclusive com legendas em português (http://www.amazon.com/Band-Brothers-Blu-ray-Scott-Grimes/dp/B00129H7VS/). =D

    Aah, e começou a passar na HBO “The Pacific” que é da mesma galera que fez Band Of Brothers falando sobre a segunda guerra contra o império japonês. =)

    1. procuro um filme sobre um piloto que perde a memória e uma enfermeira o leva para morar em sua casa.  ele se apaixona por uma garotinha judia que mora em um orfanato.

  2. Também sou fã de filmes da Segunda Grande Guerra, esqueceu de:
    Tora Tora Tora, Midway, Vários do John Wayne, Tigres Voadores, Operation Pacific e Afundem o Bismark.
    Esse aqui é novo, “projeto irmão do Band of Brothers”, mesma dupla na produção e em exibição na HBO, está no segundo episódio de dez.

    Acho que tem um filme sobre o Graf Spee, mas não tenho certeza, documentários existem.

  3. Minha pequena lista dos TOP TOP 5 de filmes da Segunda Guerra. Não necessariamente em ordem, mas é muito, muito difícil algum outro filme de guerra tomar o lugar de qualquer um que esteja nesse TOP 5:

    1. Os Doze Condenados – a clássica história de 12 soldados americanos mal-encarados presos e condenados a morte por todo tipo de crime, que têm uma chance de se redimir participando de uma missão suicida que envolve matar centenas de oficiais nazistas. O filme é ótimo, os personagens são marcantes, e as punch lines (frases de efeito) são incríveis.

    2. Fugindo do Inferno – outro filmaço excelente. Um campo de concentração para prisioneiros de guerra ingleses, americanos, franceses e russos. Eles preparam A FUGA perfeita. Mesmo comentário de Doze Condenados: personagens marcantes e punch lines incríveis.

    3. Além da Linha Vermelha – além de ser um dos meus filmes de guerra preferidos, é um dos meus melhores filmes que já vi. A história é meio arrastada, não há tanto realismo quanto Soldado Ryan, mas é um filme que te faz pensar, e muito, sobre muitos temas filosóficos. Excelente, e não recomendado para todos.

    4. O Barco, Inferno no Mar (Das Boot) – primeiro filme de guerra que vi onde os alemães são os mocinhos. Narra as missões da tripulação de um submarino alemão na 2 G.M. Suspense até o fim. Tensão extrema na sequencia onde o submarino está avariado e tem que ficar 16 HORAS em silêncio no fundo do mar, para não chamar a atenção dos navios aliados. A tripulação não podia sequer se mexer, e o oxigênio acabando.

    5. Círculo de Fogo – já citado .

  4. Faltou o filme do General Patton: http://www.imdb.com/title/tt0066206/

    A Guerra de Hart: http://www.imdb.com/title/tt0251114/

    Não tem grandes combates mas é interessante como mostra a organização e vida nos campos de prisioneiros, sem falar das questões de racismo que o filme trata.

    Prova de fogo: http://www.imdb.com/title/tt0114745/

    Esse filme não é muito famoso, mas é bem interessante como discute o racismo nos tempos de guerra e no EUA.

    O resto que conheço esta na lista :).

  5. Ora, você se esqueceu do belo “A Escolha de Sofia”… onde uma mulher judia tem que escolher qual de seus filhos pequenos será morto por nazistas nos campos de extermíneo…
    Uma chumbada daquelas.

  6. Caro Philipe!

    É até difícil listar todos os filmes bons que acontecem durante a 2ª Guerra. Compreendo você ter colocado “apenas” 37, hehehe. 🙂

    Você está de PARABÉNS pelo ótimo post, tanto pelas grandes dicas como pelas lembranças. Preciso rever muitos que você mencionou, assim como assistir pela primeira vez outros.

    Um muito bom que você esqueceu foi o Dias de Glória, que vemos a 2ª Guerra pela visão de um pequeno grupo de argelinos que resolvem entrar na guerra em defesa da “pátria-mãe”, França, com a esperança de reconhecimento do governo francês, mas só se fodem. Vale a pena assistir.

    Abração!

