Mulher passa dois anos sentada no vaso sanitário!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Puts, meu. Eu estava crente que não ia achar nada bizarro o suficiente que valesse a pena colocar aqui hoje, até me deparar com esta bizarríssima notícia.

Mulher passa dois anos sentada em vaso sanitário nos EUA

A polícia dos EUA analisa a possibilidade de acusar formalmente o namorado de uma americana de 35 anos que passou grande parte dos últimos dois anos sentada em um vaso sanitário. O homem só chamou a polícia depois que a mulher ficou presa no banheiro.

De acordo com o jornal “Daily News”, a pele da mulher –identificada como Pam Babcock– grudou na privada devido ao extenso período de tempo que ela passou sentada nela.

Segundo o xerife do Condado de Ness, Bryan Whipple, a mulher se recusou inicialmente a buscar atendimento médico de urgência, mas foi convencida pela polícia a ir a um hospital.

“Nós soltamos a tampa do vaso usando um pé-de-cabra e ela foi levada ao hospital junto com a tampa grudada na pele, onde ela foi retirada”, disse Whipple, de acordo com o jornal.

Segundo o xerife, investigadores devem entregar um inquérito à Justiça, que determinará se será apresentada uma acusação formal contra o namorado, Kory McFarren, 36.

Ele disse à polícia que dava água e comida a Babcock e pedia a ela que saísse do banheiro.

“A resposta dela era sempre: ‘Talvez amanhã'”, disse Whipple. “Segundo ele, ela não queria sair do banheiro”. McFarren disse à Associated Press que não poderia ser responsabilizado pelo ocorrido. “Ela é adulta, e tomou sua própria decisão. Eu deveria ter procurado ajuda antes, admito. Mas, depois de um certo tempo, você de certa forma se acostuma”, afirmou

Autoridades afirmam que Babcock passou os dois últimos anos no banheiro, McFarren diz não ter certeza de quanto tempo ela passou sentada no vaso sanitário. “Um dia, ela entrou no banheiro e ficou lá por um tempo. No dia seguinte, ficou um pouco mais. Depois, ela se convenceu de que ficaria ali, era um lugar seguro para ela”, disse o namorado.

Segundo McFarren, ela sofria de uma fobia devido a maus tratos sofridos na infância.

Dono de uma loja de antiguidades, ele diz que cuida de Babcock há 16 anos, tempo em que moram juntos.

Polícia

McFarren chamou a polícia em 27 de fevereiro, dizendo que “havia algo errado” com sua namorada.

A polícia encontrou Babcock sentada no vaso, com as calças abaixadas. Ela estava “desorientada” e suas pernas pareciam atrofiadas, de acordo com Whipple.

“Ela disse que não precisava de ajuda, que estava bem e não queria sair de lá”, disse o xerife.

Ela foi encaminhada a um hospital em Wichita, a 150 km de Ness.

Segundo Whipple, ela se recusou a cooperar com as equipes médicas e com policiais.

McFarren afirmou que a namorada sofre de uma infecção nas pernas que danificou seus nervos, e que ela não sente as pernas. Ela pode ter que usar uma cadeira de rodas.

Autoridades não sabem ao certo se ela sofre de alguma doença mental.

Fonte

Eu não sei como uma pessoa fica sentada no vaso por dois anos e não acaba evacuando os próprios intestinos.

Comments

comments

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram

11 respostas

  1. BAH!!
    Pra pele chegar a grudar realmente ela deve ter ficado bastante tempo,pelo que entendi o namorado dela que chamou a policia?se foi assim acho q ele não tem nada a ver com a historia.

  2. Literalmente uma cagada , com o perdão do trocadilho ! Parece que é inverossímil essa história de ter ficado dois anos sentada na privada , como ela fazia para se alimentar já que o namorado alegou que ela ficou trancada no banheiro ? E dormia sentada na privada também ? Muito infundada a parte do namorado que esperou tanto tempo para chamar os médicos e policiais. Se isso for realmente verdadeiro com certeza absoluta que ela sofra de algum transtorno mental, eu por exemplo quando vou ao banheiro procuro ser o mais rápido possível !

  3. Rogerio, o namorado pedia pra ela sair do banheiro, mas a namorada se recusava. Então ele tinha que dar água e comida pra ela dentro do banheiro mesmo. Quando o cara se ligou que a namorada era maluca (mongol pra caralho. Eu no dia seguinte já tava ligando pro pinel!) chamou a polícia. Mas nessa brincadeira foram dois anos.
    A mulher é tão pirada, que mesmo quando a polícia chegou, ela se recusou a sair do banheiro.
    No fundo o que a namorada tem é similar a essas pessoas que se retiram da sociedade e vão viver como eremitas numa caverna qualquer.

  4. Philipe, li essa notícia no dia que saiu, e li todos os jornais que faziam referência ao texto em busca de algo… você como psicólogo deve ter uma luz, e interpretação melhor que a minha….

    Mas vejamos, o cara, até aonde li, mora com a namorada à 16 anos em um trailer… a mulher a 2 anos, não sai do banheiro, mas para ele tudo bem, o trailer tinha 2 banheiros…
    Pára tudo… primeiro, como se consegue ser namorado, morando junto à 16 anos? Para mim é marido e mulher. Segundo, como você consegue ter um relacionamento, e ainda por cima chamar de namoro, sem, digamos, consolidá-lo, digamos assim, a menos que fosse realizado sobre a privada dela.
    Isso me parece um fetiche dele, somado a um problema neurológico dela.
    O caso dele, me lembra muito àquele aonde o cara tinha fetiche por gordas, pegou uma gordinha, transformou ela em uma baleia sem igual, criou um site pornô mostrando a coitada nua, e depois pediu ajuda à comunidade, para tirá-la de casa com um guindaste, quebrando a parede do quarto, para a coitada fazer uma cirurgia de estomago para não morrer, já que da cama nem levantava mais (ocorreu nos EUA).

    Philipe, vejo a mesma coisa nesse caso, para a pele ter esse tipo de ação fungicida, aonde a derme derrete e cola, com certeza a coitada passou mais de um mês naquela situação, e logo o cara usou um trauma de infância suposto para dizer que ela não contava com a ajuda da família, e até agora não houve outra versão que não a dele…
    Pera lá, de acordo com o chefe de polícia, o corpo dela, exalava um cheiro de pútrido. O Chefe do corpo de bombeiros local, disse que localizou a moça, pelo cheiro, era algo horrível.
    E o cara está lá, felizão, sentindo a fuafa, e não faz nada?
    Uma pessoa VIVA com a derme se liquifazendo? E ele só procurou ajuda quando ela começou a sair do ar… nem ela aguentou o que estava acontecendo com ela… entrou em alfa, ou beta, ou sei lá, e com certeza, deve ter tentando se levantar, ou fazer qualquer outra coisa, que o desesperou a ponto de pedir ajuda, se não, ela continuaria lá!

  5. Com certeza quase absoluta, são dois malucos. è o que eu falei, ou ele é mongol pra caralho (esperar dois anos para concluir que a muié pirou?) ou é doidão tb. Aposto em algum tipo de perversão sexual grotesca turbinada com um alto grau de loucura, como pânico ou esquizofrenia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.