Mariazinha

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp
Categorias
Night mode

Mariazinha era safada
Deitava na grama, dormia pelada
Mariazinha era obscena
Peitos pontudos, pele morena
Mariazinha na beira do rio
na carcaça da kombi no terreno baldio

Mariazinha era assanhada
Voltava da escola mal intencionada
Mariazinha era um problema
Vinha com tudo, mas era pequena
Mariazinha já deu no meio fio
Na boca da noite, no lavradio

Mariazinha dava na escada
Pro dono do bar, pra qualquer camarada
Mariazinha, que era tão bonita
Um olhar de gulosa, uma volupia aflita

Até atrás da igreja
Mariazinha não se levava a sério
Trepava na bica, na mata e no cemitério
Nos fundos da pensão
Mariazinha batia um bolão
Sem medo, tarde ou cedo
Mariazinha, que encarava até assombração

Não dava ponto sem nó
Acompanhada mesmo só
Mariazinha que não podia ver homem
Mariazinha deu pro lobisomem
Na falta de um guri
Mariazinha safada, trepou com o saci

Mariazinha gatinha tarada
Mariazinha que eu não conheci

Ass. Philipe

Comments

comments

14 respostas

  1. Pois é. Minha homenagem para aquelas meninas faladas, que em toda cidade do interior tem uma ou duas, que o povo todo comenta suas peripécias. Vou confessar que na adolescência eu quase tive um affair com uma mariazinha, mas eu tive medo, hehehe.
    Eu ia terminar com “Mariazinha que eu não comi” mas achei que ia ficar muito canalha, hahaha.

  2. Ei Philipe do acordeom, não esquece de assinar sempre a autoria, ou pode ir parar em alguma rádio nordestina!

    Isso aí dá um xote. x_x

      1. AHUAHuahaU,
        na verdade, cê ta perdendo a oportunidade de fazer você mesmo o forró e ganhar dinheiro com isso!

        Passa a letra pra algum amigo músico teu, AHuahauhaUa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Eu dei duro aqui

Com 15 anos de sangue suor e lágrimas, eu me esforcei para fazer um dos blogs mais antigos e legais do Brasil. Mis de 5000 artigos, mais de 100.000 comentários, mais de 20 livros, canal, programa de rádio, esculturas... Manter isso, você pode imaginar, não é barato. Talvez você considere me apoiar no Patreon e ajudar o Mundo Gump a não sair do ar.
Ajuda aí?

Conheça meus livros

© MUNDO GUMP – Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução sem autorização.