  7. Philipe,

    Gosto de muitos filmes ai citados, mas faltou ” A guerra de Hart”.. que é bom e tem uma boa linha de raciocinio…
    Outra coisa.. Aproveitando que vc citou “Circulo de Fogo”, seria interessante um post sobre esses caras “jedis do tiro” como vc disse… Tanto vasili zaitsev como Simo Haya e outros snipers famosos por sua pontaria e habilidade de se esconder…
    Fica a Dica !

  8. Cara, colocar Além da Linha Vermelha em 28º é só pq ainda não o assistiu. O filme é literalmente uma “obra de arte”. Não pode assistí-los com olhos de um filme de guerra, não é este o seu foco. Além da Linha Vermelha tenta demonstrar como a guerra destruir até o mais perfeito dos paraísos e o mais ilibado do homens. Fantástico. Quem saber mais sobre ele, fale com o Castrezana do OMEdI.

    1. Esta lista, como as outras que costumo sempre fazer aqui no blog, não está ordenada por preferência, e é certo que esquecerei de algum, certamente de muitos.

      Ai, ai…num falo nada heheheh

      Bela lista, rapaz, vi 10% desses filmes, vou tentar assistir todos =)

  9. Espetacular a lista, mas imperdoavelmente faltaram 2. Se você colocar na lista de perdoou eheheheh.

    1. Cartas de Iwo Jima: Junho de 1944. Tadamichi Kuribayashi (Ken Watanabe), o tenente-general do exército imperial japonês, chega na ilha de Iwo Jima. Muito respeitado por ser um hábil estrategista, Kuribayashi estudara nos Estados Unidos, onde fizera grandes amigos e conhecia o exército ocidental e sua capacidade tecnológica. Por isso o Japão colocou em suas mãos o destino de Iwo Jima, considerada a última linha defesa do país. Ao contrário dos outros comandantes Kuribayashi moderniza o modo de agir, alterando a estratégia que era usada. Ele supervisiona a construção de uma fortaleza subterrânea, feita de túneis que davam para as suas tropas a estratégia ideal contra as forças americanas, que começam a desembarcar na ilha em 19 de fevereiro de 1945. Os japoneses sabiam que as chances de sair dali vivos eram mínimas. Enquanto isto acontece Kuribayashi e outros escrevem várias cartas, que dariam vozes e rostos para aqueles que ali estavam e o relato dos meses que antecederam a batalha e o combate propriamente dito, sobre a ótica dos japoneses.

    2. A Conquista da Honra: Fevereiro de 1945. Apesar da vitória anunciada dos aliados na Europa, a guerra no Pacífico prosseguia. Uma das mais importantes e sangrentas batalhas foi a pela posse da ilha de Iwo Jima, que gerou uma imagem-símbolo da guerra: cinco fuzileiros e um integrante do corpo médico da Marinha erguendo a bandeira dos Estados Unidos no monte Suribachi. Alguns destes homens morreram logo após este momento, sem jamais saber que foram imortalizados. Os demais permaneceram na frente de batalha com seus companheiros, que lutavam e morriam sem qualquer ostentação ou glória.

  10. Fala Galera Gump,

    Ainda não assisti todos desta lista, gostei muito do post Philipe parabéns!!!

    Minha dica está abaixo, sei que para muitos, os três que citarei não se enquadram nesta lista mas vale lembra-los (mas, os mesmos se passam no período da segunda-guerra):

    1º O menino do Pijama Listrado
    Alemanha, 2ª Guerra Mundial. Bruno de 8 anos, é filho de um oficial nazista que assume um cargo em um campo de concentração. Isto faz com que sua família deixe Berlim e se mude para uma área desolada, onde não há muito o que fazer para uma criança de sua idade. Ao explorar o local ele conhece Shmuel, um garoto aproximadamente de sua idade que sempre está com um pijama listrado e do outro lado de uma cerca eletrificada. Bruno passa a visitá-lo frequentemente, surgindo entre eles uma amizade.
    O cenário nazista e o massacre dos judeus já foi muito utilizado nas telas dos cinemas, contudo, a diferença deste filme é que não vemos a guerra através do bravo soldado que dispara dúzias de tiros, nem dos generais e comandantes ditando suas ordens, mas aos olhos de uma criança, que apesar de tentarem explicar o motivo do “ódio ao judeu” não consegue realmente compreender o porquê de tanto ódio.

    2º Os falsários – Die Fälscher
    1944. Após ser preso e levado a um campo de concentração, Salomon concorda em ajudar os nazistas em uma operação de falsificação criada para financiar os esforços de guerra. Neste processo mais de 130 milhões de libras esterlinas foram impressas. Como o Reich sabia que o fim da guerra estava próximo, ordenou que fossem impressas notas na moeda dos inimigos da Alemanha. A intenção era que esta atitude minasse a economia dos países e, ao mesmo tempo, ajudasse os cofres alemães. Tratava-se da Operação Bernhard, que contou com a participação de prisioneiros de diversos campos de concentração.

    3º O Labirinto do Fauno – Guillermo Del Toro
    No final da Guerra Civil Espanhola (a Espanha estava em um difícil período por causa da segunda guerra e da ditadura de Franco), Ofélia uma jovem garotinha muda-se com a mãe grávida para um moinho no meio do nada porque seu padrasto é um capitão do exército “franquista” com a missão de capturar uns últimos rebeldes escondidos na floresta. A menina não quer morar no meio do mato, muito menos com um pseudo-hitler como padrasto. Mas a mãe está grávida, apaixonada e nada faz… (muito foda este filme… excelente fotografia, e a trilha sonora é um caso a parte…)

    Vale a pena dar um confere!!!

  11. Além da linha vermelha é um dos meus favoritos também- Outro que incluiria na lista seria o “Cinzas da Guerra” (Grey Zone, 2001) O filme é baseado na história real do Dr. Miklos Nyiszli, um judeu húngaro escolhido por Josef Mengele para ser patologista no campo de concentração de Auschwitz. O médico torna-se, então, um dos membros da Auschwitz s Sonderkommandos – um grupo de judeus que viviam entre o dilema de contribuir para o nazismo ou ganhar mais alguns meses de vida… Tudo muda quando os Sonderkommandos organizam um motim contra os nazistas. Quando a rebelião está prestes a começar, eles descobrem uma garota de 14 anos que miraculosamente sobreviveu à câmara de gás. A partir disso, o grupo fica obcecado em salvar a vida da menina.

  12. Philipe,

    Fantástica a lista! Demorei um tempão pensando em cada filme e já me organizando para providenciar e assistir os que eu ainda não vi.

    Gostaria de fazer uma correção: o ator Bruno Ganz, que interpretou Hitler em “A Queda” é Suíço, nascido em Zurique, e não Alemão.

  13. Cara tem um filme que eu vi por acaso e que achei muito bom:

    Perlasca, um herói italiano.

    Em março de 1944, tropas nazistas ocupam a Hungria e 220 mil judeus são deportados para campos de concentração. Enquanto isso, o italiano Giorgio Perlasca, embora fascista, empenha-se em salvar as vítimas. O filme conta episódios pouco conhecidos da II Guerra Mundial. Baseado em fatos reais.

    O filme é tocante mesmo, é uma história verídica que parece que só foi descoberta recentemente na Itália e por causa da façanha que o fascista Giorgio Perlasca ter sido tão surpreendente logo virou filme.

  14. Putz cara, Operação Valquiria é tão ruim, tão ruim, tão ruim que me dá vontade de defecar pelas orelhas.
    Só o fato do Terceiro Reich falar INGLÊS… Inglês maaaaaaaano! É triste.

    Faltaram bons filmes ai…

    Cadê o APOCALYPSE NOW?

    Senti falta também do BLACK HAWK DOWN, PLATOON, BEHIND THE ENEMY LINES… FOR WHOM THE BELL TOLLS…

    Fraca, muito fraca a lista.

    1. Cara leia direito, a lista é de filmes sobre a 2ª Guerra Mundial, e esses que vocês citou são sobre outras guerras, Apocalipse Now e Platoon por exemplo (que realmente são bons filmes) são sobre a guerra do Vietnã. Os dois últimos eu não conheço.

  15. “Putz cara, Operação Valquiria é tão ruim, tão ruim, tão ruim que me dá vontade de defecar pelas orelhas.
    Só o fato do Terceiro Reich falar INGLÊS… Inglês maaaaaaaano! É triste.”
    Concordo Plenamente. E olha que alemão não é nenhum aramaico como o Mel Gibson fez os infelizes que participaram do filme dele aprender.

    Minha sugestão não é própriamente um filme de Segunda Guerra, mas que trata sobre:
    A Onda (Die Welle). Filmão.
    Alemanha atual, curso de extensão(por assim dizer) sobre Autocracia. Os alunos duvidam que o professor consiga instaurar um regime autocrático na Alemanha atual.
    O professor, com alguns “pequenos” exércicios, consegue transformar a aula dele num governo autocrático.
    E o pior(ou melhor) é que o filme é baseado em um estudo de caso verídico.

  16. Hugo, sem querer ser chato, mas esses filmes não são sobre a Segunda Guerra.

    Adiciona ae na lista:
    “Tora! Tora! Tora!”
    É um filme de 1970 realizado por Richard Fleischer, Kinji Fukasaku e Toshio Masuda que retrata, tanto do ponto de vista japonês como americano, a preparação e os eventos e os erros que possibilitaram o ataque a Pearl Harbor em 1941, fato que forçou a entrada dos Estados Unidos da América na Segunda Guerra Mundial. O título do filme é o código utilizado em caso de sucesso do ataque japonês, que traduzido para o português significa: “Tigre! Tigre! Tigre!”. O filme, com um tom quase documental, obteve boas críticas com relação à sua fotografia, principalmente em suas cenas de ação, sendo que algumas passagens foram reutilizadas em outros filmes ambientados na Guerra do Pacífico.(Chupado do Wikipédia)

    Se vc gostou das cenas de ação do Pearl Harbor vai amar “Tora! Tora! Tora!”, nem parece que o filme foi feito a 30 anos atrás.

  17. Não é um filme, mas uma minisérie, a primeira que eu vi sobre o holocausto. Conta toda a história, como começaram aos poucos a perseguir os judeus e como foi apertando, até começarem a mandar para os campos de concentração. Grande série. Vários artistas que depois ficaram famosos, mas eram muito novos. A que ficou mais famosa foi uma tal de Maryl Streep. Vale muito a pena. O nome?? Claro, Holocausto. Vale a pena procurar. Muito. Talvez só rivalize com a lista de Schindler.

  18. antes de tudo, parabéns ao site e mais um ótimo post. adicionando a magnífica lista (da qual gostei muito e me surpreendi por filmes que ainda não vi, mas também por acrescentar “o mais longo dos dias”, muito bom este filme, pois trás uma faceta menos heróica e mais realista (o meu contra o soldado ryan).

    Enfim, um bom filme sobre a segunda guerra é “Um Sinal de Esperança”, com Robin Williams interpretando um judeu que finge ter informações sobre o front contra os nazistas por um rádio que supostamente tem em casa. Muito bom o filme!

  19. Sua descrição de Band of Brothers é ótima. O livro do Stephen E. Ambrose é maravilhoso.
    Excelente listagem.
    Só dois adendos.
    1º – Não coloque IWO JIMA do John Wayne (bosta colossal).
    2º – Apocalypse Now (Martin Sheen, Robert Duvall e Marlon Brando) embora seja referente ao vietnã vale uma menção honrosa. Especialmente o Copolla e a trilha “The end” do The doors.

  20. “Cinzas da Guerra” não foi, né?

    Cinzas da Guerra é um dos melhors filmes de II Guerra que já vi. Mostra o lado mais “dilemático” dos campos de concentração: o trabalho dos Sonderkommandos Judeus, que tinham que atuar contra o próprio povo.
    Chocantíssimo, baita filme

    Esse e o Die Welle indico pra todo mundo.

  21. PS: Valeu pelo “Fatherland”. Tinha ouvi falar da história, mas não sabia nem do nome do filme. Tava procurando fazia meses!

  22. Lista excelente. Vejam também O Diário de Anne Frank e o documentário Broken Silence, este, chocante, difícil de ver, mas de extrema importância.

  23. Minhas dicas:
    1)Agonia e Glória (The Big Red One): de Samuel Fuller, com Lee Marvin – em atuação “matadora”, hehehe – e Mark Hammil, tentando esquecer que um dia foi Luke Skywalker… Conta a história de um pequeno pelotão da invasão da africa em 1942 até ao fim da guerra. Sugiro a versão “do diretor”, com o subtítulo “A Reconstrução”.

    2)A Batalha Britânica (Battle of Britain): é quase um documentário sobre tal batalha, imperdível para fãs de aviação. Muitas cenas com aviões reais da época e esclarecedor quanto alguns pontos sobre a guerra (como começou a história de inglêses e alemães borbadearem as populações cívis de uns e outros). Com Michel Caine.

    3)Num Céu Azul Escuro (Dark Blue World/Tmavomodrý svet): filme tcheco, também para fãs de aviação. Conta a história de uma dupla de pilotos que foge para a Inglaterra, lutando por este país. Foi o único filme de guerra que minha esposa gostou, hehehe (tem romance). Sugiro para aqueles casais que ficam brigando na locadora pelo gênero de filme que vão assistir…

    Abraços, Tiago

  24. Philipe, com certeza Círculo de Fogo não podería ficar fora dessa lista. Eu comprei esse filme de tão bom! Memphis Belle será a próxima aquisição, assim como o Ditador, Indiana já comprei o Box.

  25. Gostava do teu blog, principalmente do passo a passo de tuas esculturas, mas agora tá parecendo filial do submarino, americanas.com ou saraiva, pra cada opinião um link de compra,
    é a vida, blog, forma de ganhar dinheiro, vou criar um.

    1. Na verdade, os links foram colocados dois dias depois do post feito quando um leitor me escreveu sugerindo colocar os links para que ele pudesse comprar os filmes que ainda não viu.
      Me deu um trabalho do CARALHO procurar cada um desses links aí para atender o pedido do cara. Aí logo depois surge você reclamando, hehehe.
      Não dá mesmo para agradar a todos.
      Os passo-a-passo de esculturas voltarão assim que eu tiver tempo de fazer esculturas. Ultimamente, tenho passado por perrengues profissionais e familiares e devido a tudo isso, não tenho tido tempo. Fora que o Leo da MSFX que patrocinava os materiais desapareceu da face da Terra.

      Voltando ao assunto da publicidade, volta e meia alguém reclama delas. Mas o que eu questiono a essas pessoas é: Você escreve para a Globo reclamando que tem comerciais no intervalo das novelas? Você escreve para a Tv a cabo reclamando que tem propaganda demais em algo que você já paga para assistir?
      Devo lembrá-los que o Mundo Gump é grátis para os leitores, pois quem paga domínio, hospedagem e o meu tempo dedicado a ele sou eu. Logo, preciso da publicidade para cobrir estes custos. Do contrario eu teria que fazer outras coisas para repor esta grana, e consequentemente haveria menos posts e menos tudo neste blog.
      Veja, você está reclamando de publicidade num post que me deu um mega trabalho de fazer. Não lhe parece justo que eu ganhe alguma comissão (paga pelo submarino, sem afetar o valor do produto) na venda desses filmes já que o post me deu tanto trabalho para fazer?
      Me parece algo extremamente mesquinho por parte de certos leitores quererem posts cada vez melhores, cada vez mais detalhados e abarrotados de informações úteis mas que reagem aviltados quando o site que lhes oferece isso tudo é monetizado. Propaganda não é crime. Ela mantém o blog.
      E não falo só pelo meu. Falo por inúmeros outros blogs.
      Eu tiraria a publicidade com enorme prazer se os leitores me pagassem mensalidade. Topa?

      1. Não estou reclamando, voce que é que esta alegando isto, na verdade meu comentário é um relato do que eu acompanho, quando tive contato com blogs, o primeiro que vi foi o Black Zombie, eu acho que em 2006/2007, não me recordo direito, dai foi um pulo para , os links adicionados, fui me direcionando a vários, Brogui, Sedentário, Bobagento, Mother Joana, NSnozes, Pilandia, etc… e tambem o seu.
        Entendo que é bom ganhar um extra, mas antigamente o foco era outro, e não é só o seu que usa o espaço para publicidade, umas das razões que eu acesso blogs ao invés de sites, antigamente a publicidade era acanhada, como te falei o foco era outro, entretenimento, curiosidades, humor, resenhas, esportes e videos enfim um sem numero de novidades, sem compra, acesse aqui para comprar… e por aí vai
        Ah, não tenho mais TV a cabo e não assisto a TV aberta, principalmente a Globo, por principios ,devido a sua história, se não me engano voce, entre outros, nos sugeriu assistir o documentário que foi banido aqui, “Muito além do Cidadão Kane” da BBC, já não gostava da Globo antes, depois que assisti ao documentario, via You tube, minha percepção referente a esta empresa, do que é ruim, tendencioso e formadora de opinião distorcida aumentou ainda mais, mas é a realidade da TV Brasileira.
        Minha fonte de informação ultimamente vem da internet, incluindo os Blogs, mas vejo que, devida a tanta publicidade, vou ter que mudar meu foco.
        Olha na boa, gosto das tuas postagens, se lembra daquele teu problema com o documentário do ET, fiquei preocupado com tua situação, não achei que chegaria a tanto, ainda bem que ficou tudo bem, fique em paz em irmão, vou continuar visitando teu blog, sempre que possivel, ah meu e-mail voltou, estava usando o de minha irmã he [email protected].
        Sergio Lima

        1. Se analisarmos o que você disse (“Entendo que é bom ganhar um extra, mas antigamente o foco era outro,…”) o Philipe escreveu o artigo para faturar em cima, o que não é verdade, visto que ele mesmo já explicou que colocou os links 2 dias depois do post feito, isso porque algum leitor pediu. O fato dele ganhar algo com o blog, coisa que segundo você não acontecia no começo, não quer dizer que o foco tenha mudado. Parece o tipo de reclamação de quem está com inveja.

          1. Adalberto, o dono do blog é o Philpe correto, já me retratei com ele na boa, como disse à , gosto do blog, dei minha opinião a respeito de publicidade, agora voce não me leve a mal e desculpe ao Philipe e demais leitores, vai a MERDA, inveja do que??
            De ganhar dinheiro?? Eu já tenho o meu, não me encha o saco querendo me menosprezar na frente dos outros.

          2. Galera, não vamos brigar. O Sérgio como todo mundo que entra aqui tem total direito de expressar a opinião dele. E se ele achasse este blog uma merda ele nem perderia o tempo dele reclamando do que quer que fosse. Vejo sempre qualquer reclamação ou crítica como um feedback importante.
            Inúmeras vezes eu já mudei todo o tema por feedbacks dos leitores.
            Acho que podemos dar este assunto por resolvido. Sergio, o que eu falei em resposta ao seu comentário, não é só pra você, mas para muitos outros leitores que eventualmente reclamam de propaganda.
            Eu como blogueiro sinto na pele a complicada situação que é ser obrigado a publicitar o blog e ao mesmo tempo buscar deixar o layout o mais facil e acessível possível. Reconheço que tem propagandas que são umas belas merdas, além de pagarem pouco ou literalmente nada, cagam o layout do blog. Tem site aí que a gente entra e parece até penteadeira de puta, tamanha a quantidade de banners e anuncios.
            Eu realmente não gosto que os anúncios sujem o blog. Acho que se os anunciantes do adsense pagassem mais, isso seria rapidamente resolvido, pois haveria menos necessidade de usar outros programas de rentabilização e eu ficaria apenas com o adsense.
            O meu sonho mesmo era fazer um acordo com uma agência de publicidade para vender de uma só vez todo o espaço promocional do blog para uma grande empresa e então não precisaria de usar nenhum outro tipo de publicidade aqui. (e nem me preocupar com uma eventual falta de grana no final do mês)

          3. Valeu Philipe, como disse anteriormente, já havia me retratado com voce na boa, só me achei no direito de responder ao cidadão que alegou eu ter inveja de voce, que isso!?? Teu trabalho é seu trabalho, como voce mesmo disse, se voce permite que tenhamos acesso ao seu conteúdo e ainda dando oportunidade de comentar, na boa, é show.
            Mais uma vez valeu, e obrigado, não vamos usar teu espaço de comentarios para discussões.

  26. Vá e Veja (Idi i Smotri, URSS, 1985) é um dos mais pertubadores filmes sobre a segunda guerra que assisti. The Inner Circle (1991)também é muito bom; é uma história real e mostra o fascínio e terror inspirado por Stalin.

  27. Caramba! nao acredito que esqueceu de coloca o melhor filme de guerra! forest gump, cara, melhor filme de cena de guerra, mostra o preparatório deles indo pra guerra, amizade entre soldado, honra de servi ao superior, a politica( palestra-hippe) contra a guerra.

    isso é gump, nao coloca isso

  28. Parabéns Philipe. É uma ótima lista que vc tem aí.

    E que puxa! Como eu gostaria de ver um filme que retratasse a FEB com toda a dignidade que ela merece.

  29. Bom, tem a série nova da HBO, The Pacific (na verdade ainda nem estreiou aqui, mas dá pra baixar), que tem o mesmo esquema de Band of Brothers, tem parceria do Spielberg com o Tom Hanks, muita grana injetada e uma fotografia maravilhosa…ou seja, vai ser muito boa.

    http://www.youtube.com/watch?v=e99B80crU3E

    E, tem também um filme chamado trem da vida que é muito bom e dizem que serviu de inspiração pr’A Vida é Bela.

    A história é mais ou menos o seguinte: o doido da cidade chega avisando que os alemães estão levando os judeus pros campos de concentração e a cidade entra em pânico. Surge a idéia de eles fingirem que são nazistas e fugirem de lá… então tem toda uma parte meio cômica, (eles até tentam reformar um trem…)mas que apesar de tudo é extremamente triste.
    O filme é lindo e tem um dos melhores finais que eu já vi.

    Bom, fica o trailer pra quem se interessar… Recomendo, viu.

    http://www.youtube.com/watch?v=4UqjQ55AEE0

    até a próxima

  30. MIRACLE AT SANT’ANNA (MILAGRE EM SANT’ANNA)

    Um dos filmes mais emocionantes que já assisti.O filme se passa na Região da Toscana, Itália, durante a 2ª Guerra Mundial. Quatro soldados negros se perdem, até que um deles resolve arriscar sua própria vida para salvar um garoto italiano, repleto de medos e traumas de guerra.

    KATYN

    Katyn é um relato histórico serio e surpreendente.Passados quase 70 anos, o mundo recebe no cinema a verdadeira história do massacre de Katyn, onde 20 mil oficiais poloneses foram fuzilados por tropas da União Soviética, 12 mil somente na floresta de Katyn, e os demais em campos de prisioneiros.Com a derrota da Alemanha na guerra, a União Soviética disseminou a mentira de que o responsável por tantas mortes havia sido os Nazistas, e mesmo toda a população polonesa sabendo da verdade, não pôde fazer outra coisa que aceitar em silêncio.O filme não apenas reproduz a história do massacre de Katyn, mas também expõe o sofrimento das famílias que aguardaram por anos o retorno de seus entes queridos, sem imaginar que haviam perecido logo após serem presos.O próprio Diretor do filme, Andrzej Wajda, teve seu pai morto no massacre. Ele e sua mãe também aguardaram pela volta de seu pai, e quando souberam da sua execução, além da dor pelo luto, ainda tiveram que engolir a mentira imposta pelos Soviéticos.
    Katyn é um filme emocionante e fiel ao principio histórico. Não há romances paralelos, não há nenhum ponto de fuga costumeiro em filmes puramente comerciais – pois Katyn não é um filme comercial.

  31. tem tbm o filme:

    O REFUGIO SECRETO que conta a historia de uma família que foi presa em um campo de concentracao por ajudar judeus, é antigo, mas bem legal.

    tem tbm o : O diário de Anne Frank

  32. Sou um cinéfilo e adoro filmes de guerra! como sugestão que aqui nao foram mencionados é O ultimo Batalhão, Auschwitz, Santos ou Soldados, eis alguns, valeu galera!

  33. Boas sugestões… Gostaria de acrescentar mais alguns:
    – Sob 10 bandeiras
    – 36 horas
    – A ESPIÃ
    – Commando Mengele (no Brasil: Anjo da morte)
    – A cruz de ferro
    – A noite dos generais
    – Europa, Europa
    – Enigma
    – Fatherland
    – Escape from Colditz
    – Amen
    – Inferno 17
    – Inssurreição
    – Les femmes de l’ombre
    – Morituri
    – Uma luz na escuridão

    Uma coleção maravilhosa…

  34. Olá amigos, gostaria que vcs me ajudassem a descobrir o nome de um filme…
    Esse filme conta a história de um Cabo indisciplinado do Exército americano que é especialista em motos, nisso um comandante o convoca para ensinar uns soldados a pilotar motos na segunda guerra mundial.Ele tem problemas com um tenente, mas consegue treinar os soldados e partem em missão.
    Esse filme eu assisti a uns anos no canal Hallmark, e eu ñ sei seu nome… Me ajudem! :/
    Um abração!!!

  35. Certa vez assisti a um filme que se passava numa floresta, coberta pela neve. Um grupo de americanos e alemães estavam sitiados e firmam um acordo de não agressão, pois a guerra estava no final e o objetivo de ambos era sobreviver… até que um soldado americano desinformado ataca o grupo de alemães…

    Tinha em mente que o nome do filme era “Noites Brancas”, ou algo assim. Alguém sabe me dizer o nome deste filme ?

  36. LADRÕES DE BICICLETA é um ótimo filme sobre o que se passou nos primeiros dias após a rendição da Alemanha.

    A PONTE DE REMAGEN – No esquema de “UMA PONTE LONGE DEMAIS”, porém faz mais de vinte anos que o vi, não lembro os detalhes.

    Há um outro no qual a visão é mostrada pelo ponto de vista de um órfão londrino, que passa os dias catando coisas de valor entre os mortos que encontra no interior das casas bombardeadas. Nesse universo vivido à revelia da ordem, o garoto tem os primeiros contatos com bebids, cigarros, sexo, e toda a sorte de coisas às quais uma criança está exposta, longe dos pais. Pena não lembrar o título, mas uma das cenas marcantes é a que a menina cobra um níquel de cada garoto para mostrar (apenas mostrar) sua púbis infantil!

    1. cara de boa tu é um pau no cú, adorar o nazismo???? aquela podredão humana???? vc e o hitler deveriam ser estuprados por dois negões judeus e açoitados por 10 índios e depois terem as bolas arrancadas por asiáticos depois serem lixados por outras minorias que hitler abominava seus porcos

  37. Queria saber se voçê conhece um filme que é mais ou menos assim:um grupo de combatentes americanos é raptado em algum país,não lembro onde se passa a história,então os filhos destes soldados viajam e conseguem salva-los.Porém, voltam para casa no avião inimigo e quase são bombardeados pela força aeréa americana quando um delesfica na janela do avião e mostra a camisa com a bandeira dos Estados Unidos.Se souber o nome do filme por favor me diga, gostaria muito de assistir novamente.

  38. cara ñ liga ñ esse e o melhor blog sobre esses tipos de filme so peço pelo amor de Deus se vc pode colocar os links para baixa iria ficar muito grato sauhsausas obrigado amigão ……….

    1. Flavio não posso colocar links para baixar aqui pois isso viola os termos de contrato de uso do adsense. Mas em qualquer site de torrent vc já acha um monte.

  39. Tem um filme que eu gostaria de saber o nome! se passa com um pai que resgata o filho que foi preso em uma espécie de qualtel! o pai é do exercito resgata o garoto com um tanque de guerra que ele roubou do exercito e eles fogem pelo país por favor qual é esse filme